Chapecoense: Cléber Santana é velado no Recife

Do Portal G1 – PE

Depois do velório coletivo realizado na Arena Condá, no sábado (3), o último adeus de Cléber Santana acontece no Recife, neste domingo (4). Parentes, amigos e admiradores se reúnem na na sede social da Ilha do Retiro, do Sport Club, para se despedir do jogador, vítima do acidente áreo com a equipe da Chapecoense na Colômbia.

O corpo de Santana chegou ao Aeroporto Internacional dos Guararapes, na Zona Sul da capital, por volta das 10h. De lá, ele seguiu no carro da funerária até a sede do Sport, onde o jogador foi revelado nas categorias de base. O caixão fechado é coberto por uma bandeira da Chapecoense e outra do Sport.

Parentes e amigos próximos vestiram camisas brancas em homenagem a Santana, que tinha 36 anos e era capitão da Chapecoense. Nas costas, uma das blusas tem o número 88 do antigo capitão. Na frente, as outras trazem o rosto do jogador com o uniforme do time catarinense. O capitão do time deixou a mulher e dois filhos, um de 14 e outro de 11 anos

Vereador Estéfano Menudo se entrega e vai para cadeia

Do G1

Procurado pela Polícia Civil, desde o início da manhã desta terça, o vereador do Recife Estéfano Menudo (PSB) resolveu se entregar ao sistema penitenciário, no fim da manhã. Ele já está preso no Centro de Observação e Triagem de Abreu e Lima (Cotel), na Região Metropolitana.

De acordo com promotor de Justiça da Vara de Execuções Penais de Pernambuco, Marcellus Ugiette, o parlamentar ligou para ele na tarde da segunda-feira (28) informando que queria se entregar. Menudo se apresentou ao lado de dois policiais, também acusados pela Justiça e procurados pela polícia.

“Fiz o encaminhamento. Esse caso de Menudo é emblemático, já que ele ainda tem um recurso para usar no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Mesmo assim, está preso por determinação judicial. Foi uma decisão importante da parte dele. Tem gente que prefere fugir”, afirmou o promotor.

As buscas para prender o vereador começaram no início por volta das 5h desta terça. Agentes estiveram na residência dele, no bairro do Bongi, na Zona Oeste da capital. Sem concorrer à reeleição, Menudo conseguiu eleger sua filha, Nathália de Menudo (PSB), este ano.

O parlamentar foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) por tortura e concussão, isto é, extorsão de dinheiro ou exigência de vantagens indevidas por funcionário público em exercício.

A sentença foi mantida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), depois que os advogados de defesa entraram com recurso. O G1 tentou contatar o vereador, mas não obteve sucesso.

A Presidência do TJPE recebeu, na segunda-feira (21), um telegrama do ministro Sebastião Reis Júnior, da Sexta Turma do STJ, solicitando o cumprimento imediato da prisão do parlamentar.

Menudo teria cometido esses crimes na função de policial civil. Ele foi condenado, pelo juiz da Vara dos Crimes Contra a Administração Pública da Capital, Honório Gomes do Rego Filho, a cumprir oito anos e nove meses de reclusão.

O parlamentar interpôs recurso no segundo grau da Corte, mas a decisão foi mantida. No último grau do recurso, o Superior Tribunal de Justiça, a pena foi reduzida para cinco anos, oito meses e 12 dias.

De acordo com a assessoria da Corte estadual, o documento enviado pelo ministro do STJ foi encaminhado para o Cartório de Recursos aos Tribunais Superiores do TJPE. A Polícia Civil segue procurando um dos acusados.

Recife firma parceria pela Educação com o MBC

Na tarde desta quarta, o prefeito Geraldo Julio participou do Encontro Anual 2016 do Movimento Brasil Competitivo (MBC), na cidade de São Paulo, apresentando a experiência do Recife no painel “Desafios da Gestão Municipal”, para uma plateia que reuniu mais de 20 prefeitos, além dos governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin, de Góias Marconi Perillo e do ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab.

No evento, o Recife se tornou a primeira cidade do país a aderir à plataforma Mais Gestão, do MBC, que pretende reunir boas práticas de gestão pública em todo o Brasil e já anunciou que o Recife vai iniciar na cidade o “Programa de Intervenção Pedagógica (PIP)”, que prevê a utilização de ferramentas de gestão para a melhora do desempenho dos alunos em leitura, escrita e matemática.

