Dezembro Laranja: luta contra o câncer de pele

Dia 25 de novembro é o Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele, o tipo de câncer mais frequente no Brasil. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), são cerca de 176 mil novos casos por ano. A doença é tão preocupante que em dezembro, teremos a campanha Dezembro Laranja, que desde 2014 alerta para os cuidados para prevenir a doença.

Além de evitar a exposição excessiva ao sol e usar diariamente filtro solar, um outro aliado na luta contra o câncer de pele são as roupas com proteção UV. A Litoraneus, líder nacional nesse segmento, é a única marca brasileira certificada pela Arpansa, o único órgão no mundo responsável por testar fator UV em roupas e acessórios, que fica na Austrália.

Dermatologistas se unem aos estilistas para participar do desenvolvimento das coleções, garantindo uma harmonia perfeita entre as duas áreas. As peças e preços podem ser conferidos na loja virtual: https://www.lojavirtuallitoraneus.com/. Ao todo, já são mais de 100 unidades espalhadas por todo o país. Além da moda praia, há produtos para várias ocasiões do dia, incluindo homens, mulheres e crianças.

Diabetes: vacinas contra algumas doenças previnem complicações

São pelo menos 16 milhões de diabéticos no Brasil, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Pelo menos porque, segundo a Federação Internacional do Diabetes, um em cada dois diabéticos brasileiros nem sabe que tem a doença, o que elevaria esse total para cerca de 24 milhões de pessoas. E, mesmo aqueles com diabetes sob controle, com glicemia, pressão arterial e colesterol dentro da normalidade, muitas vezes pecam na prevenção.

“Os quadros infecciosos são muito complicados para os diabéticos de qualquer idade e muitas vezes o paciente não é informado da lista de vacinas que deve tomar”, afirma o presidente da Associação Brasileira de Clínicas de Vacinação (ABCVAC), Geraldo Barbosa. De acordo com ele, encabeçam essa lista as vacinas anuais contra gripe e, principalmente, contra a pneumonia. “são duas complicações graves para os diabéticos, já que ambas tendem a elevar perigosamente os níveis de açúcar no sangue. Os diabéticos de qualquer idade têm acesso à vacina contra gripe na rede pública, mediante apresentação de receita médica comprovando o quadro clínico, mas apenas aqueles com mais de 60 anos podem receber também a vacina contra a pneumonia. “Para a maioria dos doentes ela só está disponível nas clínicas privadas e é bom lembrar que o diabetes tipo 2 vem acometendo pacientes cada vez mais jovens,” alerta Barbosa.

Outra recomendação importante é a vacinação contra as hepatites A e B. O Centro de Controle de Doenças Infecciosas (CDC), em Atlanta, nos Estados Unidos, indica ainda que os diabéticos adultos tomem a vacina tríplice, contra tétano, difteria e coqueluche, lembrando que esta última, que estava praticamente desaparecida, voltou a circular pelo mundo na esteira dos movimentos antivacina. A lista inclui também a vacinação contra o herpes zoster. “Nosso conselho é que o diabético converse com seu médico sobre seu calendário de vacinas e esteja protegido contra infecções que podem ter efeito grave sobre seu quadro clínico.”

O Ministério da Saúde reforça o alerta à população sobre o crescimento da doença no país. O diagnóstico da enfermidade aumentou 61,8% em 10 anos, segundo dados da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde. Entre 2006 e 2016, o número de pessoas que dizem saber do diagnóstico de diabetes passou de 5,5% para 8,9%. As mulheres lideram o ranking: 9,9% da população feminina declarou possuir a doença contra 7,8% dos homens.

