Boechat deverá ser homenageado pela cidade de São Paulo

Autoridades, políticos, colegas e conhecidos se misturam para prestar as últimas homenagens hoje (12) ao jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, em seu velório no Museu da Imagem e do Som (MIS), na zona oeste da capital paulista. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), pretende homenagear Boechat pelos serviços prestados à democracia e liberdade de imprensa.

“Vamos buscar um espaço para homenageá-lo na cidade de São Paulo. Para que ele seja eternizado, para mostrar o exemplo que ele era para as futuras gerações”, afirmou Covas, que foi ao velório, que se estenderá até as 14h. O corpo será cremado à tarde.

O prefeito destacou o serviço que Boechat prestou ao país e à democracia com suas críticas contundentes. “É uma perda para a democracia, porque é o jornalismo livre, isento que garante a democracia no país. Sempre que ele falava todo mundo parava para prestar a atenção, colocava o dedo na ferida, ajudava a passar o país a limpo.”

Emoção

Veruska Seibel Boechat, viúva do jornalista, lembrou os últimos momentos na companhia do marido. “Ele saiu bem, estava feliz. A gente passou um fim-de-semana com todos os seis filhos dele, o que é uma coisa rara, são muitos. Os quatro adultos moram no Rio, as nossas filhas moram aqui”, disse.

A viúva afirmou que não gostava que o marido se valesse de serviços de mototaxi ou taxi aéreo para conseguir conciliar a agenda corrida. Boechat morreu em um acidente de helicóptero no início da tarde de ontem (11). A aeronave caiu na Rodovia Anhanguera, quando retornava de uma palestra em Campinas, mantado também o piloto Ronaldo Quatrucci.

“Tenho muito orgulho dele, da coragem dele. Porque fazer jornalismo e não se posicionar é muito cômodo do que comprar as brigas, como ele sempre comprou”, enfatizou Veruska, citando o marido no presente.

Fonte: Agência Brasil

Contratação de pessoas com deficiência bate recorde após fiscalização do Trabalho

Ações de fiscalização da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia levaram à contratação de 46,9 mil Pessoas com Deficiência (PcD) e reabilitados em 2018, considerando o número de empregados formais (44.782) e aprendizes (2.118). Ao todo, foram 11,4 mil inspeções em todo o país. Os números, tanto de operações quanto de trabalhadores contratados após as inspeções, são recordes desde 2003, quando começou a série histórica.

Em 2017, os fiscais do Trabalho realizaram 9.727 operações, que resultaram na admissão de 37.534 trabalhadores com deficiência, computando os empregados regulares e os aprendizes. Desde 2003, foram contratadas mais de 448 mil pessoas com deficiência e reabilitados em todo o país, em decorrência de operações de fiscais do Trabalho. O recorde anterior de ações e contratações havia acontecido em 2014, quando houve 10.957 inspeções e 42.613 pessoas com deficiência foram incluídas no mercado de trabalho por força da fiscalização.

Durante as ações, os fiscais verificam o cumprimento da lei 8.213/91, conhecida como “Lei de Cotas”. O texto prevê que empresas com mais de 100 funcionários tenham em seu quadro de empregados ao menos 2% de PcDs. O percentual aumenta de acordo com a quantidade de trabalhadores, chegando a 5% para companhias com mais de 1.000 funcionários. Para o serviço público, a lei 8.112, de 1990, determina que sejam reservados até 20% das vagas de concurso público para pessoas com deficiência.
O espaço da pessoa com deficiência nas empresas ainda é pequeno. Dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) mostram que, entre 2011 e 2017, o número de PcD no mercado de trabalho passou de 325.291 para 441.339 – acréscimo de apenas 116 mil pessoas. O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que em 2018 o total de trabalhadores nessa condição era de 442.007 pessoas – apenas 668 empregados a mais de um ano para o outro.

Mudança de atitude – Segundo o chefe da Divisão de Fiscalização para Inclusão de Pessoas com Deficiência e Combate à Discriminação no Trabalho, João Paulo Teixeira, muitas vezes o contratante prefere não fazer as adequações necessárias para incluir o trabalhador com deficiência. “É necessária uma mudança de atitude nas empresas, para deixar de enxergar unicamente a deficiência dessas pessoas e passar a identificar seus talentos e capacidades. Por enxergar somente a deficiência, algumas empresas preferem pessoas com deficiência leve, para não haver o esforço de modificar o ambiente de trabalho”, explicou.

