Agenda política e econômica da semana

De Brasília

No campo internacional, destacam-se a reunião do Fórum em Davos, na Suíça, e a posse do empresário Donald Trump como presidente dos Estados Unidos. No Brasil, a União pode fechar acordo de recuperação fiscal com o Rio de Janeiro. O Banco Central divulga, na terça-feira (17), a ata da reunião que reduziu os juros para 13%. Na sexta-feira (20), o PT discute estratégia de ação contra as reformas do governo Michel Temer. Abaixo, outros destaques da política e da economia:

1. Os diretores do Banco Central Carlos Viana de Carvalho (Política Econômica), Reinaldo Le Grazie (Política Monetária) e Otavio Ribeiro Damaso (Regulação) participam de videoconferência com representantes do Ministério da Fazenda e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

2. Na terça-feira, a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, se reúne com prefeitos das capitais do País.

3. Ainda na terça-feira, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, chega a Davos (Suíça), para participar do Fórum Econômico Mundial e deve retornar na quinta-feira (19). Antes de voltar ao Brasil, ele deve participar de entrevista coletiva para a imprensa brasileira.

4. O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, se reúne (17) com todos os secretários estaduais de Justiça e Segurança Pública para discutir medidas para a crise no sistema penitenciário.

5. Na quarta-feira (18), a Confederação Nacional da Indústria divulga o Índice de Confiança do Empresário Industrial.

6. Na quinta-feira (19), o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulga o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) de janeiro.

7. Na sexta-feira (20), o ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União – CGU, Torquato Jardim, participa, em Berlim, de reunião do BRICS e do Grupo de Trabalho Anticorrupção do G20.

8. Ainda na sexta-feira, a Confederação Nacional da Indústria divulga Sondagem Industrial.

Lula retoma hoje a agenda de viagens pelo país

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva retoma hoje a agenda pública com encontro organizado pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra). Sua primeira atividade política de 2017 acontecerá em Salvador (BA).

Segundo participantes, a expectativa é que ele seja recebido ao som de “Brasil, urgente, Lula, presidente”.

Amanhã, Lula participará de um encontro de professores da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, em Brasília. Aliados afirmam que o petista já prepara um discurso para cada ato.

Nos dois defenderá, publicamente, eleições diretas para a Presidência da República ainda neste ano. Em Salvador, pretende apresentar propostas para a economia.

Coordenador do MST e defensor do lançamento imediato da candidatura de Lula, João Pedro Stédile participará do encontro. (Folhapress)

Agenda política da semana

De Brasília

Devem ser publicados os atos administrativos relacionados ao pacote de estímulo à economia, anunciado quinta-feira (15). A Câmara tentará votar, na segunda-feira (19) e terça-feira (20), a renegociação da dívida dos Estados com a União. Conforme estabelece o Art. 42 da Constituição, o recesso do Legislativo terá início em 23 de dezembro. As férias dos tribunais superiores começam nesta terça-feira (20). Outros destaques da semana:

1. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara pode decidir consulta apresentada pelo deputado Rogério Rosso (PSD-DF) sobre a possibilidade de o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disputar a reeleição.

2. Os procuradores da Lava Jato encaminham ao Supremo Tribunal Federal (STF) os depoimentos dos 77 executivos e ex-executivos da construtora Odebrecht que assinaram o acordo de delação premiada.

3. Na terça-feira (20), o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, concede entrevista coletiva, às 11h, para apresentar a agenda de medidas estruturais do Banco.

4. Ainda na terça-feira (20), a Aneel colocará em consulta pública (20), até 23 de janeiro, o edital do Leilão nº 5/2016, voltado para a contratação de linhas de transmissão. Serão 34 lotes que totalizam 7.373 quilômetros de linhas, com investimentos avaliados em R$ 12,7 bilhões.

5. Na terça-feira (20), autoridades americanas, suíças e brasileiras devem fazer anúncio formal da assinatura do acordo de leniência da Odebrecht, R$ 8,5 bilhões.

