Justiça condena envolvidos em chacina

Pedro Augusto

Os meus pais e a minha irmã não voltam mais, mas ao menos a justiça da terra foi feita. Estas foram as palavras de Geraldo José da Silva Júnior, o Geraldinho, de 23 anos, logo após a divulgação da sentença dos envolvidos nas mortes de seu pai Geraldo José da Silva, de 61 anos; da sua mãe Joselma Pereira da Silva, de 52 anos, e da sua irmã Maria Madalena Pereira da Silva, de 24. Os três familiares do jovem foram impiedosamente assassinados, no dia 21 de março deste ano, no Sítio Lagoa do Paulista, na zona rural de Caruaru.

Os responsáveis por tamanha crueldade foram João Anderson Gomes da Silva Pereira, de 23 anos; Rafael Sebastião da Silva, de 19 anos, e um adolescente de 17 anos. Com exceção deste último, que já se encontra cumprindo medida socioeducativa na Funase de Caruaru, a titular da 3ª Vara Criminal de Caruaru, juíza Ana Paula Viana Silva de Freitas, acabou condenando os demais envolvidos a penas altas.

João Anderson Gomes, que foi o responsável por efetuar os disparos contra a família, terá de cumprir 97 anos, 11 meses e 20 dias de prisão, além de 1.050 dias-multa, pelos três latrocínios consumados, um latrocínio tentado, associação criminosa, corrupção de menor e porte ilegal de arma.

Já o comparsa dele, Rafael, que auxilou o atirador no roubo das motocicletas das vítimas e ainda deu cobertura nas execuções, foi condenado a 93 anos, oito meses e 25 dias de prisão, além de 860 dias-multa, pelos três latrocínios consumados, um latrocínio tentado, associação criminosa e corrupção de menor.

Ambos, cumprirão as penas atribuídas na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. A sentença dos condenados foi publicada no último dia 22 de novembro e divulgada somente na manhã da última quinta-feira (7). “As penas foram as que toda a família, inclusive o Geraldinho, aguardava. Eles vão ter que cumprir pelo menos 30 anos de cadeia em regime fechado, porque foram crimes hediondos. Todos nós ficamos satisfeitos. A justiça foi realmente feita”, ressaltou o advogado das vítimas, Vladimir Almeida.

Relembre o caso

No dia da chacina, Geraldinho encontrava-se em casa na companhia do pai, da mãe e da irmã, quando foi surpreendido com a chegada dos três criminosos. De início, estes últimos tinham a intenção de roubar as motocicletas, porém acabaram sendo reconhecidos e decidiram dizimar a família a tiros. No dia 23 de março, ou seja, dois dias após a série de mortes, os veículos acabaram sendo encontrados totalmente carbonizados em Serra dos Cavalos, também na zona rural de Caruaru.

Atingido também na investida pelos criminosos, Geraldinho, atualmente, mora na casa dos tios depois de ter passado vários meses internado no Hospital da Restauração, no Recife.

Semana com cinco homicídios em Caruaru

Mulher Morta 1

Pedro Augusto

No ano mais violento da história de Caruaru, a polícia segue contabilizando vítimas fatais. De acordo com o levantamento do VANGUARDA, até a manhã da última quinta-feira (7), 256 pessoas já haviam sido assassinadas, em 2017, na Capital do Agreste. Somente no domingo passado (3), uma mulher e dois homens foram executados em pontos distintos da cidade. Na data, os crimes de morte ocorreram nos bairros Jardim Liberdade e Santa Rosa, bem como no Sítio Cipó, na zona rural.

O corpo de Sandra Regina Soares da Silva, a “Coca”, de 37 anos, foi encontrado na tarde do domingo, na Rua Arquimedes de Oliveira, no Bairro Jardim Liberdade. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, o cadáver encontrava-se debaixo de uma cama na residência da própria vítima. Sandra, que teria sido vista pela última vez na manhã do sábado (2), foi parcialmente degolada, bem como ainda foi atingida com três facadas na barriga.

