10 mandamentos para prosperar financeiramente em 2018

Entra ano e sai ano, um desejo é quase unânime entre as pessoas: ter uma reserva financeira. Apesar de estar na lista de resoluções de quase todo mundo, esse é um desafio que nem todos conseguem superar. Prova disso é que 65% dos brasileiros não poupam dinheiro, segundo levantamento divulgado recentemente pelo Datafolha.

Mas qual é a dificuldade? O especialista em finanças, Andriei Beber, explica que o problema é a falta de educação financeira da população e o consequente pensamento de que para poupar é preciso ganhar muito. “Ter uma reserva financeira e uma vida economicamente estável é na verdade fruto de um hábito que devemos ter desde a infância, através da iniciativa dos pais”, afirma.

Para te ajudar nesta tarefa e iniciar 2018 focado em fazer deste um ano melhor para suas finanças, Beber elenca o que ele chama de 10 mandamentos para ter prosperidade quando o assunto é dinheiro:

1. Estabeleça claramente seus objetivos financeiros – essa é a primeira regra da estabilidade financeira. Estipule o que você quer conquistar com o dinheiro poupado, seja uma parte para a aposentadoria, seja para uma viagem ou comprar um imóvel. Quando há um destino já determinado para o dinheiro, fica mais fácil poupá-lo.

2. Desenvolva uma atitude positiva em relação ao dinheiro – o dinheiro ou a falta dele não deve ser visto com pesar. É preciso compreender que ter a condição financeira que se deseja está muito atrelado ao tamanho do seu empenho, seja para poupar ou para gerar mais renda.

3. Identifique oportunidades de ampliar suas receitas – muitas pessoas equilibram suas contas e realizam seus sonhos desenvolvendo atividades adicionais ao longo da vida para buscar mais recursos. Se a pessoa, por exemplo, trabalha no horário comercial, ela pode destinar parte da sua noite vendendo algum produto ou produzindo algo que lhe traga dinheiro.

4. Promova o saneamento de suas dívidas – se você tem contas a pagar, quitá-las deve ser sua prioridade quando iniciar um processo de recuperação financeira. Busque negociar a dívida e, se for necessário, utilize as primeiras reservas para isso. Somente após ter as contas em dia destine o valor à poupança.

5. Faça da economia para o futuro um hábito – estabeleça no seu orçamento familiar um percentual que deve ser todo mês destinado à poupança, algo em torno de 20% do seu salário. Ao ver o montante aumentando você fica motivado a guardar cada vez mais.

6. Separe amizade dos negócios – não é de hoje que ouvimos o ditado: “amigos, amigos; negócios à parte”. Embora antigo, ele é muito real, principalmente quando o assunto é dinheiro. Esse é um tema que deve ser debatido de forma independente da relação pessoal e, se necessário, estipulando regras de empréstimo ou negócios contratualmente.

7. Entenda que o dinheiro é um meio e não um fim – ele precisa ser encarado como um meio para realizar sonhos e proporcionar estabilidade e segurança. Ninguém trabalha unicamente para ter uma conta cheia e sim para poder usufruir do que ele pode proporcionar.

8. Estude e leia sobre finanças – compreender como funciona esse universo financeiro que afeta todos os aspectos da nossa vida é fundamental. Por isso, dedicar um pouco tempo a ler sobre o tema pode levar as pessoas a decisões mais acertadas, como, por exemplo, as questões que envolvem financiamentos (bancário, imóvel, automóvel) e investimentos (poupança, fundos, Tesouro Direto).

9. Evite gastar por impulso – na hora da compra, seja racional. Avalie se há necessidade real de adquirir determinado produto e se você tem condições de pagar por ele sem interferir negativamente no seu orçamento familiar.

10. Sempre gaste menos do que ganha – não comprometa todo o valor de sua renda em compras. Deixe uma fatia do valor para que você possa utilizar no decorrer do mês, evitando se endividar em cartão de crédito ou cheque especial.

Projeto Capacita da UNINASSAU Garanhuns oferece cursos gratuitos

A faculdade UNINASSAU Garanhuns promove, entre os dias 18 e 30 de janeiro, das 19h às 22h, nas dependências da Instituição, a segunda edição do Capacita, um projeto que tem como objetivo qualificar o público para o mercado de trabalho. Durante todo o mês de janeiro serão oferecidos cursos gratuitos de rápida duração e com certificado.

Esta edição conta com sete cursos: “Processo Seletivo: erros e acertos”, “Direito do Consumidor”, “Reforma trabalhista”, “Influência do desenvolvimento pessoal na carreira profissional”, “Oratória: como potencializar sua oralidade”, “E-social: entendimento e aplicação” e “Desafios no planejamento do TCC” sendo 240 vagas ofertadas no total.

