5 formas de poupar dinheiro para viajar 2x no ano

5 formas de poupar dinheiro para viajar 2x no ano

Não basta apenas sonhar acordado e lamentar a falta de dinheiro para viajar, isso tudo basta planejamento e foco! Economizar aqui, diminuir ali… é possível abrir mão de algumas coisas do dia a dia para poupar grana e conseguir fazer a viagem que tanto deseja. Confira algumas dicas básicas que o Juros Baixos listou que podem ser uma solução para você.

1 – Pare de fumar
Para além dos malefícios para a saúde, o tabaco é também muito perigoso para quem está tentando economizar dinheiro.

2 – Faça refeições em casa
Comece a cozinhar as suas refeições em casa e deixe de jantar fora por uns tempos. Leve até marmita para o emprego se tem por hábito almoçar em restaurantes.

3 – Partilhe a casa
Se estiver casado e com filhos talvez a ideia de partilhar casa seja um pouco descabida mas, em outros cenários, é uma excelente forma de poupar dinheiro para viajar.

4 – Venda o que não usa mais
Use e abuse de sites de revenda para gerar dinheiro a partir de bens que já não utiliza e podem ser úteis a outra pessoa.

5 – Compre de 2ª mão
O que poupar em roupa cara e “de marca” durante um ano pode equivaler a muitos e muitos dias de viagem mundo afora.

6 – Beba menos álcool
A par dos jantares com amigos, as saídas noturnas são provavelmente o maior inimigo da poupança. Passe a controlar melhor esse tipo de gasto.

ARTIGO — Tragédia

Maurício Assuero

O rompimento da barragem em Brumadinho-MG ceifou vidas e casou um impacto ambiental que levará anos para ser reparado. No esteio da dor, a gente vê inúmeros posicionamentos de pessoas criticando com veemência desde o processo de privatização da Vale do Rio Doce até o governo de Bolsonaro que acabou de assumir a presidência.

Um dos questionamentos mais comum falava sobre a privatização da Vale, ou seja, perguntava-se se valeu a pena privatizar a Vale. Seguramente! Se não fosse a privatização esse desastre e o de Mariana, há três anos, teriam ocorridos na primeira década desse século. Depois da privatização a Vale fez investimentos que nas mãos do governo teriam levado anos para se concretizar. Não custa lembrar que Lei ? 8666/93 (Lei das Licitações) é exigida para qualquer compra do poder público e, por isso, é o principal instrumento de desvios de recursos e de pagamentos de propinas.

O problema não foi a privatização. O que se enxerga é uma falha técnica, mas que se faz necessário uma apuração criteriosa. Os engenheiros responsáveis por atestar a capacidade técnica da barragem foram presos, mas precisa ver o laudo técnico emitido por eles, porque este laudo poderia se referir a um momento estático, ou seja, eles podem ter externado a situação da barragem no momento da vistoria. Se não há considerações sobre os ajustes necessários para manutenção da segurança, eles foram, no mínimo, ingênuos.

O baque dessa tragédia nós estamos começando a sentir na pele. Pessoas queridas desaparecidas formando um misto de carne e lama. Filhos angustiados sem notícias dos pais e vice-versa. Uma porta aberta a espera de alguém que provavelmente não virá. O lado humano é penoso. É dolorido.

Do ponto de vista econômico, as ações da Vale desvalorizadas em mais de 20% e uma perda no valor de mercado da empresa da ordem de R$ 71 bilhões. Diga-se, que a capacidade de recuperação da Vale é alta, pois, o acidente em Mariana também provocou uma forte queda no valor da empresa, mas três anos depois, do ponto de vista econômico, aquelas questões estavam equalizadas.

Fica o exemplo de que um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar. Precisamos parar e olhar o que temos na legislação ou que podemos mudar para dar segurança aos trabalhadores, mas também a investidores. Uns pensam na perda humana. Outros pensam nas perdas financeiras e, infelizmente, este sentimento se sobrepõe ao primeiro. Por isso as ações da Vale caíram. No mercado uma ação vale mais do que uma vida.

/**/

Formatura precisa que ser careta?