O crescimento do diabetes é uma tendência mundial, devido ao envelhecimento da população, mudanças dos hábitos alimentares e prática de atividade física. De acordo com a Pesquisa Vigitel, 18% da população das capitais brasileiras consomem alimentos doces em cinco ou mais dias da semana, sendo maior entre mulheres (19,7%) do que entre homens (16,0%). O comportamento é mais comum entre jovens de 18 a 24 (26,2%) seguido pela faixa etária de 25 a 34 (20,6%). O levantamento foi feito, a partir de perguntas que indagavam sobre a frequência semanal do consumo de sorvetes, chocolates, bolos, biscoitos ou doces. “Alimentação adequada e prática de exercícios físicos é essencial para conter a doença. Além da ampliação de acesso ao tratamento, temos atuado fortemente na promoção de hábitos saudáveis”, afirmou o ministro Ricardo Barros.

Trabalhador nascido em novembro recebe abono do PIS na sexta

Da Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal começa a pagar – a partir da próxima sexta-feira (17) – o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) calendário 2017/2018, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos em novembro. Os valores variam de R$ 79 a R$ 937.

O abono estará disponível para os inscritos há pelo menos cinco anos no PIS e que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

No total, os recursos liberados chegam a mais de R$ 1,2 bilhão para 1.778.726 pessoas. Para obter informações sobre o valor a receber, o trabalhador pode acessar o site do PIS ou ligar para o telefone: 0800 726 0207. Quem tem conta na Caixa receberá o benefício automaticamente a partir desta terça-feira (14).

O trabalhador com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento do banco. Quem não tem o cartão e não tenha recebido automaticamente em conta, o abono pode ser retirado em qualquer agência da Caixa, basta apresentar o documento de identificação.

Gabarito oficial do Enem 2017 é divulgado

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta terça-feira (14) o gabarito oficial das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, realizadas nos dias 5 e 12 de novembro. Com o gabarito, os candidatos podem saber quantas questões acertaram.

Correção das provas

A correção das provas é feita usando a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), em que o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Dessa forma, um item em que grande número dos candidatos acertarem será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.

Por isso, não é possível calcular a nota final apenas contabilizando o número de erros e acertos em cada uma das provas. Dois candidatos que acertarem o mesmo número de questões podem ter pontuações diferentes. O estudante só tem como saber a nota final no Enem quando o resultado sair.

A correção é feita por meio de um sistema de reconhecimento no qual a Fundação Getulio Vargas e a Cesgranrio extraem os dados com as respostas das questões objetivas de cada participante, durante a etapa de digitalização. Por isso, é imprescindível que o preenchimento do cartão-resposta tenha sido realizado com caneta esferográfica de tinta preta. O Boletim de Desempenho deverá ser disponibilizado aos participantes em 19 de janeiro de 2018.

Câmara vai conceder título de cidadão a pastor

17201270_974462809356589_166820076611298727_n

O Poder Legislativo de Caruaru realiza nesta terça-feira (14) uma sessão solene de entrega de título de cidadania caruaruense, ao pastor da 3ª Igreja Evangélica Congregacional Vale da Benção no Salgado, Arnóbio Bernardino da Silva. A propositura da homenagem é do vereador Cecílio Pedro (PMDB).

“Esta homenagem nada mais é que o reconhecimento pelos serviços prestados à comunidade de Caruaru, pelo nosso amigo Pastor Arnóbio. Trabalhar pelas nossas famílias, crianças e jovens é de extrema importância. E foi pensando nisso que propus a entrega do título de cidadão ao Pastor Arnóbio” destaca Cecílio Pedro.

PERFIL

Arnóbio Bernardino da Silva, natural de João Pessoa – PB, é pastor da 3ª Igreja Evangélica Congregacional Vale da Benção, no bairro Salgado. A frente da igreja, Arnóbio participa ativamente de projetos sociais na comunidade do bairro, com foco em ações para jovens e adolescentes em situação de risco.

Sob sua direção, a Igreja Vale da Benção assistiu mais de mil famílias através das atividades ministeriais, que não estão restritas ao bairro Salgado, mas que também alcançam o São João da Escócia, Serranópolis (Rendeiras) e a cidade de Riacho das Almas, na cidade e na zona rural.

/**/

Raquel Lyra sobre segurança pública: “Não existem cores partidárias. Essa é uma luta do povo de Caruaru”

Na manhã desta terça-feira (14), a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, participou da inauguração do primeiro Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (Biesp), que trará 300 policiais em quatro companhias especializadas – Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam), Radiopatrulha, Choque com Cães e Trânsito – para o município e todas as outras 14 cidades que formam a Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14).

