PSB emite nota sobre Operação Vórtex

Nota Oficial

Com relação a notícias publicadas pela mídia no dia de hoje, a respeito da Operação Vórtex da Polícia Federal em Pernambuco, a direção estadual do PSB vem a público para fazer as seguintes considerações:

1.    São estranhos os números divulgados pela Imprensa supostamente como resultado de apurações realizadas pela PF.

2.    No período 2006-2014 a empresa Lidermac fez apenas uma doação à campanha majoritária do PSB, no ano de 2014, no valor de R$ 500 mil, legalmente recebida e declarada à Justiça Eleitoral, que aprovou a prestação de contas.

3.    Não houve doação da empresa Lidermac a candidaturas majoritárias do PSB em nenhuma das outras campanhas mencionadas (2006, 2008, 2010 e 2012) sendo que os valores listados pela imprensa correspondem a contribuições a outras candidaturas e agremiações partidárias.

4.    Quanto ao mencionado valor de R$ 1,5 milhão, o mesmo não procede. Ao analisar todos os registros no sistema de prestação de contas da Justiça Eleitoral, se identifica um equívoco de aritmética. Os responsáveis pela apuração somaram três vezes a mesma doação de R$ 500 mil durante sua tramitação do Diretório Nacional, que a recebeu, para o Diretório Estadual, que a repassou ao comitê financeiro da campanha do candidato a governador.

A direção estadual do PSB se mantém à disposição da sociedade, das autoridades e dos meios de comunicação para fazer novos esclarecimentos, se necessário, ressaltando seu compromisso com a ética, a transparência e a verdade.

Recife, 31 de janeiro de 2017

PSB Pernambuco

Residencial Alto do Moura já tem os endereços sorteados

Na manhã dessa terça (31), foi realizado o sorteio dos endereços das 1488 unidades habitacionais do Residencial Alto do Moura, empreendimento do projeto Minha Casa Minha Vida. O sorteio foi realizado em três fases através de um programa de computador.

A primeira fase sorteou as unidades das pessoas com deficiência, a segunda contemplou os idosos e a terceira, os demais moradores. A lista com os endereços de cada morador será divulgada nos próximos dias e estará disponível nos CRAS urbanos (João Mota, Salgado, Rendeiras, Bonança e Centenário), na gestão do Bolsa Família (na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, Inclusão e Direitos Humanos), no Diário Oficial e no site oficial da Prefeitura.

A próxima etapa, que é obrigatória, é a vistoria dos imóveis, que também terá data divulgada em breve. “Os beneficiários do Residencial devem estar atentos à data da vistoria, que será realizada por quadras. Eles estarão acompanhados de representantes da Prefeitura e da construtora responsável pela obra. Qualquer dano observado deverá ser reparado até a entrega das chaves”, explicou Paulo Lira, gerente regional da Superintendência da Caixa Econômica Federal.

A etapa seguinte é a assinatura dos contratos, que só será realizada se o beneficiário tiver vistoriado o imóvel. Para a assinatura, são necessários documentos como RG e CPF, além da presença do cônjuge caso o futuro morador seja casado ou esteja em uma união estável. Após essa fase, o beneficiário vai solicitar a ligação de água e luz junto às companhias responsáveis, Compesa e Celpe respectivamente, com o apoio de profissionais da Caixa Econômica e da Prefeitura.

“Entendemos a importância do trabalho da Secretaria em todo o processo até a entrega das chaves, por isso nos dispomos, também, a manter um diálogo com as companhias de abastecimento para que as ligações ocorram o mais breve possível”, reitera Fernando Silva, secretário de Desenvolvimento Social, Inclusão e Direitos Humanos.

Eike Batista encerrou depoimento na PF e voltou para Bangu 9

O empresário Eike Batista já deixou a sede da Superintendência da Polícia Federal do Rio, na região portuária da cidade. O depoimento dele na Delegacia de Combate ao Crime Organizado e Desvio de Recursos (Delecor) começou às 15h e terminou pouco antes das 18h46. Ele saiu acompanhado de quatro agentes em um carro da PF descaracterizado.

Ao fim do depoimento, Eike Batista foi entregue à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para um exame de rotina que é  realizado sempre que o preso vai dar entrada em uma unidade do sistema penitenciário. Depois ele será conduzido de volta ao Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste, onde está preso desde ontem na Penitenciária Bandeira Stampa (Bangu 9).

