Passarela Siliconada

Luz na passarela que lá vem elas: as musas do Carnaval já estão intensificando a preparação para a Avenida e vale tudo para não fazer feio.  Para ficarem mais bonitas e com o contorno do corpo perfeito, são muitos os recursos utilizados pelas beldades.

As fórmulas mágicas para emagrecer vão desde “Dieta Dukan”, “Dieta sem Glúten” à “Dieta Detox”. Já para obter a cor do verão todas apelam para muita praia e piscina, mas também não dispensam o bronzeamento artificial para chegar no tom exato da estação.

Porém, já é de outros carnavais que as musas recorrem a um forte aliado: o silicone. Isso mesmo, ele é versátil e pode ser colocado em qualquer parte do corpo: seios, panturrilhas, bumbum e bíceps. Tanto é que as famosas rainhas e musas do Carnaval são adeptas ao produto.

Confira a comissão de frente das rainhas de bateria siliconadas de 2015:

Sabrina Sato - Apresentadora de TV e rainha de bateria da Vila Isabel.

Viviane Araujo - Atriz e rainha de bateria do Salgueiro. 

Gracyanne Barbosa - Modelo e rainha de bateria da X-9 Paulistana. 

Tatiane Minerato - Rainha de bateria da Gaviões da Fiel. 

O que veremos no Carnaval

Pelo visto, este ano a concentração de mulheres siliconadas não será só no sambódromo. Por conta do verão e também do carnaval, muitas brasileiras resolveram dar aquela “melhorada” no visual e turbinaram a comissão de frente e também a conhecida “paixão nacional”, o bumbum. Aumentos consideráveis nas vendas de implantes de silicone em 2014 foram registrados pela Silimed, maior fabricante de implantes de silicone da América Latina e terceira maior do mundo, com sede no Rio de Janeiro. Falando em mama, o pico foi em setembro com registro de 37% de aumento em relação a 2013 e o tamanho mais pedido foi de 305 ml. Já o pico de vendas de implantes de glúteo aconteceu em julho, quando a venda quase dobrou comparada ao mês anterior. Liderando o ranking dos estados que mais compraram implantes de mama e glúteo no país está São Paulo, que corresponde por 25% do mercado interno, seguido de Rio de Janeiro, que representa 20%. A terceira posição é ocupada pelo Distrito Federal, com 11%.

Ainda dá tempo?

Para o cirurgião plástico Dr. Marcelo Olivan, para fazer bonito no Carnaval, a cirurgia deve ser realizada com antecedência a data, devido ao pós-operatório. “É importante que no pós-operatório a paciente tenha alguns cuidados como evitar esforços físicos, calor e sol. A cicatriz demora ao menos dois meses para ganhar força. Antes disso, se forçada, poderá alargar e ficar mais evidente”, afirma o cirurgião. Além disso, antes de realizar qualquer cirurgia é necessário que a paciente siga todas as recomendações do pré e pós-operatório.

Atualmente a Silimed é maior fabricante de implantes de silicone da América Latina e terceira maior do mundo, com sede em Vigário Geral, Zona Norte do Rio de Janeiro - www.silimed.com.br .

Campanha incentiva visita de lojistas à Movexpo

Uma campanha desenvolvida pelo Sindmóveis (Sindicato das Indústrias de Móveis do Estado de Pernambuco) e pela Reed Exhibitions Alcantara Machado vai incentivar a visita de lojistas à Movexpo – Feira Nacional de Móveis para a Região Norte/Nordeste, que será realizada de 19 a 22 de maio, no Centro de Convenções de Pernambuco.

A campanha Representante Cabra Macho vai premiar, com viagens a Miami (1º lugar), Fernando de Noronha (2º lugar) e Porto de Galinhas (3º lugar), os representantes comerciais que conseguirem levar mais lojistas à feira. Para participar, o representante comercial deve se inscrever no programa através do site www.movexpo.com.br.

A Movexpo – Feira Nacional de Móveis para a Região Norte/Nordeste é realizada a cada dois anos pelo Sindmóveis e pela Reed Exhibitions Alcantara Machado. O evento acontece numa área de 25 mil metros quadrados e é uma oportunidade para empreendedores do setor conhecerem novos produtos, tecnologias e tendências. Entre os tipos de produtos que estarão em exposição estão cadeiras, camas e beliches, colchões, copas e cozinhas, dormitórios, estofados, estantes e racks, linha infantil, eletrodomésticos, móveis para banheiro, móveis para escritório, móveis para a área externa e móveis para a área de serviço.

