Flamengo pede mais prazo para decidir sobre indenização de vítimas

A diretoria do Flamengo pediu mais um dia de prazo para informar se aceita a contraproposta formulada conjuntamente pelo Ministério Público, pelo Ministério Público do Trabalho e pela Defensoria Pública para indenizar as vítimas da tragédia no Ninho do Urubu, em Vargem Grande. A informação foi divulgada em nota pela Defensoria. A decisão de pedir mais tempo foi tomada após reunião do Conselho Administrativo do clube, na tarde desta segunda-feira (18).

Os promotores e defensores públicos haviam feito uma contraproposta ao Flamengo, que ficou de dar uma resposta até o final do dia de hoje, mas pediu extensão do prazo para até o meio-dia de amanhã (19). Neste primeiro momento, são definidos apenas os parâmetros das indenizações. Os valores serão tratados em um segundo momento, junto com as famílias. Elas terão liberdade de aceitar o acordo, comprometendo-se a não mover novo processo contra o clube, ou rejeitar e seguir com um processo individual.

Os acordos serão diferenciados, abrangendo as famílias dos dez atletas mortos, levando em conta a projeção das carreiras profissionais que poderiam atingir, os três feridos e mesmo aqueles que conseguiram escapar do incêndio, mas que possam vir a ter algum tipo de reação ou mesmo trauma do incêndio no centro de treinamento do clube.

“Teve início nesta segunda-feira, em reunião realizada na sede da Defensoria Pública do Rio de Janeiro, a negociação sobre os parâmetros para a indenização das vítimas e das famílias dos 10 jovens que morreram no incêndio no Ninho do Urubu. A Defensoria, em conjunto o Ministério Público e o Ministério Público do Trabalho, apresentou uma contraproposta aos valores apresentados pela diretoria do Flamengo. O clube ficou de dar resposta até o fim desta segunda. No entanto, pediu a extensão do prazo para amanhã, até as 12h”, informou a nota.

A Defensoria destacou ainda que, uma vez definidos os termos do acordo de indenização, o texto será apresentado às famílias e vítimas sobreviventes: “A Defensoria Pública informa que prestará assistência a todas as famílias que desejarem, seja para aderir ao acordo ou não”.

Prefeitura

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, afirmou hoje que, depois de várias multas aplicadas pelos fiscais da prefeitura, o Flamengo prometeu cumprir todas as exigências para obter o alvará de funcionamento do Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Segundo a prefeitura, como havia sido indeferido o alvará, por falta de apresentação do certificado do Corpo de Bombeiros, iniciou-se o procedimento de emissão de multas e de edital de interdição do CT do Flamengo. Só neste ano, oito multas já foram aplicadas ao clube.

/**/

Na Alepe, Delegado Lessa reforça compromissos com Caruaru

O deputado estadual Delegado Lessa (Progressistas) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) na sessão da segunda-feira 18. Em seu discurso, o deputado ressaltou seus compromissos de mandato, sobretudo segurança pública, transparência e combate à corrupção e defesa dos valores da família.

Lessa também destacou que as decisões políticas devem estar sintonizadas com os anseios da população. “O povo está cansado de velhas práticas. É preciso honrar a confiança das pessoas que votaram em nós, pois elas querem ver ações eficientes de prestação do serviço público”, observou.

Durante o discurso, o deputado concedeu aparte à deputada estadual Delegada Gleide Ângelo (PSB). Ela destacou a participação de profissionais de segurança pública nos debates do parlamento. “As pessoas entendem que é possível uma transformação da sociedade por meio de uma segurança pública que valorize os profissionais e atenda à população com qualidade”, disse.

Caruaru

Ainda no decurso de sua explanação, o Delegado Lessa ressaltou a relevância do município de Caruaru para o desenvolvimento do Agreste pernambucano. Segundo ele, o caráter empreendedor do povo caruaruense é um dos fatores principais para o desenvolvimento do lugar, cuja pujança econômica é uma das mais notáveis do estado.

Na ocasião, o deputado estadual José Queiroz (PDT) salientou a representatividade do município de Caruaru na atual legislatura. “Devemos estar irmanados em prol da cidade de Caruaru, do Agreste e do estado de Pernambuco como um todo”, declarou. Por sua vez, o deputado Tony Gel (MDB) rememorou o pleito eleitoral de 2016, quando foi adversário político de Lessa e do grupo representado por Queiroz. “Naquele momento, tivemos debates acalorados, mas respeitosos”, pontuou.

