Música no Palácio abre a temporada 2019 com tributo a Elis Regina neste domingo (17)

A cantora e compositora Sheyla Costa, acompanhada pela Orquestra Matéria Prima, apresenta “Na pele de Elis”, tributo que reúne os grandes clássicos de Elis Regina, neste domingo (17), às 10h, no salão de entrada do Palácio do Campo das Princesas. A iniciativa, chamada Música no Palácio, é promovida pelo Conservatório Pernambucano de Música mensalmente. Este é espetáculo que abre a temporada 2019 do projeto.

Recifense e com 23 anos de carreira, Sheyla criou o projeto para homenagear a sua maior referência musical, colocando nas canções também a sua personalidade. O público poderá ouvir os sucessos de Elis como “Fascinação”, “Romaria”, “Como os nossos pais”, “Cais”, entre outros. A voz de Sheyla transpassa sua expressividade, envolvendo o público, que se emociona e canta junto.

A intérprete iniciou sua carreira internacional e 1997, apresentando o seu trabalho pela França e ao redor do mundo. Em 2008, ela produziu o seu primeiro EP máxi, com cinco faixas, e o segundo com seis músicas no estilo jazz-funk. A cantora conta com a experiência de mais de mil shows feitos por todo mundo, a exemplo da África, Líbano, Nepal e Caribe.

“Elis Regina é minha maior referência de interpretação e como mulher pois além de defender os direitos femininos ela também levava muito a sério a situação dos artistas na sua época e defendia a classe com muita elegância. Já apresentei esse show no JGE, Manhattan Café, no réveillon do Serrambi Resort e agora unindo-me à orquestra Matéria Prima, que considero a melhor da cidade, tenho a honra de cantar no Palácio das Princesas. O repertório foi escolhido a dedo, relembrando os grandes clássicos que mais marcaram na voz de Elis. Espero estar à altura de tamanho desafio”, destacou Sheyla.

A Orquestra Matéria Prima é composta por 11 integrantes representativos da cena musical do Recife, em sua maioria de professores de música. O conjunto surgiu com o desejo de apresentar a jovens estudantes e amantes do gênero um repertório agradável, exigente e tipicamente brasileiro, por meio da junção do erudito e do popular.

Além da experiência em sala de aula, os músicos possuem a bagagem de ter trabalhado em shows e gravações com artistas renomados, como Antônio Nóbrega, Antulio Madureira, Paulo Diniz, Biafra, Gonzaga Leal, Getúlio Cavalcanti, Dalva Torres, dentre outros.

O PROJETO

O Música no Palácio foi criado em 2015, em comemoração aos 85 anos do Conservatório Pernambucano de Música. A ideia era realizar pequenas apresentações musicais, um domingo por mês, no hall de entrada do Palácio do Campo das Princesas, e em seguida, as pessoas teriam a oportunidade de aproveitar a visita guiada para conhecer a bela arquitetura da sede do Governo do Estado. “Passados mais de quatro anos do início do projeto, podemos afirmar com segurança, que ele já faz parte do calendário de eventos da cidade. A população ganhou um novo espaço musical, onde é possível apreciar a boa música. Ficamos muito felizes por proporcionar ao público que nos prestigia, música de qualidade, nos mais diversos estilos, seja erudita, popular, vocal ou instrumental, e o que é melhor, música feita por pernambucanos”, comemora a gerente geral do CPM, Roseane Hazin.

SERVIÇO

PROJETO MÚSICA NO PALÁCIO – Domingo, 17 de março, às 10h, no salão de entrada do Palácio do Campo das Princesas (Praça da República, S/N – Santo Antônio). Entrada gratuita.

Caruaru Shopping segue com projeto Feira da Família neste sábado (16)

O Caruaru Shopping, com o intuito de contribuir com a saúde dos seus clientes, está realizando a Feira da Família. Ela acontece todos os sábados, das 7h às 16h, no Piso E2 do edifício garagem.

A Feira da Família é realizada através de dezenas de expositores, que oferecem produtos livres de agrotóxicos, a exemplo de hortaliças, frutas, raízes e tubérculos (descascados, embalados e congelados a vácuo), bem como grãos, carnes, ovos, bolos, biscoitos e pães.