Já por volta das 21h, Jeneffeson Ferreira do Monte, de 25 anos, foi morto a tiros na Rua José Geraldo Morais, no Sítio Cipó. Populares que residem no local informaram à Polícia Militar que escutaram os disparos, porém não chegaram a identificar os criminosos. A vítima estaria trafegando a pé, quando teria sido surpreendida pelos executores. Ele não tinha passagem pela polícia e era bem quisto na comunidade.

Poucas horas depois, mais precisamente por volta das 23h30, o ex-presidiário José Braz Moura da Silva, de 29 anos, foi assassinado a tiros, na Travessa Santo Amaro, no Bairro Santa Rosa. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, ele estava trafegando na via, quando acabou sendo alvejado com vários disparos. José Braz já havia sido preso duas vezes por tráfico, bem como era usuário de drogas.

Na tarde da última segunda-feira (4), Admilson Antônio da Silva, de 29 anos, foi morto na Rua Geraldo Leonel da Silva, no Bairro José Carlos de Oliveira. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, ele estava na casa da mãe, quando acabou sendo surpreendido com a invasão de quatro homens encapuzados. Na tentativa de fuga, Admilson foi baleado com vários disparos de revólver calibre 38. Ele já havia sido preso pelas práticas de homicídio, tráfico de drogas e assalto.

Na sequência dos assassinatos desta semana, Elivelton Erivonaldo da Silva, de 20 anos, foi executado a tiros por volta das 10h da última terça-feira (5), na Rua Boa Ventura, no distrito de Lajes, na zona rural. De acordo com informações repassadas por populares, ele estava cortando o cabelo numa barbearia, quando acabou sendo baleado com vários disparos. Elivelton era usuário de maconha.

Seu corpo, assim como das demais vítimas, foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal de Caruaru. Até o fechamento desta matéria, apenas um suspeito tinha sido preso. Ele teria matado Sandra Regina, com o objetivo de roubá-la.

PM coloca em prática a Banco Seguro

A Polícia Militar de Pernambuco, através do 1º Biesp (Batalhão Integrado Especializado de Policiamento), deu início à Operação Banco Seguro, na noite da última quarta-feira (6), em Caruaru e demais municípios do Agreste. A ação, que conta com a atuação de policiais militares, em parceria com a Civil, visa combater os crimes contra o sistema financeiro, como os arrombamentos e assaltos a bancos, além dos ataques a carros-fortes, que cresceram bastante ao longo dos últimos anos, em toda a região.

Para isso, várias viaturas estão sendo empregadas, bem como os PMs estão utilizando armamentos modernos. “Além de Caruaru, a Operação Banco Seguro também vem sendo desencadeada nos demais municípios que fazem parte da Área Integrada de Segurança 14. Com ela, pretendemos inibir a prática desses crimes que têm aterrorizado e prejudicado bastante toda a região”, justificou o subcomandante do 1º Biesp, Major Bantim.

CDL projeta desempenho mais positivo em 2018

Comércio (10)

De acordo com a avaliação do diretor-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Caruaru, Márcio Porto, ao longo deste ano o comércio local obteve um desempenho de recuperação. Já no que diz respeito a 2018, a expectativa do gestor da entidade é de resultado ainda melhor. “A nossa avaliação é de que a crise chegou ao fundo do poço, ou seja, não deveremos observar pioras em termos de movimento e, consequentemente, de faturamento. Agora é claro que esse acréscimo estimado no tocante às comercializações deverá ocorrer no próximo ano de forma moderada, até porque passamos por um longo período de recessão”, comentou Márcio.

O diretor-presidente da CDL de Caruaru ainda relembrou ao VANGUARDA o intervalo em que o varejo local passou a apresentar sinais de recuperação. “O cenário começou a se modificar a partir do último mês de maio, quando os consumidores comemoraram o Dia das Mães. A partir desta data, as vendas passaram a ser maiores em relação às temporadas anteriores e essa retomada de fôlego também foi verificada durante o São João, no Dia dos Pais e no Dia das Crianças. Com as medidas que foram aplicadas pelo governo Temer como o resgate do FGTS inativo, o acesso a novas linhas de crédito e a queda de alguns juros, as pessoas voltaram a consumir um pouco mais e todo comércio sentiu isso”, acrescentou Márcio.