6. Na quarta-feira (21), está prevista a abertura das propostas de empresas interessadas a prestar serviços necessários à desestatização das distribuidoras do Grupo Eletrobras do Norte e Nordeste: Companhia Energética do Piauí (Cepisa); Alagoas (Ceal); Acre (Eletroacre); Rondônia (Ceron); Boa Vista Energia; e Amazonas Energia.

7. Ainda na quarta-feira (21), o IGBE divulga o IPCA-15 de dezembro.

8. Na quinta-feira (22), o Banco Central divulga o Relatório Trimestral de Inflação referente ao quarto trimestre.

/**/

Bolsonaro cumpre agenda em Pernambuco nesta quinta-feira

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) cumpre agenda em Pernambuco nesta quinta-feira (10) um dia após ter recebido uma boa notícia da Câmara Federal. É que o Conselho de Ética daquela Casa Legislativa decidiu arquivar uma representação feita contra ele por suposta “apologia à tortura”.

Foram 11 votos pelo arquivamento e apenas um a favor do parecer do relator, deputado Odorico Monteiro (PROS-CE), que pedia o prosseguimento das investigações. Bolsonaro foi denunciado ao Conselho de Ética porque no dia da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, em abril deste ano, prestou uma homenagem ao coronel do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra (já falecido), único militar condenado no Brasil pela prática de tortura.

Ele disse que o Conselho de Ética lhe fez justiça porque deputado tem imunidade parlamentar, isto é, tem direito de externar livremente suas opiniões. O coronel Brilhante Ustra que comandou o DOI-CODI de São Paulo entre 1970 e 1974 durante o regime militar. Ele foi acusado de tortura, desaparecimento e morte de pelo menos 60 presos políticos. A representação contra ele foi protocolada pelo PV.

Jorge Gomes começa o dia com entrevista em rádio e visita à fábrica

_MG_6906

Na reta final da campanha, o candidato a prefeito de Caruaru, Jorge Gomes, participou, hoje, 28, de uma entrevista para uma rádio web da cidade. Saúde, educação, segurança e Feira da Sulanca foram alguns dos temas debatidos.

Em seguida, Jorge Gomes fez uma visita a uma empresa de confecções, no bairro do Salgado. Em sua conversa com os funcionários, o candidato deu ênfase aos avanços de Caruaru, que fez com que a cidade fosse reconhecida como uma das 100 melhores de ser viver e também sobre a eficiência de gestão, que colocou o município entre os mais eficientes do país na saúde, na educação e no saneamento básico. “Visamos à melhoria da qualidade de vida das pessoas, de suas famílias.Não podemos voltar ao passado. Precisamos continuar com grandes avanços para Caruaru”, afirma. O proprietário da fábrica, Josilânio Cordeiro, que convidou Jorge para o bate-papo, disse que Caruaru é uma cidade que melhorou na atual gestão. “Zé Queiroz e Jorge mudaram a saúde e a educação  de Caruaru. Não podemos deixar voltar quem nunca fez nada por nós. Agora, é com o meu prefeito Jorge para Caruaru avançar mais e mais”.

Jorge Gomes cumpre agenda no feriado de 7 de Setembro

29444899681_9571aafe5d_k

A manhã do feriado de 7 de Setembro foi movimentada para o candidato a prefeito Jorge Gomes (PSB). Acompanhado da militância, ele percorreu a avenida Joaquim Nabuco, na via paralela, onde acontecia o desfile cívico. Muita gente festejou a passagem de Jorge Gomes, futuro prefeito de Caruaru. “O desfile mostra o trabalho que é realizado nas escolas pela Prefeitura. É bonito de se ver. Todas as crianças fardadas e dando show. Quero ver Jorge Gomes continuando esse trabalho”, disse a dona de casa Verônica dos Santos.