Segundo o diretor da instituição, Francisco Sarinho, o projeto é uma grande oportunidade para a comunidade buscar capacitação visando o mercado. “Essa ação de responsabilidade social, tem o objetivo de proporcionar à população de um modo geral, a oportunidade de uma formação prática sobre temas atuais lincados ao mundo do trabalho e acadêmico, aplicáveis na rotina das pessoas”, explica.

Os interessados poderão se inscrever através do site https://extensao.uninassau.edu.br e selecionar a cidade Garanhuns.
A UNINASSAU Garanhuns fica localizada na Rua Ernesto Dourado, 362 – Heliópolis – Garanhuns e para maiores informações podem ligar para (87) 3761-9311.

Ministério das Cidades divulga seleção de municípios beneficiados pelo programa Cartão Reforma

O Ministério das Cidades divulgou nesta quinta-feira (04) lista com 95 municípios selecionados pelo programa Cartão Reforma que contarão com recursos da União para beneficiar famílias moradoras nos locais indicados pelas prefeituras, para reformar, ampliar ou concluir suas casas. O valor total do investimento é de R$ 100,4 milhões.

Nesta primeira etapa do Edital 002/17 foram contemplados municípios em 12 estados: Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins.

“O Ministério das Cidades reconhece e tem total ciência da importância de ações como essa para a melhora da qualidade de vida dos brasileiros. Por meio dessa ação vamos beneficiar aproximadamente 17 mil famílias e alcançar o maior objetivo do Governo Federal de dar condições dignas a todos”; ressaltou o ministro Alexandre Baldy.

O Programa possibilita que famílias com renda mensal de até R$ 2.811 comprem materiais de construção destinados a melhorias em suas unidades habitacionais, desde que as moradias estejam localizadas em área regular ou passível de regularização.

A seleção das propostas das prefeituras continua em análise pelo Ministério das Cidades e espera-se que até o fim de janeiro outros municípios sejam selecionados pelo programa.

Medida Provisória que reduz idade para saque entra em vigor em 6 de janeiro

Entra em vigor em 6 de janeiro a Medida Provisória (MP) n° 813, de 26 de dezembro de 2017, que amplia o saque das cotas do antigo Fundo PIS/Pasep para homens e mulheres a partir de 60 anos. Antes, a idade mínima era de 62 anos para mulheres e 65 para homens. O benefício vale para quem foi cadastrado no PIS/Pasep antes de 4 de outubro de 1988. Com a mudança, estima-se a que R$ 11 milhões de resgates devam ser feitos. Com esse montante, a economia brasileira deve ter a injeção de mais de R$ 21 bilhões.

O calendário de saques será divulgado na próxima segunda-feira (8) pelo governo federal. Os recursos das cotas do PIS/Pasep começaram a ser liberados em outubro do ano passado. O valor total é de R$ 2,2 bilhões para aproximadamente 1,7 milhões de cotistas.

Para os grupos de cotistas que já tiveram os saques liberados (quem tem mais de 70 anos, aposentados e herdeiros), a retirada do dinheiro ainda está disponível. Basta comparecer às agências da Caixa Econômica Federal, no caso de trabalhadores da iniciativa privada. Já os servidores civis e militares devem procurar as agências do Banco do Brasil.

Sobre as cotas – O Fundo Pis/Pasep foi criado na década de 1970. Os empregadores depositavam mensalmente um valor proporcional ao salário dos trabalhadores em contas vinculadas aos trabalhadores, como ocorre hoje com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Com a Constituição de 1988, os empregadores deixaram de depositar o dinheiro individualmente para os trabalhadores e passaram a recolher para a União, que destina o recurso ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), responsável pelo pagamento de benefícios como Seguro Desemprego e Abono Salarial.

No entanto, os valores depositados nas contas individuais no Fundo PIS/Pasep antes da mudança constitucional permaneceram lá. Os trabalhadores titulares dessas contas – ou seus herdeiros, no caso de morte do titular – podem sacar o saldo existente de acordo com os motivos de saque estabelecidos em lei. Um desses motivos é justamente a idade, que o governo já havia reduzido em 2017, de 70 anos para 65 anos (homem) e 62 anos (mulher).

Destra lança site com opções de serviços para a população

A Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra) lança um site com a proposta de garantir mais comodidade ao usuário e agilidade aos serviços prestados. Através do endereço www.destra.pe.gov.br, a população poderá realizar serviços on-line que, antes, eram feitos apenas de forma presencial.

O sistema desenvolvido permite que o cidadão, através da aba e-serviços, acesse um espaço para recursos de infração; envio de documentos para confecção de credencial para estacionamento especial para idosos e pessoas com deficiência; encaminhamento de ofícios à Autarquia; cópia de Boat (Boletim de Ocorrência de Acidentes de Trânsito); solicitação de palestras educacionais, interdição de vias e implantação de sinalização vertical e/ou horizontal no município.

