Prazo para adesão ao eSocial encerra em janeiro

Até o momento, cerca de um milhão de empresas aderiram ao eSocial, plataforma criada com o objetivo de centralizar numa única base de dados as informações trabalhistas. O prazo final para adesão total das empresas é janeiro do ano que vem e a expectativa é de que os dados de cerca de 4 milhões de empresas estejam no programa.

Com o eSocial, a Previdência Social, o Ministério do Trabalho, a Receita Federal e a Caixa Econômica terão a mesma base de dados. Dessa forma, o governo conseguirá cruzar os dados e confirmar se todas as informações trabalhistas, previdenciárias e sindicais estão corretas, e principalmente se as obrigações estão sendo cumpridas à risca.

A implantação do eSocial para as empresas aconteceu por fases. As grandes empresas cujo faturamento em 2016 ficou acima de R$ 78 mi tiveram que aderir ao sistema no início de 2018. As demais, incluindo Simples, MEI e pessoas físicas, com empregados estão na fase de adesão. O prazo final para o envio das informações de eventos relativos à Segurança e Saúde do trabalhador para todas as empresas é janeiro de 2019.

Apesar de ser obrigatório, muitas empresas vêm encontrando dificuldades no preenchimento e envio das dados, principalmente as pequenas e médias, que são aquelas que não têm um departamento de Recursos Humanos estabelecido. Ainda existem aquelas que desconhecem totalmente a obrigatoriedade de aderir ao programa.

Com o sistema, espera-se que a fiscalização em relação ao cumprimento das obrigações trabalhistas seja mais rápida e efetiva, além de serem aprimorados os processos e a gestão de pessoas nas empresas. Para Edilaine Carvalho, gerente do Grupo Soulan – empresa especializada em serviços para a área de recursos humanos -, outro grande benefício do sistema é que ele dará mais autonomia aos funcionários no que se refere aos seus direitos. Com o eSocial os trabalhadores podem acessar a qualquer hora seus dados e ver se a empresa está recolhendo corretamente as obrigações. “Muitos trabalhadores só ficam sabendo que a empresa deixou de recolher o FGTS, por exemplo, no momento da demissão. Isso causa diversos transtornos como a demora para receber seus direitos e até dar entrada no Seguro Desemprego.”, reforça a especialista.

Além do aspecto positivo para os trabalhadores, as empresas também vão entrar numa nova era tecnológica ganhando mais produtividade já que eram obrigadas a enviar dados de 15 obrigações trabalhistas (Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia e de Informações à Previdência Social, Relação Anual de Informações Sociais, Cadastro Geral de Empregados e Desempregados e Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte), passando então a fazer tudo em única transmisssão.

Reconhecendo as dificuldades de implementação e adaptação às novas regras, o Grupo Soulan assessora diversas empresas a cumprirem as exigências e evitarem as multas previstas em caso de descumprimento da obrigação. Dependendo do erro ou falta de entrega de algum documento, como a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), a multa pode chegar a 42 mil reais. “Nossos serviços garantem a migração da Folha de Pagamento ao eSocial, além de oferecer às empresas uma gestão voltada à redução de custos e à diminuição dos riscos trabalhistas, com foco na otimização de processos e ganhos de performance da equipe”, explica Edilaine.

Sobre o Grupo Soulan – Desde 1988, o Grupo Soulan desenvolve projetos na área de Recursos Humanos por meio de uma equipe altamente capacitada e especializada, assessorando os clientes na atração, avaliação, desenvolvimento e retenção do capital humano, para que elas possam focar seus esforços nas principais necessidades dos seus negócios, obtendo ganhos expressivos de performance e resultados. Em 2018, completa 30 anos. Ao longo desse período, cerca de cinco mil clientes já foram atendidos e mais de meio milhão de profissionais foram contratados, desenvolvidos e administrados por meio da empresa. A Soulan atua por meio de seis unidades no estado de São Paulo, contando ainda com uma ampla rede de atendimento e fornecimento de suas soluções em todo o território nacional, além de manter parcerias internacionais com cerca de 400 empresas, distribuídas por todos os continentes.

