Intercom Nordeste tem programação divulgada

A 18ª edição do Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste -Intercom, que este ano será realizado no Centro Universitário Vale do Ipojuca (DeVry | UNIFAVIP), em Caruaru, divulga sua programação. O evento começa nesta quinta e vai até sábado, dia 9 e discutirá a influência das inovações tecnológicas na formação de jornalistas e publicitários, além dos desafios que trazem para a educação.

Para debater a proposta, o evento contará com a participação de docentes, pesquisadores e profissionais de Comunicação de diversas cidades do Nordeste, além de representantes de inciativas que trabalham com informação e tecnologia. Como nas edições anteriores, o formato abrigará mesas-redondas e apresentação de trabalhos científicos da área (Intercom Jr.) e a mostra competitiva de trabalhos dos estudantes realizados ao longo do ano (Expocom), além do lançamento de livros e uma programação cultural. Na solenidade de abertura, pós-doutora em Comunicação e professora da USP, Clotilde Perez.

No primeiro dia de evento, à tarde, a primeira mesa-redonda discutirá “As Inovações tecnológicas e os desafios para a formação do jornalista”, que terá mediação de Juliano Domingues, jornalista, cientista social e coordenador do curso de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Compondo a mesa, Fernando Firmino (UFPB e UEPB), Doutor e professor da UFBA, Jaques Barcia jornalista e consultor de tendências tecnológicas do Porto Digital, Ricardo Mello, da Rima Consultoria, e Helder Pessôa de Melo, jornalista do Jornal Extra de Caruaru.

Ainda na mesma tarde, a segunda mesa debaterá “As inovações tecnológicas e os desafios para a formação do publicitário”, com a presença de Rodrigo Stefani, Doutor em Comunicação e Semiótica e coordenador do curso de Publicidade e Propaganda da UFPE; Wellington Gabriel de Oliveira, Mestre em Administração e Controladoria com linha de pesquisa em Marketing pela UFC, com especialização em Novas Tecnologias e Educação pela UFC e professor da UNIFOR; Hélder França, publicitário com especialização em Marketing e mestrado em Gestão Empresarial, diretor de planejamento na Intertotal Comunicação e professor do DeVry | Unifavip; e Ana Roberta Siqueira, superintendente de empreendedorismo do Porto Digital/Armazém da Criatividade.

No segundo dia, pela manhã, haverá a apresentação de trabalhos que compõem o Expocom, além da mesa-redonda “Educação e Comunicação: interfaces e convergências”, sob mediação de Aline Grego, doutora em Comunicação e diretora regional do Intercom. No debate, Danielle Andrade, professora de publicidade da UFCG (PB); Salett Tauk Santos, professora do programa de pós-graduação da UFRPE; Marcelo Sabattini, doutor em Teoria e História da Educação e membro e pesquisador do Instituto Edumed para a Educação em Medicina e Saúde; além de Ricardo de Paiva e Souza, sociólogo e professor da Asces/PE.  À noite, o evento contará com lançamento de livros.

O “Intercom Júnior” será na manhã e tarde do último dia, sábado (9), quando também acontece o último debate do evento – “As Inovações tecnológicas e os desafios para a educação e a comunicação”, mediado pelo professor nos cursos de Publicidade, Jornalismo e Design do DeVry | UNIFAVIP, Tenaflae Lordêlo. A discussão conta com a presença de Rossana Gaia, jornalista e professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL); Amilcar Bezerra Almeida, pesquisador de circulação e consumo de bens culturais em sociedades periféricas e professor do Núcleo de Design do Centro Acadêmico do Agreste (CAA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Alex Sandro Gomes, coordenador das comunidades de software livre Amadeus e Openredu e um dos professores do prof-lab, no Cin (PE); e Thiago Soares, pesquisador de Cultura POP, linguagens midiáticas e professor de Comunicação da UFPE.

O evento se encerra às 18h, com a tradicional solenidade e entrega da premiação do Expocom 2016, que elege os melhores trabalhos e iniciativas desenvolvidos por alunos de Comunicação ao longo do último ano. Mais informações no www.unifavip.edu.br ouwww.intercomnordeste2016.com.br.

Mulheres de Argila, que participaram do SPFW, assinam as ecobags do INTERCOM Nordeste 2016

Quem  for ao XVIII O Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom – Nordeste,  em Caruaru,  vai levar artesanato para casa. A bolsa do evento tem uma proposta sustentável mas não em lembra, em nada, aquela sacolinha que ganha um upgrade com o nome de “ecobag”. Ela foi criada por Wilber Lima e produzida pelas Mulheres de Argila, um grupo de produção social e econômica, que confecciona artigos com sobras de jeans. Fundado no inicio de 2011, com apoio do Sebrae e do centro Pernambucano de Design, tem como idealizador o estilista Melk Zda. Além de marcarem presença na Fenearte, as Mulheres de Argila têm o São Paulo Fashion Week no currículo.

O artesanato Mulheres de Argila é feito com resíduo (“ourelas”) do tecido jeans, doados por fábricas da região,  as chamadas “Empresas-Madrinhas”. O nome do grupo teve inspiração numa música de autoria dos poetas João Evangelista Rodrigues, Pereira da Viola e Wilson Dias e fala do universo feminino no seu espaço e cotidiano. Os produtos são diversificados como objetos de decoração, enxovais, brindes corporativos, brinquedos lúdicos e acessórios de moda. O coletivo atualmente integra 30 pessoas.

O Intercom é um dos principais congressos de comunicação e pela primeira vez é realizado em Caruaru. O Unifavip sedia o evento por estar comemorando 15 anos do primeiro curso de comunicação no interior de Pernambuco. “Mudamos a realidade do mercado local”, destacou a coordenadora do curso de Publicidade, Livia Valença. O congresso acontece de sete a nove de julho e teve mais de dois mil inscritos: “O Intercom Nordeste é mais uma vez o recordista de público entre os 5 congressos regionais da Intercom. O melhor é que esse ano também foi recordista de inscrições de trabalhos científicos nas Divisões Temáticas e no Intercom Júnior. Estamos muito felizes com esse resultado”, disse a diretora da Intercom Regional Nordeste, Aline Grego.  O tema  Comunicação e Educação: caminhos integrados para um mundo em transformação será abordado em debates e artigos científicos apresentados em sessões.

A programação conta, ainda, com oficinas e uma mostra competitiva de trabalhos acadêmicos, o Expocom. Os vencedores recebem um prêmio simbólico. Em Caruaru o troféu será uma peça de barro “a proposta é que o congressista leve um pedaço de Caruaru, seja por meio da bolsa do evento, representando o pólo de confecções, seja pela peça de barro, que também faz referência ao  forró”, explicou a coordenadora do evento, Rosangela Araújo.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.