Bolsonaro chega ao CCBB para reunião que aprovará estrutura de ministérios

Agência Estado

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, terá uma reunião nesta quinta-feira, às 10h, com a equipe de transição para aprovar o desenho consolidado da estrutura dos ministérios. Esta semana, o futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, informou que estão previstas 22 pastas – o comando dos futuros ministérios dos Direitos Humanos e do Meio Ambiente ainda não foi definido.

Bolsonaro chegou por volta das 8h40 ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede da transição, para “agenda interna”, segundo informou sua assessoria.

Inicialmente, Bolsonaro teria reuniões no início da manhã com autoridades na Granja do Torto, uma das residências oficiais da Presidência da República, onde está hospedado, mas os encontros não ocorreram. Ainda não foi informado se o presidente eleito permanecerá em Brasília nesta quinta-feira ou se retornará ao Rio de Janeiro.

PF combate desvios de R$ 2 milhões do INSS

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (6), a Operação Crotalus contra fraudes em benefícios do INSS, em desvios que chegam a R$ 2 milhões.

Policiais Federais estão cumprindo seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais, Cascavel e Marechal Cândido Rondon, no Paraná, e em Bombinhas, em Santa Catarina, além de um mandado de prisão em nome de um dos investigados, porém relacionado a outra investigação em crime de moeda falsa.

Em nota, a PF informou que a investigação teve início em 2017 com a suspeita de recebimento indevido de um benefício previdenciário de pensão por morte, em decorrência do suposto óbito da esposa. Investigações mostraram que ambos não existiam: o viúvo e a suposta esposa morta.

Após as diversas diligências realizadas, foi possível constatar a existência de um sofisticado sistema de criação de pessoas fictícias, criação de pessoas jurídicas em nome de pessoas fictícias, falsificação de documentos públicos diversos, abertura de contas bancárias e aquisição de financiamentos de veículos em nome de pessoas fictícias, entre diversas outras práticas criminosas.

De acordo com a PF, as diversas pessoas físicas e jurídicas criadas pela organização eram utilizadas para dificultar o rastreamento dos reais autores das fraudes.

Os investigadores analisaram centenas de registros financeiros dessas pessoas que não existem, o que auxiliou a Policia Federal na identificação dos integrantes da organização.

Além da análise das movimentações financeiras, os integrantes também foram acompanhados veladamente durante meses por policiais federais, sendo identificados os locais onde realizavam os saques, além de outros integrantes da organização ainda desconhecidos até aquele momento.

Os quatro benefícios indevidos começaram a ser recebidos por volta de 2008/2009. O total do prejuízo aproximado até agora nesses benefícios já identificados, em valores atuais, é de cerca de R$ 2 milhões. Os benefícios fraudados eram os do limite do INSS, R$ 5.645,00.

Foram identificadas diversas empresas de fachada criadas e mantidas pelos integrantes da organização para movimentar os valores obtidos através das fraudes em face do INSS.

Com a deflagração desta operação, foram suspensos imediatamente os benefícios obtidos mediante fraude, o bloqueio de ativos de seis pessoas físicas relacionadas direta ou indiretamente às fraudes, restrição de transferência de veículos, bloqueio dos ativos de aproximadamente 20 pessoas físicas fictícias e empresas de fachada, assim como a indisponibilidade de quaisquer outros bens e valores sob guarda, depósito ou administração de instituições financeiras no Brasil.

Crotalus é um gênero de serpentes. A operação tem esse nome em alusão ao local onde residia um dos principais alvos e local de forte atuação da organização criminosa.

Baixa representação do Nordeste no governo exige maior articulação, defende Armando

Respeitado nacionalmente por lideranças políticas e empresariais, o senador pernambucano Armando Monteiro (PTB-PE), avalia com um sinal de alerta o número de representantes do Nordeste no primeiro escalão do governo Jair Bolsonaro, que assume em janeiro. a presidência da República.

“Se não temos representante nordestino no Governo Federal, nós temos que cobrar políticas públicas em favor do Nordeste”, defendeu, em entrevista à rádio Arari FM, do Sertão de Pernambuco.

