Contratações pelo Sine crescem 36,7% em 2017

As contratações realizadas por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine) aumentaram 36,7% em 2017, em relação ao ano anterior. Os números são de um boletim do Observatório do Trabalho da Secretaria de Políticas Públicas (SPPE) do Ministério do Trabalho (MTb) e mostram que, em todo o ano passado, 577,2 mil trabalhadores cadastrados no Sine conseguiram emprego, enquanto em 2016 foram 422,4 mil colocados.

Segundo o boletim, apresentado no final de março durante reunião do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), do total de admissões intermediadas pelo Sine em 2017, 12,7% foram de trabalhadores requentes do Seguro Desemprego. Em 2016, esse percentual foi de 12,1%. “São números que mostram a importante contribuição do Sine para a dinâmica do mercado de trabalho no Brasil”, diz o ministro do Trabalho, Helton Yomura.

Essa contribuição se revela também pela razão entre o total de colocados pelo Sine e o número de admitidos no mercado de trabalho formal, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do MTb. No quarto trimestre de 2017, na média nacional, 5,3% das admissões registradas no Caged foram intermediadas pelo Sine. “Vale ressaltar que esses números do quarto trimestre de 2017 representam o melhor desempenho da intermediação da mão de obra para o mercado de trabalho formal pelo Sine”, destaca o secretário-executivo do MTb e presidente do Codefat, Leonardo Arantes.

O melhor índice até então era o do quarto trimestre de 2016, quando 4,7% das admissões foram intermediadas pelo Sine. Depois, houve queda nos trimestres seguintes, chegando a 2,6% no terceiro trimestre do ano passado, índice próximo aos registrados entre o primeiro trimestre de 2015 e o terceiro de 2016, quando a participação do Sine nas admissões se mantinha entre 2,2% e 2,6%.

Estados – O levantamento indica que houve diferenças significativas entre os estados nas admissões via Sine. Dez deles ficaram acima da média nacional, com destaque para Alagoas, onde a intermediação de mão de obra pelo Sistema representou 27,6% do total no último trimestre de 2017. “O estudo constatou que o grande responsável por esse ótimo desempenho de Alagoas foi a intermediação de mão de obra no setor de fabricação de açúcar, que respondeu por 10,6 mil das 11,6 mil colocações no período”, explica Arantes. O Ceará, com 17,5%, e o Paraná, com 14,2%, também tiveram desempenhos diferenciados no trimestre.

Quanto ao perfil dos trabalhadores, há diferenças entre requerentes do Seguro Desemprego e os que buscaram o Sine diretamente à procura de vaga. Dos requerentes do benefício, 56,1% eram homens, principalmente nas faixas etárias de 18 a 24 anos (27,2%) e 30 a 39 anos (26,8%), a maioria com ensino médio completo (50,8%). Já entre não requerentes, predomina o sexo feminino (54,2%), na faixa etária de 18 a 24 (52,7%), com ensino médio completo (41,8%). “Nesse cenário, destaca-se a procura de emprego no Sine especialmente pelos mais jovens”, salienta Arantes.

Setores – O relatório também aponta que a maioria das vagas de emprego oferecidas pelo Sine no quarto trimestre de 2017 era no setor de serviços (47,6%), seguido pelo comércio (23,5%) e indústria (19,7%). As principais ocupações das vagas oferecidas foram de Alimentador de Linha de Produção, Vendedor de Comércio Varejista e Faxineiro.

O documento do Observatório do Trabalho vai auxiliar no monitoramento, avaliação e tomada de decisão dos gestores em relação a políticas públicas e ações do Sine. “É uma publicação estratégica para a Secretaria de Políticas Públicas de Emprego, o Codefat, órgãos e entidades executoras dessas políticas, porque apresenta informações e pesquisas que vão subsidiar o gerenciamento e a implementação das políticas públicas de emprego, trabalho e renda”, diz o presidente do Conselho

Inscrições abertas para o Segundo Feirão de Empregabilidade para Pessoas com Deficiência

De acordo com dados do censo do IBGE de 2010, em Caruaru existem mais de 40 mil pessoas com deficiência, o que representa 15% da população do município, e 89.845 jovens entre 14 e 24 anos, que corresponde à 28,5% dos caruaruenses. Com o intuito de criar políticas inclusivas para esses públicos, a Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, por meio da Coordenação de Promoção das Pessoas com Deficiência, irá realizar o II Feirão de Empregabilidade para Pessoas com Deficiência e Jovem Aprendiz de Caruaru.

A ação será realizada no Espaço de Eventos do Caruaru Shopping, no dia 04 de maio de 2018, das 8h às 17h, e tem o objetivo de proporcionar a aproximação das empresas que disponham de vagas, das pessoas que atendam ao perfil e buscam inserção no mercado de trabalho. Os candidatos terão à disposição uma estrutura composta por estandes de atendimentos das empresas parceiras, com a oferta do número de vagas e a exposição do material de divulgação institucional.

