PSB diz que pedirá cancelamento do termo de posse de Lula

Do Estadão Conteúdo

O deputado Julio Delgado (PSB-MG) anunciou que a bancada do partido na Câmara dos Deputados vai pedir nesta quinta-feira (17) o cancelamento do termo de posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil. A cerimônia de nomeação, que aconteceria na semana que vem, foi adiantada para esta quinta-feira, 17, às 10h. A justificativa do PSB seria o grampo telefônico divulgado hoje com uma conversa entre Lula e a presidente Dilma Rousseff. Os deputados acreditam que houve “desvio de finalidade”.

A nota do PSB afirma que os membros da bancada do partido foram tomados por “revolta e indignação” após a notícia de que Lula havia aceitado o cargo de ministro-chefe da Casa Civil. O deputado disse que os áudios de Lula indicam “gestos toscos” e que “está claro” que o objetivo do ex-presidente era tentar obstruir as investigações. Delgado disse que ele e seus colegas de bancada são solidários ao juiz Sergio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato. “Se o Moro precisar, estamos aqui”, afirmou.

Delgado contou também que a ação da bancada do partido foi motivada principalmente pela manifestação em frente ao Palácio do Planalto na tarde desta quarta-feira, com cerca de cinco mil pessoas, onde diversos manifestantes pediram “que os deputados tomassem uma atitude”. “Não cabe a nós julgar a legalidade da divulgação desses áudios, e sim o teor”, informou o deputado, que disse não acreditar que a atitude de impedimento é precipitada. O objetivo dos deputados é entregar uma Ação de Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental, com fundamento no artigo 102 da Constituição, amanhã, às 8h, no STF.

No grampo telefônico divulgado hoje, Dilma informa Lula que um assessor vai lhe entregar o termo de posse para que ele utilize, “se necessário”. Na interpretação dos deputados do PSB, a presidente e Lula teriam agido para tentar evitar que o ex-presidente fosse preso pela Polícia Federal – como ministro, Lula só pode ser investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) “Lula, estou mandando o Bessias com o papel que (você) só usa em caso de necessidade, que é o termo de posse”, diz Dilma em conversa grampeada e liberada pelo juiz Sergio Moro. O Palácio do Planalto no entanto alegou, nesta noite, que o objetivo foi colher a assinatura de Lula no documento para o caso de ele não poder comparecer à cerimônia.

/**/

Abandonada pelo PSB, Raquel sai candidata pelo PSDB

Do Blog do Magno

Rifada pelo PSB estadual, que passou o controle do partido em Caruaru para o vice-prefeito Jorge Gomes, candidato do prefeito José Queiroz (PDT), a deputada Raquel Lyra, filha do ex-governador João Lyra Neto, deve trocar o PSB pelo PSDB.

O aval para entrada da parlamentar na legenda tucana já foi dado pelo presidente estadual Antônio Moraes. Mesmo assim, Lyra deve seguir para Brasília, amanhã, para acertar com a direção nacional do partido os detalhes da filiação da filha.

Raquel foi comunicada, hoje, durante encontro no Palácio das Princesas, que não terá o aval do PSB para disputar a Prefeitura de Caruaru.

PSB Mulher de Caruaru promove sessão de cinema

062b91d0-82f7-4299-be1f-df489b448728

Sala de cinema do Centerplex, no Caruaru Shopping, ficou lotada na manhã de ontem (13) para uma sessão especial, promovido pela PSB Mulher de Caruaru. Ainda em celebração pela passagem do Dia Internacional da Mulher foi exibido o filme “Que Horas Ela Volta?”, estrelado por Regina Casé. A deputada estadual Raquel Lyra, presidente municipal do PSB, destacou a mensagem do longa-metragem.

“Todo dia é dia de celebrar um pouco da nossa história, da nossa luta e nossa perseverança. Deixar seu filho para ir tentar o sustendo da sua família, como mostra o filme, é uma realidade. É uma manhã de diversão, mas também de reflexão. Todos os dias a gente precisa trabalhar para construir um Brasil mais justo”, comentou Raquel. As participantes da sessão de cinema especial vieram de várias comunidades da cidade e da zona rural de Caruaru.

Na Agenda 40, moradores de São Gonçalo reivindicam obras

A estrutura organizada pelo PSB para a Agenda 40 no bairro São Gonçalo ficou pequena para o público que participou da sétima reunião do partido em Petrolina. Na noite de ontem (10), os moradores da zona oeste compareceram em massa ao debate socialista e apresentaram sugestões e críticas principalmente sobre falta de saneamento, abandono na saúde municipal e a insegurança nas ruas da comunidade.

