Estudantes de Paulista (PE) se apropriam da arte para estimular empatia e combater o cyberbullying

Para medir o comportamento online de jovens, uma pesquisa realizada em 2017 pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil revelou que, de cada quatro crianças e adolescentes, um já foi tratado de forma ofensiva na internet, o que corresponde a 5,6 milhões de casos de cyberbullying contra meninos e meninas entre 9 e 17 anos. Vivendo em um cenário com altos índices de casos de cyberbulying por parte de alguns estudantes, jovens do Ensino Médio da Escola Estadual José Alencar Gomes da Silva, em Paulista (PE), se uniram para combater essa prática por meio do projeto “Adolescer”, um dos finalistas da última edição da premiação nacional Desafio Criativos da Escola.

Sensibilizados com a situação e buscando evitar os danos psicológicos causados pelas ofensas veiculadas na internet, um grupo de três jovens enxergou, na arte do teatro, uma ferramenta para estabelecer esse canal de diálogo e superação. Temas como empatia, relacionamentos abusivos, bullying, drogas, racismos, homofobia, vícios tecnológicos e suicídio foram colocados em pauta através de representações cênicas e coreografias do “Grupo de Teatro e Dança Ariano”. O grupo estreou um musical, que retrava a história de Ian, um garoto que sobrevive após uma tentativa de suicídio e que evita que seu melhor amigo cometa o mesmo erro.

O espetáculo foi apresentado no auditório da escola em setembro de 2018, mês de mobilização mundial contra o suicídio, trabalho que mobilizou e envolveu cerca de 100 estudantes. Além de abrir o diálogo sobre essas questões dentro da escola, os jovens foram convidados para apresentar a peça em outros colégios da região. O sucesso da ação foi tão grande que “Adolescer” entrou para o calendário da escola e passou a ser uma atividade anual. Neste ano, com a entrada de novos participantes, o grupo vai desenvolver novos textos relacionados à temática da adolescência para serem apresentados em forma de peça teatral no final do ano.

Inscrições abertas – Desafio 2019

Projetos protagonizados por crianças e jovens que estejam transformando a escola ou a comunidade já podem ser inscritos na 5ª edição do Desafio Criativos da Escola. Tanto estudantes quanto educadores podem enviar suas ações até o dia 30 de junho de 2019 (Clique aqui e acesse mais informações). Neste ano, entre outros prêmios, os sete grupos selecionados enviarão representantes a uma viagem a Roma (Itália).

Em 2018, a premiação recebeu 1.654 projetos de todos os estados brasileiros. É possível se inspirar nos projetos das edições anteriores do Desafio nas redes sociais do programa e em seu site que possui, entre outras coisas, um Material de Apoio aos educadores, um jogo voltado a estudantes, além de textos, vídeos e reflexões que podem contribuir com a prática pedagógica dentro e fora da sala de aula.

Sete em cada dez consumidores devem ir às compras na Páscoa de 2019

A Páscoa já faz parte do calendário da maioria dos brasileiros e promete movimentar o comércio no segundo trimestre. Um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais do país aponta que sete em cada dez (72%) consumidores pretendem ir às compras no período. Desses, 35% disseram que vão desembolsar a mesma quantia do ano passado, 32% devem gastar mais e 25% menos. O valor do tíquete médio será de R$195,52.

Para os que esperam ter um aumento de gastos este ano, a principal justificativa está relacionada à intenção de compras de um volume maior de produtos (41%). Outros 25% atribuem ao fato de os itens estarem mais caros e 19% afirmam que os itens estão com bom preço e, portanto, aproveitarão a oportunidade.

A sondagem também mostra que 43% dos consumidores irão adquirir a mesma quantidade de produtos da Páscoa de 2018, 41% desejam comprar mais e 11% menos. Em média, a expectativa é de que os consumidores comprem seis produtos. Os principais presenteados serão os filhos (59%), os cônjuges (42%), a mãe (41%) e os sobrinhos (33%). Já 27% vão presentear a si próprios.

