Agressor de Bolsonaro diz que deu “resposta a ameaças” do candidato

Com frases pausadas e bom vocabulário, Adélio Bispo de Oliveira, que esfaqueou Jair Bolsonaro na última quinta-feira (6) em Juiz de Fora (MG), disse que “pretendia dar pelo menos uma resposta, um susto” ao candidato do PSL à Presidência.

Referindo-se ao ataque como “incidente” e “imprevisto” e sem citar nenhuma vez o nome de Bolsonaro, o agressor deu a seguinte explicação: “Eu, como milhões de pessoas, pelos discursos da pessoa referida [Bolsonaro], me sinto ameaçado literalmente, como tantos milhões de pessoas. Aquela certeza de que cedo ou tarde ele vai cumprir aquilo que está prometendo tão veementemente pelo país todo, contra pessoas como eu exatamente.”

O video em que Adélio Bispo fala pela primeira vez foi gravado durante a audiência de custódia, ocorrida na última sexta-feira (7) em Juiz de Fora, e está disponível nas redes sociais.

Ele admite ter cometido o atentado por motivos políticos e religiosos. Revela também, perguntado pelos advogados de defesa, que não tem tomado medicações psiquiátricas. Ele também afirmou que, desde o momento em que foi preso, sofreu em Juiz de Fora “humilhações verbais” e agressões de agentes prisionais supostamente simpatizantes de Bolsonaro.

Adélio foi indiciado na Lei de Segurança Nacional pela Polícia Federal, por admitir a motivação política do crime, e foi transferido pela Polícia Federal (PF) para o presídio federal de Campo Grande, onde encontra-se isolado, por questões de segurança, dos demais detentos. O inquérito apura se há mais envolvidos no ataque a Bolsonaro – hipótese negada pelo agressor.

Dores e remédios

No início da audiência, Bispo alegou dificuldades para falar por sentir dores nos pulmões e nas costelas, por conta das agressões sofridas desde o momento de sua prisão, ao ser imobilizado por policiais e agredido por supostos militantes do PSL.

O agressor foi preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), onde, segundo ele, dividiu com outros seis presos uma cela projetada para duas pessoas. Perguntado sobre medicações controladas receitadas por psiquiatras, ele disse já ter tomado remédios bastante fortes, mas que, como não tem ido ao médico, não tem usado nenhum nos últimos dias.

“Já tomei diferentes tipos de remédios controlados. Tem um, que não me recordo o nome, que é extremamente forte e derruba em menos de 15 minutos. Também fiz uso do Pamelor 50 [antidepressivo], que é mais brando. Fiz uso de um terceiro que não me lembro mais, mas não estou fazendo uso regular neste momento. Faz um bom tempo que não visito o médico”, disse o autor do atentado.

Agência Brasil

PT adapta jingle de Lula e pede voto no 13

O PT já colocou na rua as mudanças no material de campanha de Fernando Haddad ao Planalto e adaptou o jingle feito para o ex-presidente Lula, agora pedindo voto no 13, o número do partido. A estratégia é tentar garantir ao máximo a transferência de votos de Lula para Haddad, seu herdeiro político, chancelado nesta terça-feira (11) como candidato oficial do partido ao Planalto.

O jingle já começou a tocar no acampamento feito pela militância petista em frente à sede da Polícia Federal em Curitiba. Haddad será ali anunciado candidato ainda nesta tarde.

No lugar de “chama que o homem dá jeito”, em referência ao ex-presidente, agora a música canta “chama que o 13 dá jeito”. Para completar a transmutação de Lula para Haddad, o jingle também repete que “Haddad é Lula lá”, “Haddad é Lula, é o povo”.

A comunicação do partido já vinha trabalhando nos últimos dias nas adaptações dos programas eleitorais de rádio e TV, que mostrarão agora Haddad como candidato. Como mostrou a Folha de S.Paulo no mês passado, durante giro de Haddad pelo Nordeste, os petistas estabeleceram que uma das principais estratégias para a transferência de voto seria o apelo ao voto no 13, o número do PT, visto que a campanha é curta -faltam 25 dias para o primeiro turno- e Haddad ainda é bastante desconhecido na região.