Artigo: A importância de manter atualizados os dados na CEF

*Por Erica Oliveira

Em função das mudanças relacionadas ao cadastro dos colaboradores, cada vez mais estamos sendo convocados a permanecer com as atualizações cadastrais em dia. Bom exemplo é o eSocial – projeto integrante do Sistema de Escrituração Pública Digital (SPED), criado para simplificar e unificar a entrega das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais em todo país –, que veio implementar a necessidade de as empresas acompanharem de uma forma efetiva tais mudanças, pois, ao não fazê-lo, todo o processo de folha de pagamento acabará prejudicado.

Mas, na verdade, não é só o processo de folha de pagamento que fica prejudicado com a falta de atualização cadastral. Outros procedimentos, relacionados à rescisão contratual por iniciativa do empregador ou quando o ex-colaborador tem benefícios a receber, como saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e Seguro Desemprego, também podem ser afetados. Ao não estar com os dados pessoais corretos na empresa, bem como nos órgãos relacionados, especialmente na Caixa Econômica Federal (CEF), o ex-funcionário terá sérias dificuldades para efetuar o saque do FGTS, prejudicando todo o processo e, consequentemente, atrasando o recebimento do benefício.

Como proceder nestes casos

Quando os dados não estão devidamente atualizados é necessário fazer uma Retificação de Dados do Trabalhador (RDT). Para tanto, um funcionário do departamento de pessoal da empresa deverá comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal, preencher o formulário (RDT) e protocolar. O prazo para regularização é de 3 a 5 dias úteis e, após esse período, é necessário fazer a movimentação do colaborador no site da CEF. Estando tudo correto, será necessário gerar uma chave de identificação, conhecida como chave de FGTS, o documento que liberará o saldo ao trabalhador. Após receber a chave, o colaborador poderá sacar o fundo de garantia e, também, dar entrada no seguro desemprego.

Mas atenção: a melhor – e mais fácil – maneira de evitar tantos atrasos e transtornos nos processos é sempre estar com todos os dados atualizados, em dia!

*Erica Oliveira é tecnóloga em Recursos Humanos. Na TOP PEOPLE é gestora do Departamento Pessoal.

Para despoluir o Ipojuca, Laura Gomes articula ação escolar

A Comissão de Meio Ambiente da Assembleia recebeu professores e 50 alunos da Escola Pio XII, de São Caitano, nesta terça-feira (4), que apresentaram aos deputados o Projeto Piabinha Prodígio, voltado para a despoluição do Rio Ipojuca e para a educação ambiental. A ação mobiliza também professores, pais de alunos e a comunidade em geral. A apresentação teve o objetivo de obter o apoio da Alepe para a expansão do programa.

A ida dos alunos foi articulada pela deputada Laura Gomes, participante da Comissão de Meio Ambiente, e pela diretora da escola Adriana Gomes, autora do livro-base Piabinha Prodígio em Defesa dos Nossos rios, mares e recifes de corais. É em torno da temática abordada no texto que se desenvolvem leituras, encenações e atos simbólicos contra a poluição das águas.

Na Escola Pio XII, da rede estadual, o projeto começou desde o ano passado. O trabalho voluntário envolve, além da escola, moradores dos bairros e pais de alunos na confecção de vestimentas, cartazes, peças decorativas e outros materiais necessários às apresentações dos alunos. “Trata-se de ações espontâneas voltadas para a preservação ambiental. Nossa ideia é trazer a informação para Alepe a fim de que possamos mobilizar apoio suficiente para replicar o Piabinha Prodígio em outros municípios”, observou Laura Gomes.