Além disso, a plataforma disponibiliza informações atualizadas sobre pontos de embarque e desembarque de transporte alternativo em Caruaru, notícias e fotos das ações realizadas pela Destra e reúne perguntas que surgem com frequência na Autarquia. No site, também estão disponíveis links importantes para a população, como o site da Prefeitura de Caruaru, Detran Pernambuco e Ouvidoria Geral do Município.

“Nós queremos agilidade e transparência no serviço ofertado pela Destra. A ideia também é eliminar o papel, promovendo uma política mais sustentável”, destaca o presidente da Destra, Coronel Hermes Melo.

Por meio do site, após solicitar o serviço, o usuário receberá um número de protocolo que permitirá que ele tenha acesso ao andamento da sua demanda pela aba “Acompanhe sua Solicitação”.

Essas ações, que agora podem ser realizadas de forma on-line, não excluem a possibilidade do serviço presencial para aqueles que não têm acesso à internet. A proposta é garantir ao cidadão a possibilidade de uma nova alternativa de usufruir os serviços ofertados pela Destra.

A Autarquia fica localizada na Av. José Mariano de Lima, 69, bairro Universitário, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Os telefones para contato são 3723-2838 ou 3701-1174.

Os desafios para 2018

Janguiê Diniz

Faltam poucos dias para a virada do ano. Intensifico a minha reflexão quanto aos desafios vindouros e relembro as conquistas dos anos que se passaram. Mas, não podemos pensar exclusivamente em nossas conquistas. Precisamos refletir sobre as conquistas coletivas da sociedade brasileira, porém, continuamos com imensos desafios.

2018 chega com seu maior desafio: as eleições presidenciais após dois anos de polêmicas. É também ano de Copa do Mundo após o último fracasso, em 2014, em território nacional. Ano em que que precisaremos investir em parcerias, alianças, acordos e uniões para atingir os objetivos pessoais e profissionais.

O Brasil vive um momento de otimismo na economia. Em 2017, a ordem foi “arrumar a casa”. Nos anos anteriores, as dificuldades do cenário impuseram muitos desafios às empresas. Algumas fecharam as portas, outras precisaram enxugar custos e redefinir todas as suas estratégias. O desenvolvimento econômico brasileiro carece de mais investimento do estado. Não sou defensor do capitalismo estatal, mas, prego o investimento público na infraestrutura. Ele provoca o espírito animal do empresariado.

O investimento público deve estar acompanhado da iniciativa privada. As parcerias público-privada estão sendo constantemente implantadas por vários gestores públicos. Tais parcerias precisam continuar a existir, já que, através delas, é possível aumentar a capacidade do investimento estatal e, por consequência, dotar o Brasil de atrações para investimentos privados, inclusive estrangeiros.

A saúde pública brasileira continua a ser um problema e um desafio. É absolutamente necessário que o tema saúde pública esteja na pauta dos debates em 2018, não apenas nas promessas políticas, mas como uma preocupação governamental. Entretanto, é preciso esquecer que o debate simplista, ou seja: mais verbas, melhor saúde. Precisamos discutir a oferta de médicos, a eficiência da gestão dos hospitais públicos e a construção de laboratórios públicos para garantir que todo brasileiro possa ter condições dignas de atendimento.

A educação é outro desafio permanente. O Brasil avançou, mas ainda ocupamos posições inferiores nos rankings educacionais. É preciso debater a federalização do ensino básico. A educação básica requer investimentos nas estruturas das escolas e dos professores. A educação superior uma avaliação de custos.

Mais um ano se passou e os desafios continuam. O ano de 2018 precisa ser de total recuperação e crescimento. Precisamos buscar soluções dos problemas apresentados, já que teremos eleição presidencial e, assim, tais temas ficam aflorados.
Janguiê Diniz – Mestre e Doutor em Direito – Reitor da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau – Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional – Presidente da ABMES – Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior – janguie@sereducacional.com

Silvio apresenta Lei de Responsabilidade da Segurança à OAB

O deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), entrega nesta quinta-feira (4), logo mais, o Projeto de Lei de Responsabilidade da Segurança Pública à direção da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco (OAB-PE). A ideia do parlamentar é debater o projeto e colher as sugestões do presidente Ronnie Duarte e demais integrantes da diretoria da instituição.

O projeto, já apresentado à Mesa Diretora da Alepe, deve ter a sua tramitação na Casa iniciada logo após o início do próximo período legislativo, em 1º de fevereiro. No entanto, antes da apreciação na Casa, Silvio ainda pretende apresentar o projeto ao presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Leopoldo Raposo, e ao procurador-geral de Justiça de Pernambuco, Francisco Barros.