Carta de Lula ao Povo Brasileiro

(FILES) This file photo taken on August 29, 2015 shows Brazilian former president (2003-2011) Luiz Inacio Lula Da Silva participating in the 12th Congress of the Brazilian Workers Union (CUT) in Belo Horizonte, Brazil, on August 28, 2015.
Brazil police search home on March 4, 2016 of ex-president Lula da Silva in corruption probe. / AFP / DOUGLAS MAGNO

Meus amigos e minhas amigas,

Vocês já devem saber que os tribunais proibiram minha candidatura a presidente da República. Na verdade, proibiram o povo brasileiro de votar livremente para mudar a triste realidade do país.

Nunca aceitei a injustiça nem vou aceitar. Há mais de 40 anos ando junto com o povo, defendendo a igualdade e a transformação do Brasil num país melhor e mais justo. E foi andando pelo nosso país que vi de perto o sofrimento queimando na alma e a esperança brilhando de novo nos olhos da nossa gente. Vi a indignação com as coisas muito erradas que estão acontecendo e a vontade de melhorar de vida outra vez.

Foi para corrigir tantos erros e renovar a esperança no futuro que decidi ser candidato a presidente. E apesar das mentiras e da perseguição, o povo nos abraçou nas ruas e nos levou à liderança disparada em todas as pesquisas.

Há mais de cinco meses estou preso injustamente. Não cometi nenhum crime e fui condenado pela imprensa muito antes de ser julgado. Continuo desafiando os procuradores da Lava Jato, o juiz Sérgio Moro e o TRF-4 a apresentarem uma única prova contra mim, pois não se pode condenar ninguém por crimes que não praticou, por dinheiro que não desviou, por atos indeterminados.

Minha condenação é uma farsa judicial, uma vingança política, sempre usando medidas de exceção contra mim. Eles não querem prender e interditar apenas o cidadão Luiz Inácio Lula da Silva. Querem prender e interditar o projeto de Brasil que a maioria aprovou em quatro eleições consecutivas, e que só foi interrompido por um golpe contra uma presidenta legitimamente eleita, que não cometeu crime de responsabilidade, jogando o país no caos.

Vocês me conhecem e sabem que eu jamais desistiria de lutar. Perdi minha companheira Marisa, amargurada com tudo o que aconteceu a nossa família, mas não desisti, até em homenagem a sua memória. Enfrentei as acusações com base na lei e no direito. Denunciei as mentiras e os abusos de autoridade em todos os tribunais, inclusive no Comitê de Direitos Humanos da ONU, que reconheceu meu direito de ser candidato.

A comunidade jurídica, dentro e fora do país, indignou-se com as aberrações cometidas por Sergio Moro e pelo Tribunal de Porto Alegre. Lideranças de todo o mundo denunciaram o atentado à democracia em que meu processo se transformou. A imprensa internacional mostrou ao mundo o que a Globo tentou esconder.

E mesmo assim os tribunais brasileiros me negaram o direito que é garantido pela Constituição a qualquer cidadão, desde que não se chame Luiz Inácio Lula da Silva. Negaram a decisão da ONU, desrespeitando o Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos que o Brasil assinou soberanamente.

Por ação, omissão e protelação, o Judiciário brasileiro privou o país de um processo eleitoral com a presença de todas as forças políticas. Cassaram o direito do povo de votar livremente. Agora querem me proibir de falar ao povo e até de aparecer na televisão. Me censuram, como na época da ditadura.

Talvez nada disso tivesse acontecido se eu não liderasse todas as pesquisas de intenção de votos. Talvez eu não estivesse preso se aceitasse abrir mão da minha candidatura. Mas eu jamais trocaria a minha dignidade pela minha liberdade, pelo compromisso que tenho com o povo brasileiro.

Fui incluído artificialmente na Lei da Ficha Limpa para ser arbitrariamente arrancado da disputa eleitoral, mas não deixarei que façam disto pretexto para aprisionar o futuro do Brasil.

É diante dessas circunstâncias que tenho de tomar uma decisão, no prazo que foi imposto de forma arbitrária. Estou indicando ao PT e à Coligação “O Povo Feliz de Novo” a substituição da minha candidatura pela do companheiro Fernando Haddad, que até este momento desempenhou com extrema lealdade a posição de candidato a vice-presidente.

