Shopping Difusora entra na folia do Carnaval com muito frevo e oficinas de pintura

Padrao-06

O período carnavalesco já chegou e o Shopping Difusora de Caruaru entra no ritmo da folia. Com uma programação repleta de atividades culturais gratuitas para adultos e crianças, o mall oferece a partir do dia 08 de fevereiro, no 1º piso, atividades recreativas como oficina de máscaras carnavalescas e pintura de rosto.

Com atrações itinerantes, o shopping recebe a apresentação dos Papangus de Bezerros e a Orquestra Frevoando no dia 09 de fevereiro. No sábado de Zé Pereira, o Balé Popular Papanguarte e a Orquestra Frevoando comandam o espaço levando muito frevo e animação. No domingo, o mall recebe o grupo Boi Tira Teima e na segunda feira de Carnaval a La Ursa fecha com chave de ouro a programação carnavalesca. As apresentações itinerantes, assim como as outras ações abertas ao público são gratuitas e começam a partir das 15h.

Além disso tudo, uma decoração especial com máscaras confeccionadas pelos artesões de Bezerros enfeitam o shopping em homenagem ao período de folia. A decoração no espaço fica até o dia 14 de fevereiro. “Estas ações visam à valorização da nossa cultura. Trouxemos este ano um pouco do carnaval de Bezerros para abrilhantar mais ainda nossa decoração e deixar nossos clientes em constante clima de Carnaval.”, explica Welter Duarte, gerente de marketing do Difusora.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO – Durante o período de Carnaval, o Shopping Difusora não abrirá as portas apenas na terça feira (13). Os demais dias funcionarão em horário especial. De 10 de fevereiro (sábado de Zé Pereira) até o dia 12 (segunda-feira de Carnaval), as lojas, quiosques, praças de alimentação, espaço para crianças, cinema e play toy estarão funcionando ao público, conforme tabela abaixo:

Dias 10, 11, 12/02/2018 (Sábado, Domingo e Segunda-feira)

Praça de alimentação 1°, 2° e 3° piso, e entretenimento (play toy, cinema)

Das 11h às 21h

Lojas e Quiosques

Das 11h às 20h

Dia 13/02/2018 (Terça-feira)

Todas as Lojas | Quiosques

Fechado

Dia 14/02/2018 (Quarta-feira)

Todas as Lojas | Quiosques

Horário Normal

SERVIÇO

Carnaval Shopping Difusora 2018.

Local: 1º Piso do Shopping Difusora.

Horário: A partir das 15h.

Endereço: Avenida Agamenon Magalhães, 444, Maurício de Nassau, Caruaru.

Entrada: Gratuita.

Feira de Artesanato movimenta comércio no Carnaval de Bezerros

Considerado o 3º maior de Pernambuco pela Empetur, o Carnaval de Bezerros atrai uma multidão todos os anos para o interior do Estado. Em 2018, mais de 300 mil pessoas são esperadas para a Folia dos Papangus, que acontece de 10 a 14 de fevereiro. Além da diversão, o período carnavalesco também é ideal para fazer negócios e movimentar a economia. Pensando nisso, o Sebrae apoia a Feira de Artesanato do Carnaval de Bezerros que leva o trabalho de 26 expositores para locais e turistas de todos os lugares.

O Sebrae está subsidiando parte da estrutura dos 32 estandes que foram montados para a mostra de artesanato em Bezerros. Expositores da cidade e também de Ribeirão, Caruaru, Pesqueira, Recife e Olinda participam da iniciativa comercializando máscaras, brinquedos populares, bonecas de pano, artesanato indígena entre outros itens. A Secretaria de Turismo e Cultura do município estima que, durante o período carnavalesco, três milhões de reais circulem no comércio de maneira geral.