Com a experiência de quem já foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, presidente do Senai do Brasil e da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando diz que é preciso lutar para destravar projetos e obras estruturadoras que impedem o desenvolvimento da região.

“Pernambuco e o Nordeste precisam da Ferrovia Transnordestina. Vamos cobrar deste governo uma solução para a obra que se arrasta há duas décadas”, defende.

Quatro em cada dez varejistas esperam crescimento das vendas neste fim de ano frente a 2017

Apesar da lenta recuperação da economia ao longo de 2018, há uma percepção mais otimista sobre os resultados do varejo para este fim de ano. Uma pesquisa feita com empresários do setor em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que para quatro em cada dez (43%) comerciantes as vendas no período devem ser melhores na comparação com 2017. Além desses, 32% dos empresários acreditam que as vendas se manterão no mesmo patamar e apenas 9% esperam um desempenho pior — uma queda de 12 pontos percentuais em relação a 2017. O número dos que não souberam responder cresceu 15%.

Na avaliação do presidente da CNDL, José César da Costa, há sinais claros de retomada na confiança do empresariado brasileiro, que já enxerga um fim de ano bastante promissor. “Tradicionalmente, o varejo registra um crescimento nas vendas neste período. Embora o cenário econômico ainda esteja pouco aquecido, o Natal é a data mais importante para os setores de comércio e serviços, por essa razão, os empresários seguem animados”, analisa.

A pesquisa mostra ainda que pouco menos da metade (46%) dos entrevistados se prepararam ou pretendem preparar a empresa para o Natal — um aumento de 10 pontos percentuais em relação a 2017. Por outro lado, 44% afirmam não ter um plano especial para o seu comércio no fim de ano. Dentre os que se planejaram para o Natal e Ano Novo, as principais estratégias mencionadas são ampliação do estoque (50%), diversificação de produtos e serviços (34%) e investimento na infraestrutura da empresa (20%).

Em contrapartida, os empresários que não pretendem fazer alguma ação específica no período justificam que não enxergam necessidade de investir, sobretudo por não ver aumento significativo na demanda (45%). Além disso, 21% alegam falta de dinheiro e 9% estão desanimados com o resultado das vendas este ano.

Estima-se que 35,1 mil vagas temporárias serão criadas no varejo para o fim do ano; 36% pretendem efetivar pelo menos um temporário

Além de sondar as percepções do setor sobre as expectativas de vendas para o fim de ano, a pesquisa também investigou a intenção de contratar mão de obra para as festas de Natal e Ano Novo. O levantamento mostra que a expectativa de reação da economia ainda não reflete na criação de novos postos de trabalho no curto prazo. Apenas 20% dos comerciantes já contrataram ou irão contratar mão de obra extra para reforçar o quadro de trabalhadores nesse período – sejam eles temporários, informais, efetivos ou terceirizados.

Em números absolutos, a previsão é de que aproximadamente 35,1 mil vagas sejam criadas no período. Para 83% desses comerciantes que contrataram ou pretendem contratar, o principal motivo é suprir a demanda aquecida no período do fim de ano. Os que não pretendem reforçar as equipes com novos profissionais somam 70% da amostra, dos quais 47% justificam não perceber um aumento expressivo no movimento que justifique contratar mais.

Para aqueles que vão reforçar o quadro de pessoal, a média de contratações nesse período deve ficar entre um e dois funcionários por empresa. Considerando apenas os que contratarão temporários para o período, praticamente quatro em cada dez (37%) não pretendem efetivar nenhum, enquanto 25% vão efetivar um profissional após as festas de fim de ano. Em relação ao ano passado, 36% garantem que o volume de colaboradores contratados para dar suporte no período será maior, independente da modalidade de contratação. Outros 36% afirmam que permanecerá igual e 15% consideram que será menor.

