ARTIGO — Comportamento pós eleição

Maurício Assuero

Certamente que qualquer nação deve considerar, além do seu desempenho econômico, outros fatores. Crescimento econômico significa que o produto está crescendo, mas isso, necessariamente, não é a meta que se almeja. Se a população, por exemplo, crescer a uma taxa maior do que a taxa de crescimento econômico, isso não vai trazer muitos benefícios. O país precisa atingir o estágio de desenvolvimento econômico. A diferença entre ambos é que o segundo não existe sem o primeiro e só existe quando há crescimento na renda per capta de modo que a população possa voltar os olhos para questões sociais, isto é, o individuo possa investir em si mesmo e saber que ainda terá saldo para outros fins.

Estamos desde 2012 em crise. Fomos suficientemente irresponsáveis com nossas contas internas e chegamos a produzir um déficit que não vai sumir da contabilidade por, apenas, interesses governamentais. É preciso se mover e dar sinais ao mercado de como vai ser o comportamento do governo para que investidores voltem a falar sobre investimentos no país. o pós eleição trouxe indicações fortes do mercado. Por exemplo: anunciado o resultado das urnas, o dólar caiu e a Bolsa subiu. No dia 29/10, voltou a subir, não mais pela incerteza anterior, mas pelo excesso de demanda.

Esta semana, outro fato que o Brasil há muito não via. O anúncio de Sérgio Moro como Ministro da Justiça fez a Bolsa atingir 89,5 mil pontos. Agências de avaliação de risco, já orientam investimentos e as estimativas de um PIB decadente, já estão sendo substituídas por um crescimento de 3% para 2019. Note que nada disso vai se configurar se não houver vontade do governo em agir com decência. Se não tratar as reformas como prioridades absolutas nós vamos ter a credibilidade, ora concedida, de volta ao lamaçal que ela se encontra e nada do que se fez foi válido.

A relação com o Mercosul, tão duramente criticada por uns, precisa ser, realmente revista, porque o bloco se apoia basicamente nas economias brasileira e argentina e nós somos 5 vezes maiores do que a Argentina. Ao longo tempo, a Argentina fez tudo contrário a orientação do bloco, taxando produtos brasileiros (linha branca) e não houve qualquer reação por parte dos governos. Assim, procurar o Chile para negociar é uma boa alternativa. Basta ver que o Chile não pertence ao Mercosul e negocia direto com a União Europeia e Estados Unidos. Tem uma economia mais ajustada do que a nossa, na atualidade. Vamos esperar que as propostas colocadas não sejam apenas instrumentos de captação de votos. O Brasil precisa voltar a ser reconhecido pelos seus feitos e não pelo seu índice de corrupção.

Sesc Caruaru recebe Jogos da Educação de Jovens e Adultos

Este sábado (10/11) será reservado para a prática esportiva, o convívio social e a solidariedade. É que neste dia será realizada a 12ª edição dos Jogos da Educação de Jovens e Adultos do Sesc. Cerca de 570 estudantes de 15 a 75 anos da Educação de Jovens e Adultos – EJA, das 14 Unidades de ensino do Sesc/PE, estarão no Sesc Caruaru para participar das competições.

Futsal, queimado, cabo de guerra, natação, judô e futebol de areia são as modalidades esportivas que estarão em disputa. Ainda serão oferecidos jogos de salão, como dominó, damas, tênis de mesa e futebol de botão. Serão premiados com medalha os que se saírem melhor em cada competição, mas todos os participantes também serão agraciados como forma de incentivo e estímulo à prática esportiva e à competição saudável, com medalha de participação. “Integração é a palavra-chave. Ver as gerações envolvidas em uma competição tem grande valor para todos”, comenta a coordenadora regional de Educação de Jovens e Adultos do Sesc, Ana Freire.

Neste ano será realizada a primeira edição da Gincana da Solidariedade. Como os jogos normalmente envolvem muitos estudantes, a ideia é justamente fazer com que todas essas pessoas se unam para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade. “Então criamos o desafio de arrecadação de alimento, uma competição sadia a fim de ajudar os que mais precisam. A escola que mais conseguir arrecadar, ganha troféu”, completa Freire.

Todos os alimentos arrecadados serão destinados ao Banco de Alimentos do Sesc Caruaru e, posteriormente, serão doados a instituições cadastradas. Durante o evento, ainda serão realizadas ações de saúde, como aferição de pressão arterial, glicemia e teste rápido de hepatites B e C.

