Programa Nacional de Crédito Fundiário recebe R$ 1 mi

A Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA) liberou recursos da ordem de R$ 1 milhão para o Programa Nacional de Crédito Fundiário – PNCF. Essa é a primeira parcela do convênio, celebrado entre a SARA, por meio do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), e a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário – Sead, visando à operacionalização das ações para o acesso à terra.

Mais de seis mil famílias da zona rural serão contempladas, reforçando o compromisso do governador Paulo Câmara na execução de programas e ações que possam garantir efetivamente os direitos dos agricultores pernambucanos. O PNCF concede crédito para além da aquisição de áreas, onde o beneficiado pode trabalhar na sua própria terra, tendo acesso às políticas públicas. “O programa é mais que uma linha de crédito para os agricultores, é a oportunidade de deixar a condição de empregado sem perspectiva, tornando-se um produtor”, comentou o secretário Nilton Mota.

Através do acesso à terra, o PNCF visa promover ações que contribuam para o desenvolvimento da agricultura familiar de forma sustentável, permitindo maior estruturação das unidades produtivas financiadas pelo Fundo de Terras e da Reforma Agrária no Estado de Pernambuco. No total, serão contempladas 325 unidades produtivas. “Pernambuco está apto a receber os novos recursos, que vão potencializar as ações ligadas ao crédito fundiário, beneficiando aqueles que mais precisam”, comentou o presidente do Iterpe, Paulo Lócio.

O investimento total no convênio será de aproximadamente R$ 3 milhões, voltado às ações que viabilizem os Subprojetos de Aquisição de Terras (SAT), Subprojetos de Investimentos Comunitários (SIC), divulgação, capacitação, acompanhamento e supervisão. Serão realizadas vistorias técnicas voltadas para o acesso à terra e incentivo de atividades produtivas que contribuam para a redução da pobreza rural e geração de emprego e renda.

PNCF em Pernambuco: Entre 2015 e 2016, dentre outros projetos, o Iterpe beneficiou 593 famílias através de investimentos de aproximadamente R$ 6,8 milhões, liberados por projetos para aquisição de terra. Desse total, 98 famílias foram beneficiadas por meio do Subprojeto de Aquisição de Terra – SAT, que liberou R$ 3.737.420,050 de recursos, e 495 famílias beneficiadas com o Subprojeto de Investimento Comunitário – SIC, através de R$ 3.150.952 de recursos liberados.

Seleção aberta para programa de Residência

A Residência Multiprofissional da Asces-Unita está com edital aberto para a edição 2017. As áreas abrangidas pela seleção são para profissionais de: Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Saúde Coletiva, Serviço Social já a bolsa mensal é de R$3.330,43 (três mil trezentos e trinta reais e quarenta e três centavos) durante a vigência da residência, prevista para 24 meses.

As inscrições seguem até 09 de dezembro no valor total de R$220,00 (duzentos e vinte reais). Já a prova acontece no domingo (18/12) ás 9h no campus I da Asces-Unita

Durante a residência o profissional será acompanhado por professores da instituição e terá sua atuação nos serviços da saúde da cidade, tanto no âmbito municipal quanto nos serviços estaduais. Confira o edital e seus anexos aqui

Residência Multiprofissional 

A seleção para novos residentes começa neste mês de outubro e tem previsão para encerramento em dezembro próximo. As residências multiprofissionais tem vagas nas áreas de Atenção básica/Saúde da família e Atenção ao câncer. Esta será a 2ª turma, totalizando em 2017, 68 residentes atuantes em Caruaru. Na seleção de 2016 foram inscritos mais de 300 candidatos, o programa se consolida como uma das mais importantes oportunidades para os profissionais da região. A Residência Multiprofissional da Asces-Unita é pioneira no interior do estado, sendo oferecida por um centro universitário, ao todo serão 34 vagas para estudantes graduados. Subdivididas da seguinte forma:

Saúde básica/Saúde da família com 2 (duas) vagas para cada área nas profissões de Saúde Coletiva, Fisioterapia, Nutrição, Educação Física, Serviço Social, Psicologia, Odontologia, Enfermagem, Farmácia e Biomedicina. Totalizando assim, 20 vagas.

Atenção ao câncer e cuidados paliativos com 2 (duas) vagas para cada área profissional nos campos de Serviço Social, Biomedicina, Farmácia, Nutrição, Enfermagem, Odontologia e Fisioterapia.

PE: programa vai reduzir pena de detentos pela leitura

Do G1 PE

Um novo programa de redução de pena para os reeducandos do sistema penitenciário de Pernambuco está para sair do papel. A Remição da Pena Pela Leitura pretende estimular o estudo entre os detentos, que terão seu tempo de cumprimento de sentença abatido a cada livro lido. A portaria que institui o projeto da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do estado, em parceria com a Secretaria de Educação, foi publicada no Diário Oficial de sexta-feira (11).