Vida de Assis Calixto em exposição no Sesc Ler Belo Jardim

Nesta quinta (6/9), a partir das 19h30, será realizado o vernissage da exposição que apresenta a vida e obra de um dos mais respeitados artistas pernambucanos: Assis Calixto. A exposição “Assis Calixto – A Certeza e o Brinquedo” estará à mostra na Galeria de Artes do Sesc Ler Belo Jardim. A visitação é gratuita e pode ser feita das 9h às 13h e das 14h às 18h, de segunda a sexta, até o dia 19 de outubro.

Na exposição o público vai poder conferir esculturas, máscaras e instrumentos musicais produzidos com materiais naturais como troncos de madeira, couro, raízes, estopa e madeira de Mulungu. Além disso, há também vídeos, áudios de músicas autorais na voz do autor e instalações que representam o diálogo entre as atividades do dia a dia do artista com suas inspirações.

Assis Calixto, mestre do Coco Raízes de Arcoverde, grupo que é referência desta manifestação artística conhecida em várias partes do mundo, apresenta um trabalho conceitual em que fala sobre a cidade sertaneja, seus ícones, identidade, a história e a estética do povo de Arcoverde. Assis é uma sumidade em seus saberes e fazeres populares, reconhecido como mestre da cultura popular. É artesão e compositor, e em parte de sua criação ele utiliza materiais reciclados, dentre elas a criação e inserção do tamanco de madeira junto ao movimento do coco na cidade.

“O Mestre Assis é essa invenção, é uma manifestação. A exposição é o reconhecimento, um laboratório de experiências sensoriais, educativas e, sobretudo, reflexivas. Calixto nos faz pensar para além destas paredes”, ressalta o curador da exposição, Rodolfo Araújo.

Escolas, instituições e organizações não-governamentais podem realizar agendamentos pelo telefone (81) 3726-1576. O Sesc Ler Belo Jardim está localizado na Rua Pedro Leite Cavalcante, s/n, na Cohab II.

Outras atividades – Concomitante à abertura da exposição, o Sesc Ler Belo Jardim realizará o projeto “É cena”, que são trabalhos realizados pelos alunos das turmas de teatro da Unidade; e a apresentação da programação da Mostra de Artes Lagoa do Capim, que deve acontecer a partir do dia 24 deste mês em escolas, praças e comunidade quilombola da cidade.

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 19 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

Serviço – Exposição Assis Calixto – A certeza e o brinquedo

Período da exposição: de 6 de setembro a 19 de outubro de 2018

Horário: de segunda a sexta, das 9h às 13h e das 14h às 18h

Local: Galeria de artes do Sesc Ler Belo Jardim – Rua Pedro Leite Cavalcante, s/n, Cohab II

Entrada: gratuita

Classificação indicativa: livre

Informações: (81) 3726-1576

Polo Caruaru funciona normalmente no feriado de Sete de Setembro

Para quem quer aproveitar o feriado, fazer boas compras e curtir ao lado da família, o Polo Caruaru estará funcionamento normalmente no Dia da Independência, sexta-feira (7), das 9h às 18h. O feriado também será de música para animar o público no Centro de Compras e Lazer. Fabiano e Dayse Rosa trarão show de voz e violão para quem desejar curtir uma boa música, das 11h30 às 14h30.

Já no sábado (8), tem show com Renata Torres, às 11h, e Rosy Aguilar, às 14h. No domingo (9), a programação continua com Fabiano Chorinho, às 11h, e com a cantora Tayse Dias, às 14h. E para a criançada, Show dos PJ Masks, das 14h às 15h. Comprinhas animadas assim, só no Polo Caruaru.