Segundo Teixeira, as adaptações de acessibilidade podem gerar um custo, mas precisam ser feitas para atender essa mão de obra, uma vez que o número de pessoas com deficiência leve, com alta capacitação, pode não ser suficiente para preencher 100% das vagas. Essa promoção de um ambiente e instrumentos de trabalho acessíveis é conhecida como esforço de inclusão. “E isso é uma obrigação das empresas, conforme a lei”, destacou.
Acessibilidade – Neste ano, os fiscais do Trabalho vão verificar não apenas o cumprimento da cota mínima de contratações, mas também vão avaliar a acessibilidade nos ambientes de trabalho. “O que constatamos é que muitas vezes as empresas não incluíam por falta de acessibilidade ou, até pior, as empresas contratavam uma pessoa com deficiência, mas não promoviam um espaço laboral adequado”, diz Teixeira. “Já houve casos em que o empregador admitiu uma pessoa com deficiência física, mas a porta do banheiro era estreita e não comportava a largura da cadeira de rodas. Esse funcionário, então, ficava muitas horas sem ir ao banheiro e até mesmo usava fraldas para trabalhar.”

O último Censo Demográfico realizado no Brasil aponta que, em 2010, havia 8.998.671 pessoas entre 18 e 64 anos com deficiências mais severas – número bem superior às 756.125 vagas reservadas por lei para as pessoas com deficiência e reabilitados. “Pessoas com deficiência visual e intelectual, por exemplo, têm grandes dificuldades com a inserção no mercado de trabalho porque demandam mais adaptação do ambiente de trabalho, do processo de trabalho e do instrumento de trabalho. Se não houvesse cotas, será que essas pessoas estariam trabalhando?”, questionou o chefe da Divisão de Fiscalização.

Estados – São Paulo foi a Unidade da Federação que mais contratou Pessoas com Deficiência no país em 2018, com 133.481 trabalhadores. Em seguida, vieram Minas Gerais (45.225), Rio de Janeiro (36.906), Rio Grande do Sul (32.719) e Paraná (30.222).

Os mais escolarizados ocupam a maior parte das oportunidades de emprego. Dos 442.007 PcDs contratados no ano passado, 301.879 tinham ensino médio ou ensino superior (incompleto ou concluído) – equivalente a 68% do total.

Porto Digital em Caruaru recebe curso de Redes sociais para negócios

No próximo sábado (17), o Armazém da Criatividade – unidade do Porto Digital em Caruaru – recebe o curso Redes sociais para negócios, ministrado por Narah Leandro, especialista em Comunicação Empresarial e Mídias digitais. O curso é recomendado para empreendedores e iniciantes na área. As inscrições estão abertas em http://bit.ly/cursoredes-ac .

Com foco na geração de conteúdo para Instagram, o curso abordará desde as fases iniciais de uma empresa ao se posicionar no mercado digital, até temas como automação de processos, impulsionamento de publicações, atração de públicos e relacionamento com o cliente.

Serviço
Curso Redes Sociais para Negócios
Quando: 16 de fevereiro a partir das 9h
Onde: Armazém da Criatividade, localizado no Polo Caruaru ao lado das Lojas Americanas
Inscrições: http://bit.ly/cursoredes-ac
Investimento: R$120

Curso mostra como empreendedor pode executar uma ideia

Um curso destinado a todas as pessoas que estão dispostas a explorar novas possibilidades, inovar em seus negócios e colocar seus projetos em prática. Essa é a proposta do Bootcamp. Empreendedorismo em ação. O curso será realizado de 18 a 22 de fevereiro, das 8h às 17h no Senac, que fica na Avenida Maria José Lyra, 140, Indianópolis, Caruaru. O investimento é de R$ 150 ( cento e cinquenta reais) e a inscrição pode ser feita no link https://loja.pe.sebrae.com.br/loja/evento/10105758

Os participantes terão três dias intensos, com atividades que abordam da criação até a execução de uma ideia, todas com acompanhamento de especialistas em negócios. Eles vão ajudar a colocar os projetos dos participantes em prática, colaborando para o desenvolvimento do negócio. “Esse curso trabalho com o conceito de construção na percepção do cliente. Ele vai ajudar aquele que tem uma ideia, mas não sabe como colocar em prática, aquele que quer mudar algo no negócio e não sabe por onde começar”, explicou o analista do Sebrae, Laudemiro Ferreira ao falar que o treinamento estimula o empreendedorismo inteligente e proporciona a criação de projetos e negócios de sucesso.