Os interessados em visitar a Movexpo já podem fazer seu credenciamento online, através do site:www.movexpo.com.br

Especialista dá dicas para conseguir o corpo desejado para curtir a folia

Faltam poucas semanas para a maior festa popular do Brasil, o Carnaval. Algumas pessoas esperam e se preparam o ano inteiro para curtir o evento. As mulheres, em especial, investem pesado para deixar o corpo impecável, porém, exercícios físicos e dieta balanceada nem sempre são suficientes para alcançar os resultados desejáveis e é aí que entram os tratamentos estéticos.

A biomédica esteta, especialista em técnicas e procedimentos em saúde estética, do Instituto de Beleza Moça Bonnita, Vanessa Ribeiro Paulino, conta que é possível ajudar a eliminar os grandes vilões femininos como celulite, gordura localizada, flacidez, linhas de expressão e ainda deixar a pele mais bonita e saudável para brilhar nos dias de folia: “Atendemos muitas mulheres que malham e fazem dieta, mas que não conseguem chegar ao corpo desejado, seja pelo stress que enfrentam no dia a dia ou pela falta de técnicas caseiras para ajudar no processo. Aqui no Instituto, temos tecnologia aliada a muito estudo para oferecer procedimentos seguros e eficazes”.

O bronzeamento artificial, que além de livrar a pele dos raios ultravioletas, devido a exposição solar, deixa a pele com um aspecto saudável por até 15 dias. Para as mulheres bronzeadas, indicamos o banho de lua que clareia os pelos, potencializando o efeito dourado da pele.

 

A famosa drenagem linfática do Moça Bonnita auxilia na melhora da captação de líquidos, diminuindo o inchaço causado pelo calor, principalmente no verão e na desintoxicação, ajudando no combate a celulite.

 

Para aquela gordurinha abdominal, que não se consegue eliminar na academia, a especialista recomenda o criolipolise. Trata-se da técnica de congelar a gordura, resfriamento não-invasivo das células, ocasionando a morte das células de gorduras através do frio.

 

Para tratar a celulite e modelar o corpo, o mais moderno e eficaz tratamento estético tem sido o Velashspe2, um aparelho com rádio frequência (estimulação dos fibroblastos para produzir colágeno e elastina para aumentar a firmeza da pele), pressão negativa ( promove uma massagem oferecendo uma agradável sensação e ainda estimula a circulação e auxiliando na  eliminação de edemas e retenção de liquido) e infravermelho (estimula o metabolismo e aumenta o aporte de oxigênio e melhora o processo celular) e o mais importante: é indolor.

 

A pele do rosto também recebe cuidados especiais com a limpeza de pele, que remove os cravos e espinhas, auxilia a respiração da pele e combate a oleosidade favorecida pelo calor do verão. Tem também os peelings, como o de diamante, procedimento mecânico que utiliza ponteiras com aderências e vácuo, promovendo microdermoabrasão que auxilia na renovação celular, clareando manchas e diminuindo poros, rugas e linhas de expressão e o de cristal que promove uma esfoliação removendo as células mortas deixando a pele iluminada e bem hidratada. O laser Genesis que atua nas indesejáveis linha finas e marca de expressão e ajuda a fechar o poros aberto deixando a pele mais jovem. A rádio frequência também é bastante procurada pois trabalha a flacidez do pescoço e face.

 

“Unindo estes tratamentos à boa alimentação e atividade física é só colocar a fantasia e cair na folia, exibindo um corpo digno de uma rainha de bateria”, ressalta Vanessa Paulino.

 

Instituto de Beleza Moça Bonnita

 

Inaugurado em fevereiro de 2002, o Instituto de Beleza Moça Bonnita, localizado no bairro da Aclimação, em São Paulo, é um espaço que reuni saúde e beleza. Contemporâneo e completo, com ambientes sofisticados e acolhedores, divididos em duas áreas: saúde e estética, num espaço de mais de 1.500 metros quadrados.

A preocupação com o conforto do cliente e a qualidade do serviço é notada através de alguns detalhes que fazem toda a diferença. Já na entrada, os manobristas se encarregam de estacionar os veículos. As rampas de acesso, banheiros e ambientes preparados para portadores de deficiência demonstram a humanização em acolher a todos.

