No Dia Mundial de Luta contra a Aids, Hospital Santa Efigênia realiza ação de conscientização

Na próxima quinta-feira, dia 1º de dezembro, a equipe de Assistência Social do Hospital Santa Efigênia realiza uma ação educativa de conscientização para lembrar aos funcionários, pacientes e acompanhantes a importância da prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis, principalmente a Aids.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Dia Mundial de Luta contra a Aids será comemorado no Hospital. Durante todo o dia, a partir das 8h, um stand estará montado onde serão distribuídos preservativos e panfletos com orientações sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar a doença. Os pacientes e acompanhantes também serão abordados nos leitos.

“Com esta ação, nós buscamos discutir a vulnerabilidade relacionada ao HIV, sob o ponto de vista do estigma e, principalmente, do preconceito. Nós queremos estimular a reflexão entre as pessoas, pois sem prevenção todos estamos vulneráveis”, afirma Giselle Monique, assistente social do Santa Efigênia.

Este ano no Brasil, o foco do Ministério da Saúde são os jovens gays de 15 a 24 anos das classes C, D e E. O Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 1988. Em todo o mundo, são desenvolvidas atividades para divulgar mensagens de esperança, solidariedade e prevenção. A iniciativa referendada pelo Sistema das Nações Unidas, por meio da Assembleia Mundial de Saúde, tem o apoio dos governos e organizações da sociedade civil de todos os países.

CAAPE promove ações em Caruaru

Visando a expansão de suas atividades no interior do estado, a Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (CAAPE) promove, no próximo dia 28, programação na cidade de Caruaru. No dia, a CAAPE vai levar o Mamógrafo Móvel Amigo do Peito para o Fórum José Florêncio Filho, s/nº, no Bairro Universitário. As advogadas podem participar da ação a partir das 9h.

Paralelo à realização do exame de mamografia, a CAAPE promove campanha de vacinação contra a gripe H1N1, também noFórum José Florêncio Filho, a partir das 9h. “A proposta é levar ao advogado do interior todos os benefícios de que já dispomos na capital”, disse o presidente da CAAPE, Bruno Baptista.

Bancários cobram ação efetiva de segurança do Estado

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco cobrou uma ação efetiva dos órgãos de segurança do Estado no sentido de combater a ação criminosa de quadrilhas especializadas contra as agências bancárias de Pernambuco. De acordo com o mapa da violência apresentado pela entidade durante uma coletiva de imprensa realizada hoje, entre janeiro e outubro de 2016, já foram registradas 248 ações violentas em bancos.

Na madrugada desta terça-feira, as agências do Banco do Brasil e do Bradesco do município de Pedra, no Agrste, foram totalmente explodidas. De acordo com o secretário de Assuntos Jurídicos do Sindicato, João Rufino, “Nós observamos um incremento na Região do Sertão. Com a desativação temporária das agências, a agência do Banco do Brasil de Arcoverde, por exemplo, está sobrecarregada com atendimento de cinco municípios”, afirma.

Para o Sindicato, as explosões das agências bancárias têm como consequência o adoecimento dos funcionários. Além disso, a falência do comércio local das cidades atingidas e a exposição da população ao crime, pois para receber seus proventos precisa migrar para bancos de outros municípios. “Nós temos vários companheiros da categoria afastados pelo INSS, porque devido ao medo dos assaltos desenvolveram síndrome do pânico”, explica o presidente interino do Sindicato, Fabiano Moura.

De acordo com levantamento do Sindicato, foram registradas 248 ações violentas em bancos. Com 13 assaltos, seis sequestros, 29 explosões, 13 arrombamentos, 128 ataques aos terminais de autoatendimento instalados fora das agências, 18 ataques a agências dos Correios, 36 ações em casas lotéricas e cinco explosões de carros-fortes.

Os bancos mais atacados são Banco do Brasil (BB), Caixa Econômica Federal (CEF), Bradesco e Santander. As ocorrências foram registradas em todas as regiões do Estado, atingindo 39 municípios.

“O investimento na inteligência é fundamental, pois esses crimes estão sendo praticados por quadrilhas especializadas. Outra questão é a necessidade de aumentar o efetivo da Polícia Militar nos municípios. Seria fundamental que o poder público local dialogasse com a sociedade civil organizada e não está fazendo isso. Cobramos que as autoridades, o Governo, a SDS, chamem a sociedade para que se encontre uma solução conjunta”, afirma Moura.