Na programação do curso, alguns tópicos sobre mercado como cliente, problemas e solução; sobre comportamento empreendedor, que será abordado por meio do tema Mindset Empreendedor, mostrando como mudar a configuração da mente conforme a cabeça de um empreendedor, rompendo pensamentos antigos e mudando em direção a uma mentalidade empreendedora. Também serão apresentadas no curso algumas ferramentas como o Lean Canvas, ferramenta visual que ilustra o modelo de negócio de forma rápida e fácil, ressaltando os pontos que realmente importam e o pitch, que é uma apresentação rápida e direta, em geral até 5 minutos, com o objetivo de despertar o interesse pelo assunto apresentado. Storytelling é outro tema do curso e é a capacidade de contar histórias de maneira que desperte a atenção. Bootcamp. Empreendedorismo em ação é uma boa oportunidade para quem quer inovar seu modelo de negócio e explorar novas possibilidades.

SERVIÇO

Bootcamp. Empreendedorismo em ação

18 a 22 de fevereiro – das 8h às 17h

Senac, que fica na Avenida Maria José Lyra, 140, Indianópolis, Caruaru.

O investimento é de R$ 150 ( cento e cinquenta reais)

Inscrição pode ser feita no link https://loja.pe.sebrae.com.br/loja/evento/10105758

Informações no 21038400

/**/

Lojas Americanas prorrogra inscrições para 150 vagas de estágio

A Lojas Americanas prorrogou, até dia 28 de feveiro, as inscrições para 150 vagas em seu Programa de Estágio em Loja 2019. As oportunidades são para diversos estados do país, em capitais e cidades do interior. Podem se candidatar estudantes dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Economia, Engenharia de Produção, Marketing e Publicidade e Propaganda com previsão de formatura para julho ou dezembro de 2019 e que possuam disponibilidade para estagiar por 30 horas semanais.

Há oportunidades disponíveis para os estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe, além do Distrito Federal. O programa de estágio em loja busca estudantes que tenham ‘atitude de dono do negócio’, paixão por desafios, perfil empreendedor, foco em resultados e identificação com o segmento de varejo.

No processo seletivo, predominantemente online, a companhia vem utilizando e aprimorando a inteligência artificial com o objetivo de identificar e captar, cada vez mais, os melhores talentos. As etapas de inscrição, triagem curricular, alinhamento com a cultura da companhia e videoentrevista serão realizadas virtualmente. Para completar, haverá entrevistas presenciais com a área de Gente & Gestão e com os gestores dos futuros estagiários. Os candidatos que não moram na cidade do Rio de Janeiro, onde se localiza a sede da companhia, terão a facilidade de participar das etapas iniciais pela internet e realizar a etapa final de forma presencial, em diversas cidades.

Durante o estágio, que tem duração de até 1 (um) ano, os estudantes passarão por um intenso programa de capacitação no varejo para desenvolver habilidades de gestão e interação com as rotinas do varejo, além de liderança e trabalho em equipe.

Os estagiários receberão salário compatível com o aplicado no mercado, além de benefícios como seguro de vida, auxílio-alimentação, auxílio-transporte e descontos em compras em qualquer unidade da Lojas Americanas e em cursos de instituições parceiras.

Em 2018, a Lojas Americanas recebeu mais de 43 mil inscrições para o Programa de Estágio em Loja. As inscrições para o processo seletivo de 2019 podem ser feitas no site talentos.lasa.com.br/estagioloja/ até o dia 28 de fevereiro.

Sobre a Lojas Americanas

A Lojas Americanas foi fundada em 1929 e está presente em todo território nacional. São mais de 1.360 lojas em dois formatos: tradicional e express. Além disso, está desenvolvendo o novo modelo de loja de conveniência. A rede comercializa até 60 mil itens, reunidos em mais de 40 departamentos como bombonière, perfumaria, utilidades domésticas, brinquedos, eletrônicos, vestuário e papelaria. A companhia também conta com a plataforma de serviços +AQUI, que oferece cartão de crédito, empréstimo pessoal, vales presente, seguros e cartões de conteúdo. A Lojas Americanas possui ainda quatro Centros de Distribuição localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Minas Gerais.

