Gilberto e Banda e Nando Azevedo são atrações das noites dançantes do Sesc Garanhuns

No mês de abril, o repertório dos anos 80 e 90 e o forró pé-de-serra animam Garanhuns com duas edições do projeto Sesc Night. Nesta sexta-feira (06/04), a partir das 21h, a atração da noite será Gilberto e Banda. Já no dia 27 de abril, no mesmo horário, o forró pé-de-serra começa a esquentar os forrozeiros para o período junino com a apresentação do cantor Nando Azevedo.

As duas edições do Sesc Night acontecem na área de lazer do Sesc Garanhuns.É preciso ter mais de 18 anos para participar. A dança é muito positiva para a saúde por trazer muitas sensações e estímulos para o indivíduo. Para proporcionar a clientela comerciária de Garanhuns todas essas vantagens, o Sesc realiza, todos os meses, reuniões dançantes com muita música e diversão.

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 19 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

Serviço
Sesc Night
Datas: 6 e 27 de abril
Local: área de lazer do Sesc Garanhuns– Rua Manoel Clemente, nº 136, Centro
Horário: 21h às 1h
Entrada: R$ 11 (comerciários e dependentes) e R$ 22 (público em geral)

Armando: Presença de Álvaro fortalece projeto das Oposições em PE

ama

Ao participar do ato de filiação do deputado estadual Álvaro Porto ao PTB, em Garanhuns, na noite da quinta-feira (5), o senador Armando Monteiro (PTB-PE) destacou que a presença do novo petebista fortalece o projeto das Oposições em Pernambuco. “É muito importante a chegada de Álvaro, um nome que aglutina forças no Agreste e uma voz firme em defesa de Pernambuco. Seja muito bem-vindo ao PTB. Vamos construir junto com a oposição um novo projeto para nosso estado”, afirmou o líder petebista.

No ato político, que ocorreu no Hotel Tavares Correia e reuniu diversas lideranças políticas de Pernambuco, Álvaro Porto teve a ficha de filiação abonada por Armando Monteiro. O senador destacou o perfil afirmativo do aliado na luta pelos interesses do povo do Agreste. “Álvaro é um político que reúne qualidades que são imprescindíveis para o exercício da vida pública. É correto, é afirmativo, tem coragem, tem compromisso e amor ao povo da sua terra e a região”, enumerou.

Em seu discurso, Armando Monteiro ressaltou que Pernambuco perdeu voz no cenário nacional e liderança e convocou os pernambucanos a fazerem uma reflexão sobre o futuro do estado. “É triste ver Pernambuco hoje sem voz nacional. Pernambuco que perdeu liderança, que não fez as entregas. Um governador que não honrou os compromissos em praça pública”, disse o petebista, acrescentando seu compromisso em construir, ao lado do movimento Pernambuco Quer Mudar, um projeto que ofereça um novo caminho aos pernambucanos.

A filiação de Álvaro Porto ao PTB contou com as presenças do prefeito Izaías Régis, dos deputados federais Jorge Côrte Real (PTB), Zeca Cavalcanti (PTB), Silvio Costa (Avante) e Bruno Araújo (PSDB), os deputados estaduais José Humberto Cavalcanti – presidente estadual do PTB -, Augusto César (PTB), Júlio Cavalcanti (PTB), Socorro Pimentel (MDB) e Silvio Costa Filho (PRB), além do ex-governador João Lyra Neto (PSDB), prefeitos, vereadores e lideranças do Agreste.

Foto: Leo Caldas/Divulgação

Em clima de tensão, PT confirma que Lula não se entregará em Curitiba

A poucas horas do fim do prazo para o ex-presidente Lula se entregar à Polícia Federal (17h), o clima é de tensão crescente no PT e em seu entorno. Em diversas localidades Brasil afora, grupos como o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) enguem barricadas para interromper estradas (foto abaixo). A Frente Brasil Popular desde ontem (quinta, 5) anuncia ações contra a ordem de prisão. Movimentos sociais se deslocam para o Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo (SP), onde o cacique petista está abrigado desde ontem, para se juntarem aos demais que lá estão em vigília. E, em meio à mobilização em torno da figura máxima do PT, seus correligionários divergem sobre qual a melhor estratégia diante da ordem de prisão formalizada pelo juiz federal Sérgio Moro, que condenou Lula em primeira instância.

