Costa Dourada apoia campanha pelo fim da violência contra as mulheres

O Centro das Mulheres do Cabo realiza, em parceria com o Shopping Costa Dourada, a campanha ‘A Cidade que se quer não tem Violência contra a Mulher’. A campanha 2016, que faz parte do projeto Cidade Segura para as Mulheres, será apresentada durante a semana que homenageia o Dia Internacional da Mulher, entre os dias 1° a 08 de março, na praça de eventos do Costa Dourada.

O evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher proporcionará atividades de exposição e venda de peças artísticas, oficinas de confecção em cerâmica e pintura em tela, apresentação teatral, show musical, exposição e venda de livros, oficina de prata boliviana, recital de poesia, oficina arte em frutas, além de um leilão beneficente com obras doadas pelos artistas. “Nosso objetivo é dar visibilidade às iniciativas pelo fim da violência contra a mulher, assim como também mobilizar doadores e apoiadores às ações da campanha”, mobiliza a coordenadora do Centro das Mulheres do Cabo, Nivete Azevedo de Mendonça.

De acordo com a Fundação Perseu Abramo, a cada 15 minutos, uma mulher é vítima de violência, no Brasil. Já os dados da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco mostram que a cada ano morrem mais de 10 mulheres pela violência de gênero, no município do Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco. “Não podemos aceitar, nem permitir que essa covardia continue machucando o corpo, a mente, a alma e a dignidade de meninas e mulheres vítimas da violência doméstica e sexual. Muitas mulheres sofrem abusos, inclusive, pela falta de proteção, estrutura e serviços públicos de qualidade, a exemplo da iluminação pública, transporte, segurança e rede de atendimento e assistência às mulheres”, aponta Nivete.

Projeto

O Projeto ‘Cidade Segura para as Mulheres teve início em 2011, fruto de uma experiência piloto realizada em cinco países. No Brasil, o projeto foi desenvolvido em três cidades, entre elas o Cabo de Santo Agostinho, sob a coordenação do Centro de Mulheres do Cabo, com apoio da Actionaid, organização de cooperação internacional de apoio a projetos de combate à violência e pobreza em mais de 40 países do mundo.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.