José Queiroz marca em Plenária da Alepe a fundação do PDT

Com a emblemática frase “A nossa revolução será com a caneta a serviço da consciência brasileira”, o deputado José Queiroz registrou na Plenária da Assembleia Legislativa de Pernambuco esta tarde (segunda, 17) os 40 anos do Partido Democrático Trabalhista (PDT), fundado pelo político nacionalista Leonel Brizola, fundador da legenda e que foi um consagrado governador dos estados do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul. “Há 40 anos ainda no exílio um grupo de brasileiros, logo após a promulgação da Lei da Anistia, se reuniu em Lisboa para discutir e aprovou o nascimento de um novo partido no Brasil. Além de representar um dos maiores estadistas do século XX e XXI, foi Leonel Brizola que lutou para que tivéssemos uma Tribuna na qual nos orgulhar”, destacou o parlamentar pernambucano.

Recordando ainda que esta é a única legenda da qual faz parte desde que se afastou do antigo partido (o MDP, por decorrência obrigatória da Ditadura Militar), apesar das variáveis possibilidades partidárias, José Queiroz enfatizou que foram muitas dificuldades e atropelos sofridos para concretiza o sonho de tornar o PDT o que ele é. Fez questão de enfatizar que no histórico dessa legenda brasileira pousa a convicção do prestar um serviço digna ao povo do país. “Esses 40 anos foram de buscar práticas políticas, sadias e corretas, em nome de todos que fazem esse país, além de lutar pela defesa das riquezas nacionais e dos interesses brasileiros, tornando-se um grande exemplo para as novas gerações que fazem política neste país”, frisou. Exatamente na data de hoje, o PDT celebra quatro décadas de existência desde sua fundação.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.