Solenidade marcará posse da Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência de Gênero

A Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM) realiza, nesta quinta-feira (30), às 19h, a solenidade de posse dos (as) representantes que foram parte da Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência de Gênero (CTEVG), que teve o decreto sancionado, no dia 19 de setembro deste ano, pela prefeita Raquel Lyra. O evento será realizado na sala de reuniões do gabinete da chefe do Executivo.

O decreto tem por finalidade promover e garantir a proteção dos direitos das mulheres em situação de risco, não apenas as vítimas de violência doméstica e familiar, mas as sexistas também, visando contribuir para a redução dos índices de violência contra a mulher.

A assinatura da lei contemplou a discussão acerca do Plano de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, bem como a CTEVG, ocorrida em formato de Fórum, no dia 10 de agosto, e que contou com a participação de representantes da rede de enfrentamento à violência, de núcleos de gênero de instituições de ensino superior, além da sociedade civil.

Silvio propõe lei de responsabilidade da segurança

Reunião Silvio

O deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), apresentou projeto de lei tornando obrigatória a prestação de contas das ações do governo na área de segurança pública. A ideia, segundo o parlamentar, é dar mais transparência às informações e instituir o monitoramento permanente da área de defesa social.

A proposta é que os dados sejam apresentados anualmente, pelo secretário estadual da Defesa Social, no início da sessão legislativa, entre os meses de fevereiro e março, com as informações do ano anterior. “A Lei de Responsabilidade da Segurança Pública vai cumprir o papel de fórum permanente de prestação de contas da segurança pública, como uma ação de Estado, não de governo. Independentemente de quem esteja no comando do executivo, será a oportunidade de realizar, a partir dos indicadores de criminalidade, um diagnóstico preciso da segurança pública e do combate à violência”, explicou Silvio.

Além dos habituais números de homicídios, crimes contra o patrimônio, violência contra a mulher e estupros, já divulgados pela Secretaria de Defesa Social, a proposta define como obrigatória a apresentação de dados referentes aos investimentos em infraestrutura policial, distribuição de pessoal nas Polícias Civil e Militar e controle externo e interno das instituições. “Queremos identificar todas ações implantadas pela secretaria e todos os programas desenvolvidos pelo governo do Estado em parceria com as prefeituras e o governo federal”, detalhou.

Em relação aos crimes, também sugerimos o maior detalhamento de suas tipificações. “Em relação aos CVLIs (crimes violentos letais intencionais), por exemplo, é preciso que a sociedade pernambucana tenha conhecimento da incidência de latrocínios, homicídios decorrentes de confronto policial, conflitos afetivos ou familiares, além das armas utilizadas, perfil das vítimas, entre outras informações. Já nos crimes contra o patrimônio é importante saber qual foi a quantidade de roubos de veículos, assaltos a ônibus, ataques a transeuntes, entre outras ocorrências”, detalhou o deputado.

O deputado Silvio Costa Filho apresentará o projeto ao Poder Judiciário, Ministério Público, OAB e ao próprio Executivo estadual para solicitar apoio à iniciativa. “Será a oportunidade de reunir todos os atores do Estado e da sociedade interessados no combate à criminalidade. Com essa ampla prestação de contas será possível avaliar a eficácia da política estadual de segurança pública e os seus resultados. É fundamental o compromisso de todos com a segurança, não só no presente, mas sobretudo com uma visão para o futuro dos pernambucanos”, defendeu Silvio Costa Filho.

/**/

Raquel Lyra assina contrato para construção de 496 novas unidades habitacionais

casas

Nesta terça-feira (28), a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, assinou contrato com a Caixa Econômica Federal e com a construtora 2MS que libera a construção de 496 unidades habitacionais do Residencial Radialista Luiz Alberto do programa Minha Casa Minha Vida.

Com o empreendimento, que será construído no bairro Verde, próximo ao Hospital Regional do Agreste, cerca de 1980 pessoas serão beneficiadas. “É um investimento de 39 milhões para a construção e mais de 1 milhão para o trabalho social”, explicou Simone Maia, superintendente da Caixa.

A prefeita comemorou a notícia. “Terminamos o ano de forma muito feliz. Um empreendimento como esse é extremamente importante para a nossa cidade. Aproveitando as novas unidades habitacionais, vamos desmobilizar as pessoas que estão em áreas vulneráveis e vamos dar prioridade a elas nessas moradias”, frisou Raquel.