“Mesmo que a economia venha se recuperando de forma mais lenta do que o esperado, as vendas nesta Páscoa podem aquecer o varejo. Esse é o momento de o setor investir em promoções para atrair os consumidores, de olho naqueles que pretendem comprar mais e, sobretudo, nos que ainda não se decidiram ”, avalia o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

Estima-se que 113,2 milhões de pessoas realizem gastos para compra de presentes e chocolates na data; 86% farão pesquisa de preços

Este ano, estima-se que cerca de 113, 2 milhões de pessoas gastem com a compra de presentes e chocolates durante a Páscoa. Um comportamento observado pela pesquisa revela que o brasileiro busca manter alguns hábitos de consumo adquiridos durante a crise. A maioria (86%) dos consumidores disse que pretende pesquisar preços antes de levar os ovos ou demais produtos para casa, sendo que os locais preferidos para fazer essa comparação são supermercados (73%), internet (48%) e lojas em shoppings (40%).

Considerando aqueles que não pretendem ter despesas relacionadas a presentes ou ovos de Páscoa e chocolates, 23% disseram que irão priorizar o pagamento de dívidas. Já 21% mencionaram que estão desempregados e, por essa razão, não devem sair às compras. Há ainda os que não gostam ou não têm o costume de presentear na Páscoa ou mesmo comemorar a data, o que correspondem a 16% dos entrevistados da amostra.

“O consumidor brasileiro vem aprendendo que para conquistar uma vida financeira saudável, o segredo é administrar bem o orçamento. Evitar comprar logo na primeira loja e buscar preços que caibam no bolso são atitudes inteligentes. Outra dica é se planejar com antecedência, usar a internet para pesquisar e só tomar decisões depois de ter comparado os preços praticados em vários lugares”, orienta a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

78% planejam pagar as compras à vista, principalmente com dinheiro. Ovos de chocolate lideram preferência do consumidor

Questionados sobre a forma como planejam pagar suas compras de Páscoa, 78% dos consumidores disseram que farão à vista, seja em dinheiro (66%) ou no débito (28%). Outros 43% irão pagar a prazo, sendo que 20% usarão o cartão de crédito em parcela única, enquanto 23% preferem o cartão de crédito parcelado. Dentre os que optarão pelo parcelamento, a média será de quase quatro prestações.

No momento de ir às compras, os fatores que pesam na escolha do brasileiro não são diferentes daqueles utilizados na maioria das situações de consumo. Ao escolher o local de compras, as pessoas estão em busca de melhores preços (51%), qualidade dos produtos (48%), promoções e descontos (42%) e diversidade de produtos (29%). Entre os principais locais pretendidos para as compras estão supermercados (62%), grandes varejistas (45%) e lojas especializadas em chocolates (40%). O levantamento aponta ainda que para 41% dos consumidores, os preços dos produtos estão mais caros este ano.

Em relação ao período de compras, metade (49%) dos entrevistados mencionou que pretende fazê-las na semana anterior à Páscoa, enquanto 36% já terão adquirido ovos ou chocolates até a segunda semana de abril. Em relação ao local de celebração, observa-se a tradição familiar, já que 51% vão passar o domingo de Páscoa em casa.

Quanto às guloseimas mais cobiçadas, os ovos de chocolate continuam conquistando a preferência dos consumidores. Oito em cada dez (79%) entrevistados manterão a tradição de comprar o produto. Chama a atenção a preferência por bombons e barras de chocolate, com percentual que chega bem próximo ao dos que optaram pelos ovos de Páscoa (71%).

Além disso, o mercado artesanal de ovos e outros produtos de chocolate também divide as atenções do brasileiro, ao oferecer atributos como a personalização e até preços mais competitivos, em comparação às marcas tradicionais. Dessa forma, ainda que 84% dos entrevistados pretendam adquirir itens industrializados, uma parte significativa menciona os chocolates artesanais (48%) — que aumenta para 58% entre os mais jovens.