O feirão será também uma oportunidade de promover a aprendizagem na elaboração de currículos que poderão ser confeccionados no local e entregues pelos candidatos diretamente às empresas, no caso de possibilidade ou interesse de contratação. A Uninassau estará dando esse suporte realizando as oficinas de elaboração de currículos, ética e cidadania e apresentação pessoal. O Ministério do Trabalho também será parceiro do evento, assim como CDL, Acic, Sindloja, INSS, SENAI, CIEE e Caruaru Shopping. A ação conta também com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

As ofertas de emprego serão voltadas para quem tem entre 14 e 24 anos, no caso do Jovem Aprendiz, e para pessoas com deficiência, sem limite de idade. As inscrições estão abertas até o dia 30 de abril, através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe8Itwk83rALZWKuI5UmrjUVksNCVmgYdThFBUoHDD1CTI1nQ/viewform?c=0&w=1 . Quem não conseguir fazer on-line, pode realizar o cadastro de forma presencial, no dia do evento.

Difusora + traz programação cultural direcionada a criançada

Difusora +_Divulgação

Para quem já se habituou a programação diversificada que o Shopping Difusora está disponibilizando nos fins de semana, a partir do projeto Difusora +, espera só até saber o que está agendado para o domingo (15). Desta vez, a diversão será inteiramente voltada para a criançada, com mamulengos, biblioteca infantil e contração de história. Tudo começa a partir das 13h.

O teatro de mamulengos é responsável por encantar não só a criançada, mas também os adultos. Ele lembra um tempo onde à infância era aproveitada sem interferência da tecnologia. E para esse momento tão especial e cheio de recordações do Difusora +, quem aporta com todos os personagens do espetáculo de bonecos é o talentoso Sebastião Alves, mais conhecido por Sebá.

Para a ocasião, ele promete não deixar de fora personagens que já viraram ícones do teatro de mamulengos, como o Benedito e a Chiquinha. Além do mais, a criançada vai mergulhar fundo no mundo da fantasia, através de um momento de contação de histórias com o pessoal da Companhia Feira. Fechando a programação, o incentivo a leitura também estará presente com a biblioteca infantil.

De acordo com o gerente de Marketing do Shopping Difusora, depois de muita música, chegou a hora da programação do Difusora + seguir por uma estrada diferente. “O intuito do projeto é abordar todas as vertentes artísticas que envolvem a cultura de Caruaru. Agora chegou a vez da criançada aproveitar o show dos mamulengos, a contação de histórias e a biblioteca infantil”, diz Welter Duarte.

O Difusora + é um projeto que nasceu com o intuito de trazer apresentações culturais no âmbito musical, teatral e dança. As apresentações desta edição do projeto serão realizadas na Pracinha Difusora, que fica localizada no terceiro piso do mall, bem ao lado da loja Sergio’s. Vale lembrar que tudo começa a partir das 13h. A participação da criançada acontece de forma gratuita.

Alterações nas regras do cheque especial são positivas

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) considera positivas as alterações nas regras do cheque especial anunciadas pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) no último dia 10. As mudanças são uma ação voluntária dos bancos e devem entrar em vigor a partir de julho deste ano.

De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, o sucesso da medida dependerá das próprias instituições financeiras. Isso porque o cheque especial é uma das operações de crédito mais lucrativas, e são os próprios bancos que estabelecem o limite, podendo aumentá-lo a qualquer momento.

Além disso, será necessário um intenso trabalho de educação financeira, com o objetivo de disciplinar os consumidores sobre o uso consciente do crédito. Dessa forma, a Entidade ressalta que é necessário munir o consumidor com informações claras e transparentes sobre o valor que está pagando de juros e outros encargos na operação, a fim de que, assim, ele consiga entender o tamanho da sua dívida com o cheque especial.

A sugestão da Entidade é de que tais informações sejam disponibilizadas semanalmente no extrato da conta corrente, com aviso instantâneo ao acessar a conta via caixa eletrônico, internet banking ou aplicativo do celular. O extrato semanal daria consciência aos consumidores dos custos atuais da operação com cheque especial.

O que muda
O cheque especial é um limite de crédito aprovado pelos bancos aos seus clientes para que seja utilizado em situações emergenciais. Mas, na prática, grande parte dos brasileiros utiliza esse crédito frequentemente, incorporando o valor à sua renda mensal. De acordo com dados do Banco Central do Brasil (BCB), a taxa de juros média dessa modalidade de crédito atingiu 324,1% ao ano em fevereiro.