“A Feira de Artesanato do Carnaval de Bezerros é uma oportunidade para os artesãos da região comercializarem os seus produtos e divulgarem aos turistas um pouco mais da nossa cultura local. O evento já é uma tradição de vários anos no interior de Pernambuco, atrai diversos turistas de outras cidades e estados e se tornou uma grande vitrine para os nossos artistas. O Sebrae identifica esse potencial e faz questão de apoiar a mostra”, destaca a analista do Sebrae, Amanda Santos.

TJPE funciona em regime de Plantão no Carnaval

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) funcionará em regime de Plantão durante o Carnaval. Até a quarta (14/2), das 13h às 17h, as unidades do Poder Judiciário vão atender a população recebendo demandas urgentes de caráter cível e criminal, como habeas corpus, comunicação de flagrante, mandados de segurança e medidas cautelares. As atividades forenses serão normalizadas na próxima quinta-feira (15/2).

Na Capital, o plantão judiciário do 1º Grau acontece no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra. Os plantões do 1º Grau serão realizados também em 14 unidades judiciárias da Região Metropolitana do Recife (RMR) e do Interior. As unidades que atenderão aos municípios circunvizinhos são: Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Olinda, Nazaré da Mata, Limoeiro, Vitória de Santo Antão, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Ouricuri e Petrolina.

O Plantão do 2º Grau de Jurisdição será realizado no Núcleo de Distribuição e Informação Processual, localizado no térreo do Palácio da Justiça, no bairro de Santo Antônio. No sábado (10/2), o plantão judiciário do 2º Grau funcionará, excepcionalmente, no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na sala da Diretoria do Foro da Capital, no 1º andar, em virtude do desfile carnavalesco do Galo da Madrugada, que impossibilita o acesso às ruas próximas às dependências do Palácio da Justiça.

Juizado do Folião no Galo da Madrugada – Em sua 11ª edição, o Juizado do Folião irá funcionar durante o desfile do Galo da Madrugada, no sábado (10/2). Das 13h às 21h, o atendimento no Juizado do Folião ocorre em dois polos: no Fórum Thomaz de Aquino, localizado na avenida Martins de Barros, e na Estação Central do Metrô do Recife.

O serviço é voltado para ocorrências que envolvem crimes de menor potencial ofensivo cujas penas não ultrapassem dois anos de prisão, como agressões, brigas, danos ao patrimônio público e provocação de tumulto. Os casos considerados mais graves serão redirecionados a outros órgãos da Justiça Estadual.

Confira o que abre e o que fecha no Carnaval

A Prefeitura de Caruaru informa que, em razão das festividades do Carnaval, não haverá expediente interno da prefeitura nos dias 12 e 13; na quarta-feira (14), ponto facultativo; retornando às atividades na quinta-feira (15).

Saúde: USFs e Centros de Saúde estarão fechadas no período e reabrem na quinta-feira.

UPAS ficam abertas 24h normalmente.

Hospitais e Samu funcionam normalmente.

Serviços Públicos: Feiras de bairro e curral de gado funcionam normalmente.

A coleta domiciliar será normal na cidade. Não haverá a coleta na zona rural, voltando ao normal na quarta-feira de Cinzas.

Secretaria extraordinária da feira: Feira da Sulanca, não funciona na segunda de Carnaval (12).

Lazer: No domingo (11) e na terça (13), o espaço de lazer e ciclofaixa funcionarão normalmente, das 7h até as 19h.

Os parques ambientais serão abertos de acordo com seus horários habituais.

Centro Administrativo: Volta a funcionar na quinta-feira (15).

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: Serviços de urgência (como auxílio-funerário) funcionarão normalmente.

Cultura: Os museus da cidade fecharão no sábado (10) e só reabrem na quinta-feira(15) às 8h.

Huck diz ao TSE que não será candidato, mas conversa com FHC

Luciano-Huck-1024x576

O apresentador Luciano Huck negou, em resposta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que seja pré-candidato à Presidência. A declaração foi dada por escrito após questionamento apresentado à Justiça eleitoral por parlamentares do PT sobre a participação dele no programa Domingão do Faustão.