Pensando nos odores dos produtos químicos, procedimentos como: coloração, alisamento, escova progressiva, por exemplo, são realizados em salas separadas e preparadas para a circulação do ar. As tradicionais “cadeiras” são substituídas por confortáveis poltronas para clientes que buscam os serviços de manicure e pedicure. As crianças também têm um espaço reservado só para elas, com equipamentos e atendimento exclusivos. Os clientes contam ainda com boutique, spa, sala de TV e espaço gourmet.

Para quem mora nas proximidades e não consegue se locomover até o local, o Instituto disponibiliza um sistema delivery. Basta o cliente solicitar a presença de um profissional em sua residência ou ainda contar com uma “carona” dos motoristas do salão.

À frente do projeto inovador estão o visagista e tricologista Arillson Christino e o empresário Valter Costa. Ari, como é conhecido, é o diretor artístico do Instituto. Em seu extenso currículo estão cursos e treinamentos por todo o Brasil e por diversas cidades do mundo. Além de ser formado em visagismo e terapia capilar e pós-graduado em tricologia cosmética, é maquiador, consultor de noivas e estilo e membro da Sociedade Brasileira do Cabelo.

Valter, sempre buscando inovação e aperfeiçoamento, é formado em recursos humanos, enfermagem e psicologia. Juntos, eles coordenam e comandam uma equipe com mais de 30 profissionais, graduados e especializados em diferentes áreas de medicina, hairstylist, estética e visagismo, o que permite o atendimento personalizado a todos os gostos e tendências do público, cada vez mais exigente.

Fazem parte da equipe do Instituto Moça Bonnita profissionais como: endocrinologista, dermatologista, biomédicas estetas, esteticistas, nutricionista, endocrinologista, professora de pilates, manicures, podólogas, terapeuta capilar, designer de sobrancelha, depiladoras, entre outros que se dedicam à saúde e beleza, cuidando das amigas clientes da cabeça aos pés.

Artigo: O poder do bom humor e do otimismo

Por Erik Penna

“Você faz suas escolhas e suas escolhas fazem você.” (Steve Beckman)
Mais um ano se inicia e novamente percebo muitas pessoas pessimistas, de mau humor, falando em crise e tempos difíceis. E o pior é que há muitos pessimistas inteligentes.
Cuidado! Se não nos blindamos contra isso, eles nos convencem com tanto negativismo, freiam nossas ações corajosas e inovadoras, nos instigam a agir cada vez menos que, de fato, nosso desempenho tende a diminuir.

Comece a prestar atenção nas suas conversas e o que tem falado com seus amigos e colegas de trabalho, afinal, Aristóteles já escreveu: “Somos o que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, não é um ato, mas um hábito”.

O psicólogo Daniel Goleman relata em sua obra “O cérebro e a inteligência emocional” que, para uma melhor eficácia pessoal, temos que estar no melhor estado interior e que as pessoas de bom humor costumam ser mais criativas, melhores na resolução de problemas, possuem maior flexibilidade mental e são mais eficazes na tomada de decisões. Por outro lado, também aponta que a vantagem de estar mal humorado gera uma maior atenção aos detalhes e isso é muito útil, por exemplo, quando se tem que ler um contrato.

Contudo, o mau humor nos deixa menos agradável com as pessoas que nos rodeiam, podendo assim, atrapalhar a sinergia da equipe e reduzir a eficácia de todos.
Pare para pensar como é gostoso trabalhar ou ser atendido por uma pessoa alegre, bem humorada e de bem com a vida. Isso nos transmite energia positiva, pois o otimismo é contagiante e nos impulsiona para as mais belas conquistas. Durante esse ano se proponha a ser mais bem humorado e otimista e lembre-se do que disse Mahatma Gandhi: “Se queres mudar o mundo, muda-te a ti mesmo”.

Bob Iger, chefão da Disney, afirmou durante uma entrevista para a revista Veja em 2013, que são avaliados diversos requisitos na hora de contratar uma pessoa e que uma das principais características para se trabalhar na Disney é que ela seja pró ativa e otimista.
A revista Você S.A de janeiro/2015 trata a importância da atitude positiva em meio a tantas incertezas. Então, que tal começar o dia tomando uma dose de vitamina “O” de OTIMISMO? Essa é inclusive a proposta de Allan Percy no livro “As Vantagens de ser Otimista”.