Ação de Cidadania do Programa Governo Presente foi sucesso na cidade de Toritama

Uma manhã inteira de serviços voltados para a cidadania e promoção de saúde foram disponibilizados na terça – feira (04), aos moradores da cidade de Toritama, no agreste do estado. Emissão da carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento, casamento, atendimentos jurídicos, vacinação e cortes de cabelo estavam entre os serviços ofertados gratuitamente em mais uma Ação de Cidadania do Programa Governo Presente que é coordenado pela executiva de Articulação Social da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

O evento aconteceu no Pátio de Eventos da cidade e ofertou à população gratuitamente mais de 90 serviços, ultrapassando a marca de 5 mil entre atendimentos e difusão A Ação é a 23º realizada em 2018 e já ultrapassa os 160 mil atendimentos em todo Estado.

A vendedora Maria Augusta, aproveitou a Ação para cortar o cabelo e fazer limpeza de pele. “Muito bom encontrar vários serviços em um só lugar, sem contra que de graça”, comemorou. Já a dona de casa Josefa Ferreira, aproveitou a ação para emitir a segunda via do RG. “Estávamos precisando de uma ação assim, foi maravilhosa, consegui tirar a segunda via da minha identidade e ainda levei meu filho para cortar o cabelo”, afirmou.

Além de documentação civil (RG e CPF) e certidões (nascimento e casamento e óbito), a ação também disponibilizou para a população inscrições para cursos profissionalizantes, serviços de saúde e beleza, elaboração de currículos, atendimentos comerciais e pendencias com a CELPE, consultas com o Detran, além de diversas orientações sobre prevenção as drogas, direitos humanos, mediação de conflitos e apresentações culturais de escolas estaduais e municipais.

“Esta foi a primeira ação de cidadania do Programa Governo Presente em Toritama e já avaliamos como muito positiva, tendo em vista, o quantitativo de atendimentos e difusão que superou a marca de cinco mil. Ações como essa só vem contribuir para a prevenção da violência no município, garantindo o acesso de serviços básicos de cidadania, saúde e garantia de direitos de forma rápida e pratica para a população”, destaca, a secretária executiva de Articulação Social, Mileane Aguiar.

A Ação de Cidadania é uma modalidade do Programa Governo Presente e nesta edião contou com todo apoio da Prefeitura de Toritama e parceiros privados entre eles: o CEBRAC, a Defensoria Pública, CELPE, COMPESA, Ótica Diniz, Polícias Militar e Civil, entre outros.

Obras de Esgoto em Santa Cruz do Capibaribe em ritmo acelerado

Equipes da Compesa vistoriaram hoje (5), a obra de implantação da 1ª etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade de Santa Cruz do Capibaribe. Acompanhado de engenheiros e de lideranças do município, o diretor Técnico da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, verificou o avanço das obras, importante iniciativa para a melhoria da qualidade de vida da população e do desenvolvimento da cidade. Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a empresa tem mantido uma agenda permanente de inspeções às obras para garantir que sejam entregues no menor tempo possível à população. “Na visita que fez ao município, há 15 dias, o governador Paulo Câmara nos pediu o acompanhamento de perto das muitas obras que temos na região”, adiantou. A obra recebe um investimento de R$ 100 milhões, recursos captados pelo Governo de Pernambuco junto ao Banco Mundial por meio do Projeto de Sustentabilidade da Bacia do Rio Capibaribe (PSH) e beneficiará mais de 100 mil pessoas.

O ritmo das intervenções deixou o diretor da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, satisfeito. A obra de esgoto está na fase de concretagem das fundações da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Santa Cruz do Capibaribe.. “Além de beneficiar a população com serviços de coleta e tratamento de esgoto, essa obra é uma importante ação para a vida do Rio Capibaribe, ao cuidar do manancial que corta toda a cidade e muitas outras até chegar ao Recife”, informa o diretor.

A obra também está com duas frentes de trabalho concentradas na implantação dos interceptores, que somarão 18 quilômetros de tubulações ao longo das margens do Rio Capibaribe, e terão a função de coletar o esgoto gerado na cidade. Até agora, já foram implantados mais de 800 metros dos interceptores. As obras de implantação do sistema iniciaram, no mês de maio, com a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), no bairro Oscarzão. A unidade terá a capacidade de tratar o volume de 355 litros por segundo – alcançando o tratamento de 1 bilhão de litros de esgoto, por mês.

