Tadeu Alencar trata de pacto federativo em Congresso da UVP

O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) participou do Congresso da União dos Vereadores de Pernambuco, ontem, na Faculdade AESA, em Arcoverde, Sertão do Moxotó. O pacto federativo foi o tema da palestra do parlamentar.

“Estamos vivendo um período de várias crises: econômica, política, ética. Diante desse cenário, os municípios e os Estados estão de pires na mão”, disse Tadeu Alencar, logo no início da sua fala. “Em 1985, 70% dos recursos das receitas da União eram repassados para os Estados e municípios e apenas 30% ficavam com a União. Hoje, essa equação foi totalmente subvertida, sendo que apenas 30% desses recursos são repassados para as unidades federativas”, esclareceu.

Tadeu Alencar ressaltou também que com o passar dos anos os municípios e os Estados receberam mais atribuições em áreas como saúde, educação, segurança pública e trânsito. “Aumentaram as responsabilidades locais, mas não as condições financeiras para se arcar com isso”, afirmou ele.

A bandeira do novo pacto federativo tem sido defendida há anos pelo PSB e era um dos principais compromissos do ex-governador Eduardo Campos, que compreendia a gravidade do cenário, tanto que, em 2013, criou o FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal). Hoje, o pacto federativo é um dos principais temas de debates no parlamento, com comissões que discutem o assunto na Câmara dos Deputados e no Senado.

A Comissão Especial do Pacto Federativo da Câmara dos Deputados concluirá os trabalhos na próxima semana e a primeira proposta – PEC 172/2012 – deverá ser votada no próximo semestre. A Comissão de Constituição e Justiça da Casa, da qual Tadeu Alencar é membro titular, já aprovou o parecer pela admissibilidade da PEC de autoria do deputado Mendonça Filho (DEM). A proposta altera o artigo 160 da Constituição e estabelece que a lei não vai impor e nem vai transferir qualquer encargo ou prestação de serviços aos Estados, Distrito Federal ou aos municípios sem a previsão de repasses financeiros necessários ao seu custeio.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.