“Ministro da saúde foi mal interpretado”, diz Monteiro

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, deu declarações, neste final de semana, que foram mal interpretadas na imprensa. Em nota, o Ministério da Saúde diz que o título da matéria “‘Para ministro, pacientes imaginam doenças”, está equivocada. O deputado Fernando Monteiro  (PP) conversou com o ministro, seu colega de partido.Segundo o deputado, ele afirmou que em momento algum usou a expressão ” imaginação”.

Conforme a nota do Ministério da Saúde, parcela dos pacientes vai ao posto de saúde com doenças psicossomáticas. A palavra psicossomática está ligada a uma série de sintomas de diferentes contextos do paciente.

O Ministério da Saúde considerou a interpretação  um desrespeito com a queixa do paciente, que deve ser acolhido corretamente pelo sistema de saúde.
Segundo o deputado Fernando Monteiro, o que o o ministro disse é o que a própria representação médica defende: que o paciente seja examinado com atenção pelo profissional de saúde .

É o médico que, após a consulta, terá condição de fazer o diagnóstico. ” Tenho certeza que o ministro Ricardo Barros  trabalha com eficiência para otimizar e melhorar o sistema de saúde do pais, utilizando os recursos da melhor forma”, disse Fernando Monteiro.

Saúde libera R$ 6,4 milhões para aprimorar assistência farmacêutica‏

Cerca de mil municípios brasileiros vão receber R$ 6,4 milhões para aprimorar a qualidade e estrutura dos serviços farmacêuticos. A iniciativa faz parte do Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica no âmbito do Sistema Único de Saúde (Qualifar-SUS). O recurso poderá ser destinado para a contratação de novos profissionais, além do aprimoramento dos serviços de conectividade dos locais,  para dar maior agilidade no atendimento à população e uma melhor organização dos estoques de medicamentos. A portaria de liberação financeira já foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

A estratégia de qualificar os serviços de saúde integra o conjunto de investimentos já realizados por meio do Projeto de Qualificação da Assistência Farmacêutica e Intervenção Sistêmica da Assistência Farmacêutica nas Redes de Atenção à Saúde – QualiSUS-Rede. Desenvolvido em 15 regiões do país, em 486 municípios, o Programa já proporcionou compra de computadores, realização de pesquisa diagnóstica sobre os serviços farmacêuticos e ofertas educacionais na modalidade à distância para mais de cinco mil profissionais de saúde. Desde a criação do Programa, em 2012, o Ministério da Saúde já destinou mais de R$ 105 milhões para 1.582 municípios, 70% deles está inserido no Programa Brasil sem Miséria.

A ampliação no investimento e no aprimoramento da informatização é uma dos principais objetivos do Ministério da Saúde. “Temos que melhorar a qualidade dos serviços ofertados com recursos que temos disponíveis e, sem dúvidas, o investimento na informatização é um dos caminhos. Organizar as farmácias nas unidades públicas de saúde promoverá maior rapidez no atendimento” afirma o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O PROGRAMA – Para participar do Qualifar-SUS, o município deve estar na lista do Brasil Sem Miséria (Plano interministerial voltado para a população mais pobre) e fazer parte de outros programas da Atenção Básica, como o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), Programa de Requalificação das Unidades Básicas de Saúde (Requalifica UBS), e o Hórus, sistema de Assistência Farmacêutica que permite o controle da compra, armazenamento, distribuição e dispensação dos medicamentos.

Organizado em quatro eixos (estrutura, educação, informação e cuidado), o programa engloba desde investimentos na estruturação dos serviços farmacêuticos até ações de cuidado ao usuário. A proposta é contribuir para o aprimoramento, implementação e integração das atividades da assistência farmacêutica nas ações e serviços de saúde, visando uma atenção contínua, integral, segura, responsável e humanizada.

Ministro da Saúde participa de encontro com prefeitos

attachment

Na manhã de hoje, 4, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, cumpriu agenda administrativa em Caruaru.

Dentre a programação, estava o encontro, no Centro Administrativo, com o prefeito de Caruaru, José Queiroz, e chefes do executivo de outros municípios para análise e avaliação da saúde nas localidades.