Maia: Juiz se equivocou ao permitir ação no Senado

Do G1

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira (25) que a Operação Métis partiu de “uma decisão equivocada de um juiz de primeira instância”. Maia disse ainda que, para ele, a decisão só poderia ter sido tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A operação foi deflagrada na última sexta (21) pela Polícia Federal, após autorização do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília.

Na operação, quatro policiais legislativos do Senado foram presos suspeitos de prestar serviço de contrainteligência para ajudar senadores investigados em operações da PF, como a Lava Jato.

“Houve uma decisão equivocada de um juiz de primeira instância em relação a um poder. Essa decisão deveria ter partido do Supremo”, afirmou Rodrigo Maia nesta terça.

O presidente da Câmara defendeu ainda a decisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), de encaminhar uma ação ao STF com o objetivo de definir “claramente” a competência dos poderes.

“Eu acho que está certa a decisão de encaminhar essa reclamação ao Supremo, e o Supremo vai decidir. Acho que o presidente Renan tomou a decisão correta e agora vamos esperar que se possa restabelecer essa harmonia entre os poderes, que é tão importante”, acrescentou Maia.

Renan e Cármen Lúcia

Nesta segunda, ao anunciar a ação no Supremo, Renan Calheiros afirmou, sem citar nomes, que um “juizeco” de primeira instância não pode, a qualquer momento, “atentar contra um poder”.

“Busca no Senado só se pode fazer pelo Senado, e não por um juiz de primeira instância”, acrescentou.

Renan disse também que a operação de sexta-feira aproxima o país de um estado de exceção. “Se a cada dia um juiz de primeira instância concede uma medida excepcional, nós estaremos nos avizinhando de um estado de exceção, depois de passado pelo estado policial”, declarou.

Nesta terça, sem citar o nome de Renan, a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, exigiu, durante sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), “respeito” ao Judiciário e disse que os poderes devem buscar a “harmonia” em benefício do cidadão.

“Todas as vezes que um juiz é agredido, eu e cada um de nós juízes é agredido. E não há a menor necessidade de, numa convivência democrática, livre e harmônica, haver qualquer tipo de questionamento que não seja nos estreitos limites da constitucionalidade e da legalidade”, afirmou a presidente do Supremo.

Rodrigo Maia, então, foi questionado sobre se o clima de “animosidade” entres os poderes pode influenciar na votação de um projeto de lei que trata do abuso de autoridade. O presidente da Câmara pediu “cautela” e argumentou que não se poder mandar sinais de instabilidade política num momento em que, em sua avaliação, o “horizonte econômico começa a mudar”.

Alexandre de Moraes

Nesta terça, Rodrigo Maia foi questionado por jornalistas sobre se considera que o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, agia como um “chefe de polícia” ao defender a ação da PF, Maia avaliou que Moraes não deveria ter comentado o mérito da operação.

“Eu acho que o ministro da Justiça é um dos melhores quadros que o governo tem, mas acho que na sexta-feira ele discutiu o mérito. Eu acho que a Polícia Federal agiu por decisão judicial. Certo ou errado, por decisão judicial, mas, a partir daí, a palavra do ministro de discutir o mérito: se a polícia legislativa foi aquém das suas atribuições, eu acho que não caberia a ele. Essa á uma avaliação que o ministro da Justiça não deveria ter feito”, disse Maia.

Em um evento em Brasília, o ministro da Justiça disse que as investigações apontam que os agentes atuaram para obstruir a Justiça, além de, “em tese”, extrapolar suas competências.

Renan Calheiros já havia feito críticas públicas a Alexandre de Moraes por essas declarações. Na avaliação do presidente do Senado, o ministro “não tem se comportado como ministro de Estado” e está “falando mais do que devia, dando bom dia a cavalo”.

Repercussão política

Ao longo desta terça, parlamentares fizeram discursos críticos à Operação Métis. O líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes (GO), por exemplo, disse a ação representou uma “agressão” ao Senado.

Na mesma linha, o líder do PT, Afonso Florence (BA), disse que a operação foi “mais um excesso da Polícia Federal”.

