Prefeito de Gravatá decreta situação de emergência pela estiagem prolongada

Foi decretado nesta quarta-feira  (29) em Gravatá pelo prefeito Bruno Martiniano, Situação de Emergência nas áreas do município afetas pela estiagem prolongada. De acordo com o documento a ausência prolongada de chuvas está causando danos e prejuízos irreparáveis aos munícipes.

Realidade essa comprovada através de um formulário de avaliação de danos aplicado nos setores. Ainda conforme o decreto, a resolução nº 03 do Conselho nacional de Defesa Civil (CONDEC), a intensidade de chuvas foi dimensionada como nível 2, com agravantes.

Tal fato reflete negativamente na economia do município onde a agricultura prevalece para o sustento de dezenas de famílias que vivem disso. A situação de emergência está decretada por um prazo de 180 dias.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.