Depois de longos e árduos anos na graduação, o que o estudante mais espera, ao final do curso, é poder aproveitar a sua festa de formatura da melhor maneira possível. A colação e o baile são eventos que integram uma experiência coletiva, envolvendo não só o formando, mas também a família, amigos e colegas. É pensando nisso, que a agência de formaturas B2 – a maior empresa do segmento no Brasil – vem lançando, ano após ano, tendências que a diferem das demais. Seu objetivo principal é oferecer um serviço de alta qualidade e proporcionar aos clientes um momento único.

A turma de medicina da PUC-PR, que iniciou sua trajetória com a agência em 2015, comemorará neste sábado, dia 02 de fevereiro, o tão sonhado diploma. Artista de renome nacional, Buffet refinado com cardápios exclusivos, coquetelaria internacional e cenografia personalizada são alguns dos diferenciais presentes no evento de gala, que será realizado no Expo Unimed. Parcerias com marcas sofisticadas, como Chandon e Belvedere, agregarão ainda mais valor à formatura. De acordo com o diretor de projetos e relacionamento, Caio Palmieri, o trabalho desenvolvido ao longo de três anos e meio contará com mais de 500 pessoas na montagem e 70 fornecedores.

“Quando cheguei a Curitiba, em 2013, me deparei com bailes de formatura nos quais se comprava comida e imperava o ‘open rolha’. Isso para mim, que vinha das festas do sudeste, parecia um absurdo e minha sala concordava que isso precisava mudar. Esse foi um dos grandes motivos que nos fez escolher a B2. Arriscamos em investir no novo e fugir do mesmo”, explica Pedro Visconti, presidente da comissão de formatura da turma de medicina da PUC-PR.

Exclusividade e criatividade são palavras que não faltam no repertório dos produtores, que costumam ser tão jovens quanto seus clientes. Os ambientes “instagramáveis”, por exemplo, são uma grande aposta da agência nessa temporada. A proposta é que os participantes possam interagir, compartilhar e recordar a satisfação do momento. Além disso, a iniciativa de reciclagem dos materiais, ao fim da festa, a utilização de canudos sustentáveis e acessibilidade já fazem parte dos valores da empresa. A B2 ainda inova no mercado ao ofertar atendimento Premium, com hostesses bilíngues e diversas estações de serviços.

A regra de ouro da empresa curitibana é fugir do padrão. As referências da empresa vêm de várias partes do mundo e a certeza que fica é que não há limites na realização desse sonho. “Desde quando inauguramos, personalização e inovação fazem parte da nossa essência. Buscamos sempre sair do modelo tradicional e oferecer mais do que o óbvio, que se resume a mesa, palco e pista de dança”, completa Thales Ioris, sócio-diretor da B2.

Para conhecer um pouco mais sobre a empresa curitibana, acesse o site www.b2agencia.com.br.

Prefeitura de Caruaru promove Encontro de Educação em Rede

Tendo em vista a proximidade do ano letivo e com a finalidade de assegurar o sucesso escolar, a Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Educação, promove o Encontro de Educação em Rede que tem como tema: Competências Socioemocionais no Contexto Escolar.

O evento será realizado no Centro de Convenções – Senac Caruaru, das 8h às 12h e 13h30 às 17h, na próxima segunda-feira (04). O encontro, que faz parte do Juntos pela Educação, envolve professores das escolas municipais da cidade e do campo que participarão de diversas atividades com o propósito de trocar conhecimentos e experiências que estimularão as competências socioemocionais dos estudantes.

O objetivo é evidenciar a importância do acompanhamento pedagógico nos componentes de Língua Portuguesa e Matemática com base nos indicadores de avaliação, além disso, será um momento de entrosamento entre os profissionais, fortalecendo o diálogo.

A programação é vasta e envolve palestras e debates, entre eles, com o Mestre em Psicologia Social da Universidade de São Paulo (USP), João Roberto Araújo e a professora Gerliene Maia, coordenadora pedagógica da Editora Moderna.

Juntos pela Educação

Criado em 17 de julho de 2017 pela prefeita Raquel Lyra, o “Juntos pela Educação” é um movimento que visa transformar Caruaru pela Educação, impulsionando a qualidade e equidade da Educação Básica. Apartidário e plural, o programa tem a participação de representantes de diferentes setores da sociedade que são comprometidos com a garantia do direito a uma educação de qualidade para todos.