De acordo com Walace Carvalho, gerente de Marketing do centro de compras, a Feira da Família é a única aberta e livre do Bairro Indianópolis, onde está localizado o Caruaru Shopping. “O centro de compras e convivência também tem a preocupação de promover a saúde dos clientes e, pensando nisto, idealizamos este projeto que traz produtos in natura, tão difíceis de ser encontrados hoje em dia”, disse.

O Caruaru Shopping está localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, Indianópolis.

Dia do Consumidor deve servir de incentivo à conscientização

Para 76% dos consumidores entrevistados pela Boa Vista, em sua pesquisa feita especialmente para o Dia Mundial do Consumidor, comemorado em 15 de março, a data deve ser usada como uma oportunidade para conscientizar ainda mais os consumidores sobre os seus direitos, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) e outras legislações que o protegem na relação de consumo, e não para incentivar ainda mais as compras.

Para Pablo Nemirovsky, superintendente de Serviços ao Consumidor da Boa Vista, apesar de algumas marcas começarem a desenvolver ações para estimular as vendas em função deste dia, os consumidores ainda não veem como uma data comemorativa com diferenciais que compensem financeiramente ir às compras.

Quando estimulados sobre a possibilidade de ser uma data comemorativa do comércio, 70% responderam que o principal incentivo para ir às compras seria o de obter descontos, com redução de preço, juros menores ou isenção de juros. Em segundo lugar os entrevistados apontaram as promoções (16%), com ofertas tipo “leve 2 e pague 1” ou compre um produto e leve outro. E por último, a facilidade de pagamento (14%), com prazos mais longos ou não exigência de entrada, por exemplo. A pesquisa deixa claro que o aumento das vendas seria possível, se o varejo começasse a investir em propostas diferenciadas como faz na Black Friday.

Entre os produtos que poderiam ser de interesse dos entrevistados, caso houvesse incentivo às vendas na data, destacam-se: eletrodomésticos (15%); eletrônicos, empatados com alimentos e bebidas (12%); itens para casa e decoração (11%) e moda e acessórios, empatados com telefonia celular (10%).

A pesquisa identificou ainda um crescimento significativo entre os respondentes que disseram ter sentido uma melhora na percepção do poder de compra, em comparação ao mesmo período ano anterior. Em 2018, 19% tinham essa percepção, agora 25% disseram que melhorou. Para 45% a percepção do poder de compra diminuiu (era 49% em 2018), e para 30% está igual (era 32% em 2018).

Metodologia
Pouco mais de mil consumidores participaram da sondagem da Boa Vista realizada entre os dias 13 e 28 de fevereiro, em função do Dia Mundial do Consumidor, comemorado no dia 15 de março. A leitura dos resultados deve considerar 3% de margem de erro e grau de confiança de 95%.

SOBRE A BOA VISTA

A Boa Vista é uma empresa brasileira que alia inteligência analítica à alta tecnologia para transformar dados em soluções para os desafios de clientes e consumidores.

Criada há mais de 60 anos como SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), tem contribuído significativamente para o desenvolvimento da atividade de crédito no Brasil, ajudando o País a estabelecer uma relação de consumo mais equilibrada entre empresas e consumidores.

A Boa Vista é precursora do Cadastro Positivo, banco de dados com informações sobre o histórico de pagamentos, que deixa a análise de crédito mais justa e acessível.

Pioneira também em serviços ao consumidor, a Boa Vista responde por iniciativas que cooperam com a sustentabilidade econômica dos brasileiros, como a consulta do CPF com score, dicas de educação financeira e parcerias para negociação de dívidas. Tudo disponível de forma simples, rápida e segura no portal consumidorpositivo.com.br.

Atualmente é referência no apoio à tomada de decisão em todas as fases do ciclo de negócios: prospecção, aquisição, gestão de carteiras e recuperação.

Dados estão em toda parte. O que a Boa Vista faz é usar inteligência analítica para transformá-los em respostas e soluções às necessidades e desejos dos consumidores e empresas.

Inadimplência continua em desaceleração

Em fevereiro, os sinais de acomodação da inadimplência confirmam a tendência registrada no mês anterior. Dados apurados pelo Indicador de Inadimplência, da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), apontam que mesmo com o crescimento da ordem de 1,78% do número de consumidores negativados na comparação anual, o avanço foi o menor registrado desde dezembro de 2017.

