Suspeito de duplo estupro é preso no Agreste

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu, na última terça-feira (3), no centro de Belo Jardim, no Agreste do Estado, o suspeito de ter estuprado duas mulheres no banheiro de um bar. Trata-se de José Natalino da Silva, de 33 anos. Com uma ficha criminal extensa, inclusive acumulando passagens pelo presídio, ele foi surpreendido com o cerco da polícia enquanto se escondia na casa da companheira. Em coletiva realizada na manhã da quarta-feira (4), no auditório da Diretoria Integrada do Interior 1 (Dinter 1), em Caruaru, a Civil deu mais detalhes sobre a detenção do suspeito.

Segundo o delegado João Carlos Oliveira, que presidiu o inquérito, José Natalino ainda tentou escapar da prisão. “Ao perceber a nossa chegada, ele pulou dois muros, porém acabou sendo recolhido. O Natalino havia fugido de Belo Jardim tão logo os crimes foram cometidos, isso em meados do último mês de maio, porém decidiu retornar recentemente ao município se escondendo na casa da companheira. Além de estuprar as duas vítimas, naquela madrugada do sábado do dia 5 de maio, ele também tentou roubar uma delas. Para isso, utilizou um facão”, disse.

No encontro com a imprensa local, o responsável pelas investigações ainda descreveu o desenrolar dos crimes cometidos. “Ao analisarmos as imagens do sistema de segurança do estabelecimento, verificamos que o suspeito encontrava-se de prontidão, esperando as vítimas, em frente ao banheiro feminino. Em suma, ao adentrar no local, o Natalino conseguiu concretizar a conjunção carnal em uma das vítimas, já em relação à outra, ele a obrigou a fazer sexo oral. Logo após praticar os estupros e a tentativa de roubo, ele conseguiu escapar a pé”, acrescentou João Carlos Oliveira.

José Natalino da Silva já havia sido preso por estupro e atentado violento ao pudor, bem como ainda responde por homicídio e roubo. Pelos crimes recentemente cometidos em Belo Jardim, ou seja, duplo estupro e roubo tentado, ele poderá pegar até 20 anos de reclusão. O suspeito está recolhido no Presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira, no Agreste do Estado.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.