Na sequência, o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) defendeu a Polícia Legislativa, alvo da ação, mas ponderou que não se poderia culpar a PF, porque, disse “estava cumprindo uma determinação judicial”.

Ação no Pátio de Eventos incentivará cuidado e adoção de animais

1

Como forma de chamar a atenção da população para a importância de políticas públicas voltadas para o cuidado e proteção de animais carentes, assim como para adoção de animais, a Gerência de Proteção Animal elaborou uma campanha  que será veiculada durante todo o mês de junho, nos telões do Pátio de Eventos Luiz ‘Lua’ Gonzaga.

No intervalo dos shows que acontecem no espaço, os telões do palco já começaram a exibir imagens de animais acolhidos  pela gerência e estão à espera de um adotante.

Atualmente, a Gerência se encontra acolhendo um quantitativo de animais acima da capacidade que suporta, situação que impede o órgão de fazer novos recolhimentos. “Cerca de um milhão e meio de pessoas passam pelo Pátio do Forró, sensibilizar essas para questão da defesa dos nossos animais é de suma importância”, pontuou o veterinário do órgão, José Simonal.

Em paralelo, os artistas que subirão no principal palco da festa poderão manifestar o apoio à causa animal, através de fotos com nossas plaquinhas com imagens dos animais que estão disponíveis para adoção na GPA, com a mensagem “Me adote”. Tal ação tem por foco dar maior visibilidade e incentivo à adoção, através de artistas de renome  regional e nacional. As fotos serão postadas nas redes sociais oficiais da Prefeitura de Caruaru.

Feira do Empreendedor em Ação será realizada em Caruaru‏

A primeira turma de Formação Empreendedora (Forme), de Caruaru, vai realizar a Feira do Empreendedor em Ação, na próxima quarta-feira, 1. A exposição é também o encerramento do curso, que pela primeira vez é realizado no município. Na ocasião, os alunos apresentarão as empresas que foram criadas durante as aulas. O acesso será livre para todos que quiserem conferir os modelos de negócios ou comprar os produtos e serviços que serão comercializados pelos empreendedores durante o evento, que será na Fafica, das 19h às 21h.

O Forme vem sendo um sucesso em todos os municípios onde é realizado. Aqui em Caruaru ele veio através da parceria com a Sala do Empreendedor. A repercussão foi tão positiva que já existe uma lista de pessoas interessadas em fazê-lo. No próximo semestre serão abertas as inscrições para a segunda turma, porém ainda sem data definida.

Este curso é uma capacitação voltada para desenvolver habilidades empreendedoras, onde os participantes são instigados a desenvolverem suas habilidades montando uma empresa, não apenas com a elaboração de um plano de negócio, mas também pondo em prática o planejamento para criação da empresa, estudo de mercado e viabilidade econômica, desenvolvimento de logomarca, estratégias de venda, entre outros.

/**/

Demóstenes apela por ação urgente no São Sebastião

Demóstenes apela por ação urgente no São Sebastião - Foto Victor Vargas - AscomCâmara

O vereador e médico Demóstenes Veras (PP) fez um aparte nas denúncias disparadas pelo líder da oposição, vereador Gilberto de Dora (PSDB) na Tribuna Livre da Casa do Povo – no 1º expediente da 27ª Reunião Pública Ordinária desta 4ª Sessão Legislativa – destacando descasos de gestão na saúde pública do município.

Com indignação, Demóstenes teve registrada em Ata a sua denúncia de enganação e falta de decisão na reabertura do Hospital São Sebastião. “A reforma já foi concluída, os móveis novos instalados, o governo do Estado quer municipalizar – o município não tem estrutura técnica e financeira para arcar com os custos – ou seja – não pode gerir.

O sistema de financiamento do SUS apodreceu e, pasmem, o secretário de Saúde do Estado disse, no ano passado, que iria inaugurar o hospital em outubro. Mentiu e, enquanto isso, as denúncias não param por falta de leitos e de tudo na rede hospitalar pública”, disparou o médico e presidente da Comissão Parlamentar de Saúde, vereador Demóstenes Veras.

