Fagner Fernandes foi oficialmente diplomado vereador

unnamed (46)

A tarde do domingo (18) foi de comemoração dupla para o vereador eleito Fagner Fernandes (PTdoB). Fagner, que tem como principal bandeira a defesa da causa animal, participou da cerimônia que diplomou oficialmente os 23 vereadores eleitos no pleito eleitoral de 2016, na cidade de Caruaru. “Ontem foi um dia que irá me marcar pra o resto da vida. Depois de tanta luta e dedicação em uma campanha, onde contei com o apoio e carinho de familiares e amigos que confiam em meu projeto político, pude no dia do meu aniversário comemorar de forma oficial a nossa vitória nas urnas”, pontuou Fagner.

Durante a cerimônia, a juíza da 103º zona eleitoral, Dra. Orleide Rosélia, chamou atenção dos vereadores eleitos para os desafios que os aguardam. “Estamos em um cenário onde o principal desafio é a recuperação da confiança do povo”, destacou a juíza.

Governo apela para pagamento do licenciamento 2017

A Secretaria das Cidades, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE alerta os condutores de veículos registrados no Estado, sobre a importância de realizar o pagamento do licenciamento 2017, que consta do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), taxas de bombeiros e licenciamento e seguro obrigatório (DPVAT), bem como, as possíveis multas vencidas até a data do prazo limite do calendário, seguindo o final da placa.

De acordo com o diretor presidente do Órgão, Charles Ribeiro, a impressão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV 2017 só acontece após a quitação desses valores, que devem ser feitos dentro do vencimento para evitar o atraso ou não envio do documento para o endereço cadastrado, caso o proprietário opte por essa modalidade. Além disso, ele alerta ainda que a circulação sem o porte desse documento acarreta remoção do veiculo para depósito, pagamento de multa no valor de R$ 293,47, além das taxas para a liberação do mesmo.

Os boletos de pagamento seguiram para o endereço dos proprietários pelos Correios ou poderão ser retirados pelo site www.detran.pe.gov.br. Vale lembrar que quem fizer o pagamento do IPVA em cota única terá um desconto de 7% sobre o valor desse imposto. Quanto à entrega, são duas formas de recebimento, sendo uma via Correios, para quem optar por pagar a taxa de postagem de R$ 15,77 e a outra por meio de agendamento de atendimento para emissão do CRLV no site www.detran.pe.gov.br, onde é possível escolher o posto de atendimento.

O cidadão que optar por pagar a taxa de postagem poderá ainda rastrear o envio do CRLV 2017, depois de sua devida emissão, através do site do órgão. Para isso, é necessário digitar a placa do veículo na seção “Consultar Placa”, localizada na parte superior esquerda da página principal e depois clicar no botão “Detalhamento de débito” e lá na opção de rastreamento do CRLV.

CALENDÁRIO PARA PAGAMENTO

Final de placa
Parcela única ou 1ª cota
2ª cota
3ª cota
1 e 2
09/02/2017
09/03/2017
11/04/2017
3 e4
14/02/2017
14/03/2017
18/04/2017
5 e6
17/02/2017
17/03/2017
20/04/2017
7 e 8
21/02/2017
21/03/2017
25/04/2017
9 e 0
24/02/2017
31/03/2017
28/04/2017

ARTIGO —- As tendências tecnológicas do presente e do futuro para o ambiente

Por Marcelo Augusto Rodrigues

O mundo marcha para mudanças imagináveis e sem voltas, e não precisa de muitos dados para aferir que nos idos de 1998, a empresa Kodak tinha um quadro de funcionários que passava de 150 mil funcionários, e sua venda de papel fotográfico para o mundo passava de mais de 80%. Bastaram 3 anos para que a forte indústria da fotografia fosse extinta. Assim será com muitas empresas, indústrias e negócios na próximadécada, e pasme, a maioria das pessoas não se aperceberão desses acontecimentos.O surgimento de novas tecnologiasestão cuidando para derrubar o que antes era sólido, e permitirá a derrocada do que dantes existia como intocável.

