Estado Islâmico assume autoria de ataque a tiros na Champs-Élysées

 
O tiroteio na Champs Élyssés deixou um policial morto e dois feridos

O tiroteio na Champs Élyssés deixou um policial morto e dois feridosAgência Lusa/EPA/Ian Langsdon/Direitos Reservados

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque a tiros na Avenida Champs-Élysées, em Paris, que causou nesta quinta (20) a morte de um policial e feriu outros dois. As informações são da Agência EFE.

Em um breve comunicado divulgado na internet pela agência de notícias Amaq, ligada à organização jihadista, os extremistas informaram que o autor dos disparos que mataram o policial foi “um dos combatentes do Estado Islâmico”, identificado como “Abu Youssef, o belga”.

Pronunciamento

Mais cedo, o presidente da França, François Hollande, havia declarado que todas as pistas indicavam que o tiroteio teve “caráter terrorista “.

“Estamos convencidos de que as pistas que podem conduzir à investigação e que devem revelar toda a realidade são de caráter terrorista”, disse o presidente em um pronunciamento à imprensa no Palácio do Eliseu, a poucos metros do local do tiroteio.

Hollande confirmou que um policial morreu e outros dois ficaram gravemente feridos, e acrescentou que um transeunte que passava pelo local também ficou ferido.

A investigação foi passada à seção antiterrorista da procuradoria de Paris, declarou o presidente, que afirmou que esta deverá determinar a natureza do incidente e se o autor contou com cúmplices.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>