O autor defende que ser otimista não significa que não enfrentaremos problemas, e sim que o nosso comportamento será melhor e mais produtivo diante dos obstáculos, e isso pode facilitar a resolução de fatos aparentemente adversos.
Percy cita o exemplo de Thomas Edison que, mesmo quando um incêndio atingiu sua oficina, destruindo tudo o que havia lá dentro – inclusive alguns inventos inacabados, Edison disse: “Todos os nossos erros foram queimados. Graças a Deus podemos começar de novo”.

Portanto, lembre-se: você não controla tudo que acontece em sua vida, mas decide de que forma vai agir com as coisas que acontecem com você.

 Erik Penna é especialista em vendas, consultor, palestrante e autor dos livros “A Divertida Arte de Vender” e “Motivação Nota 10”.
Site: www.erikpenna.com.br

Artigo: Você já planejou sua carreira para 2016?

Por Dolores Affonso

É isso mesmo. Não é um erro de digitação, nem você leu errado! Estou falando do planejamento da sua carreira para 2016 sim. Se você deseja estar em um nível diferente, numa outra empresa, num cargo específico; ou seja, ter o sucesso que você quer em 2016, precisa começar a se mexer já!

Isso não significa que o ano de 2015 está perdido ou será só de planos; muito pelo contrário, será de planejamento e aplicação prática! Mas o planejamento tem que começar agora. Você deve saber que todas as empresas que não querem ficar “apagando incêndios” diariamente fazem planejamentos de curto, médio e longo prazos, que são revistos periodicamente e constantemente adaptados à nova realidade.

E você? Tem feito isso com sua carreira? Todo profissional que não quer ficar para trás e que tem objetivos definidos deve fazer o mesmo.

Você já deve ter ouvido falar que, num bom planejamento, as empresas avaliam o mercado, buscando oportunidades que possam aproveitar e ameaças que devem evitar e se avaliam internamente, observando as forças que precisam manter e as fraquezas que devem melhorar. Para isso, costumam usar a Matriz SWOT.

Para quem não sabe o que é, a Matriz SWOT – Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats) – tem o objetivo de ajudar nesta análise e na construção de cenários para planejamento das ações.
Na gestão de carreira, com um coaching, é possível fazer o mesmo: planejar, construir cenários e realizar ações, alcançando os objetivos.

Para você entender melhor e começar já a aplicar as ferramentas de coaching para obter os resultados que almeja e estar no patamar que deseja em 2016, ou quem sabe ainda em 2015, compartilho uma das ferramentas mais poderosas: a Matriz SWOT.
Transportando a matriz empresarial para sua carreira, podemos considerar que:

Análise Externa: diz respeito ao mercado de trabalho, com suas oportunidades e ameaças. Neste contexto, você deve analisar e listar todas as oportunidades: novas posições na empresa, outras empresas, novos nichos, novas leis, ou seja, os movimentos do mercado. Com relação às ameaças, deve ficar atento aos concorrentes diretos e indiretos dentro da empresa e fora dela, mudanças na empresa, movimentos do mercado etc.

Análise Interna: diz respeito a você, seus pontos fortes e fracos. Deve ser muito sincero e crítico consigo mesmo nesta etapa, pois é preciso analisar-se com cuidado. Liste suas habilidades, competências, potencial, mas avalie também suas dificuldades e limitações em todas as áreas.

Após listar tudo isso, reflita sobre cada quadrante que combina:

Fraquezas e Ameaças: identifique como suas fraquezas, se combinadas às ameaças, podem prejudicar sua carreira e como você pode diminuir este impacto negativo. Trabalhe nas suas fraquezas, melhorando-as. Busque um novo conhecimento, uma nova habilidade etc.

Fraquezas e Oportunidades: desenvolva estratégias que possam minimizar os pontos fracos, juntamente com o aproveitamento das oportunidades. Busque crescimento, desenvolvimento, mudança.

Forças e Ameaças: tire o máximo proveito dos seus pontos fortes. Use-os para minimizar as ameaças. Utilize suas competências e habilidades.

Força e Oportunidades: aproveite ao máximo as oportunidades, sempre usando seus pontos fortes para potencializá-las.
Pense nisso, aplique e veja os resultados em sua carreira!

Dolores Affonso é coach, palestrante, consultora, designer instrucional, professora e idealizadora do Congresso de Acessibilidade (www.congressodeacessibilidade.com ).