A pesquisa revela ainda que ter experiência na área e ensino médio concluído costumam ser requisitos necessários. Metade (50%) dos comerciantes que planejam contratar procuram profissionais com bagagem anterior e apenas 8% exigem que o candidato tenha feito algum curso profissionalizante. Para 55% dos empresários, os candidatos devem possuir ensino médio, embora 28% não levem em consideração a escolaridade na hora de contratar. “Nessa época do ano, os varejistas costumam ter pouco tempo para treinar os novos contratados. Desta forma, muitas vezes optam por profissionais que já tenham um pouco de experiência”, explica o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

Metodologia

A pesquisa ouviu 605 empresários e gestores responsáveis pela contratação de mão de obra de empresas do comércio varejista localizadas nas capitais e interior do país. A margem de erro é de 4,0 pontos percentuais a uma confiança de 95%. Baixa a íntegra da pesquisa em https://www.spcbrasil.org.br/pesquisas

/**/

Caruaru será contemplada com descontos do projeto de lei IPTU verde

O Projeto de Lei Complementar de número 73 que institui o programa de incentivo chamado IPTU Verde, será votado na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Caruaru, desta quinta-feira (06), a partir das 16h. O projeto de autoria do Vereador Heleno Oscar (Patriota), membro da comissão de meio ambiente da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, segue uma lógica de prática internacional que certifica empresas ou residências que investiram em tecnologias sustentáveis em seus projetos de construção. A aplicação dessas soluções sustentáveis vai somando pontos para o cidadão e o somatório classificará o empreendimento e assim reverter em descontos de até 10%, no pagamento do IPTU.

O IPTU verde prevê ainda, desconto para implantação do sistema de captação e aproveitamento de águas das chuvas em 90% da área de cobertura, além da construção de cobertura vegetal e captação de energia solar. O projeto já foi implantado em cinco cidades brasileiras e essa aprovação será um ganho para Capital do Agreste. “O importante é que as pessoas se sintam motivadas a preservar o meio ambiente e olhem para uma planta ou a água das chuvas como uma aliada”, destacou o autor do projeto, o vereador Heleno Oscar.

Em 2017 uma audiência pública foi realizada para informar a sociedade todos os detalhes do projeto e o incentivo as políticas de desenvolvimento sustentável. O IPTU Verde passou pela análise das comissões de Legislação e Redação de Leis, Obras, Finanças e Meio Ambiente. O projeto teve a avaliação jurídica do Advogado Bruno Martins e colaboração do Arquiteto/urbanista, Elielson Melo.

3 anexos

Conab apoia agricultura familiar em três estados com recurso extra de R$ 1,5 milhão

Os agricultores familiares de Pernambuco, Ceará e da região do entorno do Distrito Federal receberão R$ 1,5 milhão a mais para desenvolver projetos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na modalidade de Compra com Doação Simultânea (CDS). O recurso será repassado pela Companhia Nacional de Abastecimento e deverá beneficiar cerca de 15 projetos.

O investimento é suplementar ao orçamento inicial do programa, resultado de emendas parlamentares individuais apresentadas por deputados dos estados atendidos. Pernambuco terá o maior aporte, com R$ 1,3 milhão. Os projetos contemplados com a verba seguirão a lista de propostas aprovadas pela Companhia, respeitando o ranqueamento no estado que considera todos os critérios de participação, como mulheres rurais, comunidades tradicionais e assentados, produtores de alimentos orgânicos ou agroecológicos, entre outros.

Para o Ceará, serão destinados R$ 100 mil e a escolha dos projetos também respeitará a classificação das propostas no estado. Já para a região do entorno do DF, a verba de R$ 150 mil deve ser aplicada em projetos aprovados pela Companhia nos municípios de Formosa, Água Fria e/ou Vila Boa, sempre respeitando a posição no ranking das propostas classificadas.

A CDS tem como finalidade o apoio aos agricultores familiares, por meio de cooperativas e associações, a partir da compra de sua produção. Os alimentos adquiridos são destinados ao abastecimento da rede socioassistencial e também de Equipamentos Públicos de Segurança Alimentar e Nutricional, como restaurantes populares e cozinhas comunitárias.