A medida poderá beneficiar cerca de 25 mil reeducandos que cumprem pena em regime fechado e semiaberto nas 23 unidades prisionais e 58 cadeias públicas do estado, segundo dados da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres). Também devem ser contemplados 5,7 mil detentos que estão em regime aberto ou em livramento condicional, sob responsabilidade do Patronato Penitenciário de Pernambuco.

Os reeducandos interessados em aderir ao programa deverão cumprir um cronograma de leitura e entregar, a cada 30 dias, um resumo ou resenha crítica da obra literária lida durante esse período. Os textos serão avaliados e receberão nota entre zero e 10, sendo aprovados aqueles que receberem nota igual ou superior a seis, conforme o sistema de avaliação adotado pela Secretaria de Educação. Para cada redação aprovada, serão subtraídos quatro dias da pena a ser cumprida.

A Comissão de Remição Pela Leitura, formada por membros das pastas de Educação e de Justiça e Direitos Humanos, vai organizar o cronograma, indicar o acervo bibliográfico a ser utilizado nas atividades e avaliar os resumos e apreciações críticas.

Tanto a Seres quanto o Patronato são responsáveis por disponibilizar ambientes propícios para a prática da leitura e a elaboração das redações, que serão escritas individualmente pelos reeducandos de forma presencial e acompanhada. De acordo com a portaria, a remição da pena pela leitura será concedida pelo juiz da vara de execução penal competente.

​SES lança edital de programas de Residência Médica e Multiprofissional

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulga o edital para os programas de residência em diversas áreas de saúde para o ano de 2017. Além das vagas em programas já existentes, haverá implantação de residência em novas áreas que são estratégicas para o Sistema Único de Saúde no Estado. O edital já foi publicado no Diário Oficial do Estado do último sábado (15.10) e também está disponível no portal da SES (portal.saude.pe.gov.br).

As inscrições poderão ser feitas de 31 de outubro a 27 de novembro no site www.upenet.com.br. Ao todo, são 1.254 vagas, sendo 795 de residência médica e 459 de multiprofissional. Dessas, 27 de residência médica e 37 de multiprofissional estão inclusas nos novos programas lançados para 2017.

As residências médica e multiprofissional são modalidades de pós-graduação destinadas a médicos e profissionais de saúde de diversas áreas, caracterizada por treinamento em serviço.  Hoje, são 2.773 residentes atuando na rede de saúde do Estado, representando um investimento anual de R$ 110 milhões, dos quais R$ 65 milhões são custeados pelo tesouro estadual.

“O programa de residência é o padrão ouro da especialização dos profissionais de saúde. E, nesse sentido, Pernambuco tem se destacado, ao longo dos anos, como o maior centro de atração da residência do Norte-Nordeste. Isso devido à especialização e complexidade da nossa rede. Por isso, o governador Paulo Câmara determinou que continuássemos apoiando e ampliando os programas de Residência em Saúde, mesmo diante da falta de financiamento do Governo Federal”, ressaltou o secretário estadual de saúde, Iran Costa.

RESIDÊNCIA – Neste edital, a SES destaca  a criação de novos programas, com a interiorização da Residência em Medicina de Família e Comunidade em parceria com a UPE Campus Garanhuns e Serra Talhada para o fortalecimento dos cursos de graduação em Medicina. Na área de residência multiprofissional, haverá expansão em áreas estratégicas para o SUS no estado de Pernambuco, destacando-se: Enfermagem Obstétrica, Enfermagem Clínica e Cirúrgica, Saúde Mental (Garanhuns) e Saúde da Família. Este ano, ainda haverá inclusão de vagas para graduados em Saúde Coletiva.

PROGRAMAS – A Secretaria Estadual de Saúde vem trabalhando ao longo do ano na definição da política de expansão das áreas prioritárias para fortalecimento das Redes de Atenção à Saúde no SUS, tendo como principais diretrizes a gestão descentralizada, a regionalização e interiorização dos programas e articulação dos campos de prática em rede. Nesse sentido, a Secretaria Executiva de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, por meio da Diretoria Geral de Educação na Saúde, instituiu o Fórum Estadual de COREMU para, de forma colegiada com a UFPE, UPE, ESPPE e Imip, coordenar a implantação e o desenvolvimento de programas de residências em Área Profissional da Saúde. Na Residência Médica, a Diretoria destaca a parceria exitosa com a Comissão Estadual de Residência Médica.

/**/

Programa seleciona empreendedores sociais para evento de dois dias no Recife

Nos dias 15 e 16 de outubro, a plataforma Red Bull Amaphiko viaja até o Recife para impulsionar ideias e inspirar pessoas. Trata-se da segunda edição do projeto Conexão, iniciativa que realizará uma série de palestras, debates, workshops e atividades culturais para empreendedores sociais.