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração o governador do Estado, Paulo Câmara; os secretários estaduais de Planejamento e Gestão e Defesa Social, Márcio Stefanni e Antônio de Pádua, respectivamente; os secretários municipais de Ordem Pública e de Governo, Coronel Luís Aureliano e Rubens Júnior e o presidente da Destra, Coronel Hermes de Melo; o vice-prefeito de Caruaru, Rodrigo Pinheiro; os deputados federais André de Paula e Tadeu Alencar; os deputados estaduais Laura Gomes, Diogo Moraes, Joel da Harpa e Tony Gel; além do presidente da Câmara de Vereadores de Caruaru, Lula Torres.

Para Raquel, a tarefa de reduzir os índices de criminalidade, que cresceram assustadoramente no último ano, não é tarefa de um só, mas a chegada do Biesp à cidade é fator importante para isso. “A população precisa se sentir tranquila. Estamos fazendo a nossa parte, mas o trabalho articulado é muito mais eficaz”, completou.

Os 300 policiais contarão com 19 carros, 24 motos e quatro cães em suas ações voltadas ao combate ao tráfico de drogas, desarticulação de grupos de extermínio, assaltos, porte ilegal de armas, além do aumento de efetivo no patrulhamento da zona rural. “Com a presença de mais policiais nas ruas, já pudemos observar a queda de homicídios de outubro para novembro. Esse reforço vem diminuir ainda mais os números da violência”, comentou.

Além de citar a parceria entre a Secretaria de Ordem Pública e todos os órgãos envolvidos na segurança pública, Raquel falou sobre a integração desses órgãos a favor, apenas, da melhoria da qualidade de vida da população caruaruense. “É importante dizer que essa é uma luta do povo de Caruaru. Isso aqui não tem paternidade nem cor partidária. O que está em jogo aqui são vidas de pessoas e a gente tem lutado todos os dias para que, em Caruaru, a gente possa ter tranquilidade”, finalizou.

Em Caruaru, quinze bairros foram contemplados com serviços de reposição de calçamento

A Secretaria de Urbanismo e Obras (SEURB), por meio das equipes de manutenção, realizou, entre o período de 6 a 11 deste mês, ações em vários bairros da cidade.

Somente na área de reposição de paralelo, quinze bairros foram contemplados. No total, com apenas seis dias de trabalho, as equipes beneficiaram 35 vias, que tiveram seu calçamento todo concluído.

As ações seguem cronograma semanal e a escolha das vias se dá de acordo com a necessidade e o estado que cada rua apresenta.

O objetivo da ação é recuperar por completo toda a área danificada de cada rua, mantendo, assim, a via adequada para uso de pedestres e veículos.

*Ruas/bairros contemplados:

RUA MANOEL LUBAMBO
SALGADO
RUA MARIA FLORÊNÇA GONDINHA
SALGADO
RUA CAPITÃO NILO FERREIRA
SALGADO
RUA OREGON
SALGADO
TRV. SÃO SALVADOR
SALGADO
RUA IRMÃ DULCE
SALGADO
RUA MARTINS AFONSO
SÃO FRANCISCO
RUA ALFREDO PINTO
VASSOURAL
2ª TRAV. BUARQUE LIMA
VASSOURAL
RUA OSCARLINO TAVARES
SANTA ROSA
RUA SANTA ROSA
SANTA ROSA
RUA BELMONTE
VASSOURAL
RUA MANOEL CLAUDINO
SANTA ROSA
RUA FRANCISCO AMORIM
INDIANOPOLIS
RUA JOÃO ARTUR DE QUEIROZ
INDIANOPOLIS
RUA HERMENEGILDO F. DA SILVA
KENNEDY
RUA BANCARIO FERNANDES
BOA VISTA
RUA GERCINO QUARESMA
JARDIM BOA VISTA
RUA ARMINDO PORTO
MARIA AUXILIADORA
RUA PASTOR RUBENS PRADO
MAURICIO DE NASSAU
AVENIDA PORTUGAL
UNIVERSITARIO
AVENIDA PARIS
UNIVERSITARIO
AVENIDA MADRID
UNIVERSITARIO
RUA OTHON BEZERRA DE MELO
MAURICIO DE NASSAU
RUA CAPITÃO JOÃO CLIMACO
MAURICIO DE NASSAU
RUA GONÇALVES DIAS
MAURICIO DE NASSAU
AVENIDA PLÁCIDO DE SOUZA
INOCOOP
RUA SÃO TIAGO
CIDADE JARDIM