O discurso do Delegado Lessa também recebeu apartes dos deputados Alberto Feitosa (SD), Antonio Moraes (PP), Joaquim Lira (PSD), Isaltino Nascimento (PSB) e Adalto Santos (PSB). Lessa é presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo; vice-presidente da Comissão de Negócios Municipais; titular da Comissão de Administração Pública e participa das comissões de Assuntos Internacionais e Orçamento, Finanças e Tributação.

Caruaru Polpas terá nova unidade em Agrestina

Unidade de Caruaru também passa por expansão e terá três turnos de produção. Foto: Divulgação/Caruaru Polpas (Foto: Divulgação/Caruaru Polpas)
Unidade de Caruaru também passa por expansão e terá três turnos de produção. Foto: Divulgação/Caruaru Polpas
Diário de Pernambuco
A Caruaru Polpas está expandindo os negócios para crescer no mercado nordestino. Atualmente, a empresa possui uma unidade em Caruaru -onde são realizados os processos de envase, embalagem e distribuição – e na área rural de Agrestina, onde são realizados o processamento e estocagem da matéria-prima. As duas unidades passarão por expansões. Em Agrestina a mudança é de terreno. Uma nova unidade está sendo construída no distrito industrial do município, o que permitirá uma ampliação em 50% da capacidade produtiva. A previsão é de que a operação aconteça em dezembro. Já em Caruaru, a operação está sendo ampliada e a unidade passará a funcionar em três turnos.

“Hoje atendemos bem os mercados de Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, mas o produto chega em todo o Nordeste. Nosso objetivo é ampliar a participação nesses estados onde ainda não temos uma forte atuação. Queremos crescer a visibilidade no Nordeste como um todo e para isso precisamos ter um aumento produtivo”, ressalta o diretor da empresa, José Gomes. A empresa não revela o valor do investimento mas diz que o número de empregos crescerá. Hoje, as duas unidades contam com 140 funcionários. Para Agrestina, serão necessários uma média de 30 trabalhadores e em Caruaru pelo menos mais 25.

De acordo com Gomes, a unidade de Agrestina foi inaugurada há cinco anos, sendo a primeira expansão da empresa. “A unidade de Caruaru estava pequena para a nossa demanda. Negociamos uma área com a prefeitura de Agrestina e fizemos um teste da operação lá. Deu certo e agora nos foi ofertada uma segunda área, que iniciamos a construção em setembro e estamos transferindo o maquinário e transferindo a outra parte”, diz. Hoje, a indústria produz 25 tipos de polpa de frutas, totalizando uma produção mensal de 280 toneladas do produto.

Há quase dois anos, a empresa também iniciou a produção de Açaí, que se tornou o carro-chefe da marca. Mensalmente são 150 toneladas de açaí produzidas. “Conseguimos um ótimo parceiro do Recife e só ele é responsável por 60% da nossa produção de açaí. Os demais 40% vão para os outros estados. É um mercado que não para de crescer. Provavelmente, depois teremos que ampliar esta linha também”, enfatiza. Em setembro, a marca busca estreitar relações com o mercado participando da Feira Supermix, no Centro de Convenções do estado.

História

A Caruaru Polpas nasceu em 2004 de forma artesanal. “Tínhamos uma lanchonete e revendíamos uma marca de polpa. Só que os clientes começaram a reclamar da qualidade. E aí começamos a fabricar na nossa cozinha de forma artesanal. Para nossa surpresa, as pessoas começaram a elogiar e a perguntar quem era o fornecedor. Então, passamos a produzir de forma industrial para Caruaru e cidades vizinhas. Em seguida, expandimos o negócio”, conta José Gomes.

De acordo com o diretor, a maior parte da matéria-prima é adquirida de fornecedores do próprio estado como, por exemplo, a acerola e a manga vem de Bonito. Já a graviola é adquirida em Chã Grande e o Cajá em municípios da Mata Sul pernambucana. Já a distribuição é realizada por via terrestre.

Percurso do Galo da Madrugada passa por vistoria nesta manhã

O desfile do Galo acontece no sábado de Zé Pereira Foto: Paulo Paiva/DP.
O desfile do Galo acontece no sábado de Zé Pereira Foto: Paulo Paiva/DP.

O percurso do desfile do Galo da Madrugada, no Centro do Recife, passa por uma inspeção nesta manhã. Estarão na operação as polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, além de integrantes da Gerência Geral de Polícia Científica, Emlurb, Celpe e representantes de empresas de telefonia móvel e de TV a cabo. A ideia é identificar problemas para buscar soluções a tempo. Desde novembro do ano passado, o grupo se reune com representantes das agremiações do Recife e das demais cidades da Região Metropolitana para discutir o planejamento do carnaval.

