Academia de Cordel realiza Festival Literário

O III Festival Literário Arrasta Cordel (Flac) acontecerá nesta sexta-feira, dia 25, na sede da Academia Caruaruense de Literatura de Cordel (ACLC), localizada no Polo Cultural da Estação Ferroviária. A iniciativa é promovida pela ACLC e contará com palestras, debates, exposição, oficinas e declamações.

O evento é gratuito e aberto ao público. “Nosso objetivo é fomentar a cultura popular em nossa região, tendo o cordel como fio condutor de toda a programação, mas estabelecendo o diálogo com outras artes”, conta o cordelista Nelson Lima, idealizador do evento.

Durante o Flac, haverá a mostra ‘O Mundo ao Meu Redor’, construída por alunos do ensino fundamental e médio, sob a batuta dos poetas Esperantivo e Severino Melo, além do fotógrafo Renato Moura. A ideia faz parte do projeto ‘Versalizando Imagens’, que nasceu do encontro entre a fotografia e a poesia, em especial a literatura de cordel, com a fotografia.

Às 10h, o poeta e ator Nerisvaldo Alves – vice-presidente da ACLC – ministrará palestra com o tema ‘O Cordel como ferramenta lúdica na Educação’, compartilhando experiências em sala de aula. Em seguida, haverá uma roda de poesia com declamadores da estirpe de Paulo Pereira, Olegário Filho e Val Tabosa, entre outros membros da Academia.

À tarde, a programação inicia às 13h30, com uma oficina de literatura de cordel ministrada pelo poeta e professor Dorge Tabosa, que apresentará detalhes sobre a construção poética. Após a oficina, o Cordel na Atualidade será tema de uma mesa redonda, com a participação do cordelista e músico Roberto Celestino. O grupo de leitores da Escola Municipal Mariana Lima também fará uma performance especial.

Durante a noite, o Flac coincide com a realização do ‘Café & Cordel’. Neste momento, a literatura de cordel dialogará com a poesia ocultista de Iram Bradock, que fará um recital com aspectos góticos. Autor de diversos livros de poesia, Bradock se destaca por mesclar o regional com o sombrio, através de uma verve única e interpretação peculiar. O recital inicia às 20h.

O Flac foi idealizado há três anos pelo poeta Nelson Lima, também ator e primeiro secretário da ACLC. O público-alvo do evento é estudantes de escolas públicas e privadas, além da população em geral.

LANÇAMENTOS

A programação conta ainda com o lançamento de três livretos de cordel. O primeiro deles é intitulado ‘Peleja de Poetas’, escrito por Daniel Santos, Bruna Thaís, Ludson Martins e Nelson Lima. A narrativa em versos ‘A Vingança de Irene’, de Bruna Thaís, também será lançado durante o Flac.

O outro cordel é intitulado ‘Quem acredita sempre alcança’, escrito por Jénerson Alves, e conta a história da estudante Delma Goes, de 26 anos. Diagnosticada com a Síndrome de Mills, enfermidade rara que compromete os movimentos de partes do corpo, a garota procura caminhos para pagar o tratamento. Além do livreto, cuja comercialização será direcionada à estudante, durante a noite haverá um stand com a venda de camisas da campanha desenvolvida por Delma para financiar os custos com a saúde.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.