Ele também concordou que a abertura da Feira da Sulanca está contribuindo para com o crescimento das comercializações na Rua 15 de Novembro. “Esta novidade vem atraindo mais compradores ao local, porque nossas lojas também praticam bons preços e oferecem produtos de qualidade. Neste último domingo (3), mais lojas acabaram funcionando em relação ao anterior e a tendência é de mais portas abertas nos próximos. Grande parte dos comerciantes que tive oportunidade de conversar se mostrou otimista e isso deve ser refletido em todo o setor”, finalizou Márcio Porto.

FUTEBOL — Que em 2018 seja tudo diferente…

Central 1

Náutico 1 --- Folhape

Santa -- Ne10

Pedro Augusto

Este deve ser o principal desejo não só da torcida, mas também de toda imprensa pernambucana que cobre o dia a dia dos principais clubes do Estado. Com exceção do Sport, que no apagar das luzes, ou melhor, que na última rodada da Série A conseguiu escapar do rebaixamento, evitando, assim, um vexame maior, a temporada deste ano acabou sendo decepcionante em termos de competições nacionais para Central, Salgueiro, Náutico e Santa Cruz. Destes quatro últimos clubes citados, dois acabaram se despedindo já na primeira fase, enquanto os demais caíram de divisão.

Sucumbindo desde o Estadual 2017, quando precisou mandar os seus jogos longe de casa e ainda teve de lidar com vários problemas financeiros, o Central foi uma das equipes a encerrar a temporada ainda na fase inicial do Brasileirão. Com um elenco fraco e desmotivado – reflexo das lambanças cometidas pela diretoria da época –, a Patativa foi um fiasco na edição deste ano da Série D, caindo fora matematicamente da competição em pleno Estádio Luiz Lacerda e diante de sua torcida. Hoje, passados quase seis meses da eliminação, o clube caruaruense tenta voltar a se reerguer sob a administração de uma nova diretoria e com a formação de uma nova comissão técnica e de um novo plantel.

Prejudicado pela arbitragem na final do Estadual 2017, quando teve um gol mal anulado, o Salgueiro foi outra equipe pernambucana a decepcionar a torcida no Campeonato Brasileiro. Sem muita inspiração dentro de campo, motivada principalmente pela perda do título, o Carcará acabou apenas figurando na última Série C ao terminar na quinta posição do grupo A. Com as saídas de alguns atletas que figuraram por bastante tempo no time titular, como o zagueiro Ranieri e o volante Rodolfo Potiguar, atualmente o Salgueiro está sendo obrigado a promover várias mudanças em seu elenco. Em paralelo à chegada de reforços, também está sendo aguardado um novo técnico no Cornélio de Barros.

Outra equipe pernambucana que fez uma campanha pífia no Brasileirão, mas ao menos está garantida na divisão em que disputa foi o Sport. Eliminado praticamente de todas as competições às quais participou, sendo apenas campeão do Estadual 2017 e de forma questionável, o Leão só escapou do rebaixamento porque venceu os seus últimos três compromissos, bem como foi favorecido na última rodada da Série A com os maus resultados de seus principais concorrentes de fuga. Sem técnico ainda para a próxima temporada, haja vista que Daniel Paulista entregou o cargo, o rubro-negro pernambucano também terá de contratar vários reforços se quiser fazer bonito em 2018. Em contrapartida, uma faxina está prevista para ser realizada no elenco.

Diferentemente do arquirrival Sport e dos clubes do Interior, o Náutico não teve a mesma sorte em 2017 e acabou amargando o rebaixamento no Campeonato Nacional. Tropeçando em todas as competições em que disputou ao longo da temporada – decorrente das desavenças envolvendo os seus cartolas e da péssima administração da antiga diretoria -, o Timbu terminou na lanterna da Segundona sendo obrigado a jogar, agora, a Série C 2018. Com o objetivo de retornar o mais rápido possível à divisão da qual não deveria ter saído, o hexacampeão pernambucano está apostando na manutenção do técnico Roberto Fernandes, bem como na contratação de atletas mais baratos. Vários cortes nas despesas também estão sendo feitos pelas bandas dos Aflitos.