“Temos uma convivência antiga com o movimento desde que participei da gestão de Eduardo Campos no Governo de Pernambuco. E agora, na Prefeitura, a gente tem mantido parcerias e o Movimento Brasil Competitivo está criando uma plataforma que vai disponibilizar as melhores práticas e ações que tiveram sucesso na administração pública para quem quiser utilizar. Nós somos a primeira Prefeitura do país a aderir essa plataforma, pra conhecer boas experiências em outras cidades, de outros governos, para ser levadas para o Recife, ao mesmo tempo em que disponibilizamos nossas experiências exitosas para que outras prefeituras do Brasil possam utilizar”, comentou o gestor.

O Programa de Intervenção Pedagógica (PIP) iniciado no Recife dentro da plataforma do MBC é um modelo de ação que melhora o desempenho de alunos em leitura, escrita e matemática. O PIP tem foco no conteúdo pedagógico e no aprendizado dos estudantes e por meio de uma abordagem individualizada, possibilitando elevar em um curto prazo de tempo, a proeficiência dos alunos. A iniciativa lançada pelo prefeito Geraldo Julio garante o início do processo de alfabetização, com o letramento dos jovens do Ensino Infantil, reduzindo assim os índices de analfabetismo funcional existente nas escolas da rede no Ensino Fundamental. Essa iniciativa também melhora o índice de Desenvolvimento da Educação Básica e reduz a evasão escolar.

“Também estamos iniciando uma ação, que é o programa de intervenção nas escolas, onde vamos acompanhar aluno por aluno nas escolas que precisam de reforço, pra os que estiverem com essa defasagem receberem essa atenção especial e com isso melhorarmos a educação na nossa cidade”, explicou o prefeito sobre a ação.

Sobre os desafios da gestão pública, o prefeito citou alguns desafios do ano que vai se iniciar, mas garantiu que com muito trabalho pode se alcançar resultados positivos, a exemplo os índices obtidos no seu primeiro mandato. “Depois de reeleito já tivemos a ciência e a visão do que deverá acontecer nos próximos anos. Já podemos deixar de falar de incertezas para 2017, pois já sabemos que vai ser um ano muito duro. No setor público temos baixa competitividade e alta desigualdade e por outro lado uma alta grade tributária. Diante disso precisamos agir, fazer mais. O setor público no Brasil precisa se tornar mais competitivo e reduzir desigualdade, gastando menos”, afirmou. Na apresentação, o gestor apontou a redução na fila de espera de exame de ultrassonografia, o novo padrão da infraestrutura nas escolas da rede e nas unidades de saúde, bem como a construção de novos equipamentos na área de saúde e educação.

Geraldo mantém liderança com 61% dos votos válidos

Do Portal LeiaJá

O novo levantamento do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), encomendado pelo Portal LeiaJá em parceria com o Jornal do Commercio, divulgado neste sábado (22), revela que o prefeito do Recife e candidato à reeleição mantém a liderança no pleito do próximo dia 30. No balanço, ao aferir a intenção de votos de forma estimulada, o socialista aparece com 61% das intenções de votos válidos enquanto o candidato João Paulo (PT) aparece com 39%.

O socialista também foi o mais indicado na pesquisa espontânea com 49% dos eleitores que preferem a sua vitória enquanto 31% apostam em João Paulo. O nível estimado de confiança é de 95% e uma margem de erro estimada de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. Votos brancos, nulos e os entrevistados que não responderam ou não quiseram responder somam 20%, na pesquisa espontânea e de 19%, na estimulada.

Para o cientista político e coordenador do IPMN, Adriano Oliveira, a nova rodada de pesquisa mostra um quadro de estabilidade. “Também mostra que o quadro já está definido. Nós podemos afirmar isso com certa tranquilidade. Só o imponderável pode fazer com que o prefeito Geraldo Julio venha a perder essa eleição”, declarou.

Oliveira pontua ser importante destacar alguns fatores quando se observa a diferença entre os dois candidatos. “Encontramos uma variação negativa do candidato João Paulo. Não sabemos se essa variação negativa irá continuar ou não. Essa é uma pergunta que é preciso fazer pelo fato de que isso indica uma possibilidade de o prefeito Geraldo Julio vir a ampliar sua vantagem”, pontuou. Outro ponto destacado pelo estudioso da pesquisa é sobre os eleitores de Daniel Coelho (PSDB) e Priscila Krause (DEM) que podem votar no atual prefeito. “Os eleitores de Priscila e de Daniel continuam migrando para Geraldo. Portanto, neste momento, a vitória de Geraldo Julio fica consolidada. A previsão nesse instante é que Geraldo seja eleito com mais de 200 mil votos neste segundo turno”, afirmou.