O orçamento suplementar ao PAA é resultado de emenda parlamentar encaminhada pelos deputados federais Pedro Chaves (MDB/GO), Adalberto Cavalcanti (Avante/PE) Marinaldo Rosendo (PP/PE), Vaidon Oliveira (PROS/CE).

Prefeito faz doação de terreno para construção do espaço

A noite da quarta-feira (05), ficará na história da luta pelo bem estar dos animais de rua em Gravatá. Atitude inédita na nossa cidade, o Prefeito Joaquim Neto anunciou publicamente, no Paço Municipal de Gravatá, a doação de um terreno da prefeitura para a construção de um abrigo destinado a acolher os animais abandonados do município.

A doação foi aprovada pela Câmara Municipal dos Vereadores nesta segunda-feira (03), através da Lei nº 3782/2018. O terreno é localizado na área verde do Loteamento Redenção, entre as ruas Caetano Tavares e Martiniano José Fernandes, no bairro do Salgadão. O total da área é de 6.840m².

O Prefeito Joaquim Neto fala o quão feliz ficou em ter assinado a Lei.

“Estou muito feliz por esse projeto de lei ter sido aprovado, pois irá beneficiar justamente os animais de rua, que são os que mais precisam. Vamos ajudar também a ONG “Anjos da Vida Proteção Animal de Gravatá”, a quem foi destinada essa área para construir um local onde esses animais poderão viver assistência e de modo tranquilo”, falou.

A ONG, presidida pelo Sr. João Salgado, é uma instituição sem fins lucrativos e, com o apoio da prefeitura, irá gerenciar o funcionamento do abrigo.

Estavam presentes na ocasião autoridades do município, bem como, médicos veterinários, professores e estudantes do curso de medicina veterinária da Universidade Federal Rural de Pernambuco – (UFRPE) e o Pe. João Paulo.

A professora da UFRPE da área de cirurgia de pequenos animais, Graziele Aleixo, explica a importância desse abrigo para o município.

“É uma ótima iniciativa. Inclusive, serve de exemplo para outras prefeituras, pois quando andamos nas ruas das cidades, encontramos muitos animais abandonados. Isso gera um problema muito grande para a sociedade como um todo. Então, com atitudes como essa, temos a possibilidade de ter um controle maior do abandono e, também, das doenças que assolam os animais quando estão na rua e sem nenhuma assistência veterinária”, ressaltou.

3º Distrito da Zona Rural recebeu implantação do 12º Conselho de Segurança Cidadã

A Prefeitura de Caruaru realizou a 12ª implantação do Conselho de Segurança Cidadã dos bairros e da zona rural (CONSEC), na noite dessa quarta-feira (05), no 3º distrito da Zona Rural, em Malhada de Pedra. “Estamos muito felizes com a participação da população, uma plenária lotada para mais uma implantação na zona rural. Depois de passar pela zona urbana, conseguimos instalar os conselhos nos quatro distritos de Caruaru. Trabalhamos juntos com a comunidade para devolvendo os melhores serviços para os moradores”, enfatizou a prefeita Raquel Lyra.

Participaram da implantação do Consec, junto à prefeita, representantes das secretarias municipais, policiais civis e militares, representante do Disque-Denúncia e outras entidades, junto à comunidade local. “É de extrema importância à interação entre os órgãos de segurança, o poder municipal e a população. As pessoas podem falar da sua realidade, sabendo que o poder público vai estar envolvido para resolver os problemas da comunidade”, relatou o delegado da Polícia Civil, Thiago Henrique.

Foi votada pela comunidade a composição do conselho e, através dessa mesa diretora, os problemas do distrito foram apresentados ao Comitê Juntos Pela Segurança. O comitê será responsável pela implementação e monitoramento do Plano Municipal Juntos pela Segurança em consonância com as ações e atribuições constitucionais dos diversos órgãos da esfera do poder público federal e estadual, que atuam na preservação da ordem pública, trazendo, assim, resultados positivos na prevenção à violência em Caruaru. “É uma grande oportunidade de reivindicar nossos direitos, vamos mudar a vida dos moradores do local. Com o Conselho temos a oportunidade de trazer melhorias para nossa comunidade”, relatou Levi Gomes, presidente eleito do Consec do 3º distrito da zona rural.