Depois da presença no ato cívico, Jorge Gomes participou de uma reunião com os moradores do Sítio Cipó, na zona rural de Caruaru. Embaixo da sombra generosa de uma árvore, os moradores falaram sobre os avanços na comunidade, a exemplo da instalação de uma Unidade de Saúde da Família, fruto do Orçamento Participativo. “Tudo que conquistamos aqui foi através do grupo político de Zé Queiroz e Jorge Gomes. Queremos mais. Precisamos do saneamento e tenho confiança que Jorge vai tornar esse desejo em realidade”, afirmou Caetano, presidente da Associação de Moradores.

Acompanhado do prefeito José Queiroz, o candidato a prefeito Jorge Gomes destacou a sua história política, com a experiência de ter participado dos governos Arraes e de Eduardo, e se comprometeu a estar ainda mais perto dos moradores do Sítio Cipó nos próximos quatro anos. “Sei da luta dessa comunidade e vou trabalhar para que as condições de vida dos moradores melhorem cada vez mais, especialmente com a implantação do saneamento no local”, garantiu.

Temer encerra agenda no G20 e retorna ao Brasil

Do G1

Depois de participar do encontro de cúpula do G20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo), em Hangzhou, na China, o presidente Michel Temer embarcou de volta para o Brasil às 6h55 (horário de Brasília) desta segunda-feira (5). Ele deve chegar ao Brasil às 12h30 desta terça-feira (6). No último dia na China, Temer teve reuniões bilaterais com chefes de Estado de outros países participantes da cúpula do G20.

A primeira reunião de Temer no último dia do G20 foi com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe. Depois ele teve reuniões bilaterais com vice-primeiro-ministro da Arábia Saudita, príncipe Mohammad bin Salman Al Saud, com o chefe interino governo da Espanha, Mariano Rajoy, e com o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi.

Segundo o Palácio do Planalto, na conversa com Abe Temer falou sobre o interesse brasileiro em atrair investimentos em infraestrutura, como portos aeroportos e ferrovias. O presidente também manifestou o interesse do Brasil em exportar carnes, frutas e demais produtos agrícolas ao Japão, além de aprofundar a cooperação nas áreas de educação, ciência, tecnologia e inovação.

Na reunião com Rajoy, Temer e o espanhol falaram sobre a situação política de Brasil e Espanha e as relações econômicas entre os dois países. Também abordaram o acordo de paz do governo colombiano com as Farc e a atual situação política da Venezuela, com o referendo revogatório do mandato de Nicolás Maduro, presidente venezuelano, que a oposição tenta aprovar.Rajoy convidou Temer para visitar a Espanha e Temer também fez convite ao espanhol.

Petrolina: Miguel e Guilherme cumprem 1ª agenda

Após anunciar a histórica aliança, o pré-candidato a prefeito Miguel Coelho (PSB) e o deputado federal Guilherme Coelho (PSDB) iniciaram, neste sábado (23), uma série de agendas para ouvir as comunidades de Petrolina. O local escolhido para o primeiro compromisso foi o Capim, área localizada na região de sequeiro da capital do São Francisco. Miguel e Guilherme conversaram com os moradores e ouviram sugestões e críticas sobre a situação da zona rural.

“Esse é apenas um primeiro compromisso com o deputado Guilherme. Fizemos numa área do interior, de sequeiro, algo que representa uma das principais lutas de doutor Osvaldo Coelho. Agora, vamos fortalecer essa aliança e levar a mensagem para todas as regiões de Petrolina de que nosso grupo está fortalecido e unido”, explicou o socialista. Entre as principais reivindicações, a maior cobrança foi a construção habitações populares na zona rural.

“Foram construídas, em oito anos, nove mil casas e nenhuma nessa região. Isso é governar de costas para a zona rural. Mas tem sido assim. Tudo é mais difícil para quem mora no interior. É urgente resolver esse déficit de moradia popular na zona rural”, defendeu o pré-candidato a prefeito.

Armando cumpre agenda com aliados: eleições municipais

Com a proximidade das eleições municipais, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) intensificou a agenda de reuniões com correligionários e aliados. Neste final de semana, o parlamentar promoveu agendas com prefeitos e lideranças em seis municípios, sendo quatro no Agreste e dois na Região Metropolitana.