Sesc – O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 20 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

Santa Cruz contrata zagueiro do ex-Central

Demorou mais chegou. Dias após confirmar o treinador Leston Júnior para o comando da próxima temporada, o Santa Cruz fechou com seu primeiro reforço para 2019. Trata-se do zagueiro Vitão, que tem 25 anos e foi um dos destaques da campanha do Central no Campeonato Pernambucano deste ano. Além do vice-campeonato Estadual, ele disputou a Série C pelo Salgueiro. Vitão tem 25 anos e 1,87 de altura. Um dos seus pontos fortes é a jogada aérea, além de uma boa saída de bola.

Sport visita Flu pelo Campeonato Brasileiro

Reoxigenado depois da chegada do técnico Milton Mendes, o Sport tem mais uma pedreira pela frente na busca pela permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Vindo de uma importante vitória sobre o Ceará por 1 a 0, na última segunda-feira (05), na Ilha do Retiro, o Leão visita o Fluminense, neste domingo (11), a partir das 18h (horário de Pernambuco), no Estádio do Maracanã. Após 32 rodadas já disputadas, o rubro-negro pernambucano está na 16ª posição com 36 pontos já o tricolor carioca encontra-se na 10ª colocação com 40.

Caratecas do Cras são contemplados com novos kimonos

Os caratecas do Cras Centenário ganharam um incentivo a mais para continuarem se dedicando aos treinos de caratê e trazendo títulos para Caruaru. Os atletas receberam 25 kimonos da Prefeitura de Caruaru, através de uma doação realizada em parceria pelas secretarias de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH) e de Educação. A entrega dos trajes foi realizada no início deste mês, na sede da Associação Santana Dojô de Caratê.

Na oportunidade, a secretária da SDSDH, Perpétua Dantas falou do entusiasmo de poder incentivar ações esportivas como esta no município, que contribuem para a inclusão social das crianças e adolescentes da comunidade. “O esporte promove educação, integra as crianças, é um passaporte para a cidadania. Quando a gente trabalha com crianças oriundas da periferia, uma das primeiras pontes para se alcançar a cidadania completa é a inserção delas na prática do esporte, que educa para a emancipação”, destacou Perpétua.

A equipe de caratê do Cras Centenário, comandada pelo instrutor Adaílson Antônio da Silva, tem cerca de 60 alunos participantes de diversos bairros circunvizinhos e vem se destacando na modalidade em diversas competições dentro e fora de Caruaru. Em dezembro do ano passado as caratecas Lauane Samylly Silva e Maria Júlia Pereira receberam, em Olinda-PE, o Prêmio Melhores do Ano, pela Federação Pernambucana de Caratê Shotokan.

Na oportunidade, elas fizeram parte da equipe vencedora de 12 atletas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) de Caruaru, que disputou o 19º Campeonato Brasileiro de Caratê, promovido pela federação, com 15 medalhas conquistadas, na competição que reuniu mais de 300 atletas inscritos de todo o Brasil.

Não perca tempo! Procure a sua vaga temporária!

Pedro Augusto

Assim como o país, que chegou a computar a marca negativa de 14 milhões de desempregados, Caruaru também capengou bastante, nos últimos anos, em termos de postos de trabalho criados. De acordo com o levantamento da Agência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, de uns tempos para cá, a situação no que se refere à abertura de novas vagas na Capital do Agreste, até que deu sinais de recuperação, porém ainda bem distante da ideal. Quem está à procura de uma recolocação no mercado formal da cidade, o período atual é o mais propenso possível, haja vista que o calendário vem marcando o mês de novembro, onde, tradicionalmente, milhares de ofertas de empregos temporários costumam ser abertas para preenchimento.

A Agência do Trabalho de Pernambuco, que repercute os dados do Sine (Sistema Nacional de Emprego), exerce um papel muito importante na intermediação entre o captador (candidato) e o ofertador (empregador) da vaga. Em visita esta semana à unidade do serviço em Caruaru, a reportagem VANGUARDA conversou com o jovem Jadiel Frutuoso, de 18 anos. Com pouca experiência no currículo, mas muita disposição para trabalhar, ele espera, enfim, obter a sua primeira experiência com carteira assinada. Jadiel procura uma oportunidade no comércio local desde o início deste ano.