Fernando Haddad, ministro da Educação em meu governo, foi responsável por uma das mais importantes transformações em nosso país. Juntos, abrimos as portas da Universidade para quase 4 milhões de alunos de escolas públicas, negros, indígenas, filhos de trabalhadores que nunca tiveram antes esta oportunidade. Juntos criamos o Prouni, o novo Fies, as cotas, o Fundeb, o Enem, o Plano Nacional de Educação, o Pronatec e fizemos quatro vezes mais escolas técnicas do que fizeram antes em cem anos. Criamos o futuro.

Haddad é o coordenador do nosso Plano de Governo para tirar o país da crise, recebendo contribuições de milhares de pessoas e discutindo cada ponto comigo. Ele será meu representante nessa batalha para retomarmos o rumo do desenvolvimento e da justiça social.

Se querem calar nossa voz e derrotar nosso projeto para o País, estão muito enganados. Nós continuamos vivos, no coração e na memória do povo. E o nosso nome agora é Haddad.

Ao lado dele, como candidata a vice-presidente, teremos a companheira Manuela D’Ávila, confirmando nossa aliança histórica com o PCdoB, e que também conta com outras forças, como o PROS, setores do PSB, lideranças de outros partidos e, principalmente, com os movimentos sociais, trabalhadores da cidade e do campo, expoentes das forças democráticas e populares.

A nossa lealdade, minha, do Haddad e da Manuela, é com o povo em primeiro lugar. É com os sonhos de quem quer viver outra vez num país em que todos tenham comida na mesa, em que haja emprego, salário digno e proteção da lei para quem trabalha; em que as crianças tenham escola e os jovens tenham futuro; em que as famílias possam comprar o carro, a casa e continuar sonhando e realizando cada vez mais. Um país em que todos tenham oportunidades e ninguém tenha privilégios.

Eu sei que um dia a verdadeira Justiça será feita e será reconhecida minha inocência. E nesse dia eu estarei junto com o Haddad para fazer o governo do povo e da esperança. Nós todos estaremos lá, juntos, para fazer o Brasil feliz de novo.

Quero agradecer a solidariedade dos que me enviam mensagens e cartas, fazem orações e atos públicos pela minha liberdade, que protestam no mundo inteiro contra a perseguição e pela democracia, e especialmente aos que me acompanham diariamente na vigília em frente ao lugar onde estou.

Um homem pode ser injustamente preso, mas as suas ideias, não. Nenhum opressor pode ser maior que o povo. Por isso, nossas ideias vão chegar a todo mundo pela voz do povo, mais alta e mais forte que as mentiras da Globo.

Por isso, quero pedir, de coração, a todos que votariam em mim, que votem no companheiro Fernando Haddad para Presidente da República. E peço que votem nos nossos candidatos a governador, deputado e senador para construirmos um país mais democrático, com soberania, sem a privatização das empresas públicas, com mais justiça social, mais educação, cultura, ciência e tecnologia, com mais segurança, moradia e saúde, com mais emprego, salario digno e reforma agrária.

Nós já somos milhões de Lulas e, de hoje em diante, Fernando Haddad será Lula para milhões de brasileiros.

Até breve, meus amigos e minhas amigas. Até a vitória!

Um abraço do companheiro de sempre,

Luiz Inácio Lula da Silva

Prefeitura de Caruaru oferece aulas gratuitas de teatro para mulheres

A Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), passará a oferecer oficinas terapêuticas semanais de teatro para mulheres, na sede do órgão público. O lançamento aconteceu na segunda-feira (10), no auditório da ASCES-UNITA e reuniu usuárias de diversos serviços oferecidos pela secretaria. A abertura foi marcada pela apresentação do Grupo de Teatro Cena Aberta, que encenou a peça Rastro, do escritor Jorge Andrade, e direção de Moisés Gonçalves.

As atividades da oficina teatral serão direcionadas tanto para as usuárias da SPM, do Centro de Referência da Mulher Maria Bonita, e estudantes de escolas públicas, quanto para o público feminino em geral. A atriz e diretora Paula Monteiro será a instrutora das aulas que contarão com o suporte terapêutico da gerente Ana Elizabeth e da psicóloga Silvania Cardoso, ambas do Eixo de Saúde da SPM. “O projeto tem o objetivo de despertar a capacidade de expressão corporal e emocional das participantes, através de técnicas teatrais, além de ampliar a consciência e a luta pelos seus direitos”, destacou a secretária da pasta, Perpétua Dantas.

