Paulo Câmara empossa Conselho Consultivo da Arpe

d14e5c36-f92c-4922-b592-607f00514f4d
Fortalecendo a autonomia da Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe), o governador Paulo Câmara empossou, na manhã desta quinta-feira (14.12), os novos membros do Conselho Consultivo da instituição. Além de opinar sobre as atividades do órgão, os conselheiros devem examinar críticas e denúncias. Na cerimônia realizada no auditório da agência, no Recife, o chefe do Executivo estadual também homologou o último concurso público realizado em 2014, viabilizando convocação dos aprovados por um período de dois anos, podendo ser renovado por mais dois.

Paulo Câmara afirmou que o ato consolida a atuação da agência que exerce um papel fundamental para a sociedade pernambucana. “A posse do conselho, junto com a homologação deste concurso, são motivos para a gente dizer que estamos avançando e vamos avançar ainda mais. Nós vamos fazer o que a população espera: oferecer serviços públicos de qualidade, que cheguem a todos e que sejam bem fiscalizados”, assegurou o governador.

Os novos membros foram indicados por Governo do Estado, Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Prefeitura do Recife, Concessionários e Permissionários de Serviço Público Delegado, Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe). Os sete conselheiros da Arpe vão cumprir um mandato de três anos, sem direito a recondução. Também será responsabilidade do conselho indicar os três representantes da sociedade para a escolha do Ouvidor, cuja nomeação será feita pelo governador.

Para o diretor-presidente da Arpe, Ettore Labanca, o novo conselho consolida o trabalho e os futuros nomeados pela Arpe vão dar um novo ânimo à agência. “Isso significa que nós teremos melhores condições para exercer a função da Arpe, que é a de defender os interesses de Pernambuco”, afirmou Labanca, completando: “Com esses reforços, a gente vai melhorar o atendimento à sociedade”.

O governador disse também que Pernambuco é um exemplo para o Brasil, pois, mesmo com as dificuldades, o Estado mostra que é possível fazer funcionar as instituições públicas. “O Estado brasileiro precisa disso. E Pernambuco, mais uma vez, vai contribuir para a melhoria das instituições, mostrando que aqui é possível avançar em políticas públicas em favor do nosso povo, apesar dos desafios”, afirmou Paulo Câmara.

Além de fiscalizar contratos e termos de parcerias firmados pelo Estado com Organizações Sociais, a agência desenvolve atividades de regulação e fiscalização em diversas áreas. Também atua por delegação da ANEEL, fiscalizando os serviços de energia elétrica.

CONCURSO – Após a homologação do concurso, a Agência fica autorizada a convocar os aprovados. Atualmente a Agência possui apenas 26 servidores efetivos. Além desses, executam suas atividades servidores cedidos, contratados temporariamente ou comissionados.

O concurso selecionou 70 candidatos, dos quais 35 foram classificados para o preenchimento das vagas. Do total, dez são da área de Engenharia, cinco da área Jurídica, quatro da área de Contabilidade e 16 da área Geral contemplado graduações diversas – Administração, Comunicação Social, Engenharia, Ciências Contábeis, Direito, Ciências Econômicas e Tecnologia da Informação. Entre os classificados, há um deficiente auditivo na área de Contabilidade e um na área Geral com graduação em Administração.

Para que os aprovados sejam convocados, a Arpe fará um levantamento das vagas prioritárias e encaminhará à secretaria de Administração, que por sua vez vai verificar a disponibilidade da contratação. Com a homologação, o concurso terá validade de dois anos, podendo ser renovada por mais dois. “Este é mais um passo para a consolidação do quadro efetivo de servidores da agência. Os novos técnicos, quando nomeados pelo Estado, vão fazer com que a Arpe ocupe um espaço ainda mais importante em Pernambuco “, afirmou o titular da pasta, Milton Coelho.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.