O advogado do empresário, Fernando Martins, saiu pouco depois de seu cliente e não quis falar com a imprensa. Durante o depoimento, estavam presentes os procuradores Eduardo El Hage e Leonardo Cardoso de Freitas, que é o coordenador do grupo do Ministério Público Federal à frente das investigações das operações Calicute e Eficiência. De acordo com a  Superintendência, não será revelado qualquer tipo de informação sobre o conteúdo das respostas e declarações do empresário.

MEC emite nota sobre possível hackeamento no Sisu e Enem

Sobre suposto hackeamento dos sistemas do Sisu e Enem, o MEC e o Inep esclarecem:

1- Os sistemas do MEC e do Inep não registraram, até o momento, indício de acesso indevido a informações de estudantes cadastrados, que configure incidente de segurança;

2- Há relatos na imprensa de casos pontuais de acesso indevido a dados pessoais de candidatos, que teriam possibilitado mudança de senha e de dados de inscrição, como a opção de curso. A senha é sigilosa e só pode ser alterada pelo candidato ou por alguém que tenha acesso indevidamente a dados pessoais do candidato;

3- Casos individuais que forem identificados e informados ao MEC, como suposta mudança indevida de senha e violação de dados, serão remetidos para investigação da Polícia Federal. Nos dois casos citados pela imprensa, o Inep já identificou no sistema data, hora, local, operadora e IP de onde partiram as mudanças de senha. Os dados serão encaminhados para a Polícia Federal;

4- Ressaltamos, também, que todas as ações realizadas no sistema são gravadas em log (registro de eventos em um sistema de computação), de forma a possibilitar uma auditoria completa;

5- A Secretaria de Educação Superior (Sesu) destaca que a atual gestão assumiu a pasta em maio de 2016, com o processo do Enem 2016 em curso, na última semana de inscrições. Por isso, todo o sistema de operacionalização do Enem 2016, definido na gestão anterior, estava em funcionamento e não pôde ser alterado no meio do processo;

6- Para o Enem 2017, as equipes do Inep e da Sesu estão trabalhando para aperfeiçoar o exame, de forma a garantir segurança e tranquilidade aos inscritos.

Casos

Gabriela de Souza Ribeiro – A candidata que alega ter tirado nota mil na redação do Enem 2016, na verdade, obteve 460 pontos. Constam dos registros do Sisu acessos com os dados da candidata nos dias 24 e 29 de janeiro, respectivamente, às 11h30 e 12h33, e em nenhum deles foi realizada inscrição em qualquer curso.

Terezinha Gomes Loureiro Gayoso – Constam dos registros do Sisu acessos nos dias 24 e 29 de janeiro, respectivamente, às 12h15 e 22h12. O sistema também apresenta três tentativas de acessos sem sucesso (no dia 24 de janeiro, sendo dois deles às 20h06 e o último às 20h07). A única opção de escolha de curso que está registrada é a do curso de produção de cachaça do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – Campus Salinas, realizada no dia 29 de janeiro às 22h14, conforme último acesso registrado no Sisu. A candidata concorreu à vaga na modalidade de candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012). Cabe ressaltar que, em 2011, a referida candidata ficou na lista de espera do Sisu pelo curso de medicina.

Empresa que comprou Cessna recebeu R$ 75 milhões do governo de Eduardo Campos

Uma das empresas investigadas como financiadora do avião Cessna Citation PR-AFA, que transportava o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, em agosto de 2014, recebeu R$ 87,5 milhões em contratos com o governo do estado entre 2010 e 2016, sendo R$ 75 milhões até 2014, durante o governo de Campos.

Segundo investigações da Operação Vórtex, deflagrada hoje (31) pela Polícia Federal (PF), a empresa do segmento de equipamentos e construção – cujo nome não foi divulgado – ganhou vários contratos com o poder público estadual, inclusive alguns financiados com verbas do governo federal.

A Vórtex é um desmembramento da Operação Turbulência que investiga a propriedade do avião que transportava o então candidato à Presidência da República e que caiu em Santos, no litoral paulista, matando Campos e mais seis pessoas, em 13 de agosto de 2014, durante a campanha eleitoral.

Segundo o superintendente da PF em Pernambuco, Marcello Diniz Cordeiro, também chama a atenção a evolução das doações para campanhas eleitorais feitas pela empresa a partidos políticos e candidatos, em especial aqueles apoiados pelo ex-governador Eduardo Campos. “As doações partiram de R$ 30 mil em 2006 para R$ R$ 3,8 milhões em 2014”, disse.