A pesquisa foi registrada junto à Justiça Eleitoral, sob o número PE-07679/2016, no dia 16 de outubro de 2016. O objetivo do estudo é investigar a opinião dos eleitores da área de abrangência em relação às próximas eleições assuntos afins. Foram entrevistadas 816 pessoas nos dias 20 e 21 de outubro deste ano.

Crescimento de Geraldo

Na última pesquisa do IPMN, divulgada no dia 15 deste mês, Geraldo Julio obteve 60,2% das intenções de voto, enquanto João Paulo ficou com 39,2%. Sobre o balanço, o coordenador do IPMN já havia dito que “o fato de ter herdado a maior parte dos votos dos outros candidatos que disputaram o primeiro turno também terá peso no resultado final. Assim, ele está consolidando o seu favoritismo”, disse.

No Recife, definidos apoios para o Segundo Turno

Cinco dias depois da votação que definiu o segundo turno para a Prefeitura do Recife (PE), no domingo (2), todas as alianças entre os oponentes de primeiro turno já estão desenhadas na capital pernambucana. Uma das últimas legendas que concorreram ao pleito a anunciar seu posicionamento nessa última etapa, o PSOL divulgou ontem (6) que é oposição ao atual prefeito e candidato à reeleição Geraldo Júlio (PSB), mas não apoiará o candidato do PT, o ex-prefeito João Paulo.

Durante a semana o prefeito Geraldo Júlio (PSB) já havia recebido o apoio do DEM, PSDB e PV, enquanto o ex-prefeito João Paulo (PT) contou com a adesão de Pantaleão, candidato do PCO que ficou em último lugar na disputa, conquistando a preferência de 0,05% do total de eleitores, exceto brancos, nulos e abstenções.
Parte da base do governo do PSB até o início do ano, o DEM e o PSDB foram os primeiros a anunciar quem apoiariam no segundo turno. A decisão foi tomada em reunião conjunta realizada na última segunda-feira (3). Segundo nota divulgada pelos partidos, o posicionamento é contrário à candidatura do PT, o que gera, “consequentemente”, apoio a Geraldo Júlio.O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), também manifestou preferência pelo PSB – que o apoiou em Pernambuco no segundo turno das eleições presidenciais de 2014.

O candidato a prefeito pela legenda PSDB, deputado federal Daniel Coelho, porém, divulgou nota informando que não apoiaria nenhum dos dois oponentes. “Tenho muito respeito à posição dos partidos. No entanto, me reservo ao direito de não declarar voto a nenhuma das candidaturas que estão no segundo turno das eleições no Recife por entender que o PT fez muito mal ao país e que o PSB não consegue se desvincular das práticas políticas às quais discordo e enxergo dentro do próprio PT”, critica.
O tucano ficou em terceiro lugar no primeiro turno, com 18,59% dos votos válidos. Já a candidata do DEM, deputada estadual Priscila Krause, obteve a quarta maior votação, com 5,43% do total.

PV, PSOL e PSTU
Na terça-feira (4) o candidato a prefeito do Partido Verde, Carlos Augusto, se encontrou com Geraldo Júlio e declarou sua adesão ao socialista no segundo turno. O PV já faz parte da base do PSB no governo, apesar de ter lançado candidatura própria. Carlos Augusto teve 0,62% dos votos válidos na votação do dia 02 de outubro.
Já a direção municipal do PSOL divulgou nota, por meio de rede social, em que critica ambas as candidaturas por atuar “em coalização com forças conservadoras e que atentam contra o necessário estádo laico e o atendimento das demandas do feminismo e das pessoas LGBTTI”, e avisa que será oposição a qualquer um dos dois projetos.
No entanto, a legenda argumenta que o atual prefeito é considerado a pior alternativa, porque “representa uma dinâmica de retrocesso às oligarquias” e “atrofiamento da democracia”. O candidato a prefeito pelo partido, deputado estadual Edilson Silva, não divulgou nota pessoal a respeito do segundo turno. Ele obteve o quinto lugar no primeiro turno, com 2,10% dos votos válidos.

