Marcelo Gomes reapresenta pedido para a criação de projeto de voluntariado na Prefeitura

O vereador Marcelo Gomes (PSB) vai reapresentar o requerimento que solicita a criação de um projeto de voluntariado na Prefeitura de Caruaru. O documento será exposto na sessão plenária desta terça-feira, 22. A ideia de Marcelo Gomes é incentivar os caruaruenses a contribuir com melhorias sociais para o município, nos moldes do Projeto Transforma Recife.

De acordo com o requerimento, a proposta é cruzar as informações de quem quer ser voluntário com ações e projeto municipais que precisam de ajuda. Neste sentido, a Prefeitura fica responsável pela mobilização do pessoal para a formação de uma grande rede social.

“Atualmente, o Estado não chega a toda sociedade como é devido. Por isso, o voluntariado é de extrema necessidade para ajudar os municípios a atenderem devidamente os cidadãos. A nossa proposta é criar um projeto para que os caruaruenses possam contribuir com as melhorias sociais que a nossa população ainda precisa”, explica Marcelo.

O requerimento que solicita ao Poder Executivo a criação do Projeto Transforma Caruaru já havia apresentado em duas oportunidades aos demais vereadores, sendo a primeira em setembro de 2015 e a segunda em fevereiro deste ano. Desta vez, a proposta deve ser votada na sessão plenária da próxima quinta-feira, 24.

Só Marcelo Odebrecht ficará na cadeia após delação

A delação premiada da Odebrecht, em negociação com a Procuradoria-Geral da República, prevê que apenas Marcelo Odebrecht, herdeiro e ex-presidente da empreiteira, cumpra pena na cadeia. No caso dos demais os executivos do grupo que participam do acordo, o período de regime fechado será de prisão domiciliar, com progressões graduais já estabelecidas. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Um dos principais executivos da empreiteira, por exemplo, vai cumprir prisão domiciliar em regime fechado por um ano —nesse período não é permitido sequer deixar a presidência. Depois disso, no semiaberto, o delator poderá sair de casa para trabalhar e, no último ano de pena, terá direito já ao regime aberto

“A pena prevista para Marcelo será de dez anos. Os primeiros dois anos e meio em regime fechado serão cumpridos na prisão — ele está preso preventivamente por determinação do juiz Sergio Moro desde junho de 2015, suspeito de pagar propina em troca de contratos na Petrobras. Depois desse período, no fim de 2017, passará a ter direito a progressões gradativas: dois anos e meio no semiaberto e a última parte no regime aberto.

/**/

Marcelo Gomes ressalta conquistas de políticas públicas para as mulheres

Nesta terça-feira (10), o vereador Marcelo Gomes (PSB), voltou a falar sobre as comemorações pelo Dia Internacional da Mulher e ressaltou conquistas importantes feitas nos últimos anos. O vereador voltou a parabenizar, desta vez na tribuna, a iniciativa de uma sessão especial na Câmara Municipal de Caruaru, apenas com a presença de mulheres no plenário.

Outro assunto destacado por Marcelo Gomes foi a criação do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM-Mulher), que destinará 5% dos investimentos para atender políticas públicas voltadas para as mulheres, este ano será o equivalente a R$ 12 milhões para as políticas públicas voltadas para a mulher.

“Parabenizar a iniciativa do governo do Estado de criar o FEM para a mulher. Significa que 5% da cota parte do FEM de cada município será destinado para as mulheres, desde que o município tenha coordenadoria ou secretária da mulher, para que o dinheiro seja usado só para este fim”, frisou Marcelo.

O socialista lembrou ainda o prêmio que o governador Paulo Câmara recebeu pelo programa Mãe Coruja, no México. “Este fim de semana o governo de Pernambuco recebeu um prêmio pelo Mãe Coruja, da Organização dos Estados Americanos (OEA). O programa foi criado ainda em 2007, pelo governo Eduardo Campos, que conseguiu diminuir a mortalidade infantil no Estado e tem ajudado milhares de mães que não tem as condições ideais para ter um filho nos primeiros anos da infância. Muito já foi feito pelas mulheres, mas ainda há muito o que fazer em diversas áreas da sociedade, temos que comemorar, mas temos que seguir buscando novas conquistas”, ressaltou.

Marcelo lembrou ainda sobre a lei do feminicídio, que torna crime hediondo o assassino de mulheres no âmbito familiar ou por preconceito. O vereador apresentou ainda a indicação nº 34/2015, que pede a implantação de um polo do projeto Governo Presente no Bairro Demóstenes Veras, que possa atender também o Panorama, Vila Kennedy e Lagoa de Pedra, para atender a população em situação de vulnerabilidade social, principalmente, crianças e adolescentes desta comunidades.