Inadimplência abre o ano em desaceleração

O ano de 2019 começa com sinais de acomodação da inadimplência. Dados apurados pelo Indicador de Inadimplência da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam que mesmo com o crescimento do número de consumidores negativados na comparação anual, o avanço foi menor em janeiro de 2019 ante os últimos meses, alcançando 2,42%.

Já o número de dívidas apresentou recuo de 0,29% no mesmo período, embora o volume de pendências continue crescendo em dois setores específicos: o de bancos, com avanço de 2%, e o de água e luz, com aumento expressivo de 14%. Em contrapartida, comércio e comunicação registraram queda de 7%.

O presidente da CNDL, José Cesar da Costa, destaca que apesar do avanço da quantidade de devedores, o número médio de dívidas vem caindo. “O problema da inadimplência, que cresceu muito nos anos mais recentes, ainda está longe de resolvido. Mas já se observa uma tendência de acomodação, que pode ser um prenúncio de melhora na capacidade de pagamento das famílias”, explica. “Este cenário só deve mudar quando a retomada da economia for percebida de fato pelos consumidores, ou seja, com a criação de novos empregos e o aumento renda”, observa Costa.

Brasil tem 62,08 milhões de negativados; região Sudeste é a região com maior crescimento da quantidade de inadimplentes

Depois de alcançar níveis recordes, estima-se que o país tenha fechado o mês de janeiro com aproximadamente 62,08 milhões de brasileiros negativados, o que representa 40% da população acima dos 18 anos. No Sudeste, região que abriga a maior fatia da população, o número de negativados chegou a 26,5 milhões ou 40% da população adulta local. O contingente também é grande no Nordeste, com 16,7 milhões de inadimplentes ou 41% da população adulta. No Sul são 8,3 milhões de consumidores com CFP restrito ou 36% da população — a menor entre as regiões. Já no Centro-Oeste, o volume de negativados é de 5 milhões. No Norte, os negativados somam 5,6 milhões, sendo a maior proporção adulta local, com 46%.

Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, o consumidor, que agora começa a livrar-se de dívidas atrasadas, deve cuidar para não voltar à inadimplência. “Não é baixo o número de consumidores que, depois de sair do cadastro de negativados, acaba retornando. Isso ocorre porque, em muitos casos, a inadimplência tem origem no mau uso do crédito e da falta de controle das próprias finanças. Nesses casos, é fundamental que haja disciplina para fazer a gestão dos ganhos e dos gastos, além de se reconhecer os limites do próprio orçamento”, orienta a economista.

Mais da metade dos consumidores entre 30 e 39 anos está inadimplente, somando 17,6 milhões

Quanto à estimativa por faixa etária, a maior frequência de negativados continua entre os que têm idade de 30 e 39 anos. Em janeiro, mais da metade da população nesta faixa etária (51%) estava com o nome inscrito em alguma lista de devedores, somando um total de 17,6 milhões.

Outro destaque é a proporção significativa de inadimplentes com idade de 25 e 29 anos (44%), da mesma forma que acontece na população idosa, considerando-se a faixa etária entre 65 a 84 anos, em que a proporção é de 33%. Já entre os mais jovens, com idade de 18 a 24 anos, a proporção cai para 17%.

Metodologia

O indicador de inadimplência do consumidor sumariza todas as informações disponíveis nas bases de dados às quais o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) têm acesso. As informações disponíveis referem-se a capitais e interior das 27 unidades da federação. A estimativa do número de inadimplentes apresenta erro aproximado de 4 p.p., a um intervalo de confiança de 95%. Baixe a íntegra do indicador e a série histórica em https://www.spcbrasil.org.br/imprensa/indices-economicos

PMC lança novos cursos do Qualifica nesta terça-feira (12)

A Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Políticas para Mulheres, realiza, nesta terça-feira (12), a aula inaugural para o lançamento dos cursos do “Mulher que Faz III – Visibilidade e Trabalho Feminino”, do Programa Qualifica Caruaru. O evento será das 13h às 17h, no Citi Hotel Premium, localizado na Avenida Prof. José Leão, 307 – Maurício de Nassau.

A solenidade dará início também aos cursos para formação de Qualificação Profissional e Sociopolítica para 90 mulheres nos segmentos de Manutenção e Mecânica de Motocicleta, Manutenção e Mecânica de Máquina de Costura Industrial e Curso de Agroecologia, que serão ministrados em bairros e comunidades da zona urbana e rural de Caruaru.