Consultório Móvel leva serviços da Saúde para o povoado Cantinho‏

DSC02338

O Povoado Cantinho na zona rural de Lajedo recebeu a visita nesta terça-feira (21) do Consultório Móvel. A Secretaria Municipal de Saúde inaugurou o ônibus no início de junho, e toda semana está numa localidade diferente, atendendo todo o território lajedense.

A promessa era levar todos os serviços da saúde que Lajedo dispõe até as áreas descobertas, mantendo toda a população atendida e com qualidade de vida. Os serviços da Atenção Básica como NASF (Núcleo de Atenção à Saúde da Família) com fisioterapeuta e nutricionista esteve no Cantinho com palestras. Já no consultório, a equipe da Unidade de Saúde da Família de Imaculada com enfermeira, técnico, agente comunitário de saúde e dentista deram assistência aos moradores.

Segundo a coordenação de Atenção Básica do município, o Consultório Móvel retornará periodicamente as localidades que está visitando agora, de maneira a dar  continuidade ao tratamento que porventura seja realizado, sem quebrar o atendimento.

Ponto de Apoio de Saúde é inaugurado‏

2ba166fc-46fc-401a-94a9-f12ec5231228

O município de Garanhuns, conta agora com mais um Ponto de Apoio de Saúde. Desta vez, na zona rural do município, no sítio Borges. O ponto beneficiará, também, moradores do sítio Cágados.  A inauguração da unidade aconteceu na tarde dessa segunda-feira (20), e contou com a presença de moradores da área e representantes do Governo Municipal. Aproximadamente 150 famílias da área serão beneficiadas com os serviços oferecidos na unidade.

A unidade foi implantada em um local cedido pela Associação Comunitária Sítio Cágados/Borges, e possui uma sala de reunião, para realização de ações da Educação em Saúde; um consultório médico; uma sala para procedimentos; uma área de pesagem e uma farmácia. A equipe, formada por profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) Miracica II, conta com médico, enfermeira e agente comunitário de saúde (ACS), além do apoio de integrantes da própria associação. O ponto de apoio funcionará nas terças e quartas-feira, a partir das 8h até 14h.

O presidente da associação, Sandro Barbosa, afirma que a implantação desse ponto de apoio é a realização de um sonho para toda a comunidade. “Nós estamos muito felizes. A partir de agora vai mudar tudo. Antes a gente tinha muito dificuldade, até pelo custo mesmo, para sair daqui para ir até a cidade, e agora nós teremos os serviços de saúde aqui mesmo. A felicidade é grande, pois tinha muita gente com um sentimento negativo dizendo que não teria esse ponto aqui, e agora é um sonho que está sendo realizado”, afirmou Sandro.

De acordo com o secretário de Saúde de Garanhuns, Alfredo de Góis, o ponto de apoio é mais um avanço do Governo Municipal na busca pela melhoria da qualidade de vida da população. “Nós já tínhamos uma unidade de saúde que dava suporte a população dessas comunidades, que era a UBS de Miracica, porém a facilidade de acesso aos serviços que eles obterão a partir de agora é muito maior, pois o ponto de apoio fica na própria comunidade. A partir de agora teremos uma equipe de profissionais de saúde no ponto de apoio, fazendo com que os serviços de saúde estejam bem mais perto dos moradores”, pontuou o titular da pasta.

Secretaria de Saúde divulga 3º boletim do São João

A Secretaria de Saúde informa que no terceiro fim de semana, do Maior e Melhor São João do Mundo, foram registrados 153 atendimentos na estrutura montada no Pátio de Eventos. A principal causa foi alcoolismo, com 58 atendimentos.

A Operação São João  com Saúde, também montou, no Pátio de Eventos, uma importante ferramenta de emergência, a Sala Vermelha, que estabiliza pacientes graves. No local, há equipamentos de monitoramento cardíaco, ventilador mecânico, material de entubação, oximetria de pulso e desfibrilador para urgências cardiológicas. Só no polo principal, é disponibilizado de quarta a domingo, e principais dias de festa, cerca de 300 profissionais em escalas de plantão diferentes.