Durante as ações serão trabalhados exercícios, jogos teatrais, leitura e interpretação de textos, além de montagem de esquetes para serem apresentados em eventos promovidos pela SPM, de acordo com as temáticas propostas. Para se inscrever, basta se dirigir à sede da secretaria que fica localizada na Rua Padre Rolim, nº 40, Bairro Maurício de Nassau, no horário comercial. O curso é exclusivo para mulheres e exige idade mínima de 16 anos. É necessário levar os documentos: RG, CPF e Nis (ou Cartão do Sus).

Tecnologia aliada à ortodontia traz benefícios a pacientes

O uso de novas tecnologias na área de saúde é cada vez mais crescente. E na Odontologia, não é diferente. O avanço tecnológico trouxe alternativas aos tratamentos bucais, como o uso do escaneamento digital e os aparelhos que são praticamente invisíveis. Para saber mais sobre os benefícios da tecnologia no desenvolvimento ortodôntico, conversamos com a Dra. Pâmela Ferrari, especialista em ortopedia facial e ortodontia, da clínica Abre o Bocão, no Parnamirim.

Segundo a especialista, atualmente existem softwares que possibilitam ao ortodontista uma gama de ferramentas digitais, que auxiliam o processo de diagnóstico, planejamento, prognóstico ortodôntico e principalmente, facilitam a comunicação com o paciente: “Através do software ClinCheck de tratamentos virtuais, por exemplo, conseguimos simular a correção da má-oclusão e o alinhamento dos dentes, permitindo mostrar ao paciente as projeções dos resultados esperados”, frisou Pâmela Ferrari.

MOLDAGEM MAIS CONFORTÁVEL – Com escaneamento intraoral – realizado por um equipamento que realiza impressões em 3D da boca do paciente, substituindo as tradicionais moldagens – além da precisão e exatidão da imagem digitalizada, tem-se ainda a vantagem de oferecer mais conforto para o paciente e eficiência nos tratamentos, segundo Pâmela. “A utilização dos modelos digitais é cada vez mais frequente em algumas especialidades da Odontologia, como a Prótese Dentária, Dentística e também na Ortodontia. Existem alguns sistemas de aparelhos ortodônticos que podem ser confeccionados utilizando os modelos digitais, como os alinhadores Invisalign”, continuou a profissional.

APARELHO DISCRETO – Desenvolvido em 1997, o Sistema Invisalign – uma sequência de alinhadores transparentes e removíveis, feitos sob medida para cada paciente – é uma alternativa ao uso dos aparelhos fixos tradicionais.”O paciente tem a liberdade para comer e beber o que quiser mesmo usando os alinhadores. Com eles também fica mais fácil escovar os dentes, usar o fio dental, mantendo a saúde bucal durante o tratamento ortodôntico. Além do conforto, pois não há bráquetes ou fios metálicos que possam quebrar ou irritar a boca.”, garantiu a especialista.

Indicado tanto para quem deseja fazer correções mais simples no sorriso como diastemas (espaços entre os dentes), o aparelho ortodôntico Invisalign atua em casos extremamente complexos, como dentes apinhados (falta de espaço para acomodar todos os dentes nas arcadas), mordida cruzada (quando não há um encaixe correto das arcadas superior e inferior), sobremordida (os dentes superiores sobrepõem os dentes inferiores), prognatismo (dentes inferiores ficam a frente dos superiores ao fechar a mordida) e mordida aberta (os dentes superiores não encostam com os inferiores quando a boca fecha). É indicado para tratar pacientes de todas as idades, sem restrições. “No entanto, é indispensável uma avaliação com ortodontista, pois após a avaliação clínica e estudo do caso é que podemos dizer qual tipo de tratamento é mais adequado para cada paciente”, finalizou.

Ministro assume comprometimento do Brasil com educação e desenvolvimento sustentável

O ministro da Educação, Rossieli Soares, destacou que o Brasil está comprometido com a Agenda 2030, durante palestra que proferiu na tarde desta terça-feira, 11, no Fórum de Parceiros da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), na sede do órgão, em Paris.

“Esta agenda tem importância ímpar para a construção de um forte alicerce para a promoção de uma educação inclusiva, igualitária e baseada nos princípios de direitos humanos e desenvolvimento sustentável”, disse.

A abertura do Fórum de Parceiros da Unesco foi realizada pela diretora-geral do órgão, Audrey Azoulay, que destacou a agenda 2030 como estratégica para a promoção da paz mundial. “Educação e cultura são as condições primordiais para a promoção da paz duradoura no mundo”, destacou.