Custo médio da energia para a indústria subiu para R$ 403,8 por MWh, diz Firjan

O custo médio da energia para a indústria brasileira subiu de R$ 402,2 por megawatt-hora (MWh) para R$ 403,8 por MWh, diz o estudo Quanto Custa a Energia Elétrica para a Indústria do Brasil?, divulgado hoje (4) pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

O aumento é de12% em relação ao custo médio de R$ 360,7 registrado no final de 2014. O valor considera a entrada em vigor da bandeira tarifária mais os primeiros reajustes do ano, informou à Agência Brasil o gerente de Competitividade Industrial e Investimentos do Sistema Firjan, Cristiano Prado.

Com isso, a previsão de aumento do custo da energia para a indústria foi atualizada pela Firjan, passando de 27,3% no ano passado para 34,3%, devido ao fim do subsídio do Tesouro Nacional. “Considerando que provavelmente teremos bandeira tarifária vermelha o ano inteiro, a previsão de aumento chega a 40% para este ano. Isso sem incluir o aumento do custo de energia de Itapu, que vai ser repassado, e o que as distribuidoras  podem pedir de reajuste extraordinário, que não sabemos quanto é”, disse Prado. A expectativa é que o custo da energia para a indústria nacional supere 40% no decorrer deste ano, podendo atingir em dezembro R$ 504,81 por MWh.

Prado disse que a discussão que tem de ser feita é como se pode diminuir, eventualmente, o impacto disso sobre a indústria. “Ninguém quer fazer estripulia no setor. Já percebemos que tem que ser feito de forma estrutural mas, para discussão, sempre defendemos a redução dos impostos, e o governo sempre disse que isso diminuiria a arrecadação. Agora, porém, no momento em que a base está aumentando muito, talvez seja possível reduzir os impostos e, ainda assim, aumentar a arrecadação. Esse é um caminho que pode e deve ser discutido.”

Para ele, a gravidade do aumento do custo da energia não atinge somente a indústria. “Atinge o país como um todo. Engloba o preço dos produtos que chegam à mesa do trabalhador, que vão ficar mais caros e eleva o custo também das mercadorias exportadas pelo Brasil”, disse o economista. A situação pode pôr em risco a indústria nacional, avaliou.

O Brasil ocupa atualmente a sexta posição entre os 28 países que têm o custo de energia mais caro do mundo para a indústria. A liderança do ranking é ocupada pela Índia, com custo de R$ 596,96 por MWh.

No ranking estadual de custo médio industrial, o Pará apresenta o maior custo (R$ 548,88), e o Amapá, o menor (R$ 324,65). São Paulo perdeu uma posição e passou para a décima sétima colocação, com o aumento de 0,7% no custo da energia após o reajuste das distribuidoras CPFL Jaguari, CPFL Mococa, CPFL Santa Cruz, CPFL Sul Paulista e CPFL Leste Paulista.

Agreste de Pernambuco oferece opções de retiros espirituais durante o Carnaval

No agito das cidades não é fácil encontrar tempo livre para descansar. E fazer isso em meio à natureza, cercado de amigos, é mais difícil ainda. Por isso, os retiros espirituais realizados anualmente no período de Carnaval costumam ser procurados pelas pessoas que desejam reservar o feriadão para refletir e fazer novas amizades.

No interior de Pernambuco, a Igreja Adventista do Sétimo Dia promove este ano retiros espirituais em diversos lugares. Chácaras, clube, praia e até um antigo internato vão receber fieis no período de 13 a 17 de fevereiro. Durante o feriadão, os participantes vão orar, louvar e promover momentos de reflexão sobre temas da Bíblia. A maioria das programações vai incluir palestras para jovens, seminários para casais, atividades esportivas para todas as idades e recreação para crianças.

É o caso do retiro previsto para ser realizado no antigo Educandário Nordestino Adventista (ENA), em Belém de Maria, na Mata Sul de Pernambuco, que dispõe ao todo de 500 vagas. De acordo com os organizadores, além de cultos e palestras, haverá campeonatos esportivos, passeios a cachoeira e trilha.  Para as crianças será realizado o Kids Day, um dia de diversão com pula-pula, piscina de bolinhas e apresentação da Turma do Nosso Amiguinho.