A vistoria será acompanhada pelo vice-presidente do bloco, Rodrigo Menezes. A atividade terá início no Forte das Cinco Pontas, segue pela Avenida Sul, Rua Imperial, Avenida Dantas Barreto, Avenida Guararapes e Rua do Sol. O processo durará em média quatro horas e irá verificar todos os pontos por onde passarão os trio-elétricos e os foliões, com foco nas fiações elétricas e em outros itens que possam colocar em risco a população.

Chuvas provocam alagamentos e derrubam árvores no Rio

A chuva que atingiu ontem (17) o Rio de Janeiro provocaram alagamentos e queda de árvores em vários pontos. As pancadas de chuva mais fortes aconteceram entre às 19h e 21h30. O trânsito ficou prejudicado.

Na zona norte, choveu muito forte nos bairros do Méier, São Cristóvão, Tijuca, Saúde, Grajaú, Ilha do Governador, Piedade, Penha, Madureira, Alto da Boa Vista e Irajá.

Já na zona oeste, os bairros mais afetados foram Grota Funda, Jacarepaguá, Bangu, Guaratiba e Barra da Tijuca.

O Centro de Operações da prefeitura não registrou ocorrências graves relacionadas ao  mau tempo, apenas 24 bolsões d’água alagando trechos de vias pela cidade – principalmente na zona norte –, mas todos já foram escoados, além de cinco queda de arvores em vias públicas, sendo que elas já foram removidas.

A cidade permaneceu em estágio de atenção até às 7h de hoje. A previsão para hoje no Rio é de céu nublado a parcialmente nublado, com possibilidade de pancadas de chuva em pontos isolados no período da tarde e da noite. A temperatura segue estável, com máxima prevista de 36°C e mínima de 21°C.

No dia 6 de fevereiro, fortes chuvas atingiram a cidade matando sete pessoas. A Avenida Niemeyer foi um dos pontos da cidade que mais sofreram e permaneceu fechada por 12 dias. A via foi aberta às 6h30 de hoje.

Governo quer mudar lei para abrir vaga a militares da reserva

O número de militares no governo Jair Bolsonaro, que já chama a atenção, pode crescer ainda mais. Com o dinheiro cada vez mais curto para suprir a deficiência de mão de obra no serviço público, o governo quer ter maior liberdade para aproveitar militares da reserva em outras atividades, incluindo as civis. A ideia é dar uma gratificação ou um abono para que eles executem tarefas de acordo com sua especialidade. Hoje, só podem ser aproveitados em funções militares ou ocupar cargos de confiança, o que limita o remanejamento.

A proposta foi inserida na minuta de reforma da Previdência obtida pelo Estadão/Broadcast. Uma fonte da ala militar confirma que existe no governo a intenção de ampliar o aproveitamento desse contingente de mais de 150 mil reservistas, embora entenda que não há necessidade de mudança constitucional para isso. No texto da minuta, o dispositivo prevê que uma lei estabelecerá regras específicas para que os reservistas exerçam atividades civis em qualquer órgão. Esse tempo de exercício na nova atividade não teria efeito de revisão do benefício já recebido na inatividade.

Atualmente, os militares passam para a reserva (uma espécie de aposentadoria) após 30 anos de contribuição – período que deve aumentar para 35 anos com a reforma previdenciária. Muitas vezes têm menos de 50 anos de idade. Ficam disponíveis, até os 65 anos, para serem convocados em caso de guerra ou outra ameaça urgente, o que é extremamente raro.

Os reservistas podem hoje apenas executar a chamada Tarefa por Tempo Certo (TTC) que, como diz o nome, é exercida por prazo determinado. Mas esse instrumento só vale para atividades militares. Nessa situação, ele não ocupa cargo, ou seja, é uma pessoa a mais trabalhando na estrutura sem concorrer com os servidores que já trabalham naquela área.

Se as mudanças forem aprovadas, eles poderão exercer funções na administração federal sem ter de passar por concurso público – uma palavra praticamente vetada nesses tempos de falta de recursos. E aumentariam ainda mais o contingente de militares dentro do governo – além do presidente Bolsonaro e do vice-presidente Hamilton Mourão, há também sete ministros com formação militar.

Bolsonaro negocia migrar para nova UDN

Com o PSL em crise e sob suspeita de desviar verba pública por meio de candidaturas “laranjas” nas eleições de 2018, os filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL) negociam migrar para um novo partido, que está em fase final de criação. Trata-se da reedição da antiga UDN (União Democrática Nacional).