Lançado em 2015 por representantes dos 193 Estados-membros da ONU, em Nova York, a Agenda 2030 é um plano de ação com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta.

“A Educação ocupa um lugar primordial na Agenda 2030. Se integram metas sobre educação em vários ODS. O ODS4, ‘Assegurar uma educação inclusiva e equitativa de qualidade e promover oportunidade de aprendizagem ao longo da vida para todos e todas’, é essencial e básico para alcançar todos os ODS”, enfatizou Rossieli.

O Fórum de Parceiros da Unesco busca fortalecer os meios de implementação. O apoio do setor privado, a assistência oficial ao desenvolvimento, os investimentos nacionais, as alianças entre diversos interessados são alguns dos principais meios para o alcance dos ODS.

Rossieli Soares enfatizou que o Brasil vem desenvolvendo diversos projetos de cooperação internacional com a Unesco, cujo modelo tem provado eficiência, eficácia e importância. “A parceria com o Escritório da Unesco no Brasil é fundamental para a consolidação das políticas nacionais e melhoria dos indicadores educacionais”, ressaltou o ministro.

A moderadora do painel foi Hana Mitri Shahin, diretora-executiva da Fundação Rei Hussein, que além do ministro Rossieli Soares contou com os demais painelistas: Anesee Bin Ibrahim, embaixador permanente da Malásia para a Unesco; Charmaine Villet, reitora da Faculdade de Educação da Universidade da Naníbia; Alain Kahasha Ntarhiba, diretor da Airtel Gabão e Carole Guertler, diretora da Fundação Drosos.

Reuniões – Após a palestra, o ministro Rossieli Soares realizou duas reuniões na sede da Unesco. A primeira foi com o diretor-geral de Cultura do órgão, Ernesto Ottone, em que tratou das Medidas Provisórias dos fundos com doações privadas para financiar projetos de interesse público por meio de fundos patrimoniais.

“Essas MP’s serão de grande importância não só para o Museu Nacional e beneficiará outras entidades, permitindo a criação de fundos que apoiem causas ou instituições diferentes. Esse é um desejo das instituições educacionais e culturais do Brasil”, destacou o ministro.

Rossieli Soares ressaltou a importância do escritório do Brasil na Unesco, no processo de reconstrução do Museu Nacional.

O ministro também reuniu-se com a diretora-geral adjunta de Educação da Unesco, Stefania Giannini, ocasião em que reafirmou o compromisso do Ministério da Educação do Brasil com a Agenda 2030.

“O governo brasileiro compartilha com a Unesco a responsabilidade na implementação de todas as atividades da Agenda 2030, alinhando os resultados com as prioridades nacionais e também com as grandes áreas de mandato da Unesco”, disse.

Icia receberá homenagem na Câmara de Vereadores de Caruaru

Através de propositura do presidente da Câmara, vereador Lula Tôrres (PSDB), o Instituto do Câncer Infantil do Agreste (Icia) irá receber, nesta quarta-feira (11), uma homenagem pelos seus 15 anos de existência. A sessão solene deverá acontecer às 20h, na sede do Poder Legislativo de Caruaru.

Para o propositor da solenidade, o trabalho que o Icia vem realizando ao longo dos anos é de fundamental importância. “O Icia merece esta homenagem. Como parlamentar, uma das minhas funções também é fazer com que setores relevantes e indivíduos engajados com as questões sociais do município recebam o seu devido reconhecimento, a partir de ações desta casa. E o instituto faz um belo trabalho no que diz respeito ao tratamento das crianças com câncer e amparo e apoio às famílias. Algo imprescindível na vida de quem enfrenta uma doença tão agressiva”, destaca Lula.

O Icia

Funcionando como uma entidade sem fins lucrativos, o Instituto do Câncer Infantil do Agreste (Icia) nasceu a partir da ideia do médico Luiz Henrique Soares, em 2003, e o seu objetivo é trazer tratamento, apoio e atendimento multidisciplinar gratuito para crianças com câncer. Até o momento mais de 60 mil atendimentos já foram feitos na instituição.

O que? Homenagem aos 15 anos do ICIA

Quando? Quarta-feira, 12, ás 20h

Onde? Poder Legislativo de Caruaru

Artigo: Como fidelizar clientes?