A investigação sobre esses contratos e doações começaram após análise de movimentações financeiras das contas de empresas envolvidas na aquisição do avião. Observou-se que quase R$ 160 mil transferidos por uma das empresas investigadas na Operação Turbulência, a Câmara e Vasconcelos Locações e Terraplenagem, haviam sido, na verdade, repassados dois dias antes por uma terceira empresa, que ainda não havia sido alvo da investigação original. A Câmara e Vasconcelos foi uma das compradoras do avião usado por Eduardo Campos na campanha presidencial.

Os quatro sócios da empresa alvo da operação de hoje foram conduzidos coercitivamente para depoimento. Segundo Cordeiro, foram apreendidos também muitos documentos, dispositivos de armazenamento de dados e recibos, “inclusive de depósitos que demonstram forte ligação com o que estamos apurando”, disse. As buscas foram feitas nos bairros de Boa Viagem, Pina e Jaboatão dos Guararapes.

Os envolvidos nas transações poderão responder pelos crimes de corrupção, direcionamento de licitação e lavagem de dinheiro.

O nome da operação – vórtex (ou vórtice) – no jargão aeronáutico é o nome dado ao movimento de massas de ar em formato de redemoinho ou ciclone que geralmente precede a turbulência.

Edição: Denise Griesinger

“Caruaru-Cidade Limpa” tem início com cadastro de papa-entulhos

A campanha “Caruaru – Cidade Limpa” será iniciada nesta quarta-feira (1º) com o cadastramento das empresas de caçambas e papa-entulhos. Os responsáveis podem se dirigir à sede da Secretaria de Serviços Públicos, no Bloco C, localizado na rua Dr. José Rafael Cavalcante, N° 100, bairro Pinheirópolis.

O cadastramento só poderá ser realizado pelas empresas devidamente regularizadas. O horário de atendimento é das 7h às 13h, e não será cobrada taxa. As caçambas que não forem cadastradas pela Secretaria estarão irregulares e impedidas de serem utilizadas, de acordo com a lei, causando multas aos responsáveis.

Caruaru- Cidade Limpa

A campanha “Caruaru – Cidade Limpa” é uma ação educativa e tem como objetivo conscientizar a população para manter a cidade limpa e organizada. Inicialmente, a campanha será dividida em três etapas:

-Cadastramento das empresas que alugam caçambas e papa-entulhos. O cadastramento deve ser realizado no Bloco C, a partir do dia 1º de fevereiro, sem custo algum;

-Ações educativas com a equipe da Ecoatitude, que realizará visitas às obras da cidade, tanto as de grande como as de pequeno porte, além de construtoras, informando o que deve ser feito com metralhas e entulhos, para que tenha o encaminhamento correto e não sujem as ruas;

-Após a campanha informativa, quem insistir em jogar metralhas e entulhos nas ruas e calçadas será notificado, autuado e multado pelo ato infrator, de acordo com a lei municipal nº 5.244, de 27 de julho de 2012.

Conselho Tutelar de Agrestina divulga balanço 2016

Foi divulgado na manhã desta terça-feira (31) pelo Conselho Tutelar de Agrestina o balanço 2016 de atendimentos e serviços prestados.
Segundo a instituição, foram realizados 446 atendimentos e 233 acompanhamentos. Cerca de 190 ocorrências e 270 notificações foram registradas e mais e 150 ofícios foram enviados para unidades como Creas, Cras e Caps. Totalizando mais de 1.290 serviços prestados.

Os números destacam o trabalho intensivo que vem sendo feito pelo Conselho a fim de garantir mais qualidade de vida para as crianças e os adolescentes do município.
O Conselho Tutelar de Agrestina você encontra na rua Floriano Peixoto nº 143, centro. O Atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e pelo telefone (81) 9.9500-0479.

*Atenção – Devido a realização da 95ª de Nossa Senhora do Desterro, esta semana o Conselho Tutelar trabalhará em regime de plantão e estará na sede apenas durante as noites.

Após medida polêmica, EUA permitem entrada de 872 refugiados

O governo do presidente Donald Trump fará uma exceção temporária da proibição da entrada de refugiados nos Estados Unidos (EUA) e irá permitir a entrada de 872 pessoas nestas condições que já estavam prontas para chegar ao país e cujo banimento causaria “dificuldades injustificáveis” para elas.

A declaração foi feita por Kevin McAleenan, responsável pelo controle das fronteiras dos EUA. Os 872 refugiados beneficiados deverão chegar ao país ainda nesta semana. As informações são da agência ANSA.