Segundo três fontes ouvidas pela reportagem em caráter reservado o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se reuniu na semana passada em Brasília com dirigentes da sigla para tratar do assunto. Ele tem urgência em levar adiante o projeto. Eleito com 1,8 milhão de votos, Eduardo teria o apoio de seu irmão, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Com esse movimento, a família Bolsonaro buscaria preservar seu capital eleitoral diante do desgaste do partido.

Enquanto ainda estava internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, Jair Bolsonaro acionou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para que determinasse investigações sobre o caso.

As suspeitas atingiram o presidente da legenda, deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE), e foram pano de fundo da crise envolvendo o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, que foi chamado de mentiroso por Carlos Bolsonaro depois de afirmar que tratara com o pai sobre o tema. Após cinco dias de crise, Bebianno deve ser exonerado do cargo nesta segunda-feira, 18, por Bolsonaro.

Além de afastar a família dos problemas do PSL, a nova sigla realizaria o projeto político de aglutinar lideranças da direita nacional identificadas com o liberalismo econômico e com a pauta nacionalista e conservadora, defendida pelo clã Bolsonaro.

No começo do mês, Eduardo foi ungido por Steve Bannon, ex-assessor do presidente americano Donald Trump, como o representante na América do Sul do The Movement, grupo que reúne lideranças nacionalistas antiglobalização.

O projeto do novo partido é tratado com discrição no entorno do presidente. Em 2018, a UDN foi um dos partidos – embora ainda em formação e sem registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – sondados por interlocutores do presidente para que ele disputasse a eleição, mas a articulação não avançou. Depois de anunciar a adesão ao Patriota, Jair Bolsonaro acabou escolhendo o PSL.

Com direito a falha de Magrão e polêmica no fim, Santa Cruz vence o Sport no Arruda

Paulo Paiva/DP

Diário de Pernambuco

Filme repetido no Sport. Acostumado a idolatrar seu maior ídolo, o torcedor rubro-negro viu ontem no estádio do Arruda o goleiro Magrão falhar pelo segundo jogo consecutivo. Melhor para o Santa Cruz que, em seu segundo clássico na temporada, venceu o Clássico das Multidões pelo Campeonato Pernambucano por 1 a 0 e vai dormir na liderança do estadual. O jogo também marcou a reabertura do Arruda. Após ser vetado por conta das condições do gramado, o torcedor coral enfim pôde retornar para “casa”. O jogo ainda teve uma polêmica no último minuto de jogo. Os jogadores do Sport reclamaram muito de um pênalti a seu favor, que foi ignorado pela arbitragem.

da competição.

Já o Sport vai ter um quase 10 dias para recolocar a cabeça no lugar. Sem a Copa do Brasil, o Leão volta a campo somente no dia 28 de fevereiro, contra o Afogados, pelo Campeonato Pernambucano. A derrota no Arruda fez o Rubro-negro em terceiro lugar, com 12 pontos.

O jogo

O Santa Cruz foi para o Clássico das Multidões com que tinha de melhor no momento, contrariando a expectativa de um possível time misto por conta do jogo de quarta-feira, pela Copa do Brasil. As únicas ausências do time considerado ideal foi o goleiro Ricardo Ernesto, o zagueiro Vitão e o atacante Pipico, que estava suspenso. Já Milton Cruz repetiu o mesmo time que foi eliminado pelo Tombense no meio de semana.

Dentro de campo, os 45 primeiros minutos foram de um jogo bastante disputado e com o Sport tendo as duas melhores oportunidades de gols. A primeira veio logo aos cinco minutos com Kaio. De dentro da área, o meia chutou cruzado obrigando o goleiro Anderson a praticar uma difícil defesa, mandando a bola para escanteio.

A resposta tricolor veio três minutos depois, com um chute de fora da área do volante Charles. Com Kaio um pouco mais participativo, e aparecendo mais dentro da área, porém, ainda não sendo  o Sport segurava mais a bola nos pés. Então, em um período de dez minutos, o jogo ganhou em emoção com quatro chances de gol. Primeiro, com cabeçada de Charles e defesa tranquila de Anderson. Depois, Elias respondeu com um chute fraco e para fora. A melhor oportunidade do primeiro tempo, entretanto, aconteceu aos 23 minutos. Após jogada pela direita de Ezequiel, Hernane dominou a bola dentro da área, se atrapalhou um pouco, mas conseguiu o passe para Guilherme que, de frente para o gol, chutou forte para uma difícil defesa de Anderson.

