Candidato na Câmara diz que pautará anistia a caixa 2

Folha de S.Paulo 

Líder do PTB há dez anos e candidato à presidência da Câmara, o deputado Jovair Arantes (GO) disse à Folha que, se eleito, pautará a votação do projeto que prevê anistia ao crime de caixa dois e que, no âmbito da Operação Lava Jato, vai buscar “o direito dos deputados”.

Questionado se levaria adiante eventuais processos de cassação de deputados, ele adotou discurso corporativista. “Se eu for presidente e mexer com alguém daqui injustamente, vai mexer comigo. Como presidente da Casa, não permitirei”, disse o candidato do PTB.

Jovair aponta interferência do Planalto a favor do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e diz não haver risco de não disputar a eleição no próximo dia 

PT não terá liberdade na 1ª secretaria da Câmara

Do Blog do Magno

O deputado Beto Mansur (PRB-SP) não acredita que o PT, que reivindica a primeira-secretaria da Câmara na eleição de fevereiro, terá condição de fazer pirotecnia caso o partido conquiste o cargo, responsável pelos recursos da Câmara.

“O PT não vai fazer nada que o presidente da Câmara não queira”, afirma Mansur, atual primeiro-secretário. O PT tenta a vaga como moeda de troca para apoiar a candidatura à reeleição do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Maia, que enfrenta batalha jurídica para viabilizar a candidatura a reeleição, foi eleito em julho do ano passado para um mandato-tampão, após a queda do deputado presidiário Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A Constituição Federal veda a reeleição na mesma Legislatura, mas aliados de Maia defendem que ele foi eleito para um mandato temporário, motivo pelo qual a regra não se aplicaria no seu caso.

A primeira-secretaria é responsável por um Orçamento de R$ 5,2 bilhões por ano.

Justiça determina nova eleição na Câmara de Bonito

A 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Caruaru, através do juiz de direito plantonista, Dr. José Adelmo Barbosa da Costa Pereira, determinou que a Câmara Municipal de Bonito realize, em caráter de urgência, um novo edital de convocação para eleição da Mesa Diretora. A ação foi impetrada pelo vereador Pedro de Farias Filho, que teve o requerimento de candidatura para a 1ª secretaria da Câmara negado por estar fora do prazo estipulado no edital de convocação para eleição da mesa diretora.

Para o Dr. José Adelmo, houve um flagrante desrespeito ao estado democrático de direito, tirando do vereador o direito líquido e certo de se candidatar a 1ª secretaria da Mesa.

Na decisão do juiz, o edital em questão deve ser anulado por ferir princípios constitucionais e o regimento interno da Câmara, ficando evidente que tal edital não passou de manobra para a não candidatura de vereadores da oposição para cargos da mesa diretora. Com isso, Dr. Adelmo determinou que no cumprimento do novo regimento interno, publique-se imediatamente novo edital de convocação para as eleições de sua nova Mesa Diretora, dando-se ampla publicidade no átrio da Casa Legislativa, inclusive na imprensa local.

Bruno Lambreta toma posse na Câmara de Caruaru

DSC_7254 (1)Na tarde do último domingo, (1º), durante cerimônia realizada na Câmara Municipal , Bruno Lambreta(PDT), foi empossado como vereador para mandato de 2017 a 2020.

Como previsto, inicialmente os vereadores eleitos fizeram o juramento, em seguida foi realizada a votação para presidente da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, a qual nomeou o vereador Lula Tôrres, para presidente durante o biênio 2017/2018. Por fim os vereadores foram chamados um a um, para assinatura do livro de posse.

Segundo Bruno Lambreta a tarde de domingo foi marcada pelo firmamento do compromisso com a população de Caruaru. “Empossado oficialmente damos a certeza de um trabalho comprometido com os caruaruenses e todas as comunidades da cidade, mais uma vez agradeço a todos que depositaram seu voto de confiança em nosso projeto”, pontuou Bruno.

