Reeducandos terão curso de inclusão produtiva

Amanhã, às 10h, na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, haverá a aula inaugural do Programa PE no Batente. Sob a coordenação da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos – SEDSDH, será oferecido no Centro de Inclusão Produtiva – CIP, curso na área de reciclagem para os reeducandos. 

O CIP receberá ao todo R$ 300 mil, divididos em duas parcelas, sendo R$ 150mil para investimento e os outros R$ 150mil para custeio. Esse valor já estava previsto no orçamento de 2014, junto a Secretaria da Fazenda, pactuado na Comissão Intergestora Bipartiti 2013, que conta com representantes dos governos estadual e municipal.

Segundo Bernardo D’Almeida, secretário da SEDSDH, a ação tem a proposta de qualificar os privados de liberdade na área de reciclagem para que possam, ao sair da penitenciária produzir peças para comercialização. “O nosso objetivo é sempre capacitar as pessoas para que elas no futuro, próximo, tenham a possibilidade de tirar da sua produção o seu sustento. Com esse curso eles terão uma formação cidadã, qualificação profissional e produtiva, além da inclusão digital”, declarou.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.