Leonardo cobra ação urgente no HRA

Leonardo Chaves cobra ação urgente no HRA - Foto Victor Vargas - AscomCâmara

O vereador presidente do Poder Legislativo, Leonardo Chaves (PDT), com veemência e indignação, usou a Tribuna Livre da Casa do Povo – no 1º expediente da 27ª Reunião Pública Ordinária desta 4ª Sessão Legislativa – e cobrou providências urgentes na recuperação da estrutura física e das áreas de recursos humanos, equipamentos e farmácia do Hospital Regional do Agreste. “Recebi e conferi várias denúncias: o elevador vai para cinco anos sem funcionar, o bloco cirúrgico faltando equipamentos, infiltrações no teto, falta luvas, medicamentos, onde cabe 17 tem 25 pacientes, superlotação.

É muita falta de atenção e decisão política na priorização da saúde pública – as imagens do hospital impressionam. Não poderia deixar de registrar e pedir providências urgentes ao governo do Estado”, frisou o presidente Leonardo Chaves.

Ação de cidadania do Governo Presente Caruaru chega no Salgado‏

IMG_0720

Emissão da carteira de identidade, orientações jurídicas, vacinação, teste rápido de HIV, cortes de cabelo, testes de glicemia e aferição de pressão serão alguns dos serviços oferecidos gratuitamente, próximo sábado (30), durante mais uma Rede de Cidadania do Programa Governo Presente e parceiros. O bairro do Salgado foi o contemplado para a realização da ação que acontecerá na Escola Padre Zacarias das 8h às 13h.

A Rede de Cidadania é uma modalidade do Programa Governo presente que tem como objetivo a oferta de garantia de direitos e cidadania às pessoas em situação de vulnerabilidade da cidade sendo uma realização da Estação do Governo Presente Caruaru, coordenada pela executiva de Articulação Social da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) em conjunto com parceiros públicos e privados. Nesta edição, o AB Cidadania, evento realizado pela TV Asa Branca, uniu-se a Rede de Cidadania e juntos se fortaleceram para elevar os números de serviços ofertados que beneficiarão um grande público durante a ação.

Na ocasião também serão realizados atendimentos, abordagens e divulgação do Núcleo de mediação de conflitos da Estação Caruaru, bem como, difusão do programa Atitude, pré-exames ocular computadorizados, confecção do cartão do SUS, agendamentos para atendimentos do INSS e apresentações culturais.

Durante toda esta semana os alunos das escolas Professor José Bione, Arnaldo Assunção, Professora Laura Florêncio, Genésio Campos, Professora Sinhazinha e Padre Zacarias, todas localizadas no Salgado, participaram de palestras com temáticas voltadas para o combate às drogas, trafico de pessoas, respeito entre os colegas, Lei Maria da Penha e Abuso e Exploração sexual, articuladas pela Estação Caruaru, com a missão de trabalhar a prevenção no bairro.

População de Garanhuns vivencia Dia Mundial da Saúde‏

Em alusão ao Dia Mundial da Saúde, comemorado na última quinta-feira (07), a “Cidade das Flores” vivenciou na manhã do último sábado (09) a mobilização “Garanhuns no Enfretamento ao Aedes e suas Consequências”. O momento foi realizado em frente à Unidade Básica de Sáude (UBS) da Cohab II – 1, localizada no bairro Francisco Figueira.

A população contou com a oferta de diversos serviços, como vacinação, aferição de pressão arterial, coleta de citologia, solicitação de mamografia, liberação de medicamentos e atendimentos médicos. Exames também foram autorizados, além de testes rápidos. Confecção de Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), atendimento odontológico, palestras educativas, entre outros serviços, fizeram parte da iniciativa.

Combate ao mosquito Aedes aegypti – Efetivando o tema da ação, materiais educativos sobre o combate ao mosquito que transmite a dengue, febre chikungunya e zika vírus – com orientações sobre o armazenamento correto de água e descarte de lixo -, foram distribuídos na ocasião.

Balanço da ação – De acordo com a Secretaria de Saúde, a ação contabilizou quatro notificações de dengue, sete coletas de citologia, 27 atendimentos de saúde bucal com uma detecção de lesão de mucosa, 10 vacinações, 45 atendimentos do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), 132 atendimentos educativos em saúde, 402 peixes distribuídos para o combate dos criadouros do Aedes aegypti, entre outros. O balanço com o número de autorizações de exames, sairão nesta segunda-feira (11).