Confira agenda dos retiros do Agreste de Pernambuco

Onde: Antiga sede do Educandário Nordestino Adventista (ENA) – (Belém de Maria/PE)

Localização: Belém de Maria (PE)

Instalações: Dormitórios, apartamentos (valor do aluguel do apartamento não incluso na inscrição), área para montar barracas de acampamento e quadra de esportes

Quando: 13 a 17 de fevereiro de 2015

Inscrição: R$ 200 (adulto), R$ 100 (crianças entre 7 e 10 anos), crianças entre 0 e 6 anos não pagam (alimentação inclusa)

Vagas: 500

Quem pode ir: Público em geral

Programação: Cultos, palestras para jovens, seminários para casais, concurso musical, atividades esportivas (futsal, vôlei e basquete) e recreação para crianças

Contato: Marcelo - (81) 9150-1413 / (87) 9962-5135

 

Onde: Chácara Devaneios (Brejão/PE)

Localização: Fazenda Mata do Mel, Brejão, a 20 km de Garanhuns

Instalações: Alojamento feminino e alojamento masculino, área para montar barracas de acampamento, piscina, campo de futebol e voleibol

Quando: 13 a 18 de fevereiro de 2015

Inscrição: R$ 40 (sem alimentação) ou R$ 90 (alimentação inclusa)

Vagas: 120

Quem pode ir: Público em geral

Programação: Cultos a cada quatro horas, durante todo o período do retiro; culto diariamente às 5h30; palestras para casais e jovens; evangelismo na vizinhança da chácara programado para o sábado (14) e Santa Ceia

Contato: Paulo (87) 9940-5146

 

Onde: Clube de Campo Quatro Cantos (Pesqueira/PE)

Localização: Estrada PE 217 (que liga Pesqueira a Alagoinha), situado a 4 km de Pesqueira

Instalações: Alojamento feminino e alojamento masculino, área para montar barracas de acampamento, piscina, quadra de vôlei, campo de futebol e salão de jogos

Quando: 13 a 17 de fevereiro de 2015

Inscrição: R$ 60 (alimentação inclusa)

Vagas: 200

Quem pode ir: Público em geral

Programação: cultos, gincana e palestra

Contato: César (87) 9185-4268

 

Onde: Chácara (Chã Grande/PE)

Localização: Chã Grande (PE)

Instalações: Casa (reservada para idosos), área para montar barracas de acampamento e piscina

Quando: 13 a 17 de fevereiro de 2015

Inscrição: R$ 100 (alimentação inclusa)

Vagas: 50

Quem pode ir: Membros e visitantes da Igreja Adventista

Programação: Cultos, palestras, gincana, atividades esportivas

Contato: Elizandra (81) 9833-0011 / (81) 9239-6790

Shopper Experience recruta recém-aposentados brasileiros para atuarem como clientes secretos

A Shopper Experience, maior empresa do Brasil em avaliação do atendimento ao consumidor por meio de pesquisas com clientes secretos, está selecionando brasileiros recém-aposentados, beneficiários da Previdência Social brasileira. O Projeto Aposentados, que está sendo desenvolvido pela empresa, tem a proposta de avaliar o atendimento prestado nos postos do INSS.  A visita é sigilosa e remunerada; os interessados em fazer a inscrição devem enviar um e-mail para contato@secretshopper.com.br com o título APOSENTADOS.

Com expertise no consumo inclusivo, a Shopper Experience criou, em 2010, o núcleo “Peritos da terceira idade”. Com a iniciativa, a empresa possui mais de 3.700 clientes secretos com mais de 60 anos, os “espiões-consumidores”, testando o atendimento prestado aos consumidores sêniores. O “Peritos da terceira idade” surgiu da análise de atendimento de “clientes secretos” com mais de 60 anos – profissionais liberais, aposentados e donas de casa que integram a equipe de pesquisadores da terceira idade.

“A Shopper Experience tem uma base com mais de 80 mil pessoas que atuam como clientes secretos, sendo 5% da terceira idade. Começamos a observar que nos relatos de atendimento desses pesquisadores palavras como invisível e descaso se repetiam, ou seja, o atendimento ao idoso está sendo negligente e desrespeitoso. A partir daí, decidimos investir em um projeto que possa dar origem a um levantamento criterioso e amplo; que possa mostrar aos empresários o dano financeiro e social causado por um atendimento equivocado”, afirma Stella Kochen Susskind, presidente da Shopper Experience e pioneira no Brasil na metodologia.

Na opinião da executiva, empresários e gestores de empresas ainda não despertaram para o real significado e o potencial de negócios representado pela terceira idade. “O consumo da terceira idade é similar aos demais, mas há demandas específicas. Para citar um exemplo, podemos apontar a numeração em roupas. Nem todos os clientes enxergam as etiquetas e isso pode ser constrangedor.