Raquel reforça ao Governo do Estado a urgência de mais segurança para Caruaru

unnamed (36)

A prefeita de Caruaru Raquel Lyra foi ao Recife, na manhã desta terça-feira (31), para apresentar ao secretário estadual de Defesa Social, Ângelo Gioia oito itens que podem melhorar a situação da segurança na Capital do Agreste. Entre as demandas, a necessidade do 4º Batalhão exclusivo para o município e a extensão das atividades da Delegacia da Mulher para 24 horas diárias e nos finais de semana. A prefeita, que foi acompanhada do secretário municipal de Ordem Pública, Coronel Luís Aureliano, explicou ao secretário estadual o objetivo do plano municipal “Juntos pela Segurança”.

“A atual gestão, que está à frente do executivo municipal há um mês, assumiu o papel que cabe ao município, não fugindo ao debate nem a adoção de medidas sob sua responsabilidade. Por isso, demos início a elaboração de um plano municipal, o “Juntos pela Segurança” que é um plano de participação popular que consolidará uma política pública voltada para a definição do papel do município na contribuição da tarefa da preservação da ordem pública, além de procurar desenvolver a responsabilidade cidadã da comunidade, bem como assumir compromissos com os órgãos responsáveis constitucionalmente pela segurança pública”, detalhou a prefeita.

O secretário Ângelo Gioia se colocou à disposição e apontou que Caruaru merece uma atenção especial pela sua importância na região. “Independente da sigla e do partido, todos terão nosso apoio e respeito. Eu me comprometo em dar uma resposta rápida e vamos discutir com o governador Paulo Câmara para avançar nessas demandas de importância para Caruaru. Serei o interlocutor para avançar nessas solicitações”, ressaltou.

A final da conversa, também ficou combinada, entre a prefeita e o secretário Ângelo Gioia, a participação do secretário municipal Coronel Luís Aureliano nas reuniões do Pacto pela Vida no que diz respeito aos interesses da região Agreste e a realização de um encontro do Pacto na cidade de Caruaru.

/**/

Pesquisa aponta que medicamentos genéricos venceram a desconfiança

A possibilidade de economia sem riscos, proporcionado pelos medicamentos genéricos está fazendo com que grande parcela da população já considere essa opção na hora da compra. Os dados são resultados da pesquisa Análise do perfil de compra dos consumidores de medicamentos, realizada pelo Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Continuada (IFEPEC).

Segundo a pesquisa o número de brasileiros que consideram essa opção na hora da compra é bastante expressivo, sendo que 37% dos consumidores apontara que adquiriram medicamentos dessa modalidade, outros 32% compraram os de marcas e 31% compraram uma mescla dos dois tipos.

“Os genéricos já venceram uma desconfiança inicial e natural que enfrentaram no mercado e hoje já fazem parte das opções de escolhas dos consumidores, eles possuem um grande potencial competitivo por causa da economia que ele proporciona, sendo que os preços são fundamentais na escolha”, analisa Edison Tamascia, presidente da Febrafar, que encomendou a pesquisa.

Ele se refere ao fato de que a pesquisa também aponta a prioridade que o consumidor está dando ao preço em relação à marca na hora de adquirir medicamentos. Segundo a pesquisa, 45% dos consumidores, acabaram comprando produtos diferentes do objetivo inicial e a quase totalidade desses clientes buscavam economia.

“É importante reforçar, porém, que o cliente não está indo contra a indicação médica, mas sim buscando uma alternativa real, sendo que o genérico possui a mesma substância ativa, forma farmacêutica e dosagem que o medicamento original”, complementa Tamascia.

A pesquisa teve como objetivo apurar as características de compras de medicamento dos brasileiros, bem como o tipo de medicamento adquirido, o índice de troca de medicamento e os motivos que levaram a essa troca.

Segundo a pesquisa, dos entrevistados que foram às farmácias 72% adquiriram os medicamentos, contudo, apenas 24% compraram exatamente o que foram comprar, 31% modificou parte da compra e 45% trocaram os medicamentos por vontade própria ou por indicação dos farmacêuticos.

“Esse fato demonstra a existência de uma característica muito comum nos brasileiros que é não ser fiel ao produto que foi procurar em uma farmácia, ouvindo a indicação dos farmacêuticos. O principal fator de troca é o preço, demonstrando que o brasileiro se encontra mais preocupado com o bolso”, explica o presidente da Febrafar. Tal afirmação se baseia no fato de que a pesquisa constatou que 97% dos entrevistados que trocaram de medicamentos compraram uma opção de menor preço.

A pesquisa foi realizada com quatro mil consumidores de todos o Brasil que quando esses saíam das farmácias em que estiveram para efetuar a compra.