Sendo Recife uma referência em tecnologia com seu Porto Digital, a ideia é reunir na cidade empreendedores que utilizem principalmente a tecnologia como ferramenta de transformação.

As inscrições vão até o dia 03 de outubro (segunda-feira). Serão selecionados 30 empreendedores com projetos sociais em fase inicial ou com ótimas ideias para futuras iniciativas para fazerem parte do evento. Para se inscrever, basta criar um perfil pessoal e uma página de seu projeto na plataforma amaphiko.redbull.com. O resultado será divulgado no dia 07/10 pelo mesmo site.

Sobre o Red Bull Amaphiko:

Red Bull Amaphiko é uma plataforma colaborativa para empreendedores sociais que buscam transformar suas comunidades e as vidas das pessoas ao seu redor. O programa, que iniciou seu trabalho em 2014 com jovens brasileiros e sul-africanos, impulsiona e dá asas a projetos e ideias, oferecendo toda a consultoria necessária para que estes saiam do papel e possam transformar vidas.

Brasil exibe programa de investimentos a empresários

O governo brasileiro apresentará, nesta quarta-feira (21), o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), em encontro com empresários promovido pelo Conselho das Américas e da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Consultorias econômicas apostam que haverá “boa receptividade” por parte de empresários do programa. Caberá ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, fazer a apresentação do plano de investimento.

Será uma semana agitada para o presidente Michel Temer. Na terça-feira (20), Temer participa da cerimônia de abertura da 71ª Assembleia Geral da ONU. Hoje, está marcada reunião de alto nível sobre migrantes e refugiados convocada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon.

Na quarta (21), Temer participa de reunião, também de alto nível, para ratificar o Acordo de Paris sobre mudança do clima. Ele se reúne ainda com um grupo de executivos e gestores de fundos institucionais para apresentar oportunidades de investimento no Brasil.

Temer terá encontros com os presidentes da Nigéria, Muhammadu Buhari, de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Uruguai, Tabaré Vázquez. O presidente ainda receberá o chairman do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, que falará sobre a reunião de Davos, na Suíça.

Câmara e sindicatos debatem Programa de Valorização do Trabalho Docente

A Comissão Parlamentar de Legislação e Redação de Leis da Câmara Municipal de Caruaru se reuniu, na manhã desta segunda-feira (29), com representantes dos sindicatos dos Professores de Pernambuco (Sinpro-PE), dos Trabalhadores em Educação do Estado e da Rede Pública Municipal de Caruaru (Sintepe e Sinteduc) e dos Servidores Municipais de Caruaru (Sismuc). Em pauta, o Programa de Valorização do Trabalho Docente no município, que está sendo criado através do Projeto de Lei 7.109/2016, de autoria do Executivo.

O programa estabelece “diretrizes para a normatização das atividades de planejamento, execução, acompanhamento, avaliação, carga horária e regime de trabalho docente, bem como fundamenta as estratégias e procedimentos adotados para o aperfeiçoamento e inovação na rede de ensino público municipal”. O projeto de lei aborda a distribuição da carga horária docente, o intervalo pedagógico entre os turnos, o planejamento pedagógico, os diários de classe, a incorporação da carga horária, a criação do Núcleo de Assistência ao Trabalhador em Educação e a criação da Patrulha Escolar, dentre outros assuntos.

Apesar de abordar algumas das principais questões do cotidiano dos docentes, o projeto, segundo o presidente do Sismuc, Eduardo Mendonça, não trará a valorização que a categoria espera. “Eu não vi muito em que está contida essa valorização. Tem um núcleo de atendimento aos professores, que é uma categoria de profissionais muito estressada, perdendo apenas para controlador de voo. Tem também a proposta de se colocar dois guardas municipais por escola para fazer a guarda patrimonial, mas a cidade tem apenas 33 guardas municipais e mais de 150 escolas que funcionam das 6 da manhã às 11 da noite. Precisaríamos de, no mínimo, 600 guardas municipais, 20 vezes mais do que temos no efetivo. É chover no molhado. Precisamos debater é o PCC”, comentou o dirigente sindical. Já o Sindicato dos Trabalhadores em Educação na Rede Pública Municipal de Caruaru – Sinteduc saiu em defesa do texto. “O Programa de Valorização do Trabalho Docente trará inúmeros benefícios para a categoria, combatendo a precarização e intensificação do trabalho, bem como o assédio moral. Vale lembrar que o referido programa foi uma iniciativa do Sinteduc, amplamente debatida nas assembleias”, contrapôs Fred Santiago, presidente da entidade.

O projeto ainda vai ser debatido com a Comissão Parlamentar de Educação, Cultura e Esportes. Depois de concluída a tramitação pelas comissões, o texto – que poderá sofrer emendas – será apresentado em plenário, o que ainda não tem data marcada para acontecer.