O ideal é que o vendedor, delicadamente, mencione as especificações da peça”, afirma a executiva, acrescentando que uma queixa frequente é que muitos vendedores tratam os idosos como “consumidores invisíveis”; em outras situações, o preconceito é evidente, pois funcionários olham para os clientes da terceira idade e acham que eles não vão comprar.

Mais idosos, mais desafios

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o contingente de pessoas com mais de 60 anos soma hoje 14,5 milhões – 8,6% da população total do país. Em uma década, o número de idosos no Brasil cresceu 17%, sendo que em 1991 essa parcela de brasileiros correspondia a 7,3% da população.

“As estatísticas são claras e mostram que é imperativo mudar a cultura de serviços, sobretudo do atendimento ao consumidor. Diante desse cenário, o novo desafio do varejo é entender como o atendimento é conduzido hoje, as principais falhas e as oportunidades de melhoria. Ao entender os anseios do cliente da terceira idade, o empresário pode reduzir as perdas nas vendas do presente, além de antecipar produtos e serviços que podem potencializar o desempenho no futuro”, analisa a presidente da Shopper, acrescentando que a Shopper Experience atua nesse cenário, auxiliando o empresário a se preparar para atingir novos patamares de atendimento ao cliente.

SHOPPER EXPERIENCE

Com produtos inovadores e serviços exclusivos, a Shopper Experience – empresa brasileira líder da indústria de mystery shopping (cliente secreto) – produz conhecimento sobre a experiência dos clientes com produtos e marcas. O trabalho de uma equipe formada por especialistas experientes na avaliação do atendimento ao consumidor por meio da metodologia de pesquisa baseada no cliente secreto – conceito que foi implementado no Brasil por Stella Kochen Susskind, fundadora e presidente da Shopper Experience –, faz com que a Shopper Experience tenha o maior índice de recompra e recomendação do setor, atendendo a clientes como C&A, Bradesco e TAM, entre outros.

A Shopper Experience possui uma área de negócios para atuar com a diversidade, ou seja, investir na formação e no treinamento de uma rede de clientes secretos diferenciada que traz para os gestores a sensação retrô, mas eficiente, de “barriga no balcão”. Entre os principais ativos da Shopper Experience está o profundo conhecimento do universo do consumidor e dos clientes. Com o maior banco de dados composto por clientes secretos do país, 80 mil consumidores, a Shopper Experience desvenda o emocional com a razão, aliando pioneirismo e inovação constante – o que torna a empresa uma referência nacional no mercado de pesquisas. Entre os produtos da Shopper Experience, destacam-se Secret Shopper/Cliente SecretoCustomer Experience e Pesquisas ad hoc (qualitativas e quantitativas).

Stella Kochen Susskind, presidente da Shopper Experience, é autora do livro “Cliente secreto – A metodologia que revolucionou o atendimento ao consumidor”. A executiva ministra palestras internacionais e nacionais; atua há 15 anos no Conarec e é responsável pela pesquisa e premiação “As empresas que mais respeitam o consumidor”.www.shopperexperience.com.br

Caruaru realiza dia D de combate à dengue e a chikunguya neste sábado

A secretaria de saúde de Caruaru, realiza neste sábado, 7, o dia D de combate à dengue e a chikunguya. A equipe de Educação em Saúde da Vigilância Ambiental estará no Marco Zero a partir das 8h, realizando um trabalho de conscientização à população, com abordagens educativas, distribuição de panfletos e orientações. Também haverá a distribuição de peixes  como um método alternativo de controle e combate ao mosquito Aedes Aegypti.

A ação tem como objetivo alertar e avançar no processo de sensibilização e adesão da população às propostas de prevenção da dengue e febre chikunguya. Por meio do Setor de Vigilância Ambiental que vem intensificando as ações de controle do mosquito transmissor da Dengue e Febre chikunguya, os Agentes estarão visitando residências, realizando tratamento focal, difícil acesso, recolhimento de pneus, tratamento Peri focal em pontos estratégicos e pontos de ônibus.

As atividades não são isoladas e o coordenador do PNCD (Programa Nacional de Controle da Dengue), Daniel Silva, ressalta a participação de uma equipe de 124 agentes de endemias, realizando as visitas e orientações domiciliares em 13 bairros do município.