Parlamentares petistas e de atidos como PCdoB e Psol acompanham o ex-presidente. A dúvida é se haverá apresentação de Lula à PF em São Paulo, como prefere sua defesa jurídica, ou se o ex-presidente continua alojado com seus correligionários. Essa segunda opção, na opinião de alguns petistas, poderia levar à detenção dramática de Lula no meio da multidão, com risco de confronto.

Mas uma coisa já é certa: o ex-presidente decidiu não ir a Curitiba para se entregar à Polícia Federal nesta sexta-feira (6). Lula, direção nacional do PT e os advogados do ex-presidente estão reunidos na sede do sindicato avaliando qual a melhor decisão. A informação foi confirmada pelo Congresso em Foco com deputados petistas que estão em São Paulo.

O deputado Valmir Prascidelli (PT-SP) disse à reportagem que está descartada a ida de Lula a Curitiba, onde o juiz Sérgio Moro determinou o início do cumprimento da pena em uma sala de “Estado Maior” reservada a autoridades na carceragem da Polícia Federal. Segundo o parlamentar, o ex-presidente está reunido com a família avaliando a possibilidade de se entregar em São Paulo ou esperar a PF ir ao sindicato e, depois, conduzi-lo à capital paranaense.

PF e Secretaria de Segurança do Paraná definem esquema para chegada de Lula

Curitiba (PR) - Prédio da Policia Federal tem segurança reforçada para a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Prédio da Policia Federal em Curitiba tem segurança reforçada para a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da SilvaMarcello Casal Jr/Agência Brasil

A poucas horas do fim do prazo para a apresentação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Polícia Federal, representantes da instituição vão se reunir no início da tarde com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná com o objetivo de definir o esquema de segurança para a chegada dele.

Por enquanto, na frente do prédio da Superintendência da Polícia Federal, a movimentação é grande apenas de jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas. Há poucos populares no local. Mas a PF deixou à disposição durante todo o dia a equipe de Controle de Distúrbio Civil, do Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal (GPI).

Segundo o chefe da Custódia da PF, Jorge Chastalu Filho, “a instituição fez um planejamento visando a atender a esta demanda”. “Há algum tempo estamos trabalhando nela. E está tudo preparado, mas há circunstâncias que não podem ser reveladas”, afirmou. Chastalu Filho falou ainda sobre o espaço onde Lula deve ficar: “É uma sala simples, bastante humanizada, um ambiente bastante agradável de ficar, conheço o ambiente, tem um banheiro dentro. Sobre o banho de sol ainda não está definido como será, mas ele não terá acesso aos outros presos.”

A cerca de 10 quilômetros do prédio, apoiadores de Lula se reúnem no Diretório Estadual do PT em vigília à espera de um posicionamento do ex-presidente ou de uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STFJ) sobre o habeas corpus protocolado pela defesa dele.

Associação repudia agressão a profissionais de imprensa durante cobertura a Lula

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativos (Abraji) repudiou as agressões e ameaças a profissionais de imprensa por pessoas contrárias ao pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os casos foram registrados em Brasília (DF) e São Bernardo do Campo (SP) na noite de ontem (5).

“A Abraji repudia as agressões e hostilidades às equipes do Correio Braziliense e do SBT, ao fotógrafo da Reuters e a Nilton Fukuda. A violência contra profissionais da imprensa é inaceitável em qualquer contexto. Impedir jornalistas de exercer seu ofício é atentar contra a democracia. Os autores devem ser identificados e punidos pelas autoridades”, diz a associação, em nota.

Segundo a Abraji, em frente à sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), na capital federal, pelo menos 30 manifestantes avançaram sobre um carro do jornal Correio Braziliense e quebraram um dos vidros do veículo. Dentro dele estavam uma repórter, uma fotógrafa e o motorista, mas ninguém ficou ferido. Os manifestantes também gritaram ofensas à imprensa e ao jornal. A equipe registrou ocorrência na Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado.

Os profissionais estavam no local para cobrir o protesto convocado pela CUT em defesa de Lula. De acordo com a associação, um dos manifestantes ameaçou a equipe do SBT (cinegrafista e produtora), que chegou a ser cercada. Um fotógrafo da agência Reuters também foi hostilizado e acabou deixando o local.