“Luciano Huck em instante algum apresentou-se como candidato, não pediu voto a quem quer que seja e reitera, como dito anteriormente, que não será candidato no pleito de 2018”, escreveram seus defensores. A informação é da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

A defesa do apresentador alega que sua ida ao Domingão foi “produção de entretenimento” e que os rumos do país, tema de parte da entrevista, são preocupações de todo brasileiro. “Falar de política não pode ser um monopólio de políticos”, dizem.

Apesar das negativas, o nome dele continua em alta nos bastidores para a sucessão presidencial. Segundo a Folha, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso conversou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a viabilidade da candidatura de Huck. O tucano deve se encontrar com o apresentador nesta quinta, de acordo com o colunista Merval Pereira, do Globo. O nome dele é cogitado como opção caso Geraldo Alckmin não decole nas pesquisas.

Fonte: Congresso em Foco

/**/

Campanha incentiva redução de danos para drogas mais consumidas no Carnaval

Pensando na tendência de aumento no consumo de seis tipos de drogas lícitas e ilícitas mais populares nos carnavais em todo Brasil, a campanha #RolêSemVacilo, lançada neste carnaval, tem como alvo promover a redução de danos para pessoas que pensam em usar drogas nos dias de folia.

Projeto da iniciativa Drogas: Reduzir Danos, do Centro de Convivência É de Lei e da Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD), em parceria com a produtora de eventos culturais Pipoca, a campanha #RolêSemVacilo: Experimente Reduzir Danos tem como foco informar sobre o uso de Alcool, Cocaína, Ecstasy / MDMA, LSD, Inalantes (lança-perfume, B25, tiner, cola) e Ketamina. Será levada às ruas em parceria com grandes blocos carnavalescos paulistanos, como Frevo Mulher, Bicho Maluco Beleza, Monobloco, Baiana System e Orquestra Voadora, promovidos pela Pipoca.

A campanha disponibilizou material informativo direcionado aos foliões para disseminação em blocos do Carnaval de rua paulistano e nas redes socias das iniciativas envolvidas, como um serviço de utilidade pública. O objetivo é promover o conceito de redução de danos com dicas e práticas que ajudam a minimizar potenciais efeitos danosos causados pelo uso dessas substâncias durante os dias de festa – e ao longo de todo o ano.

“Nos quatro dias de fervo de uma das festas mais populares do país, é sabido que o consumo de substâncias/drogas lícitas e ilícitas aumenta consideravelmente entre os que se jogam nos blocos e eventos carnavalescos. A combinação “tanto tempo esperando” + “a fantasia voltará para o armário em breve” ajuda ainda mais para que esse consumo seja feito como se não houvesse amanhã”, explica o texto da campanha.

O conteúdo explicativo em material online e publicado em parceria com grandes blocos carnavalescos de São Paulo informa sobre as diferenças entre as substâncias e seus efeitos no sistema nervoso central (SNC), classificando-as como estimulantes (que aumentam a atividade do SNC e deixam as pessoas mais ativas, como cafeína, cocaína e anfetaminas), depressoras (que diminuem a atividade do SNC e diminuem a capacidade dos neurônios de responder a estímulos, diminuindo o autocontrole e deixando as pessoas sedadas ou com sono, como álcool, opióides e sedativos) e perturbadoras (que, em vez de aumentar ou diminuir a atividade do SNC, alteram a qualidade de seu funcionamento, como LSD, DMT e, para alguns especialistas, maconha).

Partindo desta explicação, o material fornece informações básicas sobre cada substância, cuidados importantes para a saúde de quem for utilizá-las e possíveis reações e riscos para misturas entre mais de uma droga. O material ainda traz dicas gerais de saúde e bem estar, como a importância de se manter hidratado, com estômago cheio e prestar atenção aos sinais de seu corpo, além das pessoas e do ambiente à sua volta.