Nosso futuro tem reservas surpreendentes na taxa de inovações, e que vem de forma extremamente acelerada apontando para transformações, diferentemente do passado, e que vão além da nossa imaginação, conforme exposto na SingularityUniversityGermanySummit, em abril deste ano. Novidades em softwares que irão causar grandes impactosna maioria dos negócios, não ficando de lado nenhuma área de atividade humana, porque as mudanças virão com toda a forma da tecnologia. Um olhar mais atento já pode sentir as mudanças, como por exemplo: o UBER, que é apenas uma ferramenta de software e não possui um carro sequer, no entanto, hoje a maior empresa de táxis do mundo. A Airbnb, de início,”BnB” é uma abreviatura consagrada de “bedandbreakfast” é o maior grupo hoteleiro do planeta, sem deter a propriedade de uma única unidade de hospedagem.

Uma realidade hoje nos EUA, é que jovens advogados não conseguem emprego, um dos motivos é a plataforma tecnológica IBM Watson, que oferece aconselhamento jurídico básico em poucos segundos, com precisão maior que a obtida por profissionais da área. É necessário que se diga que haverá 90% menos advogados no futuro e apenas os especialistas sobreviverão, ou seja, a era será dos especialistas com o olhar nas tendências de mercado. O Watson (um supercomputador capaz de entender, raciocinar e responder as mais variadas perguntas) também orienta diagnósticos de câncer, ou seja, antever com eficiência maior que os humanos na área de saúde. Não menos, em 10 anos, a impressora 3D, antes um sonho inatingível reduziu o preço de US$18.000 para US$400 e tornou-se 100 vezes mais rápida, para se ter uma ideia as grandes empresas de calçados já começaram a imprimir sapatos em 3D. Até 2027, 10% de tudo o que for produzido será impresso em 3D. Nos próximos 20 anos, 70% dos empregos atuais vão desaparecer, imaginem o que já está difícil no mercado de trabalho, como ficará?

Na verdade, os fabricantes que insistirem na produção convencional atual de automóveis irão à falência, enquanto as empresas de tecnologia (Tesla, Apple, Google) estarão construindo computadores sobre rodas. Os carros elétricos vão dominar o mercado na próxima década. A eletricidade vai se tornar incrivelmente barata e limpa. O preço da energia solar vai cair tanto que as empresas de carvão começarão a abandonar o mercado ao longo dos próximos 10 anos, ao contrário do que muito alarmista vem falando, é uma ida sem volta, só para se ter uma ideia, no ano passado, o mundo já instalou mais energia solar do que à base de combustíveis fósseis. Com energia elétrica a baixo custo, a dessalinização tornará possível também a obtenção de água abundante e barata.

No contexto deste futuro imaginário, os veículos serão movidos por eletricidade e a energia elétrica será produzida a partir de fontes não fósseis. A demanda por petróleo e gás natural cairão dramaticamente e será direcionada para fertilizantes, fármacos e produtos petroquímicos. Os países do Golfo serão os únicos fornecedores de petróleo no mercado mundial. Neste cenário ameaçador, as empresas de O&G que não se verticalizarem simplesmente desaparecerão.

Em nosso país, o modelo de negócio desenhado pela matriz energéticada Petrobras caminha no sentido contrário. Abrindo mão das atividades que agregam valor ao petróleo e abandonando a produção de energia verde, a Petrobras restar uma sobrevivência sofrível. É aguardar para conferir essas tendências.

Azul inicia Operação Verão com ave natalina em voos internacionais

Cerca de cinco milhões de Clientes poderão participar das ações da Operação Verão da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, que estão sendo lançadas nesta semana em todo o país e nos destinos internacionais. Entre dezembro e fevereiro, diversas iniciativas tornam a experiência dos viajantes ainda mais exclusiva, como a oferta de pratos com Chester Perdigão nas operações internacionais. Além disso, um novo snack – integral salaminho – nos voos domésticos e a volta do Espaço Kids dão um tom especial à estação mais quente do ano, entre outras ações.

Nos voos internacionais até o fim deste mês, começando nesta terça-feira (20/12), os Clientes terão como opções pratos preparados com o Chester Perdigão, de modo a celebrar o Natal. Em conjunto com o parceiro, a Azul promoverá neste mês a campanha de Natal da Perdigão, onde a cada compra do produto Chester, outro será doado para uma família que precisa (para mais informações, visite o site: www.perdigao.com.br. A expectativa é a distribuição de 250 mil Chester Perdigão – aproximadamente dois milhões de pessoas serão contempladas, uma vez que cada Chester Perdigão rende, em média, oito porções.