40% pretendem participar de “amigo-secreto” na Páscoa

Uma prática que vem se tornando comum é o “amigo-chocolate”. Este ano, quatro em cada dez (40%) pessoas ouvidas pretendem participar — um aumento de 10 p. p. em relação a 2018. Para 73%, a brincadeira será feita com familiares, 51% com amigos e 26% com colegas de trabalho. Em média, os entrevistados esperam fazer parte de três brincadeiras, sendo que a maior parte vai participar de duas (30%). O gasto médio por pessoa será de R$ 46,80.

Metodologia

A pesquisa ouviu inicialmente 800 consumidores de ambos os gêneros, acima de 18 anos e de todas as classes sociais nas 27 capitais do país para identificar o percentual de pessoas com intenção de gastar na Páscoa. Para avaliar o perfil de compra, foram considerados 601 casos da amostra inicial. A margem de erro no geral é de 4,0 pontos percentuais, a um intervalo de confiança de 95%. Baixe a íntegra da pesquisa em https://www.spcbrasil.org.br/pesquisas

Nota sobre a Seleção Simplificada

A Secretaria de Administração (SAD) foi informada, por meio da imprensa, que o Poder Judiciário suspendeu a seleção simplificada para funções em diversas secretarias, a pedido do Ministério Público.

Apesar de desconhecer o teor da medida liminar, a SAD informa que prestará todos os esclarecimentos necessários ao Poder Judiciário, a fim de demonstrar a regularidade do processo simplificado.

Por fim, registra-se que já foram realizados, com sucesso no município, mais de 20 processos seletivos, buscando manter a continuidade e a qualidade da prestação dos serviços à população.

Ministério da Cidadania anuncia 13º do Bolsa Família

O Ministério da Cidadania anuncia nesta quinta-feira (11) a 13ª parcela do Programa Bolsa Família, promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro. O repasse será realizado em dezembro para todos os beneficiários, seguindo o calendário regular de pagamento. Com a medida, a pasta terá um aumento de R$ 2,58 bilhões em seu orçamento.

Segundo o ministro Osmar Terra, o 13º é resultado do esforço do governo em manter no programa apenas as famílias que atendem aos critérios de elegibilidade e mantêm o cadastro atualizado. Ele lembra que o Bolsa Família passou por aperfeiçoamentos e eliminou a fila de espera, que chegou a quase dois milhões famílias – índice de maio de 2015. “A peneira na lista de beneficiários assegura que o público-alvo não aguarde mais do que 45 dias para começar a receber o recurso”, ressalta. A fila de espera do Bolsa está zerada há 20 meses consecutivos.

O programa atende às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89,00 mensais e entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais (com crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos). Em março de 2019, 14.105.240 famílias receberam o total de R$ 2,6 bilhões. O valor do benefício médio foi de R$ 186,94.

O Programa – O Bolsa Família foi criado para contribuir no combate à pobreza e à desigualdade social no Brasil. Atua em três eixos: complemento de renda, acesso a direitos – como educação, saúde e assistência social – e articulação com outras ações para garantir o desenvolvimento das famílias beneficiárias. Os interessados devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O registro pode ser feito nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único.

Semana Santa de cinema nordestino gratuito no Agreste

Uma sala de cinema em uma das paisagens mais bonitas do Agreste pernambucano. Nesta Semana Santa, dias 20 e 21 de abril, o povoado de Serra Negra, há 9km de Bezerros, será palco da segunda edição do Curta Na Serra – Mostra de Cinema ao Ar Livre. O evento tem como objetivo oferecer cinema gratuito à população da região, com uma programação diversa de filmes independentes feitos no Nordeste, além de outras atividades e shows musicais.