O projeto contempla ainda a construção de quatro estações de bombeamento e de cinco emissários – tubulações que transportarão o esgoto das estações de bombeamento até a ETE – além da implantação de 184 poços de visitas, que terão a função de fazer a interligação do sistema existente na cidade aos interceptores. O projeto global de implantação do SES Santa Cruz do Capibaribe está sendo pensado para garantir o atendimento da cidade até o ano de 2038.

Roda Viva com Lossio bate recorde de audiência na internet

O candidato ao Governo de Pernambuco, Julio Lossio (Rede), foi o sabatinado no programa Roda Viva, da TV Nova Nordeste, afiliada TV Cultura, na noite dessa terça-feira (4). A entrevista concedida a Aldo Vilela e convidados foi transmitida ao vivo na página do Facebook do candidato e atingiu o recorde de mais de 170 mil pessoas alcançadas. Na ocasião, Lossio apresentou seus compromissos para um novo Pernambuco.

A participação no Roda Viva deu ao candidato a oportunidade de falar de forma mais aprofundada sobre as suas propostas, já que vem sendo impedido de participar de alguns debates e possui pouco tempo de televisão. Durante cerca de 1h30, Lossio respondeu a questionamentos sobre saúde, educação, segurança, desenvolvimento econômico e segurança.

Perguntado sobre como governar sem apoio parlamentar, o candidato citou como exemplo seu governo como prefeito de Petrolina, que não apresentou dificuldades por ter apenas dois vereadores em sua base aliada. “Na nossa gestão, realizei o maior programa de habitação de Pernambuco, tive um IDEB e resultados na saúde melhores que os do Recife, gastando a metade. Isso me credencia pra ser governador”, assegurou.

O candidato também destacou o interesse em concluir obras que não foram finalizadas por gestões anteriores. “Sou contra a privatização, defendo a concessão. O bem continua para o Estado sem a necessidade de transferir permanentemente para terceiros”, explicou Lossio.

Mais de 70% dos alunos do Ensino Médio têm nível insuficiente em matemática e português, diz MEC

O País vem acumulando uma grande defasagem educacional, pois sete em cada dez alunos do 3º ano do Ensino Médio têm nível insuficiente em português e matemática, como apontam os dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017, divulgados recentemente pelo Ministério da Educação (MEC). Em matemática, 71,6% dos alunos têm nível insuficiente de aprendizado, e desse grupo, 23% estão no nível zero, o mais baixo da escala de proficiência. Em português, 70,8% dos alunos têm nível insuficiente de aprendizado, sendo que 23,9% também estão no nível zero. Os resultados se referem a um universo de 59.388 escolas.

No mínimo há três décadas, o paradoxo entre potência econômica na América Latina e a educação no Brasil é intenso, principalmente quando comparado com o Chile, referência em educação, mas a definição da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a Reforma do Ensino Médio abrem espaço para a discussão sobre o futuro da educação no País e as necessidades de mudança. Um estudo realizado pela Dell Technologies sinaliza que 85% das profissões que existirão em 2030 ainda não foram inventadas. Nos Estados Unidos, por exemplo, até 2026, habilitações que mesclam conceitos tecnológicos e práticos farão parte de 100% das escolas de Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Para Márcia Hipólide, consultora pedagógica da startup Explorum – plataforma de alta inovação educacional – a gestão administrativa de escolas precisa compreender que coordenadores pedagógicos e educacionais são gestores que precisam estabelecer canais de comunicação, que permitam avaliar processos, procedimentos e resultados. “Para que essa qualidade de aprendizagem ocorra é fundamental que cada vez mais, o ensino de conteúdos esteja atrelado ao desenvolvimento de habilidades e competências, pautados em objetos de conhecimento contextualizados e significativos, que promovam o diálogo entre o que se aprende na escola com a realidade objetiva do aluno”, explica Hipólide. A especialista participou do desenvolvimento das coleções didáticas de 2013, 2016 e 2019 (criadas a partir da BNCC de História de Projetos Integradores) aprovadas pelo MEC.