Em situação semelhante em relação ao Náutico, o Santa Cruz também caiu de divisão na temporada 2017. O time das Repúblicas Independentes do Arruda terminou na 17ª posição da Série B e terá de jogar novamente a Terceirona. Passando por uma crise financeira sem data para terminar, o que culminou no atraso de diversos meses de salários, a Cobra Coral tenta juntar os cacos com a eleição da nova diretoria. Esta última, que terá Constantino Junior como presidente-executivo, ficará responsável por gerir os rumos do clube pelos próximos três anos. Um novo técnico e vários jogadores deverão aportar no Estádio do Arruda, nas próximas semanas.

Balanço das feiras já ocorridas é considerado positivo

Comando Presente (37)

Pedro Augusto

Na derradeira reunião de 2017 do Comando Presente, na manhã da quarta-feira (6), no auditório do Sindloja, no Bairro São Francisco, na Capital do Agreste, os representantes da Prefeitura, da Destra, da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros, da Associação dos Sulanqueiros de Caruaru, dentre outras entidades ligadas ao órgão, apresentaram os seus respectivos balanços a respeito da operacionalidade, nas últimas duas semanas, da Feira da Sulanca, no Parque 18 de Maio, Centro.

Sem exceção, todos os participantes se mostraram satisfeitos durante o encontro com as ações que foram empregadas no tocante à mobilidade, à segurança, à limpeza e à fiscalização do local. Tanto que essas medidas serão estendidas para as próximas feiras deste mês, que já estão confirmadas para os dias 10, 11, 17, 18 e 24.
O titular da pasta da Secretaria Extraordinária das Feiras, José Pereira, destacou aos presentes o conjunto de iniciativas que está sendo posto em prática pela PMC com o objetivo de oferecer melhores condições de compra e venda para os frequentadores da Sulanca. “Praticamente todas as secretarias da Prefeitura se encontram envolvidas no bom andamento das atividades da feira. Estamos trabalhando bastante para deixarmos os setores da Sulanca mais limpos, acessíveis e seguros e todas essas ações têm surtido efeitos positivos. Tanto os comerciantes como os consumidores vêm elogiando as condições atuais do espaço.”

Além de aumentar a fiscalização – ao todo, foram contratados mais 40 fiscais -, a Prefeitura, através da Secretaria de Ordem Pública, instalou, recentemente, uma Central de Videomonitoramento, que vem inspecionando o andamento das atividades de todos os setores da Sulanca por meio da utilização de 45 câmeras. “Este investimento tem contribuído para com a redução da criminalidade no local, na medida em que tem auxiliado a Polícia Militar no emprego das ações necessárias. Então, só podemos dizer que, até agora, as feiras que vêm sendo realizadas durante esta época especial de dezembro têm tido saldos bastante positivos”, acrescentou Pereira.

Foi o que também frisou a delegada Seccional de Caruaru, Poliane Farias. De acordo com os dados repassados pela policial, no somatório das feiras já realizadas durante este mês, o quantitativo de ocorrências contabilizadas pela Polícia Civil acabou sendo insignificante se tratando da grandeza da Sulanca. “Para se ter ideia de como foram positivas estas últimas feiras no tocante ao aspecto da segurança, no primeiro intervalo de funcionamento seguido do espaço só registramos três Boletins de Ocorrência relacionados a dois furtos e um roubo. Já no segundo intervalo foram computados apenas dois roubos e um furto, o que deixou toda a Polícia Civil satisfeita com as medidas que estão sendo postas em prática”, avaliou.