PT deve apoiar Figueiredo para presidente da Câmara

Mesmo com uma bancada de 57 deputados federais, a segunda maior do Congresso, o PT não lançará candidatura própria para presidente da Câmara. De acordo com o líder do partido, Afonso Florence (BA), a tendência é apoiar a candidatura do ex-ministro André Figueiredo (PDT-CE).

“O PT não tem número de deputados para apresentar candidatura. Estamos discutindo a de André Figueiredo. A disputa está entre os golpistas”, afirma. Ele menciona a tentativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de disputar a reeleição mesmo com o veto da Constituição, que proíbe reeleição na mesma Legislatura.

“Os golpistas agora se golpeiam. Como fizeram vários ministros que saíram do governo (Dilma Rousseff) atirando”, disse. Florence insiste na história de que o impeachment da ex-presidente foi golpe, assim como a maioria dos petistas.

/**/

Lula Tôrres é o novo presidente da Câmara de Caruaru

Do G1 Caruaru

O vereador Lula Tôrres (PDT) é o novo presidente da Câmara de Veradores de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Ele foi eleito presidente da Mesa Diretora da Casa na tarde deste domingo (1º) durante a cerimônia de posse na casa Jornalista José Carlos Florêncio. Torrês obteve 14 votos contra 9 de Alberes Lopes (PRP).

Também compõem a mesa diretora Marcelo Gomes (PSB), 1º vice-presidente, e Edmilson do Salgado (PCdoB), o 2º Vice-presidente. O primeiro secretário será Leonardo Chaves (PDT), o 2º secretário Presbítero Andrey Gouveia (PRP), o 3º secretário Edjailson do Caru Forró (PRTB) e o 4º secretário: Ricardo Liberato (PDT).

Veja como ficou a composição da Mesa Diretora:

Presidente: Lula Tôrres (PDT)
1º Vice-presidente: Marcelo Gomes (PSB)
2º Vice-presidente: Edmilson do Salgado (PCdoB)
1º secretário: Leonardo Chaves (PDT)
2º secretário: Presbítero Andrey Gouveia (PRP)
3º secretário: Edjailson do Caru Forró (PRTB)
4º secretário: Ricardo Liberato (PDT)

Câmara empossa vereadores, prefeita e vice-prefeito eleitos

Em sessão solene ocorrida no final da tarde deste domingo, 1º de janeiro, na Câmara Municipal de Caruaru, foram empossados os vereadores, a prefeita Raquel Lyra e o vice-prefeito Rodrigo Pinheiro (ambos do PSDB), eleitos no pleito de 2016. A solenidade – que contou com intérprete da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) – foi presidida pelo vereador mais votado na eleição de 02 de outubro, Edmilson do Salgado (PCdoB), que abriu a sessão convidando os vereadores Leonardo Chaves e Ricardo Liberato (ambos do PDT) para assumirem provisoriamente a 1ª e 2ª secretarias, respectivamente.

Seguindo ainda os ritos estabelecidos no Regimento Interno da Casa, o 1º secretário, vereador Leonardo Chaves, verificou os diplomas eleitorais e as declarações de bens dos vereadores eleitos, após o que todos ficaram de pé para a leitura do “Compromisso de Posse. Em seguida, o 2º secretário, vereador Ricardo Liberato, fez a chamada em ordem alfabética e cada vereador confirmou o compromisso, respondendo “Assim prometo” e encerrando a solenidade de posse.  Logo após, começou um dos momentos mais aguardados da sessão: a eleição da Comissão Executiva da Câmara para o biênio 2017-2018.