IV Geres: Secretários de Saúde incentivam doação de sangue‏

Os secretários de Saúde dos 32 municípios que compõem a IV Gerência Regional de Saúde (Geres), com sede em Caruaru, participam, nesta terça-feira (14), de uma mobilização para incentivar a doação de sangue. A ação, promovida pela IV Gerência Regional de Saúde (Geres) em parceria com a Fundação Hemope de Caruaru, terá início às 8h, na sede da Geres, localizada na Rua Estilac Leal, S/N – Salgado.

No local, o Hemope de Caruaru montará uma infraestrutura específica para captar sangue dos secretários e servidores presentes. “A nossa expectativa é que todos os secretários possam doar, assim como os servidores da Geres. Nas últimas semanas, temos realizado uma série de palestras sobre a importância desse ato que pode salvar vidas”, comentou o gerente da IV Regional de Saúde, Djair Ferreira. A expectativa é captar, no total, cerca de 80 bolsas de sangue.

Entre os maiores hemocentros do Estado, o Hemope de Caruaru atende 61 unidades hospitalares da IV Regional, além de algumas Geres mais próximas. Por mês, a unidade libera mais de 2,5 mil bolsas de sangue para transfusões. “Uma ação como essa será fundamental para incentivar a doação e nos ajudar a atingir a meta da nossa campanha junina deste ano, que é aumentar o nosso estoque em 15%”, afirmou o gerente de interiorização da Fundação Hemope, Carlos Costa.

Entre os doadores do dia, a secretária de Saúde de Caruaru, Maria Aparecida de Souza, lembra a importância de incentivar a doação de sangue. “Todos precisam ter a compreensão e a consciência de que doar sangue não é apenas um ato de solidariedade, mas também de responsabilidade social, por isso, nosso exemplo é fundamental”, justificou Aparecida. Principal município da Região, Caruaru concentra as unidades de saúde que mais utilizam bolsas de sangue do Hemocentro de Caruaru, como o Hospital Regional do Agreste (HRA) e o Hospital Mestre Vitalino.

Após a doação, os secretários participarão de uma reunião da Comissão Intergestores Regionais (CIR), que discutirá, entre os temas, a importância do papel dos gestores para ampliar os estoques de sangue para o Hemope. “Vamos discutir estratégias para fortalecer a participação dos municípios no nesse trabalho, estreitando o contato entre os gestores municipais e Hemope, por meio, principalmente, do projeto Parceiro Solidário, no qual os municípios fazem a captação dos doadores e façam a marcação da doação”, finalizou Djair.

Secretaria de Saúde de Lajedo realiza Mutirão de Catarata‏

13389249_1091855434204011_179671453_o
Pessoas acima de 50 anos poderão se consultar gratuitamente com especialistas entre os dias 13 a 17 de junho através da Secretaria de Saúde, com o Mutirão de Catarata da Fundação Altino Ventura em parceria da Prefeitura de Lajedo com a V Geres.

As marcações são feitas na Secretaria de Saúde com cartão do SUS, RG, CPF e comprovante de residência. E as consultas serão realizadas no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) localizado na Av. Governador Paulo Guerra, número 549, em frente ao CAMPEL.

Serão 500 atendimentos, e no caso de cirurgias serão feitas no Centro de Saúde que será inaugurado em breve. O Centro de Saúde terá Raio-X, ultrassonografia e será sede do NASF e da EMAD.

FormaSUS oferece 298 bolsas integrais em cursos de saúde‏

Alunos que cursaram o ensino médio nas escolas públicas de Pernambuco ou nas particulares, como bolsistas integrais, têm a possibilidade de realizar uma formação técnica ou superior na área de saúde. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) abre, nesta quarta-feira (08/06), as inscrições do Programa de Formação do Sistema Único de Saúde (FormaSUS), iniciativa que oferece bolsas de estudo em cursos de saúde com o intuito de qualificar jovens e adultos para a carreira na área e também para reforçar o Sistema Único de Saúde (SUS).

Ao todo, são 298 vagas em instituições de ensino privadas de 18 municípios espalhados por todas as regiões do Estado. Os editais foram publicados nesta terça-feira (07.06) no Diário Oficial do Estado (www.cepe.com.br) e também no portal.saude.pe.gov.br, na seção Seleções e Concursos.