Após a votação do Conselho, algumas demandas já surgiram e a secretária de Ordem Pública, Karla Vieira, já foi alinhando com sua equipe quais as medidas a serem tomadas para trazer resultados à população. “Começamos esse trabalho em 2017, e a plenária no 3º distrito mostrou a confiança das pessoas no projeto. É com muita emoção que encerramos esse ano com total cobertura em toda zona rural de Caruaru, e confiantes que no próximo ano teremos mais Consec”, exaltou Karla Vieira.

Como o 13º Salário pode trazer benefícios para o seu negócio?

O 13º salário acaba sendo um momento de “oxigênio” financeiro para algumas pessoas que aproveitam para comprar produtos ou contratar serviços que tanto queriam o ano todo. Porém, a quantidade de ofertas e a competição está cada dia maior.

Como chamar atenção dos seus potenciais clientes para que eles queiram comprar com você e não com a concorrência? A coach em desenvolvimento humano, Sabrina Espíndola, dá cinco dicas para sair na frente.

Confira:

1) Experiência: lembre-se de que as pessoas cada dia mais estão comprando não apenas produtos ou serviços, mas sim a experiência que é proporcionado ao se adquirir alguma coisa. Fique atendo nos pequenos detalhes, como mimos, um recado agradecendo a compra e um ótimo relacionamento. Isso cativa o cliente.

2) Emoções: Conecte-se com as emoções do seu potencial cliente, principalmente com a emoção de dor que está ligado ao problema que sua empresa resolve para ele. Assim consegui acolhe-lo e faz toda a diferença.

3) Humanização: Crie relacionamento direto com todas as pessoas importantes para o seu negócio, através das mídias sociais, mensagem no telefone, cartão de aniversário, eventos e brindes. Procure mostre o quanto se importa com as pessoas. Defina qual o propósito da sua marca para que consiga se conectar melhor com todas que fazem a sua empresa acontecer, como clientes, fornecedores e colaboradores.

4) Treine: inspire a sua equipe vestir a camisa da empresa. Explique importância dos seus colaboradores para que o negócio prospere. Lembre-os que sem cliente não há empresa. Isso influenciar diretamente nos resultados financeiros de todos. Foco sempre na solução muito mais do que no problema. Os erros devem servir como parte da aprendizagem

5) Simplifique: algumas vezes pequenas gestos e ações de marketing já engajam pessoas a sua marca. Então, aposte em falar um pouco da sua rotina e ofereça dicas para melhorar a qualidade de vida.

Seguindo essas dicas você conseguirá mostrar qual é o seu diferencial e cativar os clientes a comprarem com você.

Operação prende empresário suspeito de sonegar mais de R$16 milhões

Foi desencadeada, na manhã da quarta-feira (5), a Operação Octanagem, com o objetivo de prender integrantes de uma organização criminosa, voltada para a prática de sonegação fiscal e associação criminosa. A ação ocorreu em Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Durante a operação realizada pela Polícia Civil (PC) foram cumpridos três mandados de prisão contra empresários do ramo de distribuição de combustível e três mandados de busca e apreensão domiciliar. Entre os envolvidos está um empresário de Salvador de 45 anos, preso nesta manhã, em um hotel em Boa Viagem. De acordo com a polícia, ele é acusado de sonegar pelo menos R$ 16 milhões.

Segundo o chefe da Polícia Civil, Joselito do Amaral, a organização atuava também no Estado da Bahia e a sonegação chegou a R$ 300 milhões. “Os desvios aconteceram em quatro meses e as investigações começaram em agosto, quando a Secretaria da Fazenda observou o não recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que deveria ser feito pela distribuidora e acionou a PC”, afirmou.

Ainda segundo o delegado, os detalhes desta operação vão ser divulgados durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (6).

Folhape