“Cuidar das pessoas é um dos pilares da companhia que precisamos colocar ainda mais em evidência no verão. Com tantos Clientes embarcando em um clima de descontração e lazer, nada mais justo que tornarmos a viagem um momento especial antes mesmo do embarque e durante o voo. Preparamos as ações com muito carinho para tornar a experiência dos Clientes ainda mais exclusiva, com a reconhecida marca da Azul”, comenta Claudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação da Azul.

Ainda, o snack integral salaminho será servido em todos os voos domésticos com duração superior a uma hora e 15 minutos operados pelos jatos Embraer e Airbus. No caso do ATR, a ação envolve operações acima de 35 minutos entre 22h00 e 9h59. A distribuição do snack começa em janeiro e segue até o Carnaval.

Durante a alta temporada, as crianças voltam a ter o Espaço Kids, já instalado na área de embarque internacional de Viracopos. O espaço exclusivo conta com diversas opções de entretenimento, como piscina de bolinhas, brinquedos educativos, escorregadores e materiais para desenho.

O TudoAzul, programa de vantagens da companhia, e seus parceiros oferecerão diversos benefícios e formas exclusivas de pontuar ainda mais durante a alta temporada de verão. Entre as vantagens estão ofertas de bônus de pontuação no TudoAzul, com parceiros de serviços muito utilizados no verão e nas férias, como reservas de hotéis, alugueis de carros, compra de eletrodomésticos (ar-condicionado e geladeiras, por exemplo), entre outros. Para mais detalhes, acesse www.tudoazul.voeazul.com.br.

Mais parcerias para a Operação Verão serão anunciadas em breve.

Sobre a Azul
A Azul Linhas Aéreas Brasileiras é a companhia aérea com o maior número de destinos servidos no país. A empresa detém uma frota de 141 aeronaves, mais de 10.000 funcionários, 775 voos diários, 100 destinos servidos e um terço do total de decolagens do país. A qualidade de seus serviços já foi atestada por inúmeros prêmios, nacionais e internacionais. Foi reconhecida como a empresa aérea low-cost mais pontual do mundo de 2015 pela Official Airline Guide (OAG). Foi eleita pela sexta vez consecutiva pela Skytrax World Airline Awards como “Melhor companhia aérea low-cost da América do Sul”, e, pela primeira vez, como melhor equipe de atendimento ao Cliente da América do Sul. A Azul também foi considerada a melhor empresa aérea do mundo em gestão pela Airline Strategy Awards. Em 2014, a Azul foi reconhecida como melhor aérea low-cost do mundo pela CAPA – Centre for Aviation. Saiba mais em www.voeazul.com.br

Shopping Difusora tem horário especial em dezembro

unnamed

Com uma programação especial e ofertas imperdíveis neste período do Natal, o Shopping Difusora de Caruaru abrirá suas portas com horário diferenciado em dezembro. No dia 25, só as áreas de lazer estarão abertas, e no dia 1º de janeiro, o centro de compras não terá expediente. Confira a grade abaixo com as informações detalhadas.
Abaixo os horários de 19 a 23 de dezembro:

Lojas e quiosques: das 9h às 23h

Mercado do Shopping: das 8h às 23h.

Abaixo os horários dos dias 24 e 31 de dezembro:

Lojas e quiosques: das 9h às 19h

Mercado do Shopping: das 8h às 19h.

Abaixo os horários do dia 25 de dezembro:

Lojas, quiosques e Mercado do Shopping: Não abrirão.

Praça de Alimentação do 1º, 2º e 3º piso, Cinema, Play Toy e Espaço para as crianças: das 11h às 21h

Abaixo os horários dos dias 26 de dezembro e 30 de dezembro:

Lojas e quiosques: das 10h às 22h

Mercado do Shopping: das 8h às 22h.

Abaixo os horários de 1º de janeiro:

Todas as operações: Fechadas

Lula e mais oito viram réus em processo da Lava Jato

Do G1

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, aceitou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e mais oito pessoas na Operação Lava Jato. Com isso, eles se tornam réus no processo.