Crise hídrica já eleva o custo de vida do consumidor, aponta Fecomercio

A crise no abastecimento de água na região metropolitana de São Paulo, em curso desde o ano passado, já refletiu no custo de vida do paulistano. Segundo o Custo de Vida por Classe Social (CVCS) para a região metropolitana de São Paulo, apurado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), sofreram impacto grupos como Alimentação e bebidas e Habitação.

Enquanto os preços de produtos e serviços cresceram em média 6% no acumulado de 2014, o subgrupo Refrigerante e água mineral – subitem do grupo Alimentação e bebidas, integrante do grupo Alimentação no domicílio – registrou incremento de 13,3% no período. Em 2013, o subgrupo havia se elevado em 6,73%.

Quando se avalia o mesmo subitem, de Refrigerante e água mineral, no grupo Alimentação fora do domicílio, o aumento detectado foi de 6,43%, enquanto em 2013 a alta havia sido de 11,63%. A elevação dos preços foi maior em 2013, pois não houve reajuste de imposto sobre bebidas frias em 2014. Com isso, o repasse de custos ao consumidor direto por estabelecimentos como bares e restaurantes – que possuem estoques menores do que supermercados, por exemplo – foi menor no ano passado.

De acordo com o levantamento, o peso desses dois subitens, dentro e fora do domicílio, somados, atingiu praticamente 1% do peso geral do CVCS. Isso significa que esses aumentos provocaram um impacto de 0,1 ponto porcentual no total do índice de 2014. Ou seja, se os preços do grupo estivessem estáveis, o CVCS encerraria o ano com alta de 5,9% (e não de 6%). Em 2013, a contribuição desses dois subitens foi ligeiramente inferior: de 0,08%.

Em Habitação, o impacto foi diferente em dois subitens que integram o grupo. Enquanto os preços médios do subitem Taxa de água e esgoto, cujo peso é de 1,3% no CVCS geral, acumularam queda de 27,34% em 2014 (graças à adoção de bonificação para os consumidores que economizassem água), o subitem Energia elétrica residencial encerrou 2014 com incremento de 16,49% – contribuindo com 0,54% de aumento no índice geral. O motivo foi o maior uso de energia térmica para complementar o abastecimento, dependente de hidrelétricas.

Na avaliação da FecomercioSP, além de encurtar o poder de compra das famílias, tanto a água como a energia são essenciais para a sobrevivência humana e para o setor produtivo. Em 2015, os preços desses bens essenciais tendem a se manter elevados até que haja uma reversão da atual situação.

Tratamento tributário diferenciado
Com o anúncio da redução da base de cálculo da água, publicado nesta terça-feira (3) no Diário Oficial, enquadrando o recurso como um item da cesta básica, a FecomercioSP avalia que os preços devem sofrer menor pressão altista, tendo em vista que a carga tributária incidente passa a ser menor.

O decreto altera a base de cálculo do ICMS e é válido para embalagens retornáveis de dez a 20 litros.

Com a alteração, um garrafão de água de 20 litros com o valor de R$ 13,50, com alíquota atual de 18%, passará a ter carga tributária de 7%. Isso significa que esse mesmo item passará a custar cerca de R$ 12, ou seja, deve haver uma queda estimada de 11%. Levando em conta que o peso da água na composição geral do IPV (Índice de Preços do Varejo, que compõe o CVCS) é de 0,95%, a medida deve implicar um recuo de -0,12 ponto porcentual no indicador.

A assessoria econômica reforça que não houve uma alteração de alíquota, somente a base de cálculo foi modificada para se chegar a uma nova carga tributária, por meio da redução da base de cálculo. Esse tipo de alteração é concedida pelo Poder Executivo via decreto, focando em produtos específicos de acordo com o cenário econômico.

Metodologia
O Custo de Vida por Classe Social (CVCS) é formado pelo Índice de Preços de Serviços (IPS) e pelo Índice de Preços do Varejo (IPV) e utiliza informações da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE. Contemplam as cinco faixas de renda familiar (A, B, C, D e E) para avaliar os pesos e os efeitos da alta de preços na região metropolitana de São Paulo em 247 itens de consumo. A estrutura de ponderação é fixa e baseada na participação dos itens de consumo obtida pela POF de 2008/2009 para cada grupo de renda e para a média geral. O IPS avalia 66 itens de serviços e o IPV, 181 produtos de consumo.

Sobre a FecomercioSP
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Responsável por administrar, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), ela representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes e congrega 155 sindicatos patronais que respondem por 11% do PIB paulista – aproximadamente 4% do PIB brasileiro -, gerando em torno de cinco milhões de empregos.