Quanto ao número de dívidas, houve queda de 1,01% em relação a fevereiro de 2018. Contudo, assim como registrado nos Indicadores de janeiro deste ano, o volume de pendências continua crescendo em dois setores específicos: o de bancos, com avanço de 2,04%; e o de água e luz, com aumento de 11,38%. Em contrapartida, comércio e comunicação registraram quedas de 6,91% e 9,57%, respectivamente.

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, destaca que o crescimento da inadimplência em menor ritmo no País se dá simultaneamente ao aumento da oferta de crédito, segundo dados do Banco Central. “Por muito tempo, o avanço da inadimplência foi mitigado pela oferta de crédito diminuída. Agora, a desaceleração ocorre a despeito do crescimento das concessões, indicando um cenário melhor para o mercado de crédito”, explica a economista.

Mas o consumidor não pode se descuidar. Uma maior oferta de crédito no mercado pode ser tentadora, chegando a levar as pessoas a contrair dívidas que a levem a negativação. Para não incorrer neste risco, Marcela Kawauti dá algumas dicas para uma boa gestão de finanças pessoais. “Tomar crédito consciente e não movido por impulso; ter uma reserva financeira para lidar com imprevistos; evitar opções com altas taxas de juros, como cartão de crédito e cheque especial; planejar seu orçamento atual e futuro para o pagamento de parcelas; e renegociar suas dívidas com seus credores são sugestões que podem fazer toda a diferença para não incorrer na inadimplência”, aconselha Kawauti.

Brasil tem 62,01 milhões de negativados; Norte é a região com maior proporção de inadimplentes

O mês de fevereiro fechou com aproximadamente 62,01 milhões de brasileiros negativados, o que representa 40,1% da população acima dos 18 anos. No Sudeste, região que compreende o maior contingente populacional, o número de negativados chegou a 26,63 milhões ou 39,9% da população adulta local. O contingente também é grande no Nordeste, com 16,27 milhões de inadimplentes ou 39,8% da população adulta. No Sul são 8,42 milhões de consumidores com CFP restrito ou 36,9% da população local — a menor entre as regiões. Já no Centro-Oeste, o volume de negativados é de 4,98 milhões, o que corresponde a 41,8% dos residentes da região. No Norte, os negativados somam 5,72 milhões, sendo a maior proporção adulta local, com 46,9%.

Mais da metade dos consumidores entre 30 e 39 anos está inadimplente

Quanto à estimativa por faixa etária, a maior frequência de negativados continua neste mês, assim como em janeiro deste ano, entre os que têm idade de 30 e 39 anos. Em fevereiro, mais da metade da população nesta faixa etária (51,1%) estava com o nome inscrito em alguma lista de devedores, somando um total de 17,59 milhões.

Outro destaque é a proporção significativa de inadimplentes com idade de 25 e 29 anos (43,4%), da mesma forma que acontece na população idosa, considerando-se a faixa etária entre 65 a 84 anos, em que a proporção é de 32,8%. Já entre os mais jovens, com idade de 18 a 24 anos, a proporção cai para 16,5%.

Metodologia

O indicador de inadimplência do consumidor sumariza todas as informações disponíveis nas bases de dados às quais o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) têm acesso. As informações disponíveis referem-se a capitais e interior das 27 unidades da federação. A estimativa do número de inadimplentes apresenta erro aproximado de 4 p.p., a um intervalo de confiança de 95%. Baixe a íntegra do indicador e a série histórica em https://www.spcbrasil.org.br/imprensa/indices-economicos

O imediatismo compromete o futuro do brasileiro, segundo pesquisa

O brasileiro está cada vez mais fazendo planos e traçando metas para somente suas próximas 24 horas. Este imediatismo confirmou-se em uma pesquisa realizada pelo Datafolha, recentemente. O estudo mediu o nível do chamado “present bias”, palavra usada pelos economistas para definir o imediatismo. O resultado indica a resistência que as pessoas têm em abrir mão de consumir para o presente em troca de investir em seu futuro.

À medida que nossa tecnologia evolui de forma absurdamente rápida, nós aceleramos também, freando nossa habilidade de enxergar lá na frente, ter um olhar no futuro. “Limitamos nossas perspectivas para um limite diário de ideias e possibilidades, buscando satisfazer desejos imediatos e pequenas conquistas passageiras” afirma a psicóloga Natália Bervian.

