Direitos trabalhistas estão ameaçados, alerta Humberto

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou que há um grande risco de os trabalhadores perderem direitos históricos com a continuidade do governo interino do presidente Michel Temer (PMDB). O alerta do senador tem como base as declarações do ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira (PTB). Na última semana, Nogueira admitiu que Temer planeja enviar ao Congresso propostas de alteração na área trabalhista que envolvem, entre outras coisas, a flexibilização da CLT e a regulamentação da terceirização.

Segundo Humberto, o pacote atinge conquistas históricas dos trabalhadores, como a questão salarial e a jornada de trabalho.“Não faz nem quinze dias que o presidente da CNI defendeu, em reunião com o presidente golpista Michel Temer, a mudança na jornada de trabalho de 44 para 80 horas semanais. Agora, é a própria equipe de Temer que fala em mudanças nessa área. Fica muito claro a quem o governo golpista está querendo atender. Todos os direitos trabalhistas estão ameaçados”, alertou Humberto Costa.

O senador defendeu também uma grande mobilização contra qualquer alteração que possa prejudicar o trabalhador. “É uma luta que tem que ser diária, nas ruas, nas redes. Precisamos conversar com as pessoas, mostrar o que está em jogo. Só com uma grande mobilização poderemos garantir que os trabalhadores não percam nenhum direito”, afirmou.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.