Comerciantes se unem para driblar a crise conseguindo melhores preços

Em tempos difíceis para o comércio, os primeiros a sentir a crise são os pequenos. Caruaru está dando o exemplo de que a união realmente faz a força. Mais de 300 comerciantes estarão reunidos nesta quinta-feira, 14, no SENAC, das 9 às 15h, participando de uma Rodada de Negócios onde eles poderão falar diretamente com 19 indústrias com sede em São Paulo. A proposta é conseguir preços e prazos diferenciados que deem mais fôlego para os pequenos, fazendo com que eles tenham chance de competir com empresas maiores. O grupo se reuniu numa espécie de associação capitaneado por Eduardo Sepúlveda, um baiano que escolheu Caruaru para ser sua cidade há mais de 10 anos.

“Como representante, sempre tive aqui uma ótima praça. Fui fazendo amigos, me apaixonando pela cidade, até mudar de vez”, conta Eduardo. Aqui ele teve a ideia de começar a fazer as Rodadas de Negócios que reúne pequenos empresários de várias cidades da região e até do Recife. A experiência que já acontece há alguns anos, vem dando certo. Além de possibilitar melhores condições de compras, o encontro serve também para que os participantes compartilhem vivências. “As vezes, as dificuldades são as mesmas e nesses momentos de convivência nós podemos achar soluções que sirvam para todos”, explica Sepúlveda.

Em 2016, com a tão propagada crise, a Rodada ao invés de diminuir, acabou se fortalecendo. O grupo está usando as mídias sociais para repassar as informações. Pela participação das pessoas nas redes, dá pra sentir que o encontro será um sucesso.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.