Sabe aquela clássica frase “Só damos valor a algo quando realmente sentimos falta”? – Ela é válida para inúmeras situações na vida do ser humano, dentre elas o conhecimento. Temos a ligeira impressão de que só precisamos conhecer a partir do momento que usufruir se torna indispensável. É como aprender um novo idioma – que para muitos só passa a ser prioridade quando a oportunidade de um bom emprego ou uma viagem ao exterior bate à porta.

Gabriel Finger só foi entender a importância que o inglês aprendido quando criança traria para seu futuro quando uma dessas oportunidades veio de forma inesperada. “Trabalhava em uma empresa multinacional de compra e venda de soja. Eu ficava encarregado, entre outras coisas, de manter contato via e-mail com os investidores dos Estados Unidos. Em pouco tempo recebi uma proposta para me mudar para Chicago, cidade mais populosa do estado de Illinois, e cuidar do negócio diretamente de lá. Se não fosse pelo meu inglês, certamente não teria sido eu a ocupar este cargo”, afirma.

Atualmente, de volta ao Brasil, Gabriel trabalha para que outras pessoas tenham estas oportunidades. Com toda sua bagagem e experiência, tornou-se gerente de negócios da KNN Idiomas. “Eu realmente presenciei o poder que o inglês tem no futuro de uma pessoa e hoje, felizmente, trabalho para que os outros possam também entender e dar valor antes mesmo de pensarem que precisam. Uma vez que você tem o conhecimento você sem dúvidas achará um jeito de usar”, conclui.

Sesc Pesqueira reforça folia de Momo na Ressaca de Carnaval

Para relembrar a alegria de uma das principais festas populares do país, o Sesc Pesqueira realiza, neste domingo (17/3), a Ressaca de Carnaval. Uma série de atividades recreativas será oferecida ao público, que poderá participar de forma gratuita. A festa acontece no Espaço Varanda da Unidade e começa às 9h.

Entre as atividades, serão realizadas brincadeiras para as crianças, jogos de salão e banho de bica. A animação fica por conta do cantor Jelf do PenDrive, que vai tocar os ritmos que foram sucesso no Carnaval em Pesqueira, a partir das 11h.

Durante a Ressaca, acontece a abertura oficial da Copa Sesc Pesqueira de Futebol de Campo, que será disputada até o dia 16 de junho e conta com 13 equipes participantes, da cidade e região. As partidas serão realizadas todos os domingos, sempre das 8h às 12h, no campo da Unidade. Para o público, a entrada para conferir os jogos é gratuita.

“Relembrar o Carnaval é sempre muito divertido e o Sesc sempre proporciona essa festa uma semana depois do fim da folia nas ruas da cidade para preservar o clima de folia na cidade”, afirma José Andreilson Miranda, professor de Esportes do Sesc Pesqueira.

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 20 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br

Serviço: Ressaca de Carnaval

Data: 17 de março

Local: Espaço Varanda do Sesc Pesqueira – Av. Luiz de Almeida Maciel, s/n, Baixa Grande

Horário: das 9h às 15h

Entrada gratuita

Informações: (87) 3835-1164

Humberto acusa Ministério da Saúde de mentir sobre Samu e pasta retira informação do ar

Ex-ministro da Saúde do governo Lula, o atual líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), identificou, nessa quinta-feira (14), que o Ministério da Saúde publicou nas suas redes oficiais, na noite de ontem, informações falsas sobre a data de criação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192). Ele denunciou a disseminação de fake news em post publicado no Twitter, em resposta ao próprio ministério, e, na sequência, a pasta retirou o conteúdo do ar.

O Ministério da Saúde havia divulgado, no seu Instagram e no próprio Twitter, que o Samu foi criado em 1995. Humberto, que foi ministro da Saúde entre 2003 e 2005, ressaltou que, na verdade, o serviço que hoje atende mais de 163 milhões de brasileiros em cerca de 3,4 mil municípios foi implementado no país por meio de uma portaria assinada por ele em 2003.

“O Ministério da Saúde espalhou uma notícia falsa para todo o Brasil. Que mentira sem tamanho! O Samu foi criado pelo presidente Lula e por mim, que era seu ministro. Estamos diante de um governo, realmente, que só vive de fake news. Um governo estelionatário que falseia tudo e nega a história”, afirmou. Após a contestação de Humberto nas próprias redes da Saúde, a pasta tirou a postagem do ar.