“Em termos gerais, pode até ter melhorado um pouco a situação em termos de emprego, mas ainda há muita gente sem ocupação em Caruaru. Eu mesmo sou um exemplo desta dura realidade! Desde o último mês de janeiro que venho batalhando por uma vaga, mas, até agora, nada. Geralmente, as empresas costumam dar preferência para quem já possui experiência, então está difícil de conseguir trabalho, porém não é impossível. Encontro-me esperançoso de, finalmente, passar num processo seletivo e conseguir essa tão desejada vaga. Terminar 2018, empregado, mesmo que de forma temporária, seria um verdadeiro presente de Natal! Preciso ajudar financeiramente em casa e fico preocupado em ainda não poder estar contribuindo”, comentou.

Outro jovem que procurou o encaminhamento da Agência de Trabalho para um processo de seleção foi Sérgio Medeiros, de 20 anos. Ele também tem preferência para atuar no varejo. “Meu objetivo é ser vendedor, mas, se pintar uma vaga para estoquista, não tem problema, quero também! O importante é conseguir o emprego. Preciso ajudar nas contas de casa que, por sinal, não têm parado de chegar e meus pais se encontram bastante apertados. Quero aproveitar o tempo de experiência para tentar me destacar e, se Deus quiser, ser efetivado após o término do período de experiência”, projetou Sérgio.

De com o coordenador da Agência do Trabalho de Caruaru, Tássio Patrese, a expectativa é de aumento no número de vagas temporárias abertas em Caruaru em relação ao último bimestre do ano passado. “A cada fim de ano, tradicionalmente, projetamos acréscimos em termos de ofertas criadas e, em 2018, não está sendo diferente. A expectativa é de que, principalmente, o comércio e o setor de serviços sejam, mais uma vez, os responsáveis pela maior abertura de vagas no nosso serviço. A dica para os interessados é não perder tempo, haja vista que os processos seletivos já estão sendo realizados. É importante que eles compareçam até a nossa unidade e busquem atendimento”, destacou.

Para atendimento ao público, a Agência funciona de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 13h, na Rua Padre Antônio Tomaz, nº 127, no Bairro Maurício de Nassau. “Ressaltamos que o processo de busca por uma vaga utilizando o nosso serviço é bastante simples. Primeiro, basta o interessado comparecer até a nossa unidade munido dos documentos de identificação (RG, CPF e Carteira de Trabalho), onde será realizado o cadastro. Em seguida, o nosso sistema filtrará as ofertas que se encaixam no perfil do candidato para que o mesmo participe, posteriormente, do processo seletivo. A busca leva apenas alguns minutos!”, finalizou Tássio.

Mais informações sobre os serviços da unidade podem ser adquiridas pelo telefone: 3719-9480.

Os números do MTE

De acordo com os dados repassados pela Agência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, com sede em Caruaru, em 2016, foram criados, 2.978 empregos temporários, no fim de ano, na cidade. Já no ano seguinte, quando a economia começou a apresentar sinais de recuperação, não só na Capital do Agreste, mas em todo o país, cerca de 3.200 ocupações do tipo acabaram sendo contabilizadas no último bimestre. Houve, portanto, um aumento de aproximadamente 12% com relação ao mesmo período de 2016.

Tradicionalmente, as contratações temporárias para o fim de ano iniciam no mês de setembro na indústria, bem como a partir de outubro, no comércio e no setor de serviços. A expectativa para 2018, de acordo também com o estudo da Agência Regional do MTE, é de que haja um crescimento no número de ofertas na ordem dos 10% a 15%.

Os direitos dos trabalhadores temporários são basicamente os mesmos dos trabalhadores efetivos da empresa, com exceção do aviso prévio e a multa de 40% do FGTS. No final da contratação, que dura em média três meses, os trabalhadores recebem uma indenização proporcional ao tempo de serviço.

O setor onde há mais contratações temporárias é o comércio, que responde por 60% do total, seguido do setor de serviços, com 22%, e, em seguida, o setor da indústria, com 18%.

Suder inicia 2ª etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa

A Secretaria de Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural (Suder) iniciou, na segunda-feira (5), a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa para rebanho de bovinos, em todo o município. Estão sendo oferecidas 1.400 doses direcionadas a animais com até dois anos de idade.

Para ter acesso à imunização do rebanho, o produtor rural deve comparecer à Secretaria de Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural e solicitar a inclusão no calendário. A Suder fica localizada no Bloco C da Prefeitura de Caruaru, no Bairro Petrópolis.
A vacinação vai até o próximo dia 30 de novembro e é feita de forma gratuita.