“Geralmente, falamos sobre abuso drogas apenas em contextos como a Cracolândia ou operações policiais. Porém, sabemos que durante o Carnaval aumenta bastante o consumo e o abuso de álcool e de outras drogas comuns em ambientes de festas. Queremos mostrar que as práticas de redução de danos são amplas e se aplicam a diferentes contextos de uso de drogas”, diz Nathalia Oliveira, da iniciativa Drogas: Reduzir Danos e da Plataforma Brasileira de Política de Drogas. “É uma abordagem racional que procurar responsabilizar o usuário e promover segurança coletiva. O abuso de álcool e de outras drogas nessa época do ano também está associado ao aumento de atendimentos em unidades de saúde, acidentes de trânsito e casos de assédio sexual e de agressão”.

Para Rogério Oliveira, diretor da Pipoca, esta é uma boa oportunidade para agregar conteúdos de relevância social e de saúde para momentos de festa. “O carnaval, assim como outras grandes celebrações, é uma boa oportunidade para promovermos conceitos de redução de danos e de bem estar coletivo junto a uma expressiva parte da população jovem que frequenta esses eventos”, afirma.

O que é Redução de Danos (RD)

Redução de Danos é um conjunto de práticas e políticas de saúde pública cujo objetivo é reduzir os danos relacionados ao uso de drogas em pessoas que não podem, não conseguem ou não querem parar de consumi-las. É norteada pelo cuidado em liberdade e o respeito à autonomia, buscando construir formas de cuidado junto ao usuário de drogas e ao seu contexto. A redução de danos não tem a abstinência como objetivo central.

A Redução de Danos é uma prática reconhecida pela Organização Mundial de Saúde. No caso do uso de drogas, a RD parte da premissa que as pessoas usam drogas (lícitas e ilícitas) e oferece dicas concretas como não misturar substâncias, manter-se hidratado e alimentado, além de informações e alertas sobre os possíveis efeitos específicos de cada droga no corpo da pessoa. A redução de danos considera que uma pessoa bem informada pode ter maior autonomia e ser mais responsável no consumo de substâncias, minimizando os impactos para si mesmo e para terceiros.

Sobre Plataforma Brasileira de Política de Drogas

A Plataforma Brasileira de Política de Drogas (PBPD) é uma articulação de diversos atores da sociedade civil brasileira que trabalham com política de drogas em suas múltiplas frentes, como segurança pública, acesso à justiça, saúde e cuidado e direitos humanos. A PBPD consiste, assim, em um ambiente de atuação conjunta que busca promover e propor políticas de drogas que tenham como fundamento a garantia dos direitos humanos e a redução de danos e da violência associada à ilegalidade das drogas. A PBPD também busca promover políticas que garantam sobretudo a autonomia e a cidadania das pessoas que usam drogas, o efetivo direito à saúde e o tratamento em liberdade, bem como a promoção de políticas desencarceradoras e que revertam a letalidade pelas forças de segurança pública do Estado.

Sobre Centro de Convivência É de Lei

Organização da sociedade civil que este ano completa 20 anos de atuação na perspectiva de redução de danos associados ao uso de drogas. Realiza atividades em seu centro de convivência, o primeiro destinado a pessoas que usam drogas no Brasil, atuando também em campo – nos contextos de uso, especialmente na região central de São Paulo – e em contextos de festas, com o projeto ResPire. A organização oferece ainda cursos, palestras e capacitações sobre drogas e redução de danos, além de articular diferentes atores em torno de políticas de drogas mais pragmáticas, efetivas e alinhadas com os direitos humanos.

Sobre Drogas: Reduzir Danos

Iniciativa organizada pela Agência Lema em parceria com a Open Society Foundations, o projeto visa estimular e ampliar o diálogo em torno da redução de danos para todas as drogas, no Brasil.

Sobre Pipoca

Somos um coletivo de produtores e artistas que enxergam a rua como local perfeito para que nos reconheçamos como iguais. Criamos e desenvolvemos projetos culturais que façam com que as pessoas de diferentes ideologias, crenças, cores, classes ocupem de forma feliz, culturalmente rica e civilizada o espaço público e retornem para suas casas afetadas na alma com o que experimentaram e viveram.