Em linhas gerais, o projeto torna obrigatória a prestação de contas das ações do governo na área de segurança pública, com a apresentação de uma série de indicadores de violência, além dos habituais números de homicídios, crimes contra o patrimônio, violência contra a mulher e estupros, já divulgados pela Secretaria de Defesa Social.

A ideia, segundo o deputado, é dar mais transparência às informações relativas à segurança pública além de criar um fórum permanente de debates com todos os poderes, instituições da sociedade civil e movimentos sociais.

Serviço

Pauta: Apresentação do Projeto de Lei de Responsabilidade da Segurança à OAB

Data: Quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Hora: 14h30

Local: Sede da OAB, Rua do Imperador D. Pedro II, 34

Festa de Reis em Serra dos Ventos terá shows e missa

serra dos ventos

Será realizada, nestas quinta-feira (4) e sexta-feira (5), mais uma edição da Festa de Reis, no Distrito de Serra dos Ventos, em Belo Jardim. O evento contará com shows musicais na praça e uma missa. A festa é realizada pela FA Produções e conta com o apoio da Prefeitura de Belo Jardim, por meio da Secretaria de Cultura, e do vereador Evandro Macarrão.

Nesta quinta-feira (4), a partir das 21h, sobem ao palco Magno Bala e Neno, o magnifico. Os shows são gratuitos. Na sexta-feira (5), haverá a celebração de uma missa, pelo padre Geraldo Magella, no Oratório São Vicente Férrer, às 19h.

As apresentações musicais começam às 21h com Vanderlei Aboiador & Thiago Vaqueiro. Em seguida, Eduardo Melo sobe ao palco cantando sucessos. A noite será encerrada pela Banda Forrozão das Antigas, que trará sucessos do forró romântico para embalar o público.

Tradição – A Festa de Reis homenageia a atitude dos Três Reis Magos (Melchior, Baltasar e Gaspar) que saíram em busca do esconderijo do Prometido – Jesus Cristo.

Sesc Ler Pesqueira promove programação recreativa aos domingos em janeiro

futebol

]Neste mês de janeiro, o Sesc Ler Pesqueira oferece lazer para toda a família aproveitar as férias e se divertir à vontade. Aos domingos, serão realizadas as primeiras edições do Sesc Lazer de 2018. A programação conta com atividades esportivas e recreativas, brinquedos, jogos de salão e de campo. O Sesc Lazer acontece nas Áreas de Lazer da unidade, das 8h às 12h. A entrada é gratuita.

Serviço

Sesc Lazer

Datas: 07, 14, 21 e 28 de janeiro

Horário: das 8h às 12h

Local: Área de Lazer do Sesc Ler Pesqueira – Avenida Luiz de Almeida Maciel, s/n, no bairro Baixa Grande

Entrada: gratuita

Informações: (87) 3835-1164

Em cerimônia, AEB empossa nova diretoria acadêmica e coordenadores dos cursos

belô

A Autarquia Educacional de Belo Jardim (AEB) realizou, nesta quinta-feira (4), a posse da nova diretoria acadêmica e dos coordenadores dos cursos da unidade. A solenidade foi realizada na Câmara de Vereadores do município e contou com a participação de diversas autoridades.

A Direção Acadêmica foi assumida pela professora Drª Maria Goretti Soares, que atua na instituição desde 2008 e já foi coordenadora do curso de Ciências Biológicas e do PIBID/Capes. O professor Dr. Mirivaldo de Barros Sá foi empossado coordenador do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão (NEPE) e o professor Jorge Coelho da Silveira Neto assumiu a Direção Acadêmica Adjunta.

Os coordenadores dos cursos, que também foram empossados na solenidade, começam a atuar a partir de fevereiro, quando as aulas da autarquia serão iniciadas. De acordo com o diretor-presidente da AEB, José João Ribeiro, uma nova fase começa na instituição com a posse da nova diretoria.

Novos coordenadores:

- Licenciatura em Letras – Prof. Ms. João José Batista Filho

- Administração e Ciências Contábeis – Profª. Ms. Luiza Cristina Jordão

- Licenciatura em História – Prof. Ms. Adauto Guedes Neto

- Engenharia de Produção – Profª. Ms. Milka Sousa de Medeiros

- Licenciatura em Pedagogia – Prof. José Everado dos Santos

- Licenciatura em Matemática – Prof. Ms. Geraldo Vieira da Costa

- Licenciatura em Ciências Biológicas – Prof. Ms. Luciano Gomes da Silva Júnior

- Licenciatura em Geografia – Profª. Ms. Lindhiane Costa de Farias

- Psicologia – Profª. Ms. Vanessa Cavalcanti de Torres

- Enfermagem – Profª. Ms. Alexandra Waleska de Oliveira Aguiar

- Educação Física – Prof. Ms. Eliezer Henrique Pires Aciole.