Em São Bernardo do Campo, ainda segundo a Abraji, Nilton Fukuda, da agência Estadão Conteúdo, foi atingido com ovos ao registrar manifestações em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, para onde o ex-presidente se dirigiu no início da noite

MEC prorroga prazo de inscrição para bolsas remanescentes do Prouni

O Ministério da Educação prorrogou o prazo de inscrições para as bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni) no caso dos alunos que ainda não estão matriculados nas instituições de ensino superior. Inicialmente, o prazo terminaria hoje (6), mas agora os estudantes têm até a próxima segunda-feira (9) para fazer a inscrição.

O período de inscrição para os alunos que já estão matriculados, no entanto, permanece até o dia 30 de abril. Ao todo, serão ofertadas 112.800 bolsas remanescentes.

As bolsas remanescentes são aquelas que não foram ocupadas no decorrer do processo regular do Prouni. Pode se candidatar a uma bolsa remanescente quem for professor da rede pública de ensino ou que tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com nota superior a 450 pontos e acima de zero na redação.

As inscrições devem ser feitas pela internet na página do programa. O Prouni oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior.

MST bloqueia rodovias em protesto contra prisão de Lula; mulher é baleada na PB

Pedro Peduzzi e Letycia Bond – Repórteres da Agência Brasil*

Ao menos oito estados tiveram rodovias bloqueadas na manhã desta sexta-feira (6) pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O ato é em protesto contra a determinação do juiz Sérgio Moro de prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O MST diz já ter interditado estradas no Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Sergipe.

No Twitter do movimento há imagens de bloqueios no acesso da BR-230, entre João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba, e em Sergipe, na SE-270 (rodovia Louraça Batista, altura do povoado Taboca, em Itaporanga).

Na Bahia estão interditados trechos da BR-330 e da BR-101. Há também contenções na BRs 316 e 101 em Alagoas; na BR-235 em Sergipe; na BR-364 em Mato Grosso; na BR-153 em São Paulo e, na BR-381, na região metropolitana de Belo Horizonte. No Paraná, há bloqueios na BR-158, na PR-473 e na PR-170.

Segundo a assessoria do movimento, a orientação é a de sejam promovidas ações “em todos estados onde o MST esteja organizado”. Não há até o momento nenhuma previsão sobre até quando essas mobilizações continuarão.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) já contabiliza 17 pontos de rodovias federais interditadas. Cinco deles em Pernambuco, nas BRs 101, 232 e 428; dois na Paraíba (BR-230); dois em Mato Grosso do Sul (BRs 262 e 267); um em Mato Grosso (BR-364); e em trechos da BR-101 no Espírito Santo, em Sergipe e na Bahia. Ainda segundo a PRF, há bloqueios no Pará (BR-155), no Piauí (BR-343), Paraná (BR-476) e Minas Gerais (BR-356).

Mulher baleada

Na Paraíba, a agricultora Lindinalva Pereira de Lima Filha, que participava de um protesto, foi baleada na perna. O atirador estava a bordo de um carro em alta velocidade que furou o bloqueio da BR-101, feito pelos manifestantes, na altura do município de Mata Redonda, a 40 quilômetros da capital, João Pessoa.

De acordo com a diretora nacional do MST no estado, Dilei Aparecida, o homem deixou o local e não foi identificado. Segundo ela, a agricultura foi levada para o Hospital de Trauma, em João Pessoa, onde foi submetida a exames médicos preliminares, necessários para a retirada da bala alojada no corpo. ”Ela está bem, dialogando, mas não pode sair do hospital”, disse a diretora.

A reportagem não conseguiu contato com a Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Memória

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão na ação penal do triplex do Guarujá (SP), na Operação Lava Jato. Ontem (5), o juiz Sérgio Moro determinou que o ex-presidente se apresente hoje à Polícia Federal em Curitiba (PR), onde deverá dar início ao cumprimento da pena.

A medida foi tomada após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que negou no dia 4 um habeas corpus protocolado pela defesa do ex-presidente para mudar o entendimento firmado pelo STF em 2016, quando foi autorizada a prisão após o fim dos recursos.

Na decisão, Moro disse que, embora caiba mais um recurso contra a condenação de Lula, os chamados embargos dos embargos, a medida não poderá rever os 12 anos e um mês de pena.

“Hipotéticos embargos de declaração de embargos de declaração constituem apenas uma patologia protelatória e que deveria ser eliminada do mundo jurídico. De qualquer modo, embargos de declaração não alteram julgados, com o que as condenações não são passíveis de alteração na segunda instância”, disse Moro.