O uso contínuo do cheque especial pode transformar o endividamento do consumidor em “uma bola de neve”, salienta a FecomercioSP. Para amenizar esse problema, a Febraban afirma que os bancos irão contatar os clientes que estiverem com mais de 15% de seu limite do cheque especial comprometido, desde que o saldo devedor seja maior de R$ 200, por um período superior a 30 dias, e oferecer uma modalidade de crédito alternativa com prazos e taxas definidos pelos bancos.

Sobre a FecomercioSP
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 143 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista – e quase 10% do PIB brasileiro -, gerando em torno de 10 milhões de empregos.

ARTIGO — Central, mais vivo do que nunca!

Pedro Augusto

Dentro de campo não foi desta vez que o Central levantou a taça do Campeonato Pernambucano. Embora tenha jogado melhor em relação ao seu adversário no segundo duelo da decisão do Estadual 2018, no domingo passado (08), na Arena de Pernambuco, a Patativa acabou perdendo para o Náutico por 2 a 1 ficando com o vice. Apesar de o resultado final não tenha sido o esperado por parte da torcida alvinegra, a equipe caruaruense também deve se considerar campeã por tudo aquilo que demonstrou, seja nas quatro linhas ou não, neste início de temporada.

Imbuídos em garantir a sobrevivência do maior clube do Interior de Pernambuco, os centralinos que assumiram a gestão do clube em seus determinados departamentos, no último bimestre de 2017, trataram de seguir na mesma direção de trabalho conseguindo arrumar a casa em poucos meses. Parcelaram os débitos trabalhistas, deixaram em dia os salários dos funcionários, atraíram novos sócios – pulando de 30 para 700 -, captaram novos patrocinadores e formaram um elenco bastante competitivo.

Se o tão sonhado título não veio, o Central chega mais forte do que nunca na Série D 2018. Com estreia marcada para o próximo dia 22 diante do Jacuipense, no Estádio Valfredão, na Bahia, a Patativa já está sendo considerada como uma das principais favoritas para conseguir o acesso à Série C. Também pudera! Conseguiu renovar com Mauro Fernandes, treinador experiente e vencedor no futebol nacional, bem como ainda deverá manter grande parte plantel que fez bonito no PE.

Algumas contratações pontuais também serão realizadas bem como novos patrocinadores poderão chegar fortalecendo ainda mais a caminhada do alvinegro caruaruense na competição nacional. Mas, mais do que time forte e mais patrocínio, o Central necessita continuar recebendo o apoio maciço das arquibancadas que foi observado na reta final do Estadual.

Espera-se que não só os centralinos, mas também os rubro-negros, tricolores, corintianos, flamenguistas, são-paulinos, botafoguenses e vascaínos locais que empurraram e vestiram a camisa da Patativa na fase decisiva do Pernambucano permaneçam apoiando o time da terra, haja vista que o Central é de Caruaru, cidade esta que também tem time para se torcer! Avante, Patativa!

Happy Hoti Catholic do Coração será a partir das 13h deste domingo (15)

O Happy Hoti Catholic do Coração será a partir das 13h deste domingo (15), no Campus III da Asces-Unita. O evento é voltado para o público jovem católico e chega a sua 3ª edição apresentando o DJ Roony Moura e o Ministério Maranatha, através de iniciativa do Encontro de Jovens com Cristo (EJC) e da Paróquia Coração Eucarístico. O ingresso custa R$ 15 e a camisa R$ 10 e podem ser adquiridos na Banca de Revistas Terceiro Mundo ou na secretaria do Convento.

ARTIGO — Cresce a linha divisória

Pedro Augusto

Bastante citadas nos livros de história, as datas costumam fincar nas memórias dos leitores aqueles dias, meses e anos que tiveram uma representatividade muito grande causando os mais variados tipos de rumos para uma determinada nação. Sem dúvidas, o 5 de abril deste ano foi uma dessas datas que deverão ser, a partir de agora, mencionadas com destaque nos capítulos da biografia do Brasil. Nela, pela primeira vez nos quase 515 anos de descobrimento do país, foi decretada a prisão de um ex-presidente da República.

Um dia depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar habeas corpus a Luiz Inácio Lula da Silva, o juiz federal Sérgio Moro determinou a prisão do petista e fixou a tarde da sexta-feira (6) como prazo para que ele se entregasse. O prazo foi em razão da “dignidade do cargo” que Lula exerceu, explicou o juiz, que também proibiu o uso de algemas e disse ter preparado sala especial para o início do cumprimento da pena do ex-presidente. O petista foi condenado em segunda instância, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, a 12 anos e 1 mês de reclusão.