Três vereadores concorriam à presidência: Leonardo Chaves (PDT), que comandou a Casa nos últimos dois anos; Lula Tôrres (também do PDT), vice-presidente na gestão de Chaves; e Alberes Lopes (PRP), ex-vereador e presidente da Câmara Municipal de Ibirajuba. Os dois vereadores de situação acabaram compondo chapa e Lula Tôrres foi eleito por 14 votos a 9, ficando Leonardo Chaves na 1ª secretaria. A Comissão Executiva para os próximos dois anos ficou, então, composta da seguinte forma: presidente vereador Lula Tôrres (PDT); 1º vice-presidente vereador Marcelo Gomes (PSB); 2º vice-presidente vereador Edmilson do Salgado (PCdoB); 1º secretário vereador Leonardo Chaves (PDT); 2º secretário vereador Pb Andrey Gouveia (PRP); 3º secretário vereador Edjailson da Caru Forró (PRTB); e 4º secretário vereador Ricardo Liberato (PDT). Começando o seu sétimo mandato e pela primeira vez ocupando a presidência da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, o vereador Lula Tôrres adiantou que pretende aproximar a Câmara da população. “Vamos lutar pela justiça social, para que o nosso povo sinto mais de perto a ação do Poder Público e do Poder Legislativo em seu bairro, em sua cidade. Essa Casa precisa chegar mais junto da comunidade”, afirmou Lula.

Além deles, foram empossados os vereadores Bruno Lambreta (PDT); Ranilson Enfermeiro (PDT); Duda do Vassoural (PRTB); Cecílio Pedro (PMDB); Rozael do Divinópolis (PRTB); Tafarel (PRP); Galego de Lajes (PSD); Daniel Finizola (PT); Fagner Fernandes (PTdoB); Ítalo Henrique (PSD); Alberes Lopes (PRP); Sérgio Siqueira (PTdoB); Pierson Leite (PSD); Heleno Oscar (PEN); Allyson da Farmácia (PPS); Zezé Parteira (PV).

Após a eleição da Comissão Executiva, chegou o momento que todos aguardavam: a posse da prefeita Raquel Lyra e do vice Rodrigo Pinheiro. Primeira mulher eleita para comandar o Palácio Drayton Nejaim, Raquel foi bastante festejada quando chegou na Casa do Povo. “Nós vamos mostrar a Pernambuco e ao Brasil como o povo de Caruaru é grande. Caruaru tem história e, mais do que isso, Caruaru sempre fez história, sempre na vanguarda. É terra de gente que pega as rédeas do seu próprio destino. Somos protagonistas da mudança e juntos vamos trabalhar de mãos dadas construindo um futuro melhor para todos os caruaruenses”, disse a prefeita, em seu discurso de posse. Em seguida, ela e o vice-prefeito seguiram, junto com os vereadores recém-empossados e demais autoridades, para a cerimônia de transmissão do cargo no Palácio Municipal. “O poder surge com o povo e em seu nome será exercido”, concluiu a prefeita, encerrando as solenidades.

A Câmara sumiu

Folha de S.Paulo 

“Agradeço aos vereadores que fizeram um esforço de estar aqui hoje para aprovar projetos importantes em prol da cidade. Estaremos juntos no ano que vem. Desejo a todos um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de sucesso, com muita paz, saúde, amor, alegria e felicidade.”

A frase que encerrou a votação do orçamento para 2017 de Foz do Iguaçu, uma das cidades mais importantes do Paraná, é de Beni Rodrigues (PSB). Foi dita um dia após o vereador sair da prisão.

A Câmara da cidade de 264 mil habitantes se esvaziou na semana passada, quando uma operação da Polícia Federal prendeu 12 dos 15 vereadores.

Eles são suspeitos de terem recebido uma espécie de “mensalinho” para apoiar projetos do Executivo.

Com quase a Casa inteira presa, a escolha de como aplicar cerca de R$ 856 milhões no município em uma região de fronteira crucial para o país coube basicamente a pessoas que até a semana passada mal conheciam os trâmites do Legislativo.

Eles são suplentes dos dez vereadores ainda presos. Foram empossados um dia antes, após uma convocação em caráter de urgência do departamento jurídico do Legislativo municipal para atingir o quórum necessário.