A denúncia do Ministério Público Federal (MPF) foi apresentada à Justiça Federal do Paraná na quarta-feira (15) e envolve a compra de um terreno para a construção da nova sede do Instituto Lula e um imóvel vizinho ao apartamento do ex-presidente, em São Bernardo do Campo.

“Quanto ao apartamento 121 ocupado pelo ex-Presidente  Luiz Inácio Lula da Silva, consta, em cognição sumária, prova de que o custo para aquisição em 2010 foi suportado pela Construtora Norberto Odebrecht, que não há prova documental do pagamento de aluguéis entre 2011 a 2015, que o locador apresentou explicações contraditórias sobre o recebimento dos aluguéis e que são inconsistentes com as declarações de advogado que, segundo o locador, teria recebido parte dos aluguéis”, disse Moro ao aceitar a denúncia.

Esta é a quarta denúncia contra Lula em processos relacionados à Lava Jato. Nos outros três, a Justiça aceitou o pedido do MPF e transformou o ex-presidente em réu. Além disso, ele é alvo de uma quinta denúncia relacionada à Operação Zelotes.

Veja quem se tornou réu no processo:

1) Antônio Palocci Filho

2) Branislav Kontic

3) Demerval de Souza Gusmão Filho

4) Glaucos da Costamarques

5) Luiz Inácio Lula da Silva

6) Marcelo Bahia Odebrecht

7) Marisa Letícia Lula da Silva

8) Roberto Teixeira

9) Paulo Ricardo Baqueiro de Melo

Logo após aceitar a denúncia, Moro emitiu outro despacho no qual afirma que houve um erro material na decisão e incluiu o nome de Paulo Ricardo Baqueiro de Melo na lista de réus.

A acusação sobre Paulo Melo é de que ele tenha cuidado pessoalmente da aquisição do terreno que seria destinado ao Instituto Lula.

“Presente, portanto, justa causa também em relação a ele, motivo pelo qual recebo a denúncia também contra Paulo Ricardo Baqueiro de Melo. Retifico portanto a decisão no evento 4 para incluir o recebimento também contra o acusado Paulo Ricardo Baqueiro de Melo”.

Na decisão, Sérgio Moro determinou o sequestro do móvel vizinho ao apartamento do ex-presidente.

“Embora o imóvel esteja em nome de seus antigos proprietários, Augusto Moreira Campos e Elenice Silva Campos (que não tem qualquer relação com o ilícito), há, como acima exposto, indícios de que pertence de fato ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva que o teria recebido, segundo a denúncia, como propina do Grupo Odebrecht”, declarou Sérgio Moro.

De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, o apartamento vizinho ao que o ex-presidente reside foi adquirido por Glauco da Costamarques e “suportado” pelo Grupo Odebrecht.

Moro também declarou na decisão que ao aceitar a denúncia não significa um juízo conclusivo quanto à presença da responsabilidade criminal. “Tais ressalvas são oportunas pois não ignora o julgador que, entre os acusados, encontra-se ex-Presidente da República, com o que a propositura da denúncia e o seu recebimento podem dar azo a celeumas de toda a espécie”, especificou.

O juiz disse ainda que há indícios, em cognição sumária, de que agentes do Partido dos Trabalhadores possuíam junto ao Grupo Odebrecht uma espécie de “conta-corrente” informal da corrupção.

Sérgio Moro também declarou que quebras de sigilo bancário e fiscal autorizadas judicialmente indicam que o dinheiro utilizado para a aquisição do imóvel para o Instituto Lula foi transferido da Construtora Norberto Odebrecht para a DAG Construtora e que esta, além da aquisição, do imóvel em questão, repassou cerca de R$ 800.000,00 a Glaucos da Costamarques, que, por sua vez, pagou R$ 504.000,00 para aquisição do apartamento utilizado como residência pelo ex-Presidente e sua esposa.

Quando foram indiciados, os acusados responderam

A Odebrecht informou que não vai se manifestar sobre o assunto, mas que reafirma o compromisso de colaborar com a Justiça. “A empresa está implantando as melhores práticas de compliance, baseadas na ética, transparência e integridade”, diz um techo da nota.

O Institulo Lula também se manifestou por meio de nota: “A denúncia repete maluquices da coletiva do Power Point, atropela a competência do Supremo Tribunal Federal e da Procuradoria-Geral da República ao fazer conclusões precipitadas sobre inquérito inconcluso na PGR (…)”. *Leia a nota na íntegra no fim da reportagem.