Dicas de como economizar na faculdade

Ao ingressar em uma universidade, o estudante precisa manter além do desempenho e disciplina, o controle com os gastos. Por estar iniciando na carreira profissional ou por possuir independência financeira, é necessário estar atento e não correr riscos, pois será necessário estar preparado economicamente após o término dos estudos. Para lhe ajudar, confira algumas dicas listadas pelo Juros Baixos.

1 – Defina um valor para lazer
Tenha em mente que você deve gastar no máximo 35% do seu rendimento mensal em lazer. 50% devem ser reservados para gastos essenciais e os 15% restantes para prioridades financeiras como pagamento de dívidas ou para uma reserva de emergência.

2 – Reutilize material didático
Peça aos seus veteranos a xerox da matéria emprestada ou divida com um colega. Além disso, verifique se não há os livros necessários para este período na biblioteca ou em pdf.

3 – Repense sua alimentação
Muitos estudantes acabam gastando muito com alimentação fora de casa e, muitas vezes para não pagar caro, trocam uma refeição por um lanche. Passe a levar marmitas e lanches de casa.

4 – Mensalidade
Se você estuda em uma faculdade particular, tente um desconto ou uma bolsa de estudos. Se sua situação estiver apertada, cogite a possibilidade de um financiamento.

5 – Otimize o seu transporte
Se você mora relativamente perto da sua faculdade, mas um pouco longe para ir a pé, que tal ir de bicicleta? É mais saudável, não polui o meio ambiente e te economiza a grana da passagem!

Encontre pessoas que façam o mesmo trajeto que você e que estejam dispostas a compartilhar o preço do combustível. O rateio desse valor sai mais em conta do que uma passagem de ônibus.

6 – Candidate-se a estágios
Uma maneira de aumentar sua renda e de dar uma turbinada no currículo é fazer um estágio. Além disso, tente uma vaga de monitor ou de pesquisa científica.

Estratégia digital é imprescindível para os negócios

De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), a geração Z – correspondente às pessoas que nasceram a partir do ano de 2001, e que cresceram num mundo imerso na tecnologia e nos avanços digitais – já representa 32% da população global em 2019, tendo se tornado numericamente mais expressiva que a geração anterior, nascida ainda no século passado. Frente a essa nova realidade, os negócios estão cada vez mais presentes nas redes e precisam se adaptar aos novos perfis de consumidores para se manterem vivos e competitivos. É o cenário no qual despontam os serviços de inteligência digital.

No ano passado, 94,4% das empresas brasileiras estiveram presentes nas redes sociais, afirma a pesquisa Social Media Trends. O número é expressivo, mas não trata da qualidade do uso dessas plataformas por esses empreendimentos, com foco no desenvolvimento dos negócios. “A maioria das empresas, grande ou pequena, já nota a eficiência do marketing digital para alavancar as vendas e mantê-las competitivas no mercado. Mas não basta apenas usar as plataformas e canais online para vender produtos e ofertas. As redes possuem um potencial muito maior que não pode ser desperdiçado quando se busca desenvolver uma marca”, explica Paula Dias, consultora mentora do Porto Digital e sócia da Nós da Rede, empresa prestadora de serviços digitais.

Com os consumidores cada vez mais imersos numa nova realidade e formatação cultural ligada às conexões feitas pela internet, as estratégias digitais tornam-se imperativas para as empresas que buscam crescimento. Ao passo em que a geração Z começa a atingir a maioridade, em 2019, passando a ter mais significância para o mercado, seus gostos e comportamentos vão influenciando também outras gerações. Sendo um grupo que não conhece um mundo que não seja digital e que não separa mais o online do off-line, a GenZ corresponderá a 40% dos consumidores globais até 2020, o que equivale a 44 bilhões de dólares em poder de compra, de acordo com a Pew Research.

Para o gerente da aceleradora de educação do Sebrae em Pernambuco, Thiago Suruagy, as conexões e novas formas de consumo e de interação com o mundo fazem parte de uma mudança cultural que precisa ser acompanhada pelas empresas para manter os negócios pulsantes. “Essa nova geração está completamente conectada e, daqui pra frente, as mudanças na sociedade e nos negócios serão cada vez mais velozes. Não dá mais para voltar atrás ou ficar parado no tempo. Muitos empresários, principalmente os mais tradicionais, ainda não veem que o cliente e o cenário mudaram. Nos últimos anos, a forma como interagimos, convivemos e consumimos mudou radicalmente e dois dos principais motivos foram a popularização dos smartphones e do acesso à internet”, pontua.