Para o capitão da PM, Felipe Barros, que também participou da reunião, o sucesso das atividades da Sulanca se deve ao bom planejamento que foi traçado através do Comando Presente. “Esta entidade já vinha dando a sua parcela de contribuição no que diz respeito à operacionalidade da feira, mas, agora, acreditamos que ela se superou. De forma integrada, o Comando discutiu por vários meses as medidas que deveriam ser implementadas e os bons resultados já estão aparecendo. Até o presente momento, nosso registro de ocorrências se encontra praticamente zerado, influenciado também pelo aumento no número de policiais empregados.”

No intuito de proporcionar uma maior mobilidade ao local, a Destra também investiu no incremento do efetivo. Foi o que destacou o presidente da autarquia, Hermes Fonseca. “Nossos agentes têm orientado os motoristas sobre as inversões de tráfego que vêm ocorrendo, bem como aplicando as notificações necessárias nos dias da Sulanca, e essas ações está dando certo. Todos os frequentadores vêm elogiando o trabalho da Destra, que tem operado em parceria com os demais órgãos, e a expectativa é de avançarmos ainda mais nas próximas feiras confirmadas. Incrementamos o nosso efetivo com 30 agentes a mais para darmos conta do intenso fluxo de veículos neste período”, finalizou.

Crise mais fraca anima comércio local

Comércio (15)

Pedro Augusto

A tal “recuperação econômica”, que o Governo Federal vem afirmando em alto e bom som que tem ocorrido nos últimos meses no Brasil, parece estar provocando uma realidade diferente no comércio de Caruaru no comparativo de um fim de ano para o outro. Se em 2016 com a crise financeira ainda em alta martelando bastante as vidas dos consumidores, empatar com as vendas de dezembro de 2015 já estaria de bom tamanho, agora, com o país saindo do fundo do poço em termos econômicos – ao menos é o que vem afirmando categoricamente o presidente Temer -, a expectativa dos lojistas da Rua 15 de Novembro, no centro da Capital do Agreste, é de superar neste mês, mesmo que em percentuais pequenos, as comercializações feitas no intervalo equivalente de 2016.

De acordo com os varejistas entrevistados pelo VANGUARDA, na manhã da última segunda-feira (4), ainda é muito cedo para se afirmar que em 2017 a lucratividade será maior em relação ao fim de ano passado, porém se for tomado como parâmetro os desempenhos que as lojas vêm obtendo nestas últimas semanas, o setor econômico mais pujante de Caruaru deverá ter mais motivos para sorrir do que lamentar ao término do expediente do próximo dia 31. Segmentos como os de vestuários, calçados e eletrodomésticos, que tradicionalmente são bastante demandados nesta época, não têm economizado em novidades em termos de produtos e em mão de obra qualificada para tentar atrair ao máximo o maior número de compradores possível.

A Sapataria Muniz, que possui quatro lojas operando no varejo local, foi uma das redes a investir na contratação de trabalhadores temporários para este fim ano. Até agora, a aquisição, segundo um de seus gerentes, Demilton Holanda, tem sido compensatória. “Ao todo, 18 pessoas foram contratadas para a nossa unidade e não estamos tendo do que reclamar, haja vista que, até o presente momento, o volume de vendas se encontra bastante satisfatório. Nesta época do ano existe uma demanda natural por todos os produtos da rede, mas os campeões de vendas estão sendo, sem dúvidas, os calçados masculinos e femininos. Como muitos consumidores têm conseguido voltar a ter crédito, depois desse período longo de crise a maioria das vendas tem ocorrido nos cartões, haja vista que eles têm a opção de parcelá-las adquirindo também um número maior de produtos com valores mais elevados”, avaliou Demilton.

Pela primeira vez na história de Caruaru, a Feira da Sulanca se encontra funcionando aos domingos em uma época de fim de ano. Medida esta que também tem impulsionado, segundo a gerente da Benjamim Empório, Gisele Alves, as vendas de vestuários na Rua 15 de Novembro. “Estamos apenas no começo do mês e ainda não podemos afirmar uma estimativa certa de vendas para este fim de ano. Entretanto, até agora, o movimento tem sido bastante satisfatório ainda mais porque estamos abrindo a loja aos domingos, datas estas que também têm servido para abrigar as atividades da Sulanca. Após circular pelos bancos da feira, milhares de compradores, seja da cidade ou não, têm passado pelas lojas da Rua 15 e comprado bons volumes de roupas. Nossa loja só tem a comemorar”, observou Gisele.

