Prefeitura realiza o 1º Camp Internacional de Flag Football

Alunos, entre 12 e 14 anos da rede pública e privada de Caruaru, vivenciaram uma experiência única de intercâmbio esportivo, no último final de semana, com a realização do 1º Camp Internacional de Flag Football. O evento, promovido pela ONG americana Life League, aconteceu no Ginásio Municipal Poliesportivo Prof. Erlandsen Rodrigues da Silva, no município, e contou com o apoio da Prefeitura de Caruaru, através da Gerência de Esportes e Lazer da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH).

A modalidade esportiva, que é uma variação do futebol americano – conhecido nos Estados Unidos apenas como “football” – foi novidade para boa parte dos alunos que entrou nas disputas. Por esse motivo, o evento foi dividido em dois momentos: o teórico, com a demonstração do esporte e os ensinamentos didáticos pela equipe da ONG, na parte da manhã, e as disputas práticas, que aconteceram no período da tarde. Todos os alunos receberam uniforme oficial para disputarem as medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugares.

O Brasil foi o primeiro país a receber a ação internacional da Life League, sendo Caruaru, em Pernambuco, a primeira cidade brasileira a sediar o projeto. O contato da League foi através do americano Brandon Brown, fundador da ONG 4way Mentoring, amigo de Jeffrey Tarver, CEO da Life League USA, que esteve no município a convite do time de futebol americano “Caruaru Wolves” e falou para Jeffrey do trabalho desenvolvido pelo time da cidade.

O CEO da Life League USA, o americano Jeffrey Tarver, falou do objetivo do intercâmbio esportivo que pretende levar o flag football para outras nações. “O nosso maior objetivo é expandir o projeto para todos os países, menos Antártida, além de levar a mentalidade de crescimento para as crianças e a interculturalidade entre os povos. Queremos ensinar as lições que serão boas para a vida de todas as crianças, independente de nacionalidade e de suas escolhas”, destacou Jeffrey.

“Eu já treino numa escolinha de futebol de flag, mas essa experiência para quem está chegando agora é muito boa para que outros estudantes também possam ter a noção do esporte. Aconselho todo mundo a praticar, pois, além do conhecimento de uma nova modalidade, a prática esportiva, de modo geral, é boa para a saúde do atleta”, avaliou o estudante do Colégio Interativo, Marcelo Augusto Feijó, de 12 anos.

/**/

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.