A edição 2019 traz o recorte de curtas-metragens nordestinos, abraçando a pluralidade de linguagens audiovisuais produzidas na região, como ficção, documentário, videoclipe, entre outras. A curadoria foi feita pelos produtores Marlom Meirelles, Eva Jofilsan e Amanda Ramos, enfocando duas vertentes – 11 filmes no primeiro dia, trazendo a temática da arte como resistência social e política; e, no segundo, 7 filmes que provocam reflexões sobre afeto e coletividade em tempos de ódio e intolerância.

O recorte de filmes perpassa temáticas como empoderamento feminino, a importância da arte para a construção da sociedade, a resistência da cultura e das boas tradições do Nordeste, além de respeito à diversidade sexual e de gênero. Ao todo, são cerca de 3h30 de programação audiovisual gratuita, exibida em telão ao ar livre no anfiteatro do Mirante de Serra Negra. A sessão do sábado começa às 19h, e a do domingo às 18h.

A ação acontece de forma a incentivar a produção audiovisual do Nordeste e também aproximar a Sétima Arte de uma localidade onde essa linguagem artística não chega. “O Curta Na Serra vem para trazer possibilidades ao público do Agreste de se informar e se emocionar com a telona, sobretudo com os filmes feitos no Nordeste”, detalha Marlom Meirelles, diretor da Eixo Audiovisual, produtora que realiza o evento.

HOMENAGENS – Como de costume, o Curta Na Serra rende homenagens a artistas importantes, tanto da área do cinema quanto de outras áreas, contemplando pelo menos uma personalidade de Bezerros. No primeiro dia, a sessão de filmes começa com solenidade de abertura e uma homenagem à atriz Marcélia Cartaxo, paraibana que figurou em telenovelas e filmes nordestinos nas últimas décadas. No segundo dia, o artesão bezerrense Lula Vassoureiro, Patrimônio Vivo de Pernambuco, será agraciado por sua contribuição às artes plásticas, pela confecção de máscaras de papangu ao longo de sua vida.

SHOWS – O Curta Na Serra traz também apresentações ao Polo Cultural de Serra Negra, reverenciando projetos de música autoral pernambucana e também espetáculos cênicos. No sábado (20), após a sessão, a Som Na Rural recebe o projeto Corre-Campo, formado pelos artistas Juliano Holanda, PC Silva e Marcello Rangel, que convidam as cantoras Ágda Moura e Luiza Fittipaldi, com direito a festa com DJ posteriormente. No domingo (21), a programação começa à tarde: às 16h tem o espetáculo “Histórias da Caixola”, com contação de histórias por Alexandre Revorêdo e Stephany Metódio; às 16h30 é a vez do espetáculo “TrupeÇando”, do palhaço Allan Barros; às 17h, o Som Na Rural recebe show da caruaruense Gabi da Pele Preta.

ENCONTRO DO AUDIOVISUAL – A Casa das Flores será palco do Encontro do Panorama Nordeste, atividade paralela do II Curta Na Serra. Às 10h do domingo (21), um grupo formado por realizadores de filmes, mostras e festivais do Nordeste vai se encontrar para dialogar sobre o atual cenário de produção audiovisual da região, de forma a discutir entraves e potencialidades. Realizadores do Agreste também estarão presentes para intercâmbio de saberes, contemplando a realidade do cinema na localidade.

SOBRE O EVENTO – O Curta Na Serra – Mostra de Cinema ao Ar Livre é uma realização da produtora Eixo Audiovisual com coprodução da Espiral Filmes. A primeira edição do Curta Na Serra ocorreu em 2017 e mobilizou centenas de pessoas em torno das atividades promovidas, ajudando a aquecer o turismo cultural em Bezerros. A segunda edição ocorre com patrocínio da Prefeitura Municipal de Bezerros e incentivo da Fundarpe, Secretaria de Cultura e Governo de Pernambuco.