A Explorum é uma das empresas que surgem nesse contexto, com uma nova proposta de aprendizagem, e se destaca por ser a única no Brasil a oferecer uma metodologia composta de hardware exclusivo, com plano de aulas e projetos que permitem a incorporação de tecnologia em sala, com um método de ensino que envolve o aprendizado de programação robótica, inteligência artificial e Internet das Coisas, de forma mais simples e prática, sem que seja necessária a compra de muitas máquinas e equipamentos. “A aprendizagem criativa híbrida é a mistura de técnicas educacionais, que começou com o conceito STEM (Science, Technology, Engineering and Math), que mescla o ensino das disciplinas de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática simultaneamente, e agora se integra a uma metodologia de Design Thinking, Inteligência Artificial, Internet das Coisas, e ao conceito Maker, uma extensão do movimento “Do IT Yourself”, Faça Você Mesmo, em português”, explica Eduardo Azevedo, cofundador da plataforma educacional.

O método desenvolvido pela empresa está focado na capacitação de professores para o aprendizado de forma prática, para atuarem como mediadores na busca de soluções, a fim de incentivar a criatividade e contribuir para o desenvolvimento cognitivo dos alunos. Assim, a Explorum desenvolve os projetos em parceria com o corpo docente de cada escola, oferecendo treinamento, redesenhando o modelo de aprendizado e preparando os profissionais para formarem alunos para as novas competências do milênio. Para o empresário, formar gestores e falar a linguagem do aluno de forma prática e inovadora é essencial.

A Explorum criou um processo dinamizado de aula para professores e alunos, unindo alta tecnologia, atividades colaborativas e processos de construção de projetos com base em prototipação. “Programação e matemática são disciplinas interligadas, então é possível aplicar conceitos de aprendizagem que mesclem os dois assuntos. O objetivo é promover o errar, construir e refazer, aplicando tudo isso ao cotidiano”, acentua Azevedo. A startup surgiu em 2016 e já atua em 26 instituições de ensino em todo o Brasil. Entre os parceiros da startup estão grandes corporações como IBM e Samsung. A empresa também é responsável por um projeto social chamado Engenhoca Criativa, que desenvolve junto a 160 jovens de comunidades carentes, na região do Capão Redondo, bairro localizado na periferia da capital paulista.

Sobre a Explorum é uma plataforma pedagógica de aprendizagem criativa híbrida, que permite explorar problemas reais do mundo, por intermédio de uma metodologia de ensino e de atividades conectadas a objetos, para auxiliar os alunos a projetar por si mesmos para uma sociedade digital e conectada. A startup que atua junto a escolas, foi criada em 2016 e já está presente em 26 instituições pelo Brasil, entre públicas, particulares e projetos sociais.

/**/

Shopping Difusora funciona em horário especial no feriado de 7 de setembro

Na próxima sexta-feira, 7 de setembro, será comemorado o Dia da Independência do Brasil. Para tanto, o Shopping Difusora funcionará em horário especial. As lojas e quiosques abrirão as portas das 11h às 20h. Já as Praças de Alimentação do primeiro, segundo e terceiro pisos funcionarão das 11h às 21h.

Para quem quiser aproveitar o feriado para assistir a um filme, o cinema seguirá os horários das sessões. Para conferir todos eles, basta entrar no site do Shopping Difusora (www.shoppingdifusora.com.br).

Quem prefere aproveitar o feriado com música, o Shopping Difusora vai oferecer uma apresentação especial com o grupo Cambucá. Com muito samba e chorinho no repertório, a atração promete uma verdadeira enxurrada de sucessos. A apresentação acontece na praça de alimentação do terceiro piso, a partir das 14h30.