Entenda o que é a febre aftosa:
Trata-se de uma doença infecciosa causada por vírus (família Picornaviridae, gênero Aphthovirus), que se dissipa pelo contato entre animais doentes e susceptíveis, e pode contaminar o solo, água, vestimentas, veículos, aparelhos e instalações. O vento pode transportar o vírus.
Entre os sintomas que os animais apresentam estão:
Feridas (bolhas, aftas) na boca, nas tetas e entre as unhas;
Salivam em excesso (babam), não comem e não bebem;
Andam com dificuldade (manqueira);
Se isolam dos outros animais;
Apresentam febre alta, podendo ter tremores;
Em vacas leiteiras pode haver diminuição rápida da produção de leite.
Qual a importância da campanha de vacinação?
A imunização contra a febre aftosa existe em grande parte da América do Sul, como uma das principais estratégias dos programas nacionais de erradicação, já que a doença atravessa fronteiras internacionais por meio do transporte de animais infectados e da importação de produtos de origem animal (principalmente carne com osso).

A Prefeitura de Caruaru faz o maior investimento da história, também, na Educação de Jovens e Adultos (EJA). A aluna Maria Suelly da Escola Municipal Gianete Silva é um exemplo para todos #PrefeituradeCaruaru #PrefeituraQueFaz #FazendoOFuturoAgora #JuntosPelaEducação

Preço do gás tem reajuste de 8,5% e chega ao maior aumento do ano

O gás de cozinha teve o quarto e maior reajuste do ano autorizado pela Petrobras. Desde a terça-feira (6), a estatal está vendendo o botijão de 13 quilos com aumento de 8,5%. Na ‘porta da empresa’, o gás liquefeito de petróleo (GLP) passou de R$ 23,10 para R$ 25,07. Em cima disso, ainda se somam os impostos e os custos com a distribuição do produto e com a revenda.
Em Caruaru, alguns revendedores já estão praticando o aumento. “Hoje (7), estamos vendendo o gás por R$ 65, tanto à vista como no cartão, mas, amanhã, este preço receberá um acréscimo entre R$ 5 e R$ 8. Estamos avaliando ainda”, disse Romero Silva, do Disk Gás e Água.

Já Diego Rocha, da Turbo Gás e Água, não irá repassar o reajuste para o cliente. “Prefiro assumir o reajuste e ter a venda certa, mesmo com um lucro menor, do que não vender”, afirmou. Na sua empresa, o valor do gás é de R$ 65.

O aumento está deixando consumidores preocupados, principalmente aqueles que utilizam o gás para comercializar os seus produtos. “Não sei aonde vamos parar. Gasto uma média de três botijões por mês para vender pastéis e coxinhas. As vendas já não estão boas e, se aumentar o preço dos meus produtos, aí é que não vou vender mesmo”, afirmou José Carlos da Silva, que tem uma barraquinha no Parque 18 de Maio.

A Petrobras, que avalia os preços do GLP trimestralmente, explica que “a desvalorização do real frente ao dólar e as elevações nas cotações internacionais do GLP foram os principais fatores para a alta”. Para essa conta, a empresa usa como referência a média dos preços do propano e butano comercializados no mercado europeu, acrescida da margem de 5%.

Economizando

Ninguém consegue deixar de cozinhar, então o jeito é tentar o gás mais em conta. Olhar o site da Agência Nacional de Petróleo (www.anp.gov.br/preco), que pesquisa o preço do GLP semanalmente, pode ser um bom jeito de achar o produto que não seja clandestino e barato. Outra opção é retirar na revendedora, que dá uma diferença de 30%.

Intervenções da PMC oxigenizam atividades do Ayrton Senna

Pedro Augusto

Próximo de se tornar “trintão” – já são mais de 26 anos de existência -, o Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Caruaru, voltou, após quase uma década de ostracismo, a ter a atenção que merece. Com os reparos que foram feitos no tocante à sua infraestrutura, tão logo a Capital do Agreste passou a ser administrada por uma nova gestão, isso a partir de janeiro de 2017, o espaço, que foi construído em meados de 1992, no até então governo do prefeito João Lyra Neto, passou a comportar não só mais eventos esportivos em comparação com os anos anteriores, como também, atualmente, se encontra bastante demandado por empresas e instituições públicas, que vêm enxergando no empreendimento o local ideal para promover ações de treinamento, de teste e de reciclagem.

