Santa Cruz joga mal, mas vence Central e ainda pode terminar 1ª fase do PE na liderança

Diário de Pernambuco

Após duas derrotas seguidas no Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz, mesmo jogando mal e com muitos desfalques, voltou a vencer na competição ao bater o Central por 1 a 0, no Arruda. Triunfo importantíssimo para o tricolor, que ainda pode terminar a primeira fase na liderança. Atualmente na terceira posição, com 16 pontos, os corais precisam vencer o clássico contra o Náutico, na última rodada, domingo, nos Aflitos, e torcer por uma derrota do Sport frente a Patativa, em Caruaru.

Vale lembrar que a equipe que finalizar a primeira fase na liderança terá a vantagem de fazer os jogos únicos das quartas de final e semifinal como mandante. Bem como a partida de volta de uma possível decisão. O Central, também com 16 pontos (mas desvantagem no saldo de gols), caiu para o quarto lugar.

O resultado também manteve uma escrita. Desde 2011, o Santa não é derrotado pelo Central. Agora, são 12 vitórias corais e quatro empates.
O jogo
Para a partida, além de seguir sem poder contar com o zagueiro Danny Morais, o lateral direito Marcos Martins e o volante Diego Lorenzi (que ficou no banco de reservas), o técnico Leston Júnior também perdeu o volante Charles, poupado por desgaste muscular, e o atacante Pipico, que cumpriu a segunda das quatro partidas de punição imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva. Desfalques que cobraram seu preço no primeiro tempo.

Mostrando um desentrosamento digno de primeiro jogo da temporada, com muitos erros de passes e lentidão na saída para o ataque, o Santa praticamente não criou nenhuma oportunidade de gol no primeiro tempo. O mais próximo disso foi uma cabeçada do zagueiro João Victor em cobrança de escanteio, já aos 32 minutos.

Allan Dias atuando como segundo volante não funcionou, enquanto o quarteto ofensivo Jô, Guilherme Queiroz e Elias foi de uma nulidade digna de desafio.

Por sua vez, o Central também deu sua colaboração para um primeiro tempo modorrento no Arruda. A Patativa até ocupou mais o campo de ataque, mas também abusando dos erros de passes, assustou o goleiro Anderson apenas em um chute de fora da área do atacante Giovani Rosa. Fora isso, mais nada digno de registro, com o 0 a 0 do placar sendo nota para a partida. Na descida para os vestiários, merecidas vaias da torcida.
Segundo tempo
Para tentar dar um pouco mais de vida a sua equipe, Leston Júnior voltou com uma alteração. Com Diego Lorenzi sendo acionado na vaga de Jô. Com isso, Allan Dias foi adiantado para atuar como meia de criação, com Luiz Felipe se tornando atacante aberto. Mudança que não demorou para melhorar o jogo ofensivo do Santa.

Com cinco minutos, o tricolor já pressionava o Central e por pouco não abre o placar com a colaboração do lateral direito Dudu Gago, que só não fez gol contra por conta da boa defesa do goleiro Jeferson, em cobrança de escanteio. O camisa 1 centralino, enfim, começava a ser exigido. E apareceu novamente bem aos 13 e aos 17 minutos, ao segurar chute de Luiz Felipe e evitar novo gol contra, dessa vez zagueiro Yuri mandando contra a própria meta.

Na sequência, porém, o goleiro alvinegro não pôde fazer nada. Em cobrança de falta, com a bola passando no meio da barreira, Allan Dias abriu o placar no Arruda. Em desvantagem, o Central partiu para cima, com o técnico Estevam Soares fazendo duas mudanças no ataque.

Porém, os alvinegros não tiveram forças para buscar o empate. A melhor chance veio aos 40 minutos, com Bruno Cantanhede furando na entrada da pequena área. Por sua vez, o Santa apenas procurou administrar o resultado. Conseguiu.
Ficha do jogo
Santa Cruz
Anderson; Cesinha, João Victor, William e Bruno Ré; Ítalo Henrique, Allan Dias e Luiz Felipe; Jô (Diego Lorenzi), Guilherme Queiroz (Neto Costa) e Elias (Patrick Vieira). Técnico: Leston Júnior.

Central
Jeferson; Dudu Gago (Leanderson), Yuri, Bruno Oliveira e Daniel Nazaré; Eduardo Erê, Fernando Pires, Paulinho Mossoró (Bruno Cantanhede), Murilo Rangel; Giovani Rosa e Leandro Costa (Marlon). Técnico: Estevam Soares.

Local: Arruda
Árbitra: Deborah Cecília
Assistentes: Francisco Chaves e Daniele Andrade
Gol: Allan Dias, aos 19 min do 2º tempo
Cartões amarelos: Luiz Felipe (SC)
Recomendamos

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista formado pela Favip. Desde 1990 é repórter do Jornal VANGUARDA, onde atua na editoria de política. Já foi correspondente do Jornal do Commercio, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e Portal Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.