“O contato com nossos aliados tem sido permanente, e agora estamos intensificando por conta do calendário eleitoral que vem se aproximando. O PTB tem 70 pré-candidatos a prefeito em todo o Estado, e também apoiará candidaturas de companheiros de outras legendas que estão no nosso campo. O ritmo agora vai aumentar e a nossa disposição é de ajudar a todos esses companheiros”, destacou Armando, que já visitou mais de 30 municípios nos últimos dois meses.

A agenda começou ainda na noite da quinta-feira (30/5), quando o senador se reuniu com o grupo do prefeito de Caetés, Armando Duarte (PTB), que disputará a reeleição. Na sexta, Armando Monteiro participou de uma plenária em Águas Belas com índios, trabalhadores rurais e militantes de movimentos sociais. O evento promovido pelo prefeito Genivaldo Menezes (PT) e pelo pré-candidato ao Executivo municipal Luiz Aroldo (PT).

Ainda na sexta, Armando se reuniu com os prefeitos de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), e de Surubim, Túlio Vieira (PT), ambos postulantes à reeleição. Com este último, Armando participou da solenidade de inauguração do anel viário de Surubim. Já no sábado, o senador se encontrou com dois aniversariantes: o prefeito de Igarassu, Mário Ricardo (PTB), que tentará renovar o mandato, e o pré-candidato do PTB à Prefeitura de Camaragibe, Demóstenes Meira.

Paulo defende agenda de reformas para resgatar a confiança no Brasil‏

O governador Paulo Câmara defendeu hoje (20.05) a agenda de reformas institucionais como o caminho para o Brasil retomar a confiança no futuro da economia nacional. “Vamos apoiar o que deve ser apoiado e trazer de volta a confiança. Tenho a crença de que o Brasil tem jeito, de que o Brasil é maior do que qualquer crise”, disse Paulo, durante palestra para empresários e executivos que integram o Conselho do World Trade Center São Paulo (WTC SP), cujo presidente é o ex-ministro Ozires Silva.
 
Paulo voltou a lamentar que o maior efeito da crise seja o aumento do desemprego. “Em 2015, foram fechados 1,5 milhão de postos de trabalho e o Nordeste tem sido a região mais afetada, uma região que tem 28% da população é apenas 14% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional”, registrou. Para o governador pernambucano, a atual crise está colocando em risco as maiores conquistas dos últimos 30 anos: a democracia, a estabilidade da economia e os avanços sociais.
 
“As reformas precisam ser feitas para que possamos retomar a confiança; da Previdência, a Política, a Reforma Tributária, a Reforma Trabalhista. Precisamos fazer a conta da previdência fechar, também não dá para conviver com mais de 20 partidos com representação no Congresso Nacional e se esgotou o chamado modelo político do Presidencialismo de coalizão”, argumentou Paulo Câmara.
 
POTENCIAIS DE PERNAMBUCO – O governador Paulo Câmara destacou o avanço que o Estado de Pernambuco obteve nos últimos anos, com a expansão de polos econômicos já existentes, como o de bebidas, turístico e de alimentação, além da criação de novos polos: automotivo do Grupo Fiat-Chrysler (FCA), farmoquímico e de biotecnologia, em Goiana, petroquímico e naval, no Complexo Industrial e Portuário de Suape.
“Mas também estamos trabalhando a agenda da economia do conhecimento, com, por exemplo, o Porto Digital e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo FCA. Precisamos multiplicar essa agenda da inovação, em parceria com as empresas e a academia”, disse Paulo. Outro diferencial destacado por ele foi os avanços obtidos com o Ensino Médio de Pernambuco.
 
“Conseguimos construir a maior rede de ensino em tempo integral. Maior do que as redes de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais juntas. Temos o quarto. melhor ensino público do País, segundo o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e a menor taxa de abandono”, elencou o governador pernambucano, que contou com as companhias dos secretários estaduais Márcio Stefanni (Fazenda), José Neto (Assessoria Especial) e Thiago Norões (Desenvolvimento Econômico).