Por Antonio Bigaton

Se conquistar clientes já é uma tarefa árdua, fidelizar é ainda mais desafiador. Com a concorrência cada vez maior e as distâncias sendo reduzidas ao toque de um clique, o cliente só volta a comprar no mesmo lugar se ficar realmente muito satisfeito. E, não estamos falando apenas da qualidade de um produto ou serviço. Com o consumidor mais bem informado e exigente, são muitas as variáveis que ele considera antes de se tornar fiel a um estabelecimento. Por esse motivo, listei aqui dicas preciosas para fazer o seu cliente voltar sempre.

– Invista num bom atendimento: Atenda os seus clientes como você mesmo gostaria de ser atendido. Cortesia e presteza são fundamentais a qualquer profissional que lide diretamente com o público. Portanto, é fundamental investir em bons treinamentos para que sua equipe seja capaz de oferecer um atendimento de excelência, fazendo com que o cliente se sinta à vontade, encontre o que procura e, principalmente, que saia muito satisfeito com a experiência vivida dentro do seu estabelecimento.

– Entenda bem o seu cliente: Com tantas ferramentas tecnológicas disponíveis atualmente, certamente existe uma que atenda exatamente as suas necessidades para entender bem o perfil do seu cliente. Sabe-se que as pessoas não querem mais ser tratadas apenas como “mais um”. Para dar esse toque especial e refinar o relacionamento, é preciso conhecer o cliente mais a fundo. Qual é a frequência que ele visita a sua empresa? O que ele costuma procurar? Qual é o comportamento dele dentro da loja? Ter essas informações e usá-las de forma estratégica é crucial nos dias de hoje.

– Aposte na comunicação: Além de ser conhecido, seu cliente deseja ser impactado com informações relevantes para ele. Nesse sentido, o marketing de conteúdo tem desempenhado um excelente papel, oferecendo informações em cada fase de maturação do cliente. Se ele ainda está na fase de busca e pesquisa, um e-book com mais informações sobre o seu produto ou serviço pode agradar. Já se ele estiver decidido a comprar, um cupom de desconto pode fazer a diferença entre o sim e o não dele.

– Crie uma experiência: Independentemente se você trabalha com produtos ou serviços, o que todo cliente busca hoje é viver uma experiência de compra. Então, aposte em criar momentos memoráveis para ele. Mostre ao seu cliente que ele é único e merece ser tratado com muito cuidado. Busque pequenas personalizações, como tratá-lo pelo nome, descobrir o motivo dele estar buscando a sua empresa, quais são as expectativas dele, etc. Tendo informações valiosas vai ficar muito mais fácil encantar.

– Dê algo mais aos VIPs: Clientes fiéis não merecem ser tratados da mesma forma que todos os outros. Aposte em programas de fidelidade, capazes de fazer com que ele se sinta realmente recompensado por frequentar sempre o seu estabelecimento. Ofereça vantagens que vão além do “faça 10 e ganhe 1”. Felizmente, hoje há vários recursos que permitem criar vantagens realmente atrativas para o cliente premium, como é o caso do Unique Club, um clube de vantagens que oferece descontos em milhares de empresas, como restaurantes, livrarias, cinema e universidades. Os benefícios vão muito além do seu espaço.

– Capte depoimentos: Não importa se a compra é de baixo ou grande valor. Todo cliente gosta de saber que por aquela empresa já passaram clientes tão satisfeitos que foram capazes de deixar o seu depoimento. Aqui pode ser uma foto, um vídeo ou um relato escrito. Isso aumenta a confiança de quem está chegando agora e motiva novas compras. Mantenha os depoimentos sempre atualizados, a fim de que o cliente que volta, veja que há cada vez mais clientes satisfeitos ali.

Seguindo todas essas dicas, as chances de o seu cliente voltar e se tornar fiel aumentam consideravelmente. Buscar um concorrente nem vai estar nos planos dele. Sendo bem cuidado e muito mimado, nenhum cliente vai deixar de consumir o que você tem a oferecer. Afinal, você não vende apenas produtos ou serviços. Você entrega benefícios e valor.

Antônio Bigaton é Administrador de empresas formado pela FAAP e sócio diretor da Company Group.