A última boa oportunidade do primeiro tempo veio com uma cobrança de falta de Charles, que passou pela barreira e defendida pelo goleiro Magrão. A partir daí, o jogo caiu em qualidade, mas tendo o Santa Cruz tentando mais as jogadas pelos lados do campo, e o Sport administrando o jogo.

Segundo tempo

Sem alterações nos times para o segundo tempo, o começo do Clássico das Multidões seguiu o ritmo dos primeiros 45 minutos, com o jogo o jogo bem equilibrado.

Fazendo valer o apoio que vinha das arquibancadas, o Santa Cruz começou o segundo tempo mais em cima do rival. E teve duas ótimas chances de abrir o placar, ambas com Guilherme Queiroz, o substituto de Pipico. A primeira veio após chute forte de dentro da área e que obrigou a Magrão espalmar para escanteio. E na cobrança do tiro de canto, o atacante teve mais uma grande chance ao cabecear da pequena área por cima do gol, com perigo.

Vendo o Santa Cruz crescer na partida, o técnico Milton Cruz resolveu mudar. Acionou o atacante Juninho na vaga do apagadíssimo Hernane Brocador, com uma atuação para esquecer. Já Leston Júnior se viu obrigado a fazer duas alterações, talvez por conta do desgaste da viagem a Sinop, no Mato Grosso. Primeiro com Jô, que deu lugar a Cesinha, e depois com Elias Carioca, para a entrada de Luiz Felipe.

Número de mortos em Brumadinho sobe para 169

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atualizou para 169 o número de mortes em decorrência do rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho. Mais cedo, a corporação informou que dois corpos foram retirados da lama de rejeitos nos últimos dois dias. Fragmentos de corpos também foram localizados pelas equipes nas últimas horas.

De acordo com boletim da Defesa Civil do estado divulgado hoje (17), todos os óbitos já foram identificados. A tragédia na mina Córrego do Feijão, nos arredores da capital Belo Horizonte, deixou ainda 141 pessoas desaparecidas – entre funcionários da mineradora, terceirizados que prestavam serviços à Vale e membros da comunidade.

As buscas seguem na cidade desde o rompimento da barragem da mineradora Vale, no dia 25 de janeiro. Os rejeitos invadiram áreas da Mina do Córrego do Feijão, onde a estrutura estava, e das proximidades, deixando um rastro de mortes e destruição.

Desde o início das buscas, foram localizadas 393 pessoas, das quais 224 da “lista da Vale” e 169 da comunidade. Não há mais hospitalizados, segundo o balanço atualizado pela Defesa Civil.

Crédito
O Banco do Brasil anunciou que produtores de Brumadinho terão mais prazo para financiamentos adquiridos. O vencimento das dívidas foi adiado em um ano, considerando prejuízos da tragédia.a

Delegação da Venezuela e dos EUA vai à fronteira ver ajuda humanitária

Uma delegação parlamentar da Venezuela e dos Estados Unidos, liderada pelo senador republicano Marco Rubio, visitou a cidade colombiana de Cúcuta, escolhida para centralizar a ajuda humanitária destinada à população venezuelana. Em sua conta no Twitter, o norte-americano reclamou da presença de contentores, impedindo a passagem das doações.

“Na fronteira. Esses contentores atrás de nós foram postos ali por um regime criminoso e terrorista. Não vai funcionar. A comida e os produtos médicos chegarão ao povo”, afirmou Marco Rubio nas redes sociais.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, oposição ao governo de Nicolás Maduro, faz campanha para angariar ajuda humanitária internacional. Porém, Maduro resiste à campanha, alegando que há uma orquestração contra seu governo para organizar uma intervenção militar no território venezuelano.

Só em Cúcuta, segundo o senador norte-americano, há mais de 300 toneladas de alimentos e medicamentos “prontos para serem entregues ao povo venezuelano”. Crítico do governo Maduro, Marco Rubio se refere ao presidente venezuelano como ditador e responsável por um regime criminoso e terrorista.

“A Família Criminal de Maduro faz todo o possível para que a ajuda não chegue às pessoas. Isso é pura maldade”, reagiu, nas redes sociais, Marco Rubio, que se reuniu com integrantes da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, que é oposição a Maduro.

O senador foi à ponte Simón Bolívar, entre Venezuela e Colômbia, com os parlamentares venezuelanos. “Conversamos sobre a entrega de ajuda [humanitária], eleições livres e justas e a reconstrução da Venezuela, depois que Maduro e seus aliados saiam. Eu lhes disse para não perderem a esperança”, reiterou o norte-americano.