Programa da Prefeitura de Caruaru oferece pão e leite de soja gratuitamente

Tendo sempre como objetivo a elevação da qualidade de vida da população, a Prefeitura de Caruaru, através do Centro de Produção de Alimentos do Município, fabrica e distribui pão e leite de soja, além de sucos e sopas de excelente qualidade. Esses alimentos mudaram para melhor os hábitos alimentares dos caruaruenses, lhes assegurando assim uma vida mais saudável.

O CPA produz diariamente cerca de 8.000 pães e 1.000 litros de leite. Toda a produção é distribuída com os cadastrados nos cinco Centros de Referência Social (Cras), localizados na zona urbana e rural do município, Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e no balcão do próprio Centro de Produção, mediante receituário médico, sendo destinados à alimentação de pessoas com intolerância à lactose e com baixa imunidade, proveniente de doenças como câncer, tuberculose e diabetes.

Vale salientar que a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece que a soja oferece proteína vegetal de alto valor biológico, com características semelhantes às do ovo, leite e carne. É, portanto, de elevada qualidade nutritiva,  rica em vitaminas do complexo B, em minerais como potássio e zinco, além de ser pobre em gordura saturada e não conter colesterol. E também rica em compostos que contribuem para a manutenção da densidade óssea, na menopausa.

Para a nutricionista Sharla Barbosa, é de suma importância a inserção de produtos à base de soja no nosso dia a dia. “A soja é uma alternativa alimentar rica em fibras e proteínas que contribui para melhoria da qualidade de vida daquelas pessoas que a consomem diariamente”, enfatizou.

O Centro de Produção de Alimentos,  que emprega 13 funcionários, conta com uma “vaca-mecânica”, equipamento responsável pela produção do leite de soja,  constituído por uma trituradora, um tanque para cozimento, um tanque para resfriamento, uma câmara fria e uma embaladeira. Já para fabricar o pão de soja, é utilizado maquinário composto por uma  batedeira industrial, dois fornos e um modelador que dá um formato padronizado ao produto.

As pessoas interessadas em receber o leite de soja fornecido pela Prefeitura de Caruaru devem antes consultar  um profissional de saúde da rede pública, da área nutricional, que fará a prescrição, caso seja necessário. Depois de atendidas por um nutricionista, podem se dirigir ao balcão do Centro de Produção de Alimentos, que funciona na rua Saldanha da Gama , 242, Centro, munidas de requisição e do RG.

Miguel defende programa habitacional na zona rural

A inexistência de um programa de habitação popular no interior de Petrolina foi um dos principais pontos discutidos no encontro de Miguel Coelho com os colonos do Projeto Nilo Coelho. A reunião ocorrida, neste sábado (05), contou também com a presença da pré-candidata a vice Luska Portela, do deputado Guilherme Coelho e do senador Fernando Bezerra.

Na conversa com Miguel, os moradores afirmaram que existe uma carência de 5 mil moradias na zona rural petrolinense. Apesar disso, a comunidade alega que nos últimos sete anos nenhuma casa foi construída por meio de políticas públicas de habitação. “O Governo Federal fez mais de 9 mil casas na área urbana e nenhuma na zona rural. Isso ocorreu porque um ex-secretário da atual gestão fez uma portaria que proíbe o Minha Casa, Minha Vida no interior. Todos nós somos filhos da mesma cidade, então, porque o tratamento diferente?”, criticou Miguel Coelho. O pré-candidato a prefeito destacou que isso pode ser transformado através de uma mudança de prioridades e com a ajuda do alinhamento de seu grupo político.

Herlon Cavalcanti comanda programa na TV Pernambuco

lelo

Estreou na última quinta-feira (19), na TV Pernambuco o programa “Impressão Cultural”, comandado pelo jornalista Herlon Cavalcanti. O programa será exibido todos os domingos, das 15h às 15h30 com reprises nas quintas, às 19h.

De acordo com Herlon, a ideia é valorizar as manifestações culturais do Estado. A estréia foi em homenagem a Caruaru, pela passagem dos seus 159 anos. “Vamos usar o espaço para mostrar todos os aspectos culturais que Pernambuco possui, bem como apresentar seus artistas, suas artes e o universo cultural do Estado”, frisou o jornalista.

As gravações estão acontecendo no Sesc Caruaru, sendo dividido em quadros, como o “Discutindo Tecnologia” e o ” Retalhos da História”. A apresentação fica por conta de Herlon Cavalcanti, Direção de Oscar Bazantts, Direção artística de  Ailza Trajano, Equipe de cinegrafistas Wellington Marques e Artur Cláudio,  Arte de Sávio Marques, Apoio técnico de Seu Edu, Edição de João Vitor e Direção de Lino Portela.

Os quadros são comandados por José Urbano e Samuel Portela.