Justiça concede liberdade a 44 socioeducandos do Case Abreu e Lima

As audiências concentradas promovidas pela Vara Regional da Infância e Juventude da 1ª Circunscrição na segunda (10) e nesta terça-feira (11) resultaram na extinção da medida socioeducativa de metade dos adolescentes e jovens que tiveram os processos reavaliados. Dos 51 internos do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Abreu e Lima que participaram das sessões, 25 foram liberados e puderam voltar para casa. Outros 19 foram beneficiados com a liberdade assistida, passando a cumprir a medida socioeducativa em meio aberto, com acompanhamento da Justiça. Com isso, 44 socioeducandos puderam deixar a unidade. Nos dois dias de mutirão, apenas sete tiveram a internação mantida pelo Judiciário.

As sessões ocorreram na sede do Centro Integrado da Criança e do Adolescente (Cica) do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), no bairro da Boa Vista, no Recife. Só no primeiro dia, 35 internos participaram das audiências. Quinze deles receberam a extinção da medida, 14 conquistaram a liberdade assistida e seis tiveram a internação mantida. Já nesta terça-feira, dos 16 avaliados, dez tiveram a medida extinta e cinco conquistaram a liberdade assistida. “Neste segundo dia, apenas um socioeducando voltou para a unidade. Foi um processo vitorioso, em que várias diretorias, setores e unidades da Funase se uniram disponibilizando técnicos, agentes socioeducativos, veículos e outros meios para atender a uma grande logística e garantir a participação dos 51 socioeducandos nas audiências”, disse a diretora geral da Política de Atendimento da Funase, Íris Borges.

Para o coordenador geral do Case Abreu e Lima, Abinoan Barboza, o resultado das audiências concentradas foi simbólico, sobretudo, para os socioeducandos, que se viram recompensados pelo bom comportamento e pelo envolvimento em atividades pedagógicas, itens considerados pela Justiça no momento de rever os processos dos adolescentes. “Finalmente podemos comprovar aos socioeducandos que a cultura de paz, o envolvimento e o aproveitamento nas atividades pedagógicas proporcionou a eles a conquista da tão desejada liberdade, com a consciência de que há bons caminhos a serem seguidos numa sociedade onde podem e têm o direito de ser incluídos. Faço agradecimentos à minha equipe e a todos os que contribuíram para esse momento nesses dois dias”, afirmou.

As audiências concentradas foram implantadas em Pernambuco em 2013, beneficiando, até agosto de 2018, aproximadamente 1.417 socioeducandos. Somente nos últimos três meses, quatro Casas de Semiliberdade (Casem) receberam os mutirões, que beneficiaram 47 pessoas. No último mês de junho, seis adolescentes da Casem Caruaru tiveram os processos analisados, e um teve a medida extinta. No mês seguinte, foi a vez de as socioeducandas da Casem Santa Luzia, no Recife, serem contempladas. Já em agosto, ocorreram mutirões em outras duas unidades. Na Casem Areias, oito adolescentes tiveram os casos reavaliados, e dois receberam a extinção da medida. Já na Casem Casa Amarela, participaram 23 socioeducandos. Quatro deles foram liberados para o cumprimento da medida socioeducativa em meio aberto.

/**/

Prefeitura de Sanharó tem avaliação positiva na Saúde

A população de Sanharó tem mais um motivo para comemorar na área da Saúde. As equipes de Saúde da Família e do Nasf (Núcleo Ampliado de Saúde da Família), da Secretária de Saúde, obtiveram classificação “Boa” e “Muito boa”, em avaliação realizada pelo Ministério da Saúde.

A avaliação é feita através do Programa Nacional de Melhoria do Acesso com Qualidade (PMAQ). Nesse processo, equipes do Ministério da Saúde visitam as unidades de atendimento e avaliam a qualidade dos serviços.

O secretário de Saúde de Sanharó, Hérico Costa, faz questão de parabenizar todos os profissionais e funcionários que compõem as Equipes de Saúde da Família e do NASF. “Este resultado mostra também o compromisso do prefeito com os serviços básicos de saúde em nosso município, que é a porta de entrada do SUS. Parabéns a todos”.

O prefeito Heraldo Oliveira destaca que essa é mais uma das conquistas na área. “A semana passada recebemos um ônibus especialmente projetado para transportar pacientes que precisam de Atendimento Fora do Domicílio (TFD). Entre outras coisas, estamos construindo três Unidades Básicas de Saúde”, completa.