Tão logo a notícia da determinação da prisão do ex-presidente ganhou corpo em todo o Brasil e no mundo, os brasileiros trataram de esticar ainda mais a linha divisória que vem imperando já não é de hoje no país. De um lado, os veneradores do juiz Sérgio Moro, que os têm como o exterminador de corruptos direcionando uma atenção mais especial a ala vermelha. Do outro, os eleitores do ex-presidente Lula, que até admitem que o “companheiro” roubou, mas fez para o pobres.

E com quem está a verdade? Isso só o tempo poderá dizer, mas enquanto a resposta não chega, torce-se muito, mas muito mesmo, que os “Coxinhas” e os “Pão com Mortadela” baixem mais a guarda e tentem direcionar um pouco mais os seus pensamentos, ações e olhares para construir uma nova realidade para o país sem tanta intolerância, perseguição, preconceito e violência. Que essa linha divisória, que foi criada, imaginária, é claro, mas ao mesmo tempo tão viva e presente nas ações e nos comentários dos brasileiros, comece a se dissipar tão logo a eleição presidencial ocorra neste ano.

E que o dia 5 de abril passe a estampar os livros de história do Brasil não apenas como uma data que ficou marcada pela prisão de um ex-presidente, mas, sim, pelo início do combate efetivo à corrupção, fazendo jus ao velho lema de que a “Lei é para todos!”.

Primeiro Encontro de Ecoturismo, Turismo Cultural e Gastronômico de Caruaru

Será realizado neste domingo (15) o primeiro evento de Ecoturismo, Turismo Cultural e Gastronômico de Caruaru, no Parque Municipal João Vasconcelos Sobrinho, em Serra dos Cavalos. A iniciativa é da Secretaria de Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural e acontece das 14h às 17h, com comercialização de produtos artesanais e gastronômicos naturais, a exemplo do açaí, pasta de jaca, pastéis de banana, licor natural, entre outros produtos. Também haverá apresentação de arte-educadores e de show com o cantor Fábio Duarte.

Participam do encontro representantes rurais das localidades do Murici e dos sítios Araçá e Brejo Velho, além da comunidade Hare Krishna, bem como visitantes dos lugarejos vizinhos. O evento, que é totalmente gratuito e aberto ao público, tem o apoio da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru.

Seleções de estágio disponíveis através da Acic

Seleções de Estágio

O estágio é uma etapa fundamental da formação, que possibilita ao futuro profissional adquirir conhecimentos práticos sobre a carreira que escolheu. Para encurtar a distância entre quem procura e quem oferta as oportunidades no mercado de trabalho, a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) está selecionando candidatos para vagas de estágio em: Direito, Ciências Contábeis, Administração, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Educação Física para empresas associadas.

A vaga em Direito é destinada a alunos do 4ª ao 8º período da graduação que tenham disponibilidade de trabalhar seis horas por dia. A bolsa auxílio oferecida é de R$ 600 + auxílio transporte de R$ 100. Alunos do 3º ao 6º período da graduação em Ciências Contábeis podem participar da seleção para oportunidade na área. É necessário ter disponibilidade para trabalhar seis horas diárias. A bolsa auxílio oferecida é de R$ 350 a 600 e o auxílio transporte pode variar de R$ 50 a R$ 100.

Estudantes do 3º ao 7º período do curso de Administração podem se candidatar às vagas na área que oferecem de R$ 350 a R$ 600 de bolsa auxílio e de R$ 50 a R$100. A carga horária é de 6h. Para participar da seleção para as vagas em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é preciso estar cursando do 3º ao 7º período da graduação e ter disponibilidade para trabalhar seis horas por dia. A bolsa auxílio oferecida é de R$ 350 + R$ 50 de auxílio transporte.

Para as vagas em Educação Física podem se candidatar alunos do 5º ao 6º de bacharelado ou licenciatura na área que possam trabalhar seis horas por dia. O valor da bolsa é de R$ 350 + R$ 50 de auxílio transporte. Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail: qualificabrasil@acic-caruaru.com.br. Mais informações pelo telefone: (81) 3721-2725.

Copa do Mundo ganha espaço no Caruaru Shopping

Caruaru-Shopping_Divulgação

O Caruaru Shopping criou a ‘Arena do Torcedor’, um espaço dedicado aos colecionadores das figurinhas que estão se tornando uma mania entre os brasileiros nesse período de Copa do Mundo. A ‘Arena do Torcedor’ fica localizada no corredor do hipermercado e funciona no horário do centro de compras. Próximo ao local também tem um quiosque com venda de figurinhas.

De acordo com Walace Carvalho, gerente de Marketing do centro de compras e convivência, a ideia de criar a ‘Arena do Torcedor’ foi de possibilitar um espaço com conforto e segurança para os colecionadores e amantes do futebol. “Nesse local será possível trocar figurinhas para preencher os álbuns, além de bater aquele papo sobre futebol e a Copa do Mundo. O uso do espaço é totalmente gratuito”, informou.