As unidades habitacionais estão orçadas em R$ 80 mil e terão 43,68 m², sendo divididas em sala, dois quartos, cozinha, área de serviço e WC social, com piso cerâmico em todos os ambientes. As obras estão previstas para começar em 30 dias e têm previsão para conclusão em 180 dias.

Programa Minha Casa Minha Vida – Só neste ano, em Caruaru, foram entregues aproximadamente 5 mil unidades habitacionais, beneficiando mais de 15 mil pessoas. No Brasil, o programa já beneficiou mais de 13 milhões de pessoas, com a entrega de 3,38 milhões de moradias em todo o país. Já no estado de Pernambuco, foram entregues 108.294 unidades, beneficiando mais de 433 mil pessoas.

“Se eu assumir o partido, o PSDB desembarca do governo Michel Temer”, revela Geraldo Alckmin

“Se eu assumir o partido, o PSDB desembarca do governo Michel Temer. Eu acho que não tem nenhuma razão o continuar no governo. Já não é de hoje que penso assim. Mas as reformas vão continuar”. A afirmação, em primeira mão, foi dada pelo governador Geraldo Alckmin em entrevista exclusiva a José Luiz Datena durante o programa “90 Minutos”, da Rádio Bandeirantes, na manhã desta terça-feira.

O governador de São Paulo disse que sempre foi contra a presença dos tucanos no Planalto. Ele ressaltou, no entanto, que o apoio às reformas de interesse do país será mantido, mesmo se acontecer o desembarque.

Para Geraldo Alckmin, o atual sistema político brasileiro está falido e precisa ser modificado. Essa reforma, na visão do governador, é a primeira que deverá ser feita pelo presidente, seja ele quem for.

Alckmin admite que a escolha para comandar o partido, que deverá ser selada pela convenção nacional do PSDB em 9 de dezembro, é um passo importante para disputar a presidência da República. Como possível novo presidente do PSDB, Alckmin diz que pretende atuar para unir e fortalecer o partido.

O tucano também sinalizou que uma eventual chapa encabeçada por ele terá que contemplar nomes de outras regiões do país. “É natural que em um país continental como o Brasil, com realidades tão diferentes, que você faça uma chapa procurando contemplar outras regiões”.

Ministro da Educação Mendonça Filho aciona Polícia Federal contra fake news

O ministro da Educação, Mendonça Filho, solicitou à Polícia Federal que investigue a disseminação de fake news (notícias falsas) na internet sobre uma suposta orientação do Ministério da Educação a prefeitos e governadores para reduzirem salários de professores da educação básica pública de todo o país. A notícia falsa propagada por um blog do Piauí é atribuída ao diretor de comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica daquele estado, João Correia.

“Fake news é um desserviço à população e à democracia”, advertiu Mendonça Filho. “É inaceitável que, para atender interesses outros que não os da sociedade, um site produza uma informação errada para gerar tumulto e insegurança entre os professores do Brasil. ”O ministro também pediu a Advocacia Geral da União (AGU) que ingresse com pedido de resposta ao blog Dever de Classe, onde a falsa notícia foi publicada.

O ministro informou que o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica está garantindo pela Lei n° 11.738, de 16/7/2008. “Em janeiro deste ano, anunciei o aumento de 7,64% no piso salarial, que representou incremento de 1,35% acima da inflação acumulada de 2016, de 6,29%, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)”, lembrou Mendonça. “O reajuste anunciado segue os termos do art. 5º da Lei nº 11.738, que estabelece a atualização anual do piso nacional do magistério, sempre a partir de janeiro. Para este ano, o piso nacional do magistério é de R$ 2.298,80.” O professor que tem carga horária mínima de 40 horas semanais e formação em nível médio –modalidade curso normal – não pode receber menos do que esse valor.

O ministro afirmou, ainda, que os estados e municípios que, por dificuldades financeiras, não possam arcar com o piso, devem contar com a complementação orçamentária da União, como determina a Lei 11.738/2008, no art. 4º. “Estamos antecipando o repasse de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) para complementar o piso salarial dos professores, nos estados e municípios”, destacou. “O pagamento está sendo feito mensalmente, desde janeiro.”