Serviço:

O quê? Lançamento dos Cursos do Qualifica Caruaru – Projeto Mulher Que Faz
Quando? Terça-feira, 12 de fevereiro de 2019.
Onde? Citi Hotel Premium. Endereço: Avenida Prof. José Leão, 307 – Maurício de Nassau.
Horário? Das 13h às 17h.

Oficina de Teatro na Casa de Cultura José Condé

O grupo caruaruense Cia Bacurau Cultural abre inscrições para Oficina de Teatro na Casa de Cultura José Condé. As aulas acontecerão aos sábados, das 13h30 às 18h, no Teatro Joel Pontes, e são voltadas para pessoas sem experiência com teatro, atores/atrizes e profissionais que necessitem se expressar melhor.

As aulas já iniciam no próximo sábado (16) e o primeiro módulo encerra em junho. A oficina será ministrada pelo produtor cultural e diretor, Túlio Beat, e pelo ator, produtor e dançarino, Paulo Conceição.

“Será uma oportunidade única para que os participantes explorem a comunicação, expressão corporal, técnicas teatrais, cultura popular e criatividade. Professores, advogados, artistas, profissionais da arte ou interessados estão convidados”, explica Túlio Beat.

A mensalidade será no valor simbólico de R$ 20,00 e a classificação será a partir dos 14 anos. As inscrições podem ser feitas no local, no próximo sábado, às 14h; pelo fone (81) 98799-3223 ou pelo link https://goo.gl/forms/CLpDDnuYwMPF783Y2

A Cia Bacurau Cultural é uma premiada companhia artística pernambucana com vasta experiência no Agreste. Com reconhecido mérito artístico e cultural, produz oficinas, espetáculos, conteúdo audiovisual, performances, além de manter constantes atividades voltadas para a ação social e sustentabilidade.

Serviço

Local: Casa de Cultura José Condé (próximo a Feira de Ervas na Parque 18 de Maio)
Data/horário: Aulas a partir do sábado (16/02) – 13h30 as 18h
Quanto: mensalidade R$ 20,00
Inscrição: No local (sábado – 14h), pelo fone 81 9 87993223 ou pelo link: https://goo.gl/forms/CLpDDnuYwMPF783Y2

Karatecas do Bolsa Atleta Caruaru garantem vagas em campeonatos nacionais

Duas jovens atletas de Caruaru chegaram a fases nacionais em competições de karate olímpico. Camilla Mirelly Medeiros da Silva, de 17 anos, estudante do terceiro ano do ensino médio, garantiu uma vaga para a seletiva nacional do Combat Games após derrotar a atual campeã brasileira, Daphine, com o placar de 9 x 0. A karateca caruaruense, que no ano passado ficou em 4° lugar na competição mundial do esporte no Marrocos, na África, agora se prepara para competir com mais 300 atletas de todo o país na cidade de Palmas-TO, em abril deste ano. A fase nacional serve de seletiva para o mundial que acontecerá em Budapeste, na Hungria.

Já Milena Stefani Ferreira da Silva, de 17 anos, aluna do terceiro ano do ensino médio, que também representa Caruaru, foi consagrada campeã e garantiu vaga para fase inicial da Campeonato Brasileiro de Karate Olímpico que vai acontecer no mês de maio, no Recife, capital pernambucana. Para esta competição são esperados cerca de mil atletas de todos os estados brasileiros.

Camilla e Milena são integrantes da Associação Santana Dojô de Karatê de Caruaru e ambas fazem parte do programa Bolsa Atleta e do Chamamento Público de Esportes, concedidos pela Prefeitura de Caruaru. Juntamente com o técnico Anderson Santana, as karatecas receberam o apoio da prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, por meio da Gerência de Esporte e Lazer.

Estudantes da ETE lançam aplicativo oficial do Carnaval de Bezerros 2019

Coordenados pelo professor Flávio Brayner, os alunos do terceiro ano do curso de Manutenção e Suporte em Informática, da Escola Técnica Maria José Vasconcelos (ETE Bezerros), desenvolveram um aplicativo para celulares e tablets que vai conter e divulgar maiores informações sobre a Folia do Papangu 2019.

No app, o folião pode acessar a programação de blocos e palcos de rua. Também estão disponíveis serviços como transportes, telefones úteis, postos médicos, hotéis e restaurantes. O aplicativo já está disponível nos sistemas Android e iOS e será constantemente atualizado. Baixe agora: https://app.vc/papangu