SERVIÇO:
II Curta Na Serra – Mostra de Cinema ao Ar Livre
Quando: sábado e domingo, 20 e 21 de abril de 2019
Onde: Serra Negra – Bezerros/PE
Gratuito

Programação:
SÁBADO, 20 DE ABRIL:
Panorama 1: Nossa Arma é o Cinema – Mirante de Serra Negra, 19h.
Cerimônia de abertura;
Homenagem a Marcélia Cartaxo;
Exibição de filmes:
Ultravioleta (PB)
O Poeta do Barro Vermelho (AL)
Julian, Sem A, Sem O (PB)
Tempo Circular (PE)
Não Te Quero Mais Mizéra (PE)
Desyrrê (PE)
Impávido Colosso (PE)
Eu o Declaro Meu Inimigo (PE)
Quanto Craude no Meu Sovaco (PE)
Avalanche (AL)
Revólver (PE)
Shows – Polo Cultural de Serra Negra, 22h.
Som Na Rural recebe o projeto Corre-Campo: Marcello Rangel, Ágda Moura e Luiza Fittipaldi + DJ Clássico dos Clássicos

DOMINGO, 21 DE ABRIL:
Encontro do Panorama Nordeste – Casa das Flores, 10h.

DOMINGO, 21 DE ABRIL:
Encontro do Panorama Nordeste – Casa das Flores, 10h.
Shows e Espetáculos – Polo Cultural de Serra Negra, 16h.
Histórias da Caixola – Contação de histórias com Alexandre Revoredo e Stephany Metódio;
EspetáculoTrupeÇando, com o palhaço Allan Barros;
Som Na Rural recebe Gabi da Pele Preta.
Panorama 2: Segura Minha Mão – Mirante de Serra Negra, 18h.
Homenagem a Lula Vassoureiro;
Exibição de filmes:
Família Tropa Trupe – O Circo Enquanto Vida (RN)
Guaxuma (PE)
Nova Iorque (PE)
Clandestino (SE)
Terra (PE)
O Som do Silêncio (BA)
Bala Perdida (PE)

Datafolha: segurança não aumenta com pessoas armadas, aponta maioria

Brazilian Judge Sergio Moro, who was appointed by Brazilian President-elect Jair Bolsonaro as Justice Minister, gestures during lunch at the transitional government’s headquarters in Brasilia on November 8, 2018. (Photo by Sergio LIMA / AFP)

O Instituto Datafolha consultou a população sobre os principais pontos que integram o pacote anticrimes do ministro da Justiça, Sérgio Moro, enviado ao Congresso no final de janeiro. A proposta prevê a alteração de 14 leis, como Código Penal, Código de Processo Penal, Lei de Execução Penal e Lei de Crimes Hediondos. O Datafolha ouvi 2.806 pessoas em 130 municípios do país entre os dias 2 e 3 de abril.

Para 72% dos entrevistados, a sociedade não fica mais segura com as pessoas armadas para se proteger e, para 64%, a posse de armas deve ser proibida. As informações foram publicadas pelo Jornal Folha de S. Paulo, na quinta-feira (11). O entendimento de que a posse de armas deveria ser proibida porque representa ameaça à vida das pessoas é mais alto entre mulheres (74%), jovens de 16 a 24 anos (69%) e pessoas com renda até dois salários mínimos. A facilitação da posse de armas foi uma bandeira de campanha do agora presidente Jair Bolsonaro e já foi implantada, por meio de decreto presidencial, em 15 de janeiro.

Quando perguntados sobre a atuação dos policiais, 81% responderam que a polícia não pode ter liberdade para atirar em suspeitos porque ela pode atingir inocentes e 82% responderam que o agente de segurança que atira em alguém por estar muito nervoso deve ser punido. A proposta de mudança nas leis apresentada pelo ministro Sérgio Moro prevê que os juízes poderão reduzir pela metade a até não aplicar pena em casos de mortes causadas por policiais em legítima defesa se o investigado argumentar que estava sob excesso de medo, surpresa ou violenta emoção.

A imagem da polícia também foi medida pela pesquisa e o resultado aponta que 51% sentem mais medo do que confiança na polícia, enquanto 47% dos entrevistados confiam nas polícias mais do que as temem.