O FormaSUS oferece 200 bolsas integrais nos seguintes cursos técnicos de saúde: enfermagem, radiologia, farmácia, análises clínicas instrumentação cirúrgica. Para as instituições de nível superior, são 98 bolsas integrais nos cursos de: biomedicina, enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina, nutrição, odontologia, psicologia, serviço social e tecnólogo em radiologia.

As instituições de ensino estão situadas nos municípios do Recife, Araripina, João Alfredo, Afogados da Ingazeira, Limoeiro, Caruaru, Olinda, Vitória de Santo Antão, Escada, Carpina, Jaboatão dos Guararapes, Palmares, Goiana, Camaragibe, Garanhuns, Arcoverde, Belo Jardim e Serra Talhada.

EDITAIS – As inscrições gratuitas devem ser realizadas até as 23h59 do dia 24/06 exclusivamente pelo http://formasus.saude.pe.gov.br. No ambiente, o candidato precisa preencher o formulário de inscrição e fornecer a documentação exigida no certame. A classificação para o nível superior é realizada a partir da média geral do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo possível utilizar a nota de 2013, 2014 ou 2015. Já para o técnico, é utilizada a média das notas do ensino médio (ficha 19).

O resultado final do certame será divulgado em 26 de julho e as matrículas ocorrem de 28 de julho a 3 de agosto. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo formasus@saude.pe.gov.br ou pelo (81) 3184.0033.

PROGRAMA – Criado por meio de decreto em 2011 e transformado em lei estadual em 2013, o Formasus está no seu quinto ano de existência. Entre 2012 e 2015, foram ofertadas cerca de 800 bolsas de nível superior e técnico para a população.

As bolsas integrais são uma contrapartida das instituições de ensino privadas que utilizam a unidades da rede estadual de saúde como campo de estudo e prática para a formação de seus estudantes.

Humberto vê risco de mais cortes na saúde e na educação‏

O senador Humberto Costa (PT-PE) avalia que a aprovação da Desvinculação de Receitas da União (DRU) na Câmara dos Deputados pode resultar em cortes de investimentos nas áreas de saúde e educação. Segundo o senador, o projeto, que sempre foi uma das prioridades do presidente interino de Michel Temer (PMDB) permite ao governo gastar livremente parte de sua arrecadação, tirando recursos de setores essenciais aos quais antes era obrigado a investir.

“O presidente sem voto levou um cheque em branco do Congresso Nacional. Primeiro, aumentou em mais de 50% a expectativa do rombo nas contas públicas, passando de R$ 96,7 bilhões para R$ 170 bilhões. Agora, aprova a desvinculação de receitas para gastar dinheiro como bem entender. A saúde e a educação estão em risco porque esse é o primeiro passo para Temer dar fim às garantias de recursos mínimos para áreas sensíveis, onde não podemos ter retrocessos”, explicou Humberto.

Segundo Humberto, com a aprovação da DRU, Temer deve, agora, alterar a regra de recursos mínimos em áreas fundamentais para o desenvolvimento do País. “O ministro da Saúde já falou em diminuir o SUS e defendeu os planos de saúde. O ministro da Educação ameaça o Prouni, o Fies, o Ciência Sem Fronteiras. Está muito clara a lógica do governo golpista. É um governo de homens brancos e ricos feito para atender os interesses dessa mesma casta”, acrescentou.

O senador disse ainda ser “um absurdo” o governo Temer falar em “cortes de gastos” e defender uma “pauta bomba” também aprovada na Câmara, que amplia gastos em R$ 58 bilhões até 2019. “Quando fala em cortar gastos, o presidente sem voto só fala em cortar no bolso do povo. Mas tende a privilegiar outras setores não estratégicos. Não que algumas das reivindicações, especialmente do funcionalismo público, não sejam legítimas. Elas são, mas é um contra-senso dizer que não tem dinheiro para garantir a saúde da população e cortar o mínimo de investimentos desta área, e defender um pacote que vai impactar imensamente as contas públicas”, afirmou o senador.

Ao todo, foram aprovados, nesta semana, 15 projetos de lei que estabelecem reajustes e benefícios a algumas categorias do funcionalismo. Entre as matérias apreciadas, está a do aumento do salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O rendimento, que delimita o teto do funcionalismo federal, subiu de R$ 33.763 para R$ 39.293.

/**/