Em uma longa nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que fala pela defesa de Lula, Marisa Letícia e do advogado Roberto Teixeira, criticou duramente a denúncia apresentada pelo MPF nesta quinta-feira. Martins classificou a denúncia como “peça de ficção”.

“A inclusão do advogado Roberto Teixeira nessa nova denúncia é a prova cabal de que a Lava Jato quer fragilizar a defesa de Lula e de seus familiares após constatar que não possui provas para sustentar as acusações já formuladas e as suspeitas lançadas contra o ex-Presidente”, escreveu o advogado. *Leia a nota na íntegra no fim da reportagem.

A defesa de Palocci e de Branislav Kontic disse, por meio de nota, que esta denúncia multiplica “factoides que não têm qualquer respaldo na realidade para, a partir deles, se instaurarem inquéritos e subsequentes ações penais”.

A denúncia do MPF

Segundo o MPF, a Construtora Norberto Odebrecht pagou propina a Lula via aquisição do imóvel onde funciona o Instituto Lula, em São Paulo. O valor, até novembro de 2012, foi de R$ 12.422.000, afirmam os procuradores.

Segundo a força-tarefa a Lava Jato, o valor consta em anotações de Marcelo Odebrecht, planilhas apreendidas durante as investigações e dados obtidos a partir de quebra de sigilo.

A denúncia afirma também que o ex-presidente recebeu, como vantagem indevida, a cobertura vizinha à residência onde vive em São Bernardo do Campo, interior de São Paulo. De acordo com o MPF, foram usados R$ 504 mil para a compra do imóvel.

Este segundo apartamento foi adquirido no nome de Glaucos da Costamarques, que teria atuado como testa de ferro de Luiz Inácio Lula da Silva, em transação que também foi concebida por Roberto Teixeira, em nova operação de lavagem de dinheiro, conforme a denúncia.

Os procuradores afirmam que, na tentativa de dissimular a real propriedade do apartamento, Marisa Letícia chegou a assinar contrato fictício de locação com Glaucos da Costamarques.

O MPF pediu à Justiça o perdimento do produto e proveito do crime no valor de R$ 75.434.399,44. A força-tarefa da Lava Jato afirma que o montante ao valor total da porcentagem da propina paga pela Odebrecht em razão das contratações dos Consórcios citados na denúncia.

/**/

Fim do foro privilegiado em pauta

De Brasíllia

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara pode votar, amanhã, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê o fim do foro privilegiado para parlamentares, presidente da República, juízes, desembargadores, ministros, governadores e prefeitos.

O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), é autor de uma das propostas (PEC 142/2012), que tramita junto com a PEC 470/50. Ambas estão na pauta da comissão. Ela tem como alvo autoridades que cometerem crimes comuns. Só seria admitido foro privilegiado para crimes de responsabilidade, que só podem ser cometidos por agentes políticos.

A proposta de Rubens Bueno tem parecer pela admissibilidade. No entanto, ela entrou algumas vezes na pauta de votação do colegiado, mas não chegou a ser votada. Para o líder PPS, o assunto é de extrema importância e merece uma apreciação mais rápida.

“O fim do foro privilegiado é uma cobrança da sociedade e propostas neste sentido precisam ter prioridade. Trata-se de um privilégio que não tem mais sentido e a operação Lava Jato tem demonstrado como muito políticos se utilizam desse mecanismo para cometer crimes e atrapalhar o andamento de processos”, afirmou.

Agenda política da semana

De Brasília

Devem ser publicados os atos administrativos relacionados ao pacote de estímulo à economia, anunciado quinta-feira (15). A Câmara tentará votar, na segunda-feira (19) e terça-feira (20), a renegociação da dívida dos Estados com a União. Conforme estabelece o Art. 42 da Constituição, o recesso do Legislativo terá início em 23 de dezembro. As férias dos tribunais superiores começam nesta terça-feira (20). Outros destaques da semana:

1. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara pode decidir consulta apresentada pelo deputado Rogério Rosso (PSD-DF) sobre a possibilidade de o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disputar a reeleição.

2. Os procuradores da Lava Jato encaminham ao Supremo Tribunal Federal (STF) os depoimentos dos 77 executivos e ex-executivos da construtora Odebrecht que assinaram o acordo de delação premiada.