Fonte: Congreso em Foco
Foto: Sergio Lima/AFP

Hospital Santa Efigênia realiza Abril pela Segurança do Paciente

Durante todo o mês de abril, o Hospital Santa Efigênia realizará a “Abril pela Segurança do Paciente”. O projeto é aberto ao público e conta com uma programação dinâmica, que inclui concurso de frases, divulgação das metas internacionais de segurança do paciente, paródias e movimentos voltados para a cultura da segurança, envolvendo colaboradores, pacientes e familiares.

“O intuito da nossa campanha é conscientizar a todos os envolvidos no processo, sobre a importância da prevenção de erros e eventos adversos que podem ocorrer em uma unidade assistencial e necessidade da implementação de protocolos e práticas seguras, para que os atendimentos sejam cada vez mais eficientes”, afirmou a coordenadora do Setor de Qualidade do HSE, Renata Mendonça.

Instituir ações para a segurança do paciente, em serviços de saúde, é uma das exigências da RDC, nº 36, do Ministério da Saúde, desde 2013. E o Hospital Santa Efigênia, em Caruaru, dispõe de um núcleo exclusivo que realiza o serviço, focando no melhor atendimento aos pacientes.

Uma equipe multiprofissional tem o papel fundamental na garantia do cumprimento das metas de segurança do paciente, protocolos assistenciais diversos e boas práticas e redução dos riscos de incidentes.

“A acreditação hospitalar é um processo de certificação voltado para instituições de saúde de cunho voluntário, onde é atestado, através de um título, que a instituição obedece às boas práticas de segurança do paciente. Com todo esse trabalho, estamos confiantes em garantir o selo de acreditação ONA, em 2020”.

O Novo Pacto Federativo sairá do papel, diz Silvio

O deputado Silvio Costa Filho (PRB), presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Novo Pacto Federativo, participou nesta quarta-feira (10), de um painel na 22ª Marcha em Defesa dos Municípios, em Brasília. Durante o encontro, que reuniu mais de quatro mil prefeitos de todo o país, o parlamentar destacou o trabalho que está realizando à frente do grupo e a importância do Novo Pacto para o crescimento dos estados e municípios do Brasil. Ainda durante a intervenção, o parlamentar destacou os temas que devem entrar na ordem do dia do Congresso Nacional ainda neste primeiro semestre, como o repasse de 1% a mais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a PEC 61/2015 – que foi aprovada no Senado Federal, a cessão onerosa, Lei Kandir, ISS, Lei das Licitações, Lei dos consórcios, entre outros.

Além de agradecer o apoio de todo o Congresso Nacional, o deputado destacou que acredita que o Novo Pacto Federativo vai sair do papel. “Quero agradecer a todo o Congresso Nacional o privilégio de poder, neste momento histórico, presidir a frente parlamentar do Novo Pacto. Sei que hoje em dia quando a gente fala do pacto federativo, infelizmente muita gente não acredita que essa agenda vai sair do papel. O mandato que mais aprendi foi o de vereador. Desde então aprendi a ser um municipalista convicto. Disse ao ministro Paulo Guedes, na reunião que tive com ele, que o futuro do Brasil não está em Brasília, mas está sobretudo nos municípios do País. Ninguém pode falar em crescimento econômico, geração de emprego e renda, melhorias em áreas importantes, se não valorizarmos os municípios brasileiros. Ou a pirâmide se inverte ou os municípios vão quebrar”, destacou o parlamentar.

A XXII Marcha em Defesa dos Municípios, que iniciou nesta segunda-feira (08) tem a presença de cerca 8 mil participantes, entre prefeitos, vice-prefeitos e representantes de executivos municipais do Brasil. O evento promove o diálogo, com objetivo de construir um novo pacto federativo que permita enfrentar com eficiência a necessidade de ofertar para a população brasileira mais e melhores serviços públicos.

