Maternidade e meio digital: psicólogo destaca desafios de ser mãe nos dias atuais

Neste domingo (12), em todo o Brasil, é celebrado o Dia das Mães, oportunidade de reconhecer ainda mais o papel delas no dia a dia dos filhos e das famílias. Mas quais os principais desafios de ser mãe nos dias atuais, sobretudo em meio a uma sociedade cada vez mais digital?

O psicólogo e coordenador do curso de Psicologia da UNINASSAU Caruaru, professor Carlos Mendonça, afirma que a realidade de uma sociedade global, absolutamente marcada pelas novas tecnologias, nas quais as relações são predominantemente virtuais, tem causado um impacto nas famílias, particularmente, no que diz respeito ao exercício da função materna.

Isto decorre, segundo o profissional, do fato de que as tecnologias têm promovido a intensificação dos direitos, ao ponto de confundir pais e filhos quanto às suas liberdades. “A família é uma das únicas instituições onde não pode existir uma democracia plena, sob pena dos filhos acharem que têm os mesmos direitos dos pais e, em muitos casos, até mais direitos que os pais, perdendo-se em virtude de suas imaturidades e inexperiências”, alerta. Nesse caso, “deve-se considerar a família como sendo uma organização participativa, na qual a palavra final deve, necessariamente, ser dos pais”, explica o coordenador.

“A tecnologia, principalmente as redes sociais, tem minado esse campo, ao ponto de muitas mães terceirizarem a função materna, entregando seus filhos, mesmo em tenra idade, aos cuidados das mídias sociais e das babás virtuais, algo danoso à formação do caráter de sociabilidade dos filhos”, destaca o docente.

Como aliar rede social e limites

Segundo o psicólogo, primeiramente, é preciso entender que nada substitui o toque, afeto, cuidado, frustrações e restrições impostas pelo saudável exercício do ser mãe. ‘’É preciso impor limites. Esse é um dos maiores desafios de ser mãe na modernidade, constituindo-se, contudo, na maior demonstração de amor possível’’, elenca.

“É importante, também, as próprias mães buscarem ajuda profissional para suas respectivas demandas pessoais, posto que um psicólogo pode, em muito, ajudar a resolver suas questões particulares, preparando-as quanto a orientação do desempenho em ser mãe nos dias atuais”, conclui o psicólogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.