O evento foi acompanhado por representantes da Polícia Militar e da Compesa, além das lideranças do PSB municipal e vereadores da bancada de oposição. Mas a participação maior no debate ficou para a população, que apontou uma série de problemas na infraestrutura de São Gonçalo e região. Os moradores se queixaram de esgoto a céu aberto, falta de preservação das ruas, além do aumento da criminalidade no bairro.

Sobre a carência em saneamento, o senador Fernando Bezerra criticou a falta de investimentos da prefeitura para o setor. FBC ainda questionou o comportamento da gestão municipal com a política de segurança pública. “A atual prefeitura de Petrolina se comporta como se nada tivesse com isso. Quando se fala de saneamento, ela diz que é Compesa. Quando se fala de segurança, ela diz que é problema da Polícia Militar. A segurança é um problema tão sério que deve envolver toda a comunidade e governos municipal, estadual e federal. Já o saneamento, sempre foi uma preocupação de todos os prefeitos que passaram por essa prefeitura, menos para esse que está aí.”

O deputado estadual Miguel Coelho também cobrou uma postura diferente da prefeitura em relação a temas estratégicos principalmente para a saúde pública. “Há poucos dias, o prefeito teve a audácia de dizer que Petrolina tem os melhores postos de saúde do Brasil. Quem vai numa AME sabe a dificuldade que existe. O povo chega quatro da manhã nesses postos e mesmo assim falta médico e até remédios. É preciso rever tudo isso e construir um programa de ações em parceria com a população”, resumiu o socialista.

Todas as críticas e sugestões apresentadas na reunião em São Gonçalo foram registradas pelo comando do PSB de Petrolina. O material servirá como base para a construção do programa de governo do partido para a campanha deste ano.

PSB emite nota sobre agravamento da crise política‏

NOTA OFICIAL – 04/03/2016

O Brasil convive nos últimos anos com uma das piores crises do período republicano, visto que se somam aspectos políticos, econômicos, federativos e, sobretudo, éticos.

Desde a sua eleição, o que vemos é que o governo da presidente Dilma Rousseff perdeu a credibilidade e a capacidade de governar, impondo graves consequências para o nosso povo, que desde então sofre com a recessão, a carestia, o desemprego – uma crise social que deve ser solucionada por um governo legítimo.

O Partido Socialista Brasileiro tem se pautado pelo equilíbrio e pela determinação de defender as pautas do desenvolvimento nacional e dos interesses populares.

Entretanto, os acontecimentos dos últimos meses evidenciam um quadro de deterioração ética que foge à normalidade e que leva o PSB a reafirmar a postura crítica em relação ao governo federal e marchar em definitivo para a oposição a este governo, posicionamento que deverá ser convalidado pela Executiva Nacional.

O funcionamento das instituições de Estado – Poder Judiciário, Ministério Público e Polícia Federal – deve ser respeitado em uma democracia, de modo que ninguém possa ser sacralizado e, menos ainda, vitimado simplesmente por responder a acusações que pesem contra ele, independentemente do cargo que ocupa ou que ocupou. Em uma democracia madura, ninguém se surpreende com ações dessa natureza por órgãos de Estado.

Este é um momento extremamente desafiador para todas as forças políticas do país, mas especialmente para aquelas que como nós, socialistas, querem renovar a política e contribuir para a superação deste grave momento de nossa história.
Carlos Siqueira
Presidente Nacional do PSB

PSB de Caruaru promove “Roda de Conversa” sobre esportes

RAQUEL NOVAS LIDERANCAS

O PSB de Caruaru promove nesta terça-feira (01) mais uma edição da Roda de Conversa. Desta vez o tema é “Esporte, Lazer e Qualidade de Vida”.

O encontro será no Teatro João Lyra Filho, a partir das 19h, com a participação da presidente municipal do PSB, a deputada estadual Raquel Lyra. Um encontro semelhante já discutiu políticas públicas para a juventude.

PSB de Petrolina retoma Agenda 40

Saúde, segurança pública e infraestrutura serão os temas da primeira Agenda 40 de Petrolina em 2016. O debate será realizado nesta segunda-feira (25) pelo PSB no bairro Cosme e Damião a partir das 19h. O evento marca a retomada das atividades do partido, que deve realizar ainda no primeiro semestre outras seis agendas na capital do São Francisco.

O encontro, como nas outras Agendas 40, oferecerá espaço para a população apresentar sugestões e críticas em relação aos três temas prioritários. O conteúdo discutido será avaliado pela direção municipal do PSB e poderá ser acrescentado no plano de desenvolvimento da cidade que o partido pretende apresentar ainda neste ano.