O parlamentar reiterou que o Samu é um serviço de referência internacional que atua com inteligência, rapidez e eficiência. Ele explicou que as ambulâncias são distribuídas estrategicamente, de modo a otimizar o tempo-resposta entre os chamados da população e o encaminhamento aos serviços hospitalares de referência.

“De todos os projetos que ajudei a criar na minha vida pública, o Samu é um dos que mais me orgulha porque diariamente ele é responsável por salvar vidas de milhares de pessoas nos mais diferentes cantos do país. É ele que chega primeiro quando acontece um acidente ou alguém precisa de atendimento médico de urgência”, observou.

HRA oferece capacitação para colaboradores

O Hospital Regional do Agreste (HRA) realizará, nos dias 16 e 18 de março, duas capacitações voltadas para os colaboradores da unidade. A equipe multiprofissional poderá participar de palestras sobre “Gerenciamento de resíduos em serviços de saúde” e “Cuidados de Enfermagem: higienização do paciente hospitalizado”.

As ações educativas são organizadas pelo Núcleo de Educação Especial (NEP) e tem como objetivo informar e atualizar os profissionais. Para Thamyris Barros, coordenadora do NEP, todo profissional precisa estar em constante atualização. “A saúde é uma área extremamente dinâmica. Desta forma, os profissionais precisam aprimorar o conhecimento sempre para que possam estar atualizados com os avanços e cuidados no dia a dia”, afirmou.

Deputadas pernambucanas querem interiorizar a luta dos direitos da mulher

À convite da presidente da comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, Gleide Ânglea, a deputada estadual Fabíola Cabral participou do “Março de Lutas”, na Assembleia Legislativa de Pernambuco durante Grande Expediente Especial. A reunião foi para debater temas como o feminicídio, violência doméstica e familiar, tendo como gancho o primeiro ano do assassinato da vereadora Marielle Franco.

Durante o encontro as representantes do sexo feminino enfatizaram a importância de interiorizar os debates ligados ao respeito e dignidade da mulher, afinal a zona rural não tem tanto acesso. O discurso deve ser levado para todo o Estado. Segundo a advogada Dani Portela, o que foi discutido na tribuna tem que ecoar fora daquele espaço. “A tribuna deve ser um anúncio popular em busca de uma luta pela garantia dos nossos direitos. Não vamos nos calar”, afirmou Portela.

O encontro reuniu deputadas, vereadoras, secretárias, delegadas e advogadas, todas se uniram numa homenagem às mulheres, e claro, para uma grande representante da classe, Marielle Franco. Entre os nomes presentes, as deputadas Roberta Arraes, Simone Santana e Kátia Cunha, representante do Juntas, além da secretária da Mulher do Estado, Sílvia Cordeiro, a delegada Julita, a vice-presidente do Instituto Maria da Penha, Regina Célia e a advogada, Dani Portela. “Apesar de sermos muitas e a maioria da população, ainda nos encontramos em situação de desigualdade na sociedade. No entanto, venho aqui para reiterar a minha força e o meu compromisso em lutar contra a opressão e em defesa da equidade dos nossos direitos”, afirmou a deputada Fabíola Cabral.

Além disso, as participantes relembraram as conquistas e a luta para garantir os direitos das mulheres, como por exemplo, o direito ao voto em 1932. “Apesar de um cenário um tanto desolador, temos que concordar que já ultrapassamos muitas barreiras e demos grandes saltos. As Leis de Feminicídio, da Violência Doméstica, Maria da Penha e da Importunação Sexual são alguns dos exemplos desses nossos avanços”, pontuou a deputada.

O ponto alto do encontro foi sobre as investigações da Operação Lume. “Esse sentimento de impunidade se estende a diversos outros casos que continuam impunes. Quantas Marielles, Renatas, Marias, Joanas e Danielas ainda ficarão à mercê da violência? Quantas de nós mulheres vamos virar números e estatísticas? Não podemos depender da sorte. Isso precisa ter um basta!”, afirmou Fabíola. Na ocasião, reforçaram que quem matou a vereadora foi a sociedade patriarcal, a cultura machista e o preconceito. “Ficaremos aqui, de olhos abertos, atentos e não descansaremos enquanto Marielles, Renatas, Marias, Joanas e Danielas não puderem andar pelas ruas ou simplesmente irem para suas casas. Faremos nosso papel, de cidadã e de parlamentar. Estou aqui presente”, reforçou Fabíola Cabral.

