Como o 13º Salário pode trazer benefícios para o seu negócio?

O 13º salário acaba sendo um momento de “oxigênio” financeiro para algumas pessoas que aproveitam para comprar produtos ou contratar serviços que tanto queriam o ano todo. Porém, a quantidade de ofertas e a competição está cada dia maior.

Como chamar atenção dos seus potenciais clientes para que eles queiram comprar com você e não com a concorrência? A coach em desenvolvimento humano, Sabrina Espíndola, dá cinco dicas para sair na frente.

Confira:

1) Experiência: lembre-se de que as pessoas cada dia mais estão comprando não apenas produtos ou serviços, mas sim a experiência que é proporcionado ao se adquirir alguma coisa. Fique atendo nos pequenos detalhes, como mimos, um recado agradecendo a compra e um ótimo relacionamento. Isso cativa o cliente.

2) Emoções: Conecte-se com as emoções do seu potencial cliente, principalmente com a emoção de dor que está ligado ao problema que sua empresa resolve para ele. Assim consegui acolhe-lo e faz toda a diferença.

3) Humanização: Crie relacionamento direto com todas as pessoas importantes para o seu negócio, através das mídias sociais, mensagem no telefone, cartão de aniversário, eventos e brindes. Procure mostre o quanto se importa com as pessoas. Defina qual o propósito da sua marca para que consiga se conectar melhor com todas que fazem a sua empresa acontecer, como clientes, fornecedores e colaboradores.

4) Treine: inspire a sua equipe vestir a camisa da empresa. Explique importância dos seus colaboradores para que o negócio prospere. Lembre-os que sem cliente não há empresa. Isso influenciar diretamente nos resultados financeiros de todos. Foco sempre na solução muito mais do que no problema. Os erros devem servir como parte da aprendizagem

5) Simplifique: algumas vezes pequenas gestos e ações de marketing já engajam pessoas a sua marca. Então, aposte em falar um pouco da sua rotina e ofereça dicas para melhorar a qualidade de vida.

Seguindo essas dicas você conseguirá mostrar qual é o seu diferencial e cativar os clientes a comprarem com você.

Operação prende empresário suspeito de sonegar mais de R$16 milhões

Foi desencadeada, na manhã da quarta-feira (5), a Operação Octanagem, com o objetivo de prender integrantes de uma organização criminosa, voltada para a prática de sonegação fiscal e associação criminosa. A ação ocorreu em Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Durante a operação realizada pela Polícia Civil (PC) foram cumpridos três mandados de prisão contra empresários do ramo de distribuição de combustível e três mandados de busca e apreensão domiciliar. Entre os envolvidos está um empresário de Salvador de 45 anos, preso nesta manhã, em um hotel em Boa Viagem. De acordo com a polícia, ele é acusado de sonegar pelo menos R$ 16 milhões.

Segundo o chefe da Polícia Civil, Joselito do Amaral, a organização atuava também no Estado da Bahia e a sonegação chegou a R$ 300 milhões. “Os desvios aconteceram em quatro meses e as investigações começaram em agosto, quando a Secretaria da Fazenda observou o não recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que deveria ser feito pela distribuidora e acionou a PC”, afirmou.

Ainda segundo o delegado, os detalhes desta operação vão ser divulgados durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (6).

Folhape

Estudante de medicina é encontrado morto no Paraguai

O estudante de medicina pernambucano Anderson Araújo, 36 anos, foi encontrado morto nesta terça-feira (4) no condomínio Towers Residencial, localizado em Salto del Guairá, no Paraguai. A causa da morte ainda não foi confirmada pelo Itamaraty (Ministério de Relações Exteriores), mas os familiares já embarcaram para tentar trazer o corpo ao Brasil.

Cursando o sexto período de medicina na Universidade Sudamericana, Anderson era do município de Caruaru, Agreste do Estado, e estava no Paraguai para estudar. Segundo a tia do rapaz, Thamar Lígia Barbosa, ele pretendia retornar ao país no dia 15 de dezembro para celebrar as festividades de fim de ano.

“Não conseguimos entender o que aconteceu. Ele era um rapaz muito tranquilo. Estamos muito abalados com tudo isso”, afirmou. “Uma colega tinha falado com ele na quarta-feira (28), no dia seguinte os colegas estranham a ausência dele. Dias depois os vizinhos notaram um mau cheiro vindo do apartamento e chamaram a polícia, que o encontrou morto”, comentou.

Ainda segundo Thamar, o sobrinho nunca foi de demorar a responder as mensagens no Whatsapp. “Falei com um amigo dele que disse que apresentou um trabalho com ele, que estava feliz. Não notaram nenhum comportamento diferente”, relembrou. Anderson tinha planos de transferir o curso de medicina para o Recife. Divorciado, ele deixa uma filha de 15 anos. A família ainda não decidiu onde serão o velório e o enterro, que poderão ocorrer nesta sexta-feira (7).

Amigos e familiares compartilharam a notícia da morte do estudante de medicina nas redes sociais demonstrando incredulidade no ocorrido. “Você me disse várias vezes ‘só não é minha mãe porque não me pariu!’…’agora tem dois filhos estudando fora’…e riamos muito. Por isso a dor que sinto ao saber que perdi você é quase insuportável”, publicou Thamar Ligia.