Os novatos tiveram 24 horas para analisar quase 200 páginas da LOA 2017 (Lei Orçamentária Anual).

A peça foi aprovada por unanimidade, em primeira e segunda votações, sem qualquer mudança ou destaques.

Também votaram os únicos três parlamentares que não foram detidos pela PF, além do vereador Zé Carlos (PMN) –que, como Beni, foi preso e depois solto.

Como o presidente da Casa, Fernando Duso (PT), ainda está preso, coube a Beni, vice, presidir a votação.

Câmara realiza reunião com pauta extensa e entrega de medalha

Cinquenta e cinco proposituras estão previstas para serem apresentadas e votadas na 70ª reunião da 4ª sessão legislativa ordinária que a Câmara Municipal de Caruaru realiza às 20h desta terça-feira (06). A maior parte das proposituras são projetos de lei para nominação de ruas. Os bairros beneficiados são Cedro, Nina Liberato, Maria Auxiliadora, Manoel Bezerra Lopes, Luiz Gonzaga, José Carlos de Oliveira, Salgado e Bairro Kennedy.

Entre os requerimentos, destaque para os do vereador Jajá (PSDC), solicitando calçamento para diversas ruas nos bairros Jardim Liberdade, João Mota e Caiucá. Já o vereador Cecílio Pedro (PMDB) solicita retirada de entulhos e coleta de lixo regular na Rua Goiás, no Salgado; reparos na rede de iluminação pública da Rua Manoel Lopes, Bairro Petrópolis; calçamento da Rua R-29, na Cidade Jardim; reparos na caixa coletora de esgoto da 2ª Travessa Sérgio Loreto, no Indianópolis; e capinação e retirada de lixo da Rua Manoel Lopes, no Petrópolis. Ainda entre os destaques, o requerimento reiterado – já apresentado e aprovado, mas ainda não executado – do vereador Edjailson da Caru Forró (PRTB) solicitando, novamente, construção de ponte ligando os bairros São Francisco e Caiucá.

Medalha – Além da votação de proposituras, a reunião desta terça terá um momento solene para entrega da Medalha de Honra ao Mérito José Rodrigues de Jesus à assistente social Gláucia Cristiane da Silva, propositura do vereador Rodrigues da Ceaca (PRTB). “Gláucia tem um belo trabalho assistencial com pessoas deficientes e portadoras de doenças graves, como o câncer, e merece o reconhecimento público da Câmara”, destacou o autor da propositura.

A súmula com a Ordem do Dia está disponível no Portal da Câmara.

Marcelo Gomes reapresenta pedido para a criação de projeto de voluntariado na Prefeitura

O vereador Marcelo Gomes (PSB) vai reapresentar o requerimento que solicita a criação de um projeto de voluntariado na Prefeitura de Caruaru. O documento será exposto na sessão plenária desta terça-feira, 22. A ideia de Marcelo Gomes é incentivar os caruaruenses a contribuir com melhorias sociais para o município, nos moldes do Projeto Transforma Recife.

De acordo com o requerimento, a proposta é cruzar as informações de quem quer ser voluntário com ações e projeto municipais que precisam de ajuda. Neste sentido, a Prefeitura fica responsável pela mobilização do pessoal para a formação de uma grande rede social.

“Atualmente, o Estado não chega a toda sociedade como é devido. Por isso, o voluntariado é de extrema necessidade para ajudar os municípios a atenderem devidamente os cidadãos. A nossa proposta é criar um projeto para que os caruaruenses possam contribuir com as melhorias sociais que a nossa população ainda precisa”, explica Marcelo.

O requerimento que solicita ao Poder Executivo a criação do Projeto Transforma Caruaru já havia apresentado em duas oportunidades aos demais vereadores, sendo a primeira em setembro de 2015 e a segunda em fevereiro deste ano. Desta vez, a proposta deve ser votada na sessão plenária da próxima quinta-feira, 24.