Em visita na manhã da última quarta-feira (7), a reportagem VANGUARDA circulou pelas áreas do autódromo na companhia do diretor Amom Queiroz. Em entrevista, ele relembrou de que forma o espaço foi entregue à atual gestão municipal. “Logo no início do governo Raquel Lyra, encontramos o Ayrton Senna bastante bagunçado, ou seja, havia um acúmulo muito grande de materiais quebrados, o lixo vinha tomando conta de todos os espaços, a pintura encontrava-se desgastada, bem como trechos de muros foram ao chão ou estavam prestes a cair. Ou seja, uma situação lamentável para um equipamento de grande porte conforme é o autódromo, que, ao longo de sua existência, vem impulsionando e muito as atividades esportivas e econômicas da cidade”, disse.

De acordo com Amom, após os reparos emergenciais que foram feitos na estrutura física do local, que ficou de “cara” nova, mais atividades passaram a ser realizadas, reforçando, ainda mais, a importância do Ayrton Senna para toda Caruaru e região. “Fizemos um mutirão de limpeza, na época da posse, e demos continuidade a esse trabalho de preservação, ou seja, hoje o espaço permanece limpo. Realizamos ainda a pintura em todos os setores, substituímos praticamente todos os pneus que fazem parte do cenário das provas, bem como ainda levantamos alguns muros que haviam caído. Uma pista de velocross também foi construída. Somadas, todas essas intervenções possibilitaram que caíssemos em campo para impulsionarmos a realização de mais eventos no autódromo. E essa atenção redobrada acabou propiciando resultados positivos”, afirmou.

Em termos de sediação de eventos esportivos, por exemplo, atualmente o Autódromo Ayrton Senna vem muito bem, obrigado! Prova disso é que neste mês de novembro o local se encontra com a agenda cheia de competições a serem realizadas nos finais de semana. “Na gestão anterior, praticamente não havia evento esportivo sendo promovido no espaço, ou seja, ele vinha funcionando quase como um depósito de entulhos. Agora, não! Com as articulações que temos feito, o autódromo vem comportando competições de automobilismo, de motovelocidade, de ciclismo e até de atletismo. Em paralelo, instituições, a exemplo do Exército, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, volta e meia têm utilizado o espaço para promover treinamentos e cursos. Sem falar nas empresas fabricantes de veículos, que têm usado a pista para fazer testes. Com exceção de junho, o Ayrton Senna tem tido agenda cheia durante todo o ano”, complementou Amom.

Dentre os eventos esportivos que fizeram parte do calendário 2018 do local, destaque para o Crazy Runners. Em sua primeira edição, a corrida de rua reuniu centenas de atletas de todo o Estado, carimbando o novo momento do autódromo. “Sou de Caruaru e nos últimos anos mal vi competições de velocidade sendo realizadas por aqui, quanto mais de atletismo. Realmente a Prefeitura atual vem dando um novo rumo para o Ayrton Senna, no que diz respeito a sua utilização, haja vista que ele vinha sendo deixado de lado, o que era muito ruim para o nosso esporte e a nossa economia. É claro que ainda são necessárias várias intervenções para que esse equipamento fique perfeito em relação a sua infraestrutura, mas acredito que agora ele está tendo a atenção devida”, avaliou uma das organizadoras do Crazy, Rose Silva.

Daniel Ângelo, outro organizador do Crazy Runners, confirmou a segunda edição do evento para 2019. “Este verdadeiro resgate que vem ocorrendo no espaço está beneficiando não só o nosso esporte local, ou seja, o ciclismo, o atletismo, a motovelocidade e o automobilismo, como também a nossa cadeia turística ao impulsionar, principalmente, o setor de serviços. Ficamos muito satisfeitos com o resultado da Crazy Runners deste ano e já estamos nos movimentando para a próxima edição. É torcer que novas intervenções sejam feitas para que o Ayrton Senna passe a oferecer uma infraestrutura ainda melhor. Precisamos preservar cada vez mais o autódromo”, disse.

Projeto

Em visita neste segundo semestre ao espaço, o presidente da Comissão Nacional de Circuitos da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), Luiz Ernesto, realizou análise técnica apontando, em seguida, através de relatório, os reparos a serem feitos pela Prefeitura de Caruaru. O documento já se encontra de posse da Secretaria Municipal de Urbanismo e Obras, que executará os serviços previstos, tão logo receba o sinal verde.

“Este projeto contemplará intervenções não só em relação à pista, que está necessitando de um recapeamento asfáltico, mas também aplicará modificações nos sistemas elétrico e hidráulico do local. O aspecto da segurança também será beneficiado com mudanças, por exemplo, na área de escape. As obras serão iniciadas tão logo os recursos financeiros sejam disponibilizados.