De acordo com o gerente de vendas da Laser, Niéliton Barbosa, a procura por eletrodomésticos passou a ficar intensificada após o repasse da primeira parcela do 13º salário. “Graças a Deus e ao pagamento desta gratificação, observamos um movimento intenso no último fim de semana com uma procura muito grande por artigos da linha branca. A expectativa é de superarmos neste fim de ano em pelo menos 5% as vendas que foram contabilizadas em 2016. Devido à crise, os fabricantes decidiram congelar os preços de alguns produtos, muitos compradores passaram a consumir à vista e tudo isso está influenciando no acréscimo do nosso faturamento. Tentaremos aproveitar ao máximo este fluxo redobrado de compradores”, disse Niéliton.

/**/

Alexandre Farias deixa a UTI

img_20170418_190305358_KAOnsXw

Pedro Augusto

Os familiares, amigos, fãs e colegas de trabalho do jornalista Alexandre Farias, de 39 anos, comemoraram uma excelente notícia, esta semana, em relação ao seu estado de saúde. Atingido com uma bala perdida numa troca de tiros entre a polícia e bandidos, no dia 16 de setembro deste ano, no Bairro do Alto do Moura, em Caruaru, o apresentador da TV Asa Branca – afiliada à Rede Globo – deixou, na última quarta-feira (6), a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Esperança, no Recife.

Isso quer dizer que, agora, o apresentador do ABTV 2ª edição dará sequência ao seu processo de recuperação num apartamento individual da unidade. Nas redes sociais, o irmão de Alexandre, José Santos, ressaltou os efeitos que esta mudança deverá provocar no estado de saúde dele. “Alexandre está muito feliz. No ambiente da UTI, a gente tinha que respeitar os horários de visita. Já no apartamento, a gente está ficando com ele em tempo integral. Isso vai ser muito bom para a recuperação do nosso Alexandre”, disse.

De acordo ainda com o familiar da vítima, o próximo passo agora será a implantação de uma prótese craniana no lado direito da cabeça do apresentador. Alexandre ainda vem se comunicando através de gestos e expressões labiais, haja vista que foi submetido recentemente a uma cirurgia na traqueia. “Depois que tirar o equipamento, Alexandre será acompanhado por uma fonoaudióloga, que cuidará da voz dele”, acrescentou José Santos.

Asces é tetra nos Jogos Universitários de Caruaru

A Asces-Unita foi destaque nos Jogos Universitários de Caruaru. Várias modalidades do Núcleo de Esportes disputaram a edição 2017 dos jogos e tiveram um resultado muito proveitoso, posicionando a instituição como tetracampeã da competição. Ao todo, foram 14 equipes campeãs, um vice-campeonato e três terceiros lugares.

De acordo com o treinador Wedson Bezerra, foram resultados que devem ser comemorados. “Apesar das várias vitórias, foram resultados muito difíceis de serem alcançados, o que nos credencia ainda mais. Estamos muito felizes com o nosso desempenho”, frisou. A premiação foi entregue na última terça-feira (5), na Reitoria da Asces-Unita, no Bairro Universitário.

Ações do Dezembro Vermelho continuam em Caruaru

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids é 1º de dezembro, mas em Caruaru o mês inteiro será dedicado para atividades direcionadas ao enfrentamento do HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). A campanha, denominada de Dezembro Vermelho, tem como foco a prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas infectadas.

Diversas ações estão sendo realizadas pela Secretaria de Saúde do município, através do Programa Municipal de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais. Entre elas, estão palestras educativas; testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C; jornada científica; treinamento das equipes de enfermagem e medicina, das Urgências e Emergências e atividades que busquem melhorar a qualidade de vida, como aulas de dança.