O blog Dever de Classe, de onde partiu a informação falsa sobre redução de salários, está registrado como sendo do mesmo autor de outra fake new, veiculada em setembro de 2016, sobre suposta decisão do MEC de acabar com as regalias dos professores pata equilibrar os cofres dos estados e municípios. A primeira notícia falsa foi veiculada no site midiapopular.net, que foi obrigado, por decisão da Justiça, a dar direito de resposta ao MEC

Cresce a confiança dos empresários da indústria da construção

Apesar das dificuldades enfrentadas para a recuperação da atividade, o índice de confiança do empresário da indústria da construção alcançou 54,4 pontos em novembro. O indicador está acima da média histórica de 52,7 pontos e é o maior registrado desde fevereiro de 2014, informa a Sondagem Indústria da Construção, divulgada nesta terça-feira, 28 de novembro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador de confiança varia de zero a cem pontos. Quando está acima de 50 mostra que os empresários estão confiantes.

O aumento da confiança em novembro é explicado pelo crescimento do índice de Condições Atuais, que ficou em 47,8 pontos, um aumento de 1,7 ponto em relação ao mês anterior. Como o índice mantém-se abaixo da linha divisória de 50 pontos, o índice mostra que os empresários ainda percebem piora das condições correntes de negócio, mas a avaliação dos empresários sobre as condições é menos negativa que em outubro. O índice de expectativas, que avalia as perspectivas do empresário com relação ao futuro da economia e de seus negócios, ficou em 57,8 pontos neste mês, um aumento de 0,2 ponto em relação a outubro.

Conforme a pesquisa, o indicador de intenção de investimento aumentou 3,4 pontos em relação a novembro de 2016 e ficou em 30,7 pontos. “Apesar da alta, o índice segue em um patamar muito baixo”, avalia a CNI. O índice de intenção de investimento varia de zero a cem pontos. Quanto maior o índice, maior é a disposição do empresário para investir.

RETRAÇÃO NA ATIVIDADE E NO EMPREGO – A baixa propensão para o investimento é um dos reflexos das dificuldades enfrentadas pelo setor. Embora estejam melhores do que em 2016, os indicadores relacionados ao desempenho da indústria da construção ainda mostram queda da atividade e do emprego, diz a pesquisa. O indicador de nível de atividade alcançou 46,9 pontos em outubro e está 6,9 pontos acima do registrado no mesmo mês do ano passado.

O indicador de número de empregados passou para 43,1 pontos em outubro e também é 5,4 pontos maior do que o do mesmo mês de 2016. Os dois indicadores continuam abaixo da linha divisória dos 50 pontos, que separa a queda do aumento da produção e do número de empregados.

Com isso, o nível de utilização da capacidade de operação ficou em 59% em outubro, 4 pontos percentuais abaixo da média histórica para o mês. Isso significa que a indústria da construção opera com 41% das máquinas, equipamentos e pessoal parados.

Esta edição da Sondagem Indústria da Construção foi feita entre 1º e 14 de novembro com 601 empresas. Dessas, 197 são pequenas, 273 são médias e 131 são de grande porte.

Escola Municipal realiza Semana da Inclusão em Belo Jardim

A Escola Municipal Professor Antenor Vieira de Mello, localizada no Bairro Santo Antônio, em Belo Jardim, está realizando a Semana da Inclusão, com atividades dedicadas à inserção dos alunos com algum tipo de deficiência. A programação inclui palestras, oficinas, estandes e cinema, além de uma caminhada pelas principais ruas do bairro.

Os alunos da unidade estão desenvolvendo jogos e materiais pedagógicos adaptados e com foco na inclusão. Todos os objetos estão sendo confeccionados com materiais recicláveis. A semana inclui ainda uma apresentação dos esportes que são praticados por pessoas portadoras de necessidades especiais.

A mostra abre para visitação no dia 30, manhã e tarde, com cinco salas. Na primeira turma, os alunos do 9º ano montaram uma apresentação sobre os tipos de dificuldades enfrentadas pela falta de inclusão. Na sala 2, haverá jogos e materiais adaptados confeccionados pelos alunos do 1º ao 8º ano. A sala 3 ficará com os esportes adaptados e a quatro, com cinema. A biblioteca receberá as palestras.

Na sexta-feira (1º), será realizada uma caminhada pelas principais ruas do bairro, com faixas e entrega de panfletos sobre a importância da inclusão na sociedade.

Em Caruaru, obra de pavimentação da Vila Peladas terá início nesta quarta (29)

Terá início nesta quarta (29), a obra de pavimentação do acesso à Vila Peladas, 1º distrito de Caruaru. A execução contemplará quase 2,5 km de extensão.