Serviços como gerenciamento de conteúdo e monitoramento digital, geração e conversão de leads, marketing digital, Google Ads, Youtube Advertising, Instagram Ads, mobile marketing, E-commerce, CRM, SEO e automação precisam estar cada vez mais no dia a dia das empresas. “O futuro é agora e a velocidade com que as mudanças estão acontecendo não permite que você ache que seu negócio está imune. A ruptura no seu mercado pode estar mais próxima do que você espera. Um dos primeiros passos para começar a se adaptar a esse novo cenário é deixar de ver seu cliente como cliente e passar a enxergá-lo como usuário. Quem estiver atento a essas movimentações e preocupado em implantar pequenas inovações constantemente sairá na frente”, declara Suruagy.

“O futuro dos serviços digitais está associado à inteligência. Não serve mais apenas entregar dados aos nossos clientes, é necessário que eles sejam lidos e traduzidos em estratégias possíveis e capazes de conduzir a jornada do cliente por um caminho prazeroso, simples e eficaz, criando e cultivando um relacionamento pessoal com ele”, finaliza Paula Dias.

Sobre a Nós da Rede – focada no mundo online, a empresa surgiu da soma da expertise em Marketing digital de Paula Dias, mentora do Porto Digital, com a experiência em comunicação empresarial de Antonio Tiné e Michele Cruz, sócios na Dupla Comunicação. Abrindo caminhos e possibilidades para as empresas atentas ao presente e ao futuro, a Nós da Rede surge para monitorar, extrair relatórios das plataformas digitais, interpretá-los explorando todo o potencial do ambiente online – e a partir deles, sugerir as estratégias mais eficientes a serem seguidas com foco no objetivo de cada negócio e no caminho do sucesso.

Último fim de semana violento em Caruaru

Na maior cidade do Interior de Pernambuco, quatro crimes de morte foram registrados, no último fim de semana, causando medo e sofrimento para muitas pessoas. Sem qualquer ligação, pelo menos de acordo com as investigações iniciais da polícia, todos os homicídios ocorreram em comunidades distintas da Capital do Agreste. Após os levantamentos cadavéricos do Instituto de Criminalística, os corpos das vítimas foram encaminhados ao IML local.

A adolescente Jacksiele Alves de Oliveira, de 17 anos, foi a primeira a ter vida tirada de forma violenta. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, o marido da jovem, identificado como Natan Donato de Almeida Silva, de 26 anos, teria a matado brutalmente com golpes de facão, na madrugada do último sábado (26), na Rua Milão, no Bairro São João da Escócia. O feminicídio aconteceu no imóvel, onde ambos moravam.

Após o crime, Natan se escondeu na casa da sua mãe, de nome não informado, mas acabou sendo preso, logo em seguida, pelo 4º Batalhão da Polícia Militar. Segundo os relatos de vizinhos, o casal vivia em constante atrito, sendo a vítima agredida fisicamente por várias vezes. Jacksiele era mãe de um filho de Natan. O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Plantão, onde foi ouvido e, posteriormente, seguiu para audiência de custódia.

Ainda no sábado, mas já à noite, o jovem Allef Matheus da Silva Santos, de 19 anos, foi assassinado com dez tiros, na frente do Residencial Alto Moura. De acordo com informações repassadas pela Civil, ele morava na comunidade onde foi morto, era usuário de drogas, bem como teria envolvimento com roubos. Allef tinha passagem pela polícia por assalto e tráfico. Ele era bastante temido pela vizinhança.

Já na manhã do último domingo (27), o desempregado David Elifas Ferreira do Nascimento foi assassinado a facadas na Rua Professor Ferrúcio, no Bairro São Francisco. Ele teria sido morto, segundo as primeiras informações da polícia, pelo desafeto Cliverton Onófrio Amorim Silva, de 19 anos, com qual teria discutido momento antes da morte. Até o fechamento desta matéria, o suspeito encontrava-se foragido.