3. Na terça-feira (20), o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, concede entrevista coletiva, às 11h, para apresentar a agenda de medidas estruturais do Banco.

4. Ainda na terça-feira (20), a Aneel colocará em consulta pública (20), até 23 de janeiro, o edital do Leilão nº 5/2016, voltado para a contratação de linhas de transmissão. Serão 34 lotes que totalizam 7.373 quilômetros de linhas, com investimentos avaliados em R$ 12,7 bilhões.

5. Na terça-feira (20), autoridades americanas, suíças e brasileiras devem fazer anúncio formal da assinatura do acordo de leniência da Odebrecht, R$ 8,5 bilhões.

6. Na quarta-feira (21), está prevista a abertura das propostas de empresas interessadas a prestar serviços necessários à desestatização das distribuidoras do Grupo Eletrobras do Norte e Nordeste: Companhia Energética do Piauí (Cepisa); Alagoas (Ceal); Acre (Eletroacre); Rondônia (Ceron); Boa Vista Energia; e Amazonas Energia.

7. Ainda na quarta-feira (21), o IGBE divulga o IPCA-15 de dezembro.

8. Na quinta-feira (22), o Banco Central divulga o Relatório Trimestral de Inflação referente ao quarto trimestre.

Presidenciáveis são citados em delações na Lava Jato

Folha de S.Paulo

Os principais possíveis candidatos à disputa pelo Palácio do Planalto em 2018 apareceram em propostas de delação premiada de empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o senador Aécio Neves (PSDB), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o chanceler José Serra (PSDB) e o presidente Michel Temer (PMDB) foram citados na colaboração de executivos da Odebrecht. Já Marina Silva (Rede) apareceu na proposta de delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, que acabou sendo suspensa.

Líder nas simulações de primeiro turno de pesquisa Datafolha divulgada em dezembro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o único réu entre os possíveis candidatos. Ele é alvo de cinco processos, três no âmbito da Lava Jato, e também nas operações Zelotes e Janus.

Aécio Neves, senador e presidente do PSDB, é apontado como sendo o “mineirinho” das planilhas que listam o recebimento de propinas da Odebrecht. Ele teria ganhado R$ 15 milhões.

Marina Silva teria recebido em 2010 caixa dois para sua campanha ao Planalto

Alckmin é apontado como sendo o “santo” das planilhas de propina da empreiteira. Um delator também aponta o recebimento de caixa dois em 2010 e 2014

Já o presidente Michel Temer (PMDB) foi citado 43 vezes na colaboração de executivo da Odebrecht. Ele teria pedido dinheiro ilícito para seu partido em 2010 e 2014, acusação que nega.

 

PMDB: coadjuvante mais bem-sucedido da América Latina

O Estado de S.Paulo

O PMDB vive no centro da crise política atual. Para o Palácio do Planalto, o partido virou a bola da vez dos investigadores da Lava Jato. Agora no poder, o PMDB é o partido mais exitoso entre os que têm vivido na zona de conforto das disputas presidenciais na América Latina. Essa é uma das conclusões do estudo financiado pela Fundação Getulio Vargas – Muito Difícil de Administrar, Muito Grande para Ignorar –, dos pesquisadores Carlos Pereira, Samuel Pessôa e Frederico Bertholini.

O trabalho, inédito com previsão de lançamento no Brasil no próximo trimestre, localizou partidos de toda a região com características atribuídas formalmente ao PMDB. A identidade peemedebista, portanto, consiste em partidos com ampla distribuição nacional, grande representação legislativa nos municípios e Estados, fragmentação interna por interesses regionais e individuais, ideologia amorfa e sem uma agenda política definida.

Esse perfil é denominado na pesquisa como “legislador mediano”, ou seja, partido coadjuvante em presidencialismo multipartidário que prefere atuar nos domínios legislativos a apresentar candidatos competitivos em disputa majoritária. Vive sem correr muitos riscos. “São partidos que preferem trilhar um caminho fundamentalmente legislativo ao não apresentar candidatos competitivos para a Presidência da República. Ou seja, têm grande flexibilidade política e ideológica para fazer parte de governos com perfil mais liberal ou mais conservador”, diz o cientista político Carlos Pereira.