Serviços de capinação e podas são executados em diversas áreas de Caruaru

Na manhã desta terça (14), as equipes de capinação e podas da Secretaria de Urbanismo e Obras (SEURB) realizaram ações de limpeza e poda na Avenida Gregório de Matos e na Praça da Fafica, no bairro Petrópolis, locais que também dão acesso à Feira da Sulanca.

A ação fez parte do cronograma de execuções da semana, que segue beneficiando ruas e avenidas em toda a cidade. A cada semana, um novo cronograma é montado pelas equipes da SEURB. As vias ainda não contempladas serão inseridas nas próximas execuções.

Na semana passada, os serviços foram executados na zona rural da cidade, na comunidade de Gonçalves Ferreira.

Uso da biometria deve crescer quase 23% ao ano até 2025

O uso da tecnologia biométrica vem se consolidando mundialmente nos últimos anos. Estudo realizado pela consultoria norte-americana Tractica revela que o reconhecimento e autenticação de impressões digitais, íris e voz está sendo implantado em vários países e em diferentes segmentos – desde sistemas de acesso da população pouco escolarizada a benefícios governamentais até o acesso restrito a áreas estratégicas dentro de uma empresa ou governo. A expectativa é que esse mercado atinja US$ 15,1 bilhões em 2025, com receita acumulada de US$ 69,8 bilhões em dez anos. Em 2016, era de apenas US$ 2,4 bilhões.

Ainda de acordo com o estudo, alguns usos serão especialmente beneficiados pela biometria na próxima década: finanças, dispositivos de consumo, saúde, governo, empresas, defesa, educação, aplicação da lei e organizações não-governamentais. As pessoas vão se familiarizar com autenticação biométrica nos caixas eletrônicos e, inclusive, nos dispositivos móveis – principalmente nos smartphones. Também vão se acostumar a verificações de autenticidade em ambientes virtuais de sistemas governamentais, transações em pontos de venda, acesso a áreas restritas de distribuição de medicamentos e muito mais.

Na opinião de Kerry Reid, vice-presidente global de vendas da HID Biometrics – empresa líder em tecnologia de impressão digital de imagem multiespectral – o estudo norte-americano já vem sendo percebido na prática. “Enquanto estamos avançando muito no setor financeiro da América Latina – em que os países são ainda bastante suscetíveis a fraudes e muitos contam com importantes programas de inclusão social e financeira – nos demais continentes o uso da biometria tem outras funções. É o caso do aeroporto norte-americano de Baltimore-Washington, em que nossos leitores de impressão digital controlam inclusive o acesso à pista através de unidades implantadas ao ar livre. Ou ainda a experiência asiática, em que parques temáticos associam o uso da biometria com tecnologia RFID para que as crianças não se percam enquanto brincam e possam ser rapidamente localizadas por seus pais. Somente em um dos parques, o Chime Long Guagnzhou, os sensores biométricos são acionados mais de quatro milhões de vezes ao ano.”

O caso do Senegal também é destacado por Reid. Sensores de impressão digital foram implantados aos pares em estações fixadas em embaixadas, consulados e postos de fronteira. Essas estações devem integrar soluções de biometria, registro biográfico e fotográfico, além de assinatura digital. São ergonômicas, fáceis de manter, e devem produzir 300 mil vistos por ano naquele país africano. Além da identificação biométrica, o turista também poderá contar com uma solução de pagamento online. Assim, o processo será totalmente facilitado.