Segundo o presidente do PSB petrolinense, Miguel Coelho, a legenda vai intensificar os debates com a população a partir deste mês. “Com as mudanças na legislação eleitoral, o calendário ficou mais apertado. Então, decidimos ampliar e acelerar o processo de escuta da população nesses primeiros meses para que possamos mais adiante definir o projeto político que o PSB vai oferecer ao povo de Petrolina”, explica o socialista.

Fernando Bezerra Coelho fortalece ações do PSB

576a2220-bfec-411f-a226-109bdc7c33ba

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) teve um final de semana repleto de compromissos e debates com a população em Petrolina. Acompanhado do presidente municipal do PSB, o deputado estadual Miguel Coelho, Fernando Bezerra conversou com o setor acadêmico, trabalhadores e produtores rurais, movimentos sociais, visitou obras do Hospital do Câncer e participou de plenária da Agenda 40.

Na sexta pela manhã, o senador e o deputado estadual concederam entrevistas em rádios locais, visitaram o reitor da Univasf Julianeli Tolentino e participaram de reunião com o sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolina. À tarde visitaram as obras de construção do Hospital Dom Tomás, o primeiro especializado no tratamento do câncer da região, e encontraram os produtores rurais do projeto Bebedouro.

No sábado Miguel Coelho comandou a terceira edição da Agenda 40 de Petrolina, desta vez realizada no bairro José e Maria. Muitas lideranças comunitárias participaram dos debates e a próxima plenária deve ocorrer em dezembro, na comunidade de Uruás. “É importante que possamos visitar cada bairro, para ouvir a população de Petrolina e saber das suas dificuldades, dos problemas que as pessoas enfrentam no dia a dia”, destacou o senador.

No domingo, eles conversaram com o movimento Mulheres Socialistas, liderado pela vereadora Maria Elena (PSB). Fernando Bezerra apresentou no Senado Federal projeto de lei prevendo multas para as empresas que pagarem salários diferentes a homens e mulheres na mesma função. “É importante que possamos nos manter mobilizados e participando de forma efetiva das discussões. Teremos novas Agendas 40 e a participação feminina é fundamental em todas as reuniões”, disse o senador.

Raquel no PSB: Novo embate pode vir mais na frente

Por RENATA BEZERRA DE MELO
Da coluna Folha Política

Depois de muito esticar a corda, a despeito do prazo do qual dispunha a deputada Raquel Lyra, o PSB, ontem, pôs fim ao banho-maria e bateu o martelo sobre o nome dela para dirigir o partido em Caruaru, um dos mais importantes colégios eleitorais do Estado. Indicando ausência de consenso, o grupo do vice-prefeito, Jorge Gomes, não indicou membros para a comissão provisória.

Eventual escolha de Raquel para disputar a prefeitura vinha sendo vista, no grupo do prefeito José Queiroz, como uma afronta ao PDT. A capital do Agreste é a mais importante cidade comandada pelo partido no Estado e os desentendimentos entre os Lyra e os Queiroz deixaram sequelas, vistas como irreversíveis pelos pedetistas.

Reforçada a tendência de candidatura de Raquel a prefeita, os Queiroz não descartam lançar Jorge Gomes. Com isso, estariam devolvendo, mais na frente, a bola para o PSB conferir ou não legenda ao vice. Seria uma nova etapa. Por enquanto, o PSB garante a permanência de Raquel no partido.

Raquel Lyra assume o PSB em Caruaru

O presidente estadual do partido, Sileno Guedes, se reúne com nova comissão provisória (Foto: Divulgação)

O PSB de Pernambuco confirmou a nomeação da deputada estadual e pré-candidata à Prefeitura de Caruaru, Raquel Lyra, como presidente da comissão provisória do partido na Capital do Forró. Na manhã desta sexta-feira (6), o presidente estadual da sigla, Sileno Guedes, esteve reunido com o grupo que, a partir de hoje, irá compor a comissão. Além de Raquel, assumem o vice-presidente José Pereira, o secretário-geral Rubens Júnior e os membros Rodrigo Pinheiro e Luciano Vasquez (representante da Executiva Estadual).

Nos bastidores, segundo o Blog da Folha, a informação é que foi buscada uma conciliação com o grupo do atual vice-prefeito do município, Jorge Gomes, na qual o partido não tratará agora do nome para a disputa do próximo ano. Banda orgânica da legenda, o grupo de Gomes, no entanto, decidiu não participar da comissão provisória.

Logo após a reunião, Raquel foi ao TRE para formalizar a indicação para assumir o comando socialista em Caruaru.

*Post atualizado às 14h05