“Quero propor que façamos uma visita ao presidente do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, e ao Ministério Público Federal, para que o pacto não discuta apenas o aumento de receitas, mas valorize os prefeitos do Brasil. Uma agenda que valorize a todos. Temos que sair com um encaminhamento nessa direção. Estou confiando que esse pacto vai sair do papel. Do jeito que está fica ingovernável para os representantes dos municípios. Só vamos conseguir gerar emprego e renda se estimularmos o crescimento econômico dos municípios”, pontuou Silvio.

O presidente da CNM, Glademir Aroldi, destacou a importância do trabalho da Frente no Congresso Nacional. “O deputado Silvio Costa Filho propôs ao ministro Paulo Guedes a criação de um grupo de trabalho para discutir o Pacto. A proposta foi aceita pelo ministro. A Frente em Defesa do Novo Pacto Federativo e a Frente Municipalista indicaram a participação da CNM. Quero agradecer e reconhecer porque isso é muito importante para nós. Os municípios terão vez e voz em um grupo dessa importância. Quero parabenizar o trabalho desenvolvido pelo deputado Silvio à frente desse grupo”, destacou.

Artesãos do Agreste participam da Feira de Artesanato da Paixão

Começa sábado (13.04) mais uma temporada da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém. Até o dia 20 de abril, o espetáculo será encenado no teatro ao ar livre em Fazenda Nova. Uma passagem obrigatória para quem vai assistir à Paixão é a feira de artesanato, chamada de Feira da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém. Artesãos do Agreste estarão presentes em um espaço montado pelo Sebrae com 15 estandes. Eles passaram por uma capacitação para melhoria do acabamento dos produtos e cursos de gestão.

José Pedro Soares é presidente da Associação de Artesãos de Bezerros e há mais de cinco anos participa da feira. Ele ficará em um estande com trabalhos de vários artesãos associados e terá para vender quadros de xilogravura, bonecas, brinquedos, entre outros. Ele disse que o movimento de vendas é muito bom, mas que o apoio do Sebrae é fundamental: “Se não fosse o Sebrae a gente não tinha como participar de uma feira dessas não”.

A feira é organizada pela Associação dos Artesãos e Escultores de Brejo da Madre de Deus, Associação dos Micro e Pequenos Negócios de Brejo da Madre de Deus e prefeitura municipal. Ao todo são 70 estandes com gastronomia, comercio, serviços, indústria e artes para receber as quase 200 mil pessoas que visitam Fazenda Nova, em Brejo da Madre de Deus, durante o período do espetáculo. Para a analista do Sebrae, Amanda Ferreira, é mais uma chance para fazer negócios, “a feira é uma oportunidade que artesãos enxergaram para divulgar seus produtos e fechar negócios, aproveitando o grande fluxo de turistas que são atraídos pelo espetáculo da Paixão de Cristo”. O Sebrae está apoiando artesãos dos municípios de Caruaru, Brejo da Madre de Deus, Pesqueira, Bezerros e Santa Cruz do Capibaribe no Agreste que vão levar renda renascença, sandálias de couro, mel e derivados, caricatura, papel machê e pintura em tela. A feira também terá expositores de Recife e Goiana.

Serviço
Feira da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém
13 a 20/04/2019
Das 14h às 22h

Destaques do Asala para esta quinta-feira (11)

O Asala traz duas opções especiais do seu cardápio para esta quinta-feira (11): o Filé do Porto e o Sanduíche de Linguiça Matuta.

O Filé do Porto traz o filé ao molho de vinho servido com massa ao molho de nata. Já o Sanduíche de Linguiça Matuta vem com uma deliciosa linguiça, cebola caramelizada, verduras, além de batata frita como acompanhamento.

O Asala funciona na Avenida Marcionilo Francisco, na esquina com a Rodrigues de Abreu, no Bairro Maurício de Nassau. De segunda a quinta-feira, está aberto do meio-dia às 22h30. Já às sextas e sábados, do meio-dia às 2h da manhã.

O almoço é servido durante todo o dia.