Neste período de obras, os trechos serão interditados, impossibilitando assim, o tráfego de veículos no local.

Para ter acesso ao distrito, desvios deverão ser utilizados. A estimativa é que até o fim de dezembro o serviço seja finalizado.

Número de empresas inadimplentes cresce 3,60% em outubro

O número de empresas com contas em atraso e registradas nos cadastros de devedores cresceu 3,60% em outubro na comparação com o mesmo mês do ano passado – quando a variação havia sido de 7,27%. Na passagem de setembro para outubro de 2017, sem ajuste sazonal, houve leve crescimento de 0,82%. Os dados são do Indicador de Inadimplência Pessoa Jurídica calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

“Essa desaceleração do aumento da inadimplência das empresas ocorre mesmo em meio à crise econômica e reflete o ambiente de maior restrição ao crédito e menor propensão a investir, que trazem redução do endividamento”, afirma o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro. “Para os próximos meses, espera-se que atividade econômica siga uma lenta recuperação, e que os empresários permaneçam cautelosos devido ao cenário de grande incerteza política e econômica, o que deve manter o crescimento da inadimplência das empresas limitado.”

Número de dívidas tem crescimento de 1,53% em outubro

Outro indicador também mensurado pelo SPC Brasil e pela CNDL é o de dívidas em atraso. Neste caso, o crescimento foi de 1,53% na comparação anual. Seguindo a mesma tendência que o número de empresas devedoras, o resultado de setembro permanece em nível baixo em comparação à média histórica (9,39%). Na comparação mensal, na passagem de setembro para outubro, a variação positiva foi de 0,59%.

Sudeste lidera crescimento do número de empresas negativadas

Os dados regionais mostram que o Sudeste lidera o crescimento da inadimplência das empresas. Na comparação de outubro com o mesmo mês do ano anterior, o número de pessoas jurídicas negativadas na região cresceu 3,74%, a maior alta entre as regiões, seguida de perto da região Nordeste, que teve um aumento de 3,65%. Em seguida aparecem as regiões Centro-oeste (2,94%), Sul (1,89%) e Norte (1,64%).

Indústria lidera alta entre os setores credores

Entre os segmentos devedores, as altas mais expressivas ficaram com os ramos de serviços (6,08%) e indústria (2,12%), seguidos de comércio (6,08%). As empresas que atuam no ramo da agricultura apresentaram um leve recuo de -0,62% na quantidade de empresas negativadas.

Já o setor credor que apresentou o maior crescimento das dívidas de pessoas jurídicas – ou seja, para quem as empresas estão devendo – são as empresas do ramo da indústria (4,28%), seguidas do comércio (2,56%). O segmento de serviços, que engloba bancos e financeiras, apresentou um crescimento de 1,32% e o segmento de agricultura registrou recuo mais intenso, de -23,11%.

Metodologia

O Indicador de Inadimplência das Empresas sumariza todas as informações disponíveis nas bases de dados do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). As informações disponíveis referem-se a capitais e interior das 27 unidades da federação.

Pesquisa inédita de satisfação do cliente no comércio de serviços será lançada em Caruaru

A ERG Consultoria em Gestão lança, nesta terça-feira (28), o resultado de uma pesquisa inédita sobre a satisfação do cliente no comércio de serviços em Caruaru. O material será apresentado junto ao Sindicato dos Lojistas do Comércio de Caruaru (Sindloja) para empresários, gerentes, profissionais do comércio e serviços e imprensa, às 19h, no Auditório do Sindloja, no bairro São Francisco.

De acordo com a coordenadora da pesquisa, a Consultora Cátia Maciel, foram identificadas muitas deficiências no atendimento das empresas na cidade. “Decidimos mapear a percepção dos clientes quando vão às compras. Nas perguntas traçamos uma série de aspectos fundamentais para atender os consumidores e nas respostas identificamos os índices de satisfação”, explicou.

Além dos resultados da pesquisa, serão discutidas ações de melhoria para o comércio em relação ao atendimento e ao gerenciamento dos negócios e também maneiras de reconhecer pontos essenciais para desenvolver bons negócios.

O evento é gratuito e qualquer pessoa pode participar mediante uma prévia inscrição, pois as vagas são limitadas. O link para cadastro é: https://bit.ly/ApresentacaoERG. Outras informações através do telefone: (81) 3722.6283