Evento Marchador Imperial movimenta turismo rural no Agreste pernambucano

Desde ontem até o dia 28, Caruaru sedia o Marchador Imperial com o apoio da Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic). O evento é realizado com os objetivos de fomentar o turismo rural na região e divulgar a raça de cavalos Mangalarga Marchador. A estrutura montada no Polo Caruaru oferece restaurantes, lounge, área para as crianças, uma praça de food trucks e arquibancadas no espaço onde será realizada a exposição.

A programação conta com a VII Etapa do Campeonato Nordestino do Cavalo Mangalarga Marchador, uma competição de marcha, a I Expo Especializada Marchador Imperial e leilões de animais e embriões. No dia 25 de fevereiro, a partir das 17h, acontece a solenidade de abertura da Exposição Marchador Imperial, seguida de mostra dos animais que estarão disponíveis em leilão. O evento tem entrada gratuita e aberta ao público, exceto para os leilões quetêm o acesso limitado para compradores e criadores de cavalos.

No dia 26 de fevereiro, o presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), Daniel Borja, chega ao município para prestigiar o evento. “Este evento em Caruaru visa a democratização da participação dos criadores nordestinos em eventos nacionais”, afirma. De acordo com a ABCCMM, Pernambuco é o segundo maior estado do Nordeste na criação do Mangalarga Marchador e o sexto estado brasileiro na criação da raça.

Uma das novidades deste ano é a transmissão ao vivo pela TV Terra Viva do leilão que será realizado no dia 27 de fevereiro, a partir das 20h. Os organizadores estimam que a movimentação financeira dos dois leilões alcance os três milhões de reais. O potencial de venda da raça é expressivo: os óvulos fecundados, por exemplo, podem custar aos investidores R$ 120 mil. A expectativa é de que 200 animais estejam no evento.

“A região é muito focada no Quarto de Milha, devido à tradição das vaquejadas. Por isso, criamos este evento para difundir a raça que é bastante adequada ao estilo de turismo da região. É um cavalo de sela, de marcha, ótimo para cavalgadas, próprio para a família”, destaca o idealizador do Marchador Imperial, Márcio Mahon.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.