Cinco formas de ser bem-sucedido financeiramente aos 30 anos

Muita gente pensa nos 30 anos como a idade do sucesso. É a época em que se espera estabilidade na vida pessoal e profissional, além de uma extensa coleção de carimbos no passaporte. Mas e se não for bem esse o caso? Segundo o estudo Projeto 30, conduzido em 2016 pela empresa Pesquisaria, a expectativa de estar financeiramente estável para realizar tais sonhos aos 30 tornou-se realidade para apenas 18% da classe A e 14% da classe B no Brasil. A pergunta é: por quê?

Para o economista Fausto Cheida Curadi, da InterInvest Investimentos, de Blumenau (SC), a resposta está na organização e nas escolhas que se faz nessa idade. Ele explica que, com pequenas mudanças de hábito no departamento financeiro da vida, a frustração de estar sempre no vermelho no fim do mês pode se transformar em saldo positivo. O especialista aponta a seguir quais são os segredos dos adultos bem-sucedidos financeiramente aos 30 anos de idade:

1 – Eles sabem no que estão gastando

“É muito importante conhecer as finanças pessoais para saber para onde está indo o dinheiro e, se for preciso, reduzir os gastos. Isso gera um planejamento financeiro eficiente.”

2 – Eles têm um controle de gastos por escrito
“Essa estratégia é interessante porque a pessoa visualiza seus gastos e fica mais fácil fazer o controle. Cortar pequenos gastos diários faz toda a diferença no decorrer do tempo.”

3 – Eles pensam no futuro

“Muitas pessoas gastam hoje sem pensar que podem não ter dinheiro amanhã. É a mesma coisa com o passar dos anos: a casa própria, o carro novo, as férias ficam sempre em suspenso. Quem sabe cuidar do dinheiro se planeja e pensa em fazer uma previdência privada, por exemplo, para na velhice não depender somente da previdência social do governo.”

4 – Eles têm um fundo de emergência

“É uma atitude esperta para o caso de algum acontecimento inesperado, como uma eventual demissão ou doença. Precisamos ter uma reserva. Um profissional autônomo, por exemplo, deve ter, no mínimo, o valor de seis meses de salário guardado.”

5 – Eles diversificam seus investimentos

“É importante para diluir os riscos. Aplicar em fundos de renda fixa, multimercado, Tesouro Direto, LCI e Bolsa de Valores são boas formas de diversificar.”

Sobre a Interinvest Investimentos

A Interinvest Investimentos é uma administradora de investimentos independente fundada em 2007 com sede Blumenau e filial em Florianópolis (SC), dedicada a gerir investimentos no Brasil para fundos de pensão, atua na gestão de carteira de investidores qualificados e Family Offices.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>