Na Oceania, sensores de impressão digital auxiliam um projeto que atende a população de Papua Nova Guiné com médicos ocidentais, enfermeiros, laboratório, farmácia, e exames de raio-X. Com a tecnologia de imagem multiespectral, a missão pode identificar corretamente todo paciente em tratamento, mesmo que seus dedos estejam desgastados ou machucados – como é comum naquela região. Numa cultura com centenas de tribos indígenas com diferentes idiomas – e onde as pessoas não costumam ter qualquer documento de identidade, já que muitos não sabem ler – a biometria é o recurso mais apropriado para garantir uma identificação rápida, simples e confiável.

O Brasil ocupa um lugar de destaque no uso da biometria na América Latina. “O mercado brasileiro de caixas eletrônicos é o terceiro maior do mundo, ficando apenas atrás dos Estados Unidos e do Japão. Trata-se de um importante exemplo para os demais países do continente. Hoje, mais da metade dos terminais bancários brasileiros contam com sensores de leitura biométrica, mas ainda há muito que expandir, na medida em que a população está se familiarizando cada vez mais com os sensores biométricos em muitos outros setores. Também é admirável que seja o primeiro país da América Latina a fazer o cadastramento biométrico nos cartórios eleitorais – o que demonstra seu pioneirismo e abertura para adotar essa importante ferramenta de gerenciamento de acesso e identidade”, analisa Reid – argumentando que o uso da tecnologia biométrica no Brasil ainda tem que expandir para muitos outros segmentos da economia.

Comprar um imóvel financiado ou pagar aluguel? O que vale mais a pena?

Entre julho e agosto deste ano os financiamentos para a compra da casa própria pelo Sistema Financeiro de Habitação cresceram 11,5%. Em muitos casos, entretanto, por ser um contrato geralmente longo e considerando as oscilações de mercado, opções como o aluguel podem fazer mais sentido. A dúvida do consumidor leigo, movido por sonhos, é o que considerar para fechar o melhor modelo de negócio.

Para o especialista em avaliações e perícias, Flavio Figueiredo, engenheiro civil, diretor da Figueiredo & Associados e conselheiro do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias em Engenharia (Ibape/SP) não existe uma receita para a escolha perfeita. A melhor é aquela que mais se encaixa à necessidade do comprador. Ele esclarece que o maior erro das pessoas é tomar a decisão apenas comparando números. “Os consumidores tomam decisões baseadas na disponibilidade de recursos, mas se esquecem de que o planejamento de vida a curto e médio prazo deve ser o ponto inicial e determinante”, complementa.

O engenheiro explica, ainda, que primeiramente a pessoa deve analisar o momento de vida, levando em conta se pretende casar logo, ter filhos, se há possibilidade de seguir carreira em outro Estado ou país, dentre outros motivos que podem determinar seus planos. “Às vezes é melhor até morar por algum tempo em um flat, enquanto aguarda a tomada de decisão final”, diz.

Outra recomendação está relacionada ao perfil do comprador. Se o interessado optar por um imóvel em construção com entrega programada a longo prazo, deve ponderar se poderá esperar o imóvel ficar pronto. “Se a pessoa vai casar e o imóvel só for entregue daqui a dois anos, é preciso avaliar se esse prazo se encaixa em seus planos”, ensina Figueiredo.

Segundo o especialista, também é necessário avaliar os custos de cada alternativa. Se tratando de aluguel, ele afirma que não devem ser esquecidos os custos de algumas instalações e de reparos para deixar o imóvel no perfil do morador . Já na compra, são relevantes os gastos com escritura, registro de imóvel e imposto municipal (ITBI).

Figueiredo chama atenção para um erro muito comum cometido pelas pessoas ao comparar o rendimento proporcionado por determinado capital investido e o aluguel de imóvel de igual valor. O ponto de partida para a análise não pode ser o rendimento nominal do investimento, mas o real, descontada a inflação. Aquele que usa o rendimento integral de um investimento para pagar um aluguel irá ter seu capital corroído pela inflação.