Pernambuco inicia Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

A Superintendência Regional do Trabalho de Pernambuco (SRT-PE) iniciou as atividades da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Canpat/2018), lançada nacionalmente na última quarta (4).

“Acidentes e doenças entre os trabalhadores são as grandes causas dos afastamentos de milhares de pessoas do seu local de trabalho. As estatísticas mostram um triste cenário para a sociedade brasileira, onde cidadãos são impossibilitados, temporária ou definitivamente, de continuar desempenhando suas atividades profissionais. Precisamos intensificar as ações preventivas do Ministério do Trabalho para pelo menos minimizar o problema”, disse o superintendente regional em Pernambuco, Geovane Freitas.

Abril é dedicado à saúde e segurança do trabalhador devido aos dias 7 (Dia Mundial da Saúde) e 28 (Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidente de Trabalho). Durante todo o mês, a SRT-PE vai intensificar as ações de fiscalização nos setores que registram um maior número de acidentes de trabalho, como lugares que oferecem teleatendimento, postos de combustíveis e supermercados.

Segundo o superintendente, também haverá um combate ostensivo ao risco de quedas, especialmente no setor da construção civil e na área rural do estado. Essas ações devem ser estendidas até novembro.

E no dia 27 de abril, a SRT-PE vai realizar um seminário para debater o tema. O evento acontecerá das 9h às 13h no auditório da Superintendência e pretende reunir entidades sindicais, empresas e sociedade civil com o objetivo de desenvolver ações integradas e dar visibilidade ao problema que atinge boa parte da classe trabalhadora.

Exposição – Na terça (3), a SRT-PE participou do lançamento da exposição “A Linha do Tempo do Combate ao Trabalho Infantil”, evento organizado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região. Na ocasião, apresentou dados dos acidentes de trabalho no estado e chamou os setores para desenvolver a cultura da prevenção voltada para melhores e mais seguras condições de trabalho em Pernambuco.

Dicionário – Na quarta (4), a SRT-PE também marcou presença no evento de lançamento do Dicionário de Saúde e Segurança do Trabalhador, elaborado por mais de 500 especialistas de diferentes áreas de nacionalidades. Segundo a analista de Políticas Sociais da SRT-PE Patrícia dos Anjos, que participou do evento, a publicação é mais um instrumento facilitador para desenvolver ações de promoção da saúde e segurança do trabalhador.

Exposição marca Dia Nacional do Braille no Caruaru Shopping

Para marcar a passagem do Dia Nacional do Braille, o Caruaru estará recebendo neste final de semana a exposição ‘Dia Nacional do Braille’. O objetivo é sensibilizar a população para esse importante método de leitura que há mais de dois séculos vem possibilitando novas descobertas as pessoas com deficiência visual.

A promoção da exposição estará em cartaz a partir das 12h no louge da Praça de Alimentação Gourmet e tem a curadoria da Associação Caruaruense de Cegos. Na exposição, serão apresentados equipamentos responsáveis pela produção do Braille.

Braille – O Braille é um sistema de escrita tátil utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão, sendo um processo de escrita e leitura baseado em 64 símbolos em relevo. Eles são resultado de uma combinação de até seis pontos em duas colunas de três pontos cada.

É tradicionalmente escrito em papel em relevo. Os usuários do sistema Braille podem ler em telas de computadores e em outros suportes eletrônicos graças a um mostrador em braile atualizáveis.

Serviço: Exposição Dia Nacional do Braille no Caruaru Shopping
Quando: Domingo 08-04-2018
Local: Praça de Alimentação Gourmet

Sérgio Cardoso é o novo secretário executivo da Secretaria de Urbanismo e Obras de Caruaru

O arquiteto Sérgio Cardoso é o novo secretário executivo da Secretaria de Urbanismo e Obras de Caruaru (Seurb). Ele possui um currículo que lhe credencia a assumir o cargo, já tendo atuado, inclusive, como diretor de Trânsito em Recife, diretor de Trânsito, por duas vezes, em Caruaru, secretário de Mobilidade Urbana em Santa Cruz do Capibaribe, diretor de Trânsito em Toritama e secretário de Trânsito em Brejo da Madre de Deus. Também jornalista, Cardoso começou carreira como diretor Trânsito em Caruaru, durante a segunda gestão de João Lyra Neto.