A candidata do PSTU, Simone Fontana, que teve 0,12% dos votos e ficou em penúltimo lugar, não divulgou nota pública falando de seu posicionamento. Em resposta à Agência Brasil, o partido afirmou que defende o voto nulo para o segundo turno. “Nenhuma das duas candidaturas representa ou merece o voto dos trabalhadores. O PT já foi gestão durante 12 anos no Recife, e atacou os servidores públicos, em especial os professores. E Geraldo Júlio também tem atacado duramente o conjunto dos servidores, inclusive na última campanha salarial deu 0% de reajuste e não pagou o piso salarial dos professores”, cita.

Programa seleciona empreendedores sociais para evento de dois dias no Recife

Nos dias 15 e 16 de outubro, a plataforma Red Bull Amaphiko viaja até o Recife para impulsionar ideias e inspirar pessoas. Trata-se da segunda edição do projeto Conexão, iniciativa que realizará uma série de palestras, debates, workshops e atividades culturais para empreendedores sociais.

Sendo Recife uma referência em tecnologia com seu Porto Digital, a ideia é reunir na cidade empreendedores que utilizem principalmente a tecnologia como ferramenta de transformação.

As inscrições vão até o dia 03 de outubro (segunda-feira). Serão selecionados 30 empreendedores com projetos sociais em fase inicial ou com ótimas ideias para futuras iniciativas para fazerem parte do evento. Para se inscrever, basta criar um perfil pessoal e uma página de seu projeto na plataforma amaphiko.redbull.com. O resultado será divulgado no dia 07/10 pelo mesmo site.

Sobre o Red Bull Amaphiko:

Red Bull Amaphiko é uma plataforma colaborativa para empreendedores sociais que buscam transformar suas comunidades e as vidas das pessoas ao seu redor. O programa, que iniciou seu trabalho em 2014 com jovens brasileiros e sul-africanos, impulsiona e dá asas a projetos e ideias, oferecendo toda a consultoria necessária para que estes saiam do papel e possam transformar vidas.

Mais uma pesquisa feita no Recife aponta cenário de segundo turno

Pesquisa do Datafolha encomendada pela TV Globo aponta cenário de segundo turno, no Recife, entre o prefeito Geraldo Júlio (PSB) e o ex-prefeito João Paulo(PT).

De acordo com o levantamento, divulgado nesta terça-feira, Geraldo Júlio tem 38% das intenções de voto, ante 26% de João Paulo.

O candidato Daniel Coelho (PSDB) tem 14%, a candidata Priscila Krause (DEM) 4% e o candidato Edilson Silva (PSOL) 2%. Os candidatos Carlos Augusto (PV), Pantaleão (PCO) e Simone Fontana (PSTU) tiveram menos de 1%.

Juntos, os candidatos da oposição têm 46% dos votos, ante 38% do prefeito, o que significa cenário de segundo turno.

Pelo Ibope e o Instituto Maurício de Nassau, a diferença que separa Geraldo Júlio da soma de seus adversários é de, aproximadamente, 10 pontos percentuais.

Em relação à pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 21, Geraldo Júlio manteve o que tinha (38%), João Paulo caiu de 29% para 26%, Daniel Coelho subiu de 13% para 14%, Priscila Krause subiu de 3% para 4% e Edilson Silva manteve os 2% que tinha.

Votos brancos e nulos nesta última pesquisa somam 11% e indecisos 5%. A pesquisa foi realizada com 1.024 questionários no dia 26 de setembro e sua margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Recife: juízes contra alteração nas leis do trabalho

Do Blog do Magno

Os juízes trabalhistas de Pernambuco vão protestar, na próxima terça-feira, contra o que classificam de precarização dos direitos sociais e previdenciários e o risco de extinção da Justiça do Trabalho. O ato acontece em frente ao Fórum do Recife, na Imbiribeira, das 9h às 10h, e foi motivo de conversa do presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Amatra 6), José Adelmy, durante visita à sede do Diario de Pernambuco, ontem. Adelmy foi recebido pelo vice-presidente do jornal, Maurício Rands. Juntamente com a Amatra, que organiza a mobilização, estarão procuradores do trabalho, promotores estaduais e juízes federais e estaduais do trabalho.
“Haverá o movimento no fórum trabalhista e possivelmente em outros fóruns contra as vozes do Congresso que estão com esses discursos revanchistas que falam até em extinção da Justiça do Trabalho, da precarização dos direitos trabalhistas através da terceirização, a prevalência do negociado sobre o legislado”, comentou Adelmy. Durante o período da manifestação, serão suspensas as audiências, que retornarão às 11h. “Vamos também priorizar as execuções trabalhistas em detrimento das execuções fiscais e previdenciárias, com o objetivo de agilizar as ações movidas pelos trabalhadores. E vamos fazer essa denúncia do corte da inanição por insuficiência econômica da Justiça do Trabalho”.