Também no domingo, a Polícia Civil de Pernambuco acabou computando a morte do mestre de obras, Antônio Rodrigues da Silva, de 54 anos. De acordo com as investigações preliminares, a vítima encontrava-se dentro da garagem de casa, quando foi abordada por dois criminosos que estavam em uma motocicleta. Os executores teriam perguntado sobre o enteado de Antônio, conhecido como Elvis, que não se encontrava no imóvel. Com a ausência do jovem, os assassinos decidiram efetuar vários disparos contra o mestre de obras.
Ao todo, 13 homicídios já foram registrados, neste ano, na Capital do Agreste.

Adote um Amigo é atração no Caruaru Shopping

Mais uma edição do projeto “Adote um Amigo” será realizada pelo Caruaru Shopping neste domingo, dia 3 de fevereiro. O evento acontecerá no lounge próximo à agência de viagem, das 11h às 17h, e é uma grande oportunidade para dar um lar a um bichinho.

Na ocasião estarão disponíveis 50 animais (cães e gatos), entre adultos e filhotes. Para que o processo de adoção seja firmado, é necessário que o interessado apresente um documento com foto e comprovante de residência. Ao fim, um cadastro será feito e o pet poderá ser levado para casa. “Lembrando que todos os animais já estão vacinados”, afirmou Walace Carvalho, gerente de Marketing do centro de compras e convivência.

O Caruaru Shopping fica localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, no Bairro Indianópolis.

Domingos de fevereiro terão muita diversão em Surubim

Mantendo a tradição de oferecer programação para crianças, jovens e adultos, o Sesc Ler Surubim vai oferecer, nos quatro domingos de fevereiro, atividades. No dias 3, 10, 17 e 24 do mês, crianças e adultos poderão participar de uma série de práticas recreativas, aquáticas e esportivas, sempre das 9h às 15h. “É um momento em que todos podem usufruir das instalações da nossa unidade e se confraternizar”, afirma Nelma Farias, gerente do Sesc Ler Surubim.

Para as crianças, tem brinquedos e brincadeiras em todos os espaços do Sesc, sempre acompanhadas pelos recreadores da instituição. Para adultos, há jogos de salão e sorteios. E para todas as idades, um banho de piscina e muita música. Para o público geral, a entrada custa R$ 8; já os trabalhadores do comércio e seus dependentes têm desconto e pagam R$ 4.

E neste domingo (03/02), o público do Sesc Lazer terá música ao vivo e poderá participar de uma ação de saúde promovida pelo setor de Assistência Social da Unidade. Serão realizados testes de glicemia e aferição de pressão. Além disso, o Sesc Ler vai contar com a parceria das Óticas Diniz, que vai realizar testes de visão e fazer uma exposição de óculos de sol. Estas ações serão gratuitas.

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 20 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

Serviço: Projeto Sesc Lazer

Datas: 3, 10, 17 e 24 de fevereiro de 21019

Local: Sesc Ler Surubim – Rua Frei Ibiapina, s/n, bairro São José

Horário: das 9h às 15h

Entrada: R$ 8 (público geral) / R$ 4 (Trabalhadores do comércio e seus dependentes)

Informações: (81) 3634-5280

49,2% dos estudantes pretendem aprender uma nova língua em 2019

Janeiro
é um mês marcado por planejamento, metas e sonhos para os próximos meses. Aprender um novo idioma aparece como prioridade para 49,2% dos estudantes que responderam a uma pesquisa realizada pelo Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE entre os dias 4 e 24/01
de 2019.

Ser
voluntário representa a pretensão de 16,5% dos entrevistados, enquanto que 8,7% desejam realizar uma viagem de intercâmbio cultural. Chama a atenção que mais de um quarto daqueles que responderam a pesquisa pretendem realizar as três experiências ainda este
ano. Mais de 20 mil pessoas responderam a enquete.

Além
disso, um segundo levantamento realizado no mesmo período e que contou com mais de 21 mil respostas, apontou que os jovens estão com grandes metas de estudo para 2019. Enquanto 42,6% querem entrar em uma faculdade, 23,7% ainda vão entrar em um curso superior
e um total de 29,9% deseja realizar um curso extracurricular. Menos de 4% dos entrevistados responderam que não possuem nenhuma meta para este ano.

Sobre
o CIEE

Desde
sua fundação, há 54 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de 200 mil estudantes e a aprendizagem
de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltadas à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações vulneráveis.

Acompanhe
o CIEE pelas mídias sociais:
Facebook,Instagram,
Twitter,
YouTube,
Linkedin e
www.ciee.org.br