Evento inédito desvenda o universo da Fotografia em Caruaru

Questionamentos, informações, incertezas e possibilidades do universo da Fotografia serão debatidos em Caruaru, no próximo mês de agosto. Entre os dias 15 e 17, acontece na cidade o Colóquio de Fotografia de Caruaru (CFC), primeiro grande evento de diálogo sobre o tema no Agreste pernambucano. A iniciativa é gratuita e conta com profissionais convidados para troca de experiências e conhecimento, visando o aquecimento do mercado e da cena fotográfica local.

O Colóquio visa aproximar a Fotografia das pessoas. Três mesas de debate, que acontecem no auditório do Centro Universitário Tabosa de Almeida (ASCES – UNITA), trazem à tona temas atuais e importantes, tanto para quem quer seguir a área profissionalmente ou apenas conhece-la melhor: “Financiamento público para Fotografia”, “Fotojornalismo e Fotodocumentarismo” e “A Fotografia conceitual ou Fotografia de arte”.

Os assuntos serão debatidos por nove convidados, entre fotógrafos brasileiros renomados no Brasil e no exterior e agentes que atuam em produção fotográfica – Os fotojornalistas Alexandre Belém, Arnaldo Carvalho, Breno Laprovítera e Roberta Guimarães; o artista visual Carlos Melo; a produtora cultural Mariana Lima; os fotógrafos e professores universitários Eduardo Queiroga (AESO Barros Melo) e Diógenes Barbosa (ASCES – UNITA); e os representantes do Fotoclube A Feira, grupo fotográfico de destaque na cena caruaruense.

Além disso, 16 fotógrafos do Interior terão trabalhos avaliados por leituras de portfólio com Alexandre Belém, no Armazém da Criatividade. Através de uma seletiva, a iniciativa trará análise e interpretação da cena de Fotografia local, investigando potenciais e refletindo sobre possibilidades de desenvolvimento. Assim, o CFC se torna um canal para oportunizar negócios, networking e fomento de ideias inovadoras, trazendo para Caruaru discussões sobre o que há de mais novo em Fotografia na atualidade.

“Através das atividades, esperamos tocar tanto o público amador quanto o profissional. Queremos que fotógrafos que atuam no interior tenham mais visibilidade e reconhecimento, como também que pessoas de outras áreas possam enxergar a Fotografia como profissão, arte, conceito, narrativa… Um movimento para tornar a Fotografia mais presente e mais forte no interior”, detalha o fotógrafo Geyson Magno, idealizador do evento, que tem incentivo do Funcultura através da Fundarpe, Secretaria de Cultura e do Governo de Pernambuco.

As atividades do Colóquio são gratuitas, mas limitadas. Podem participar estudantes, profissionais e pessoas de qualquer área, tendo preferência aqueles que moram e atuam no interior (Agreste, Zona da Mata e Sertão). Inscrições mediante preenchimento de formulário disponível em www.coloquiodefotografia.com.br. A programação completa detalhada também pode ser conferida no site. Dúvidas ou mais informações: coloquiodefotografia@gmail.com.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.