Antes do Março de Lutas, a deputada estadual usou a tribuna do Pequeno Expediente da ALEPE para reforçar a data e falou no pulpito. “Estamos aqui para combater o assédio sexual, o respeito ao corpo da mulher e a sua liberdade. Essa é uma luta nossa! Quando digo “nossa”, não me refiro ser uma bandeira restrita às mulheres, mas aos senhores e a toda a sociedade. Avançar nessas questões é fazer nossa nação progredir”, disse. Fabíola aproveitou para apresentar números e dados que ressaltam o aumento da violência.

De acordo com o Departamento de Pesquisas Judiciárias do CNJ, no Brasil, em 2018, o aumento foi de 34% em relação a 2016.
Em Pernambuco, foram 101 casos pendentes de feminicídios, uma variação de 146% nos três anos. PE concedeu mais de 12 mil medidas protetivas em 2018, um aumento de 40% no mesmo período. Apesar da crescente violência contra mulher, esse aumento também deve-se ao fato de que, aos poucos, mesmo que timidamente esse tema deixa de ser tabú e faz entoar gritos para sair do silêncio.

O discurso não se ateve às lutas sociais. Fabíola falou dos desafios dos novos tempos da mulher moderna, que tem que se dividir entre ser filha, mãe, esposa, dona de casa, chefe de família e profissional. “Seguimos, tendo que aprender novas formas para equilibrar família e profissão, no entanto agora também temos a nosso favor mais possibilidade de escolhas e maior poder de decisão. E essas novas possibilidades fazem parte do nosso crescimento e da nossa história. Foram nossas conquistas”, concluiu a deputada.

Provas do concurso para advogados da UPE acontecem neste domingo (17/03)

As provas do concurso público para o preenchimento de nove vagas de advogados para a Universidade de Pernambuco (UPE) acontecem neste domingo (17/03). O certame é executado pela Comissão de Concursos do Instituto de Apoio a Universidade de Pernambuco (Conupe/Iaupe).

A seleção será realizada em três etapas, sendo a primeira constituída de prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório, a segunda constituída de prova discursivas, também de caráter classificatório e eliminatório, e a terceira composta pela prova de títulos, de caráter apenas classificatório para todos os candidatos.

Os testes serão aplicados no Recife, Arcoverde, Garanhuns e Petrolina, em horários estabelecidos no cartão informativo de cada candidato, e consistirá de prova escrita objetiva com 100 questões com duração de cinco horas.

O candidato deverá comparecer ao local da prova com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o fechamento dos portões. Não será admitido ingresso de candidato aos locais de realização da prova após o horário fixado para o fechamento dos portões. Como medida de segurança, o candidato somente poderá se retirar da sala de aplicação da prova após decorridas três horas do seu início.

A Comissão esclarece, para evitar transtorno no dia da prova, que os candidatos só terão acesso ao local de prova portando caneta esferográfica de tinta preta ou azul, fabricada em material transparente, o Cartão Informativo e documento de identidade original, a exceção de água em garrafa transparente sem rótulo e tablete de cereais ou chocolate.

NÃO será permitido o acesso de candidatos aos prédios, ou às salas de aplicação das provas, portando mochilas, bolsas, pochete ou quaisquer tipos de bagagens, armas, uso de boné, relógio ou óculos escuros, assim como a utilização de quaisquer materiais de consulta ou de quaisquer outros equipamentos eletrônicos, inclusive telefone celular, smartphones, smartwatches, ainda que desligado e sem a respectiva bateria, sob pena de ELIMINAÇÃO do concurso.

A comunicação entre os candidatos, utilização de máquinas calculadoras ou similares, livros, anotações, impressos, ou qualquer outro material de consulta, inclusive consulta a códigos e à legislação também NÃO são permitidas.

O gabarito preliminar das provas será divulgado na Internet, no endereço eletrônico www.upenet.com.br, após a conclusão da aplicação das provas. O resultado final está previsto para o dia 11/06/2019.

O certame terá a validade de dois anos, prorrogáveis por igual período. Os nomeados terão remuneração mensal inicial no valor de R$ 3.205,00.

Outras informações podem ser obtidas no site do Conupe (www.upenet.com.br), através do e-mail: iaupe.upe2018@gmail.com ou dos telefones: (81) 3033-7394 / 7397.