Na última quinta-feira (7) ocorreu uma Jornada Científica do Curso de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco. Em debate, as atualidades e pesquisas em relação ao HIV/AIDS. Os convidados foram o professor reconhecido internacionalmente pela área de genética, Sérgio Crovella; a médica especialista em Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids na Mulher, Luiza Menezes; a médica preceptora do Hospital Universitário Oswaldo Cruz no Ambulatório de Infectologia/Aids Pediátrico (DIP-Infantil), da Universidade de Pernambuco, Regina Coeli, e a coordenadora do Programa Municipal de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais e Infectologista do SAE/Caruaru, Eline Gomes.

Já na próxima segunda-feira, dia 11, na sede da Secretaria de Saúde de Caruaru, acontecerá o pré-lançamento do aplicativo “Mapa da Saúde IST/Aids”, do Coletivo Mangueiras, que faz parte do projeto “Adolescências e juventudes: autonomia, cuidado e direitos”. Trata-se de um canal para compartilhamento de informações sobre serviços que ofertam cuidados nas áreas de saúde sexual e saúde reprodutiva, proporcionando a função de avaliação dos locais por parte dos usuários, de modo a servir como um espaço no qual os pontos positivos e negativos ligados aos serviços possam ser partilhados.

A partir da plataforma também é possível ter acesso aos endereços, horários de funcionamento e especificidades de cada serviço. A apresentação do aplicativo será dentro de um treinamento para expansão da Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP), que em 2018 chegará a todas as UPAs do município, onde quem sofrer algum acidente ocupacional ou quem tiver exposição sexual consentida poderá procurar a unidade. Hoje, apenas a UPA do Vassoural é a referência para este tipo de paciente. Com esse treinamento, a rede estenderá seu atendimento e todas unidades estarão capacitadas para garantir ainda mais acesso.

No dia 18 de dezembro, as pessoas que estiverem circulando pelo Marco Zero de Caruaru terão a possibilidade de realizar o teste rápido na Unidade Móvel (ônibus). Este ano, o horário de atendimento será das 10h30 às 15h30. E a testagem é totalmente gratuita.

As ações do Dezembro Vermelho estão sendo realizadas em parceria entre o poder público, sociedade civil e organismos internacionais, de acordo com as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) para enfretamento da Aids e outras ISTs. Na Capital do Agreste, a organização dos eventos ficaram sob responsabilidade do Programa Municipal de IST/HIV/Aids e Hepatites Virais e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).

Programação
Dia 11, às 14h
– Pré-lançamento do aplicativo Mapa da Saúde IST/Aids, do Coletivo Mangueiras
de 11 a 14, das 14h às 18h
– Treinamento das equipes de enfermagem e medicina, das Urgências e Emergências, em Testagem Rápida de HIV, Sífilis e Hepatites Virais e sobre Profilaxia Pós-Exposição – PEP (SMS e Samu)
Dia 12, às 9h
– Atividade educativa em parceria com a Gerência de Penas Alternativas e Integração Social, na Escola Professor Machadinho
Dia 13, às 8h
– Momento Saúde no Serviço de Atenção Especializada – Centro de Saúde Amélia de Pontes
Dia 14, das 8h às 12h
– Ação com CTA Itinerante no PSF Maria Auxiliadora (realização de testes rápidos para HIV, Sífilis e Hepatites B e C)
Dia 15, 8h
– Ação de palestra na Clínica da Mulher com as ginecologistas Nilene Clemente e Valcarla Galindo
Dia 18, das 10h30 às 15h30
– Ação de testagem com a Unidade Móvel (ônibus) no Marco Zero de Caruaru
Dia 20
– Aula de dança com Nasf e roda de conversa com dra. Eline Gomes. O tema é “Viver com HIV”
– Atividade Educativa no Serviço de Atenção Especializada – Centro de Saúde Amélia de Pontes
Dia 22, das 8h às 12h
– Ação com CTA Itinerante no PSF Rendeiras (realização de testes rápidos para HIV, Sífilis e Hepatites B e C)
– Ação de palestra na Clínica da Mulher com as ginecologistas Nilene Clemente e Valcarla Galindo