Novo estudo do Empresômetro mostra que sudeste brasileiro é referência em produção de softwares de gestão

A evolução tecnológica fez com que muitos processos fossem automatizados dentro das empresas já na década de 80. Hoje, diante da customização, virtualização e o cloud computing, mais e mais pessoas se juntam a outros milhares na produção de software que atendam às principais necessidades do mercado.

Essa nova Revolução Industrial cria inúmeras possibilidades no ramo da Tecnologia, visto o crescimento do mercado no Brasil. São cada vez mais negócios especializados no oferecimento de softwares, equipamentos e serviços na área, tendo movimentado mais de 200 bilhões de reais, somente no ano de 2017.

A gestão cada vez mais matizada pelo tamanho dos empreendimentos e a complexidade de seus produtos e processos, precisa de material digital para que haja coordenação, controle e avanço. Para isso servem os softwares de gestão, que podem ser encontrados nas mais diferentes interfaces e plataformas, e seu desenvolvimento vem tendo um aumento significativo no país.

CENÁRIO ATUAL

Segundo o diretor executivo do Empresômetro, Otávio Amaral, “temos, no momento, mais de 54 mil empresas ativas de desenvolvimento de software de gestão”. Somente em São Paulo, são 28.623, equivale a 52,40% de todas as empresas do setor no Brasil.

Nesse novo estudo do Empresômetro, foram analisados dados públicos para se chegar ao total de empresas de desenvolvimento de software de gestão, tanto em larga escala quanto customizáveis e sob encomenda, excluindo-se aquelas que não tiveram faturamento, não emitem notas nem recolhem tributos.

Há uma concentração dessas empresas na região Sudeste, tornando ela referência em tecnologia de gestão, com 38.955 negócios ativos, perfazendo 71,32% de todas as empresas de desenvolvimento de software de gestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.