O protesto do dia 4 deve se repetir em outros estados do Brasil e, no dia 5, um grupo de magistrados de diversos locais do país vai a Brasília, onde será feita uma mobilização nacional. “Vamos a Brasília para firmar posição. A despeito do corte orçamentário, os níveis de produtividade continuam aumentando. Houve a crise, e a Justiça do Trabalho bateu recorde de revisamento de ações. Nossa produvidade continua aumentando”, acrescentou o presidente da Amantra.

Geraldo Júlio lidera com 38% no Recife

Do G1-PE

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (22) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na disputa pela Prefeitura do Recife:

- Geraldo Julio (PSB) – 38%

- João Paulo (PT) – 29%

- Daniel Coelho (PSDB) – 13%

- Priscila Krause (DEM) – 3%

- Edilson Silva (PSOL) – 2%

- Branco/nulo – 8%

- Não sabe – 6%

Os candidatos Carlos Augusto (PV), Pantaleão (PCO) e Simone Fontana (PSTU) foram citados, mas não alcançaram 1%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal ‘Folha de S.Paulo’.

O Datafolha ouviu 864 eleitores no dia 21 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que significa que, se levarmos em consideração a margem de erro, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral Pernambuco (TRE-PE) sob o protocolo PE-04534/2016.

No levantamento anterior, realizado pelo Datafolha no dia 9 de setembro, Geraldo Julio tinha 36%; João Paulo tinha 34%; Daniel Coelho,11%; Priscila Krause, 2%; Edilson Silva, 2%; Carlos Augusto, 1%. A candidata Simone Fontana foi citada, mas não alcançou 1%, e o candidato Pantaleão não foi citado. Brancos e nulos eram 10%, enquanto indecisos correspondiam a 4%.

Já na primeira pesquisa, feita pelo instituto entre os dias 23 e 24 de agosto, João Paulo tinha 32%; Geraldo Julio, 28%; Daniel Coelho,10%; Priscila Krause, 6%; Edilson Silva, 3%; Carlos Augusto, 1%. Os candidatos Pantaleão e Simone Fontana foram citados, mas não alcançaram 1%. Brancos e nulos eram 13%, enquanto indecisos eram 7%.

Segundo turno

Na simulação de segundo turno entre os candidatos Geraldo Julio (PSB) e João Paulo (PT). Confira o resultado:

- Geraldo Julio (PSB) – 49%

- João Paulo (PT) – 38%

- Branco/nulo/nenhum – 10%

- Não sabe – 3%

No levantamento anterior, divulgada em 9 de setembro, a simulação de segundo turno entre os mesmos candidatos mostrava Geraldo Julio também com 49% e João Paulo com 39%. Os que pretendiam votar em brancos ou nulo eram 9%, enquanto os eleitores indecisos representavam 3%.

Lula hoje no Recife: o Nordeste como escudo petista

Do Diario de Pernambuco

A poucos dias do primeiro turno – dia 2 de outubro -, o ex-presidente Lula aproveita o clima de campanha para fazer uma caravana pelo Nordeste, onde quer reforçar os candidatos do PT e se defender das acusações da Lava-Jato. Lula espera manter a popularidade na região e ajudar a ressuscitar a legenda nas nove capitais.

Somente hoje, Lula estará no Rio Grande do Norte e em Pernambuco. Ele vai participar de um almoço em Natal, com o prefeiturável Fernando Mineiro (PT), que está em desvantagem nas pesquisas, e participar de um ato político na capital potiguar, na Praça da Árvore, no bairro de Mirassol, por volta das 14h. Em seguida, ele desembarca no Recife para participar de uma caminhada que sairá da Câmara de Vereadores com destino à Pracinha do Diario.

A concentração na capital pernambucana começa às 16h, mas o comício deve acontecer por volta das 18h ou um pouco mais. Lula seguirá em carro aberto pelo percurso. O candidato do partido, o ex-prefeito João Paulo, estará ao lado do ex-presidente no evento.

A expectativa é de que a vinda de Lula embale sua campanha nesta reta final. Em reserva, petistas dizem que esperam que a cidade desperte para a disputa política em andamento, porque a maioria dos militantes ainda está concentrada na defesa de Dilma e Lula e ainda não se engajou nas eleições como se esperava. O ex-presidente também deve passar em Ipojuca, às 20h30, para subir no palanque de Romero Sales (PTB).