Folhape

Comissão do Senado aprova relatório sobre redução de juros bancários

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou, na terça-feira (05), o relatório do senador Armando Monteiro (PTB) que, entre outras propostas, regulamenta a proibição, através do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), de que um grupo financeiro detenha, ao mesmo tempo, a bandeira e a emissão e seja também credenciadora dos cartões de crédito e débito.

“Proibir essa verticalização, como já ocorre nos Estados Unidos, Chile, Israel, Argentina, Austrália e União Europeia, é uma medida mais efetiva para coibir condutas anticompetitivas no sistema financeiro do que o atual padrão do CADE de punições por meio de multas”, assinala Armando.

Seu relatório, de 48 páginas, é resultado de debates na CAE ocorridos desde março, que incluíram duas audiências públicas, lista projetos em tramitação no Congresso que barateiam e democratizam o crédito e sugestões de medidas ao Banco Central e ao CADE nesta direção.

“É uma das maiores contribuições do Legislativo para diminuição dos custos da intermediação financeira e consequente melhoraria do ambiente de negócios do país”, definiu o presidente da CAE, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Concordaram com Tasso os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES), Ataídes Oliveira
(PSDB-TO) e Rose de Freitas (MDB-ES), unânimes em elogiar na CAE o que classificaram de “propostas consistentes”.

Maior concorrência – Armando propõe como uma das medidas para diminuir os custos do crédito eliminar a exigência de decreto presidencial para bancos estrangeiros operarem no país, de forma a aumentar a concorrência.

Sugere que o Banco Central apresse a criação no país do chamado open banking, existente na União Europeia, um sistema de compartilhamento de informações bancárias que confere ao consumidor, e não aos bancos, o poder de decidir com quais instituições seus dados financeiros serão compartilhados.

O senador petebista defende também a aprovação rápida da Câmara dos Deputados ao Cadastro Positivo, já votado no Senado, que institui a listagem dos bons pagadores, e da nova Lei de Falências, que fortalece as garantias dos credores.

Seu relatório, intitulado “Novos Caminhos para Redução dos Spreads Bancários” (diferença entre as taxas de captação dos bancos e o juro final cobrado do tomador), sugere ainda o estímulo à ampliação das fintechs, empresas que oferecem serviços financeiros por meio digital e ajudam a desconcentrá-los. Segundo Armando, o número delas cresceu 648% nos últimos três anos no país, passando de 54 para 404 empresas.

Confira o calendário de abastecimento de Caruaru

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) divulgou na segunda-feira (3) o calendário de abastecimento de água para o mês de dezembro em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O rodízio permanece o mesmo, sendo cinco dias com água e dez sem.
Entre os bairros que começam o mês recebendo água estão o São Francisco, Universitário, Centenário, Vila Serena e Maurício de Nassau.

Confira os dias que as comunidades irão receber água:
2, 3, 4, 5, 6, 17, 18, 19, 20, 21
Cidade Jardim, Salgado (parte baixa), Rendeiras (Cohab III – parte alta), Loteamento Paraíso, São João da Escócia (parte baixa), Centenário, Divinópolis, Maurício de Nassau, Universitário, São Francisco, Parte do Vassoural próximo ao presídio, Santa Rosa (parte alta), Vila Serena, Campo Novo do Sul, Vila Campo Novo de Baixo e de Cima, Cidade Alta, Parte do Petrópolis, Sest/Senat, Vila Agamenon.
7, 8, 9, 10, 11, 22, 23, 24, 25, 26
Salgado (parte alta), São João da Escócia (parte alta), Monte Carmelo, Lagoa do Algodão e Quintas da Colina, Rendeiras (parte baixa), Morada Nova, Serranópolis, Gonçalves Ferreira, Inocoop, Cedro, Jardim dos Pinheiros, Monte Sinai, Vila Fernando Lira, Luiz Gonzaga, Jardim dos Coqueiros, Jardim dos Alecrins, Jardim dos Ipês, Portal do Sol, Nossa Senhora das Dores, Centro, Vassoural, Santa Rosa (parte baixa), Indianópolis, Riachão, Alto da Balança, Petrópolis, Parque 18 de maio, Jardim Liberdade, Residencial Alto do Moura, Vista Alegre e Encanto da Serra.
1º, 12, 13,14, 15, 16, 27, 28, 29, 30, 31
Maria Auxiliadora (parte baixa), Hosana, Vila do Aeroporto, José Carlos de Oliveira (parte baixa), Vila Padre Inácio, Vila Diocesano, João Barreto, João Mota, Vila Kennedy, Kennedy, Sol Poente, Caiucá, Portal do Agreste, Posto Agamenon, Sítio Campos, Vila Cipó, Lagoa de Pedra, Mestre Vitalino, Alto do Moura, Residencial Luiz Bezerra Torres 1 e 2, Alto das Sete Luas, Tcheguevara, Polo Caruaru, UFPE, Alphaville, Hospital Mestre Vitalino, Pesque da Cidade, Maria Auxiliadora (parte alta), Boa vista 1 e 2, Três Bandeiras, Nova Caruaru, Jardim Panorama, Vila Andorinha, Caruá, Baraúnas, Mandacaru, Novo Mundo, Demóstenes Veras, José Carlos de Oliveira (parte alta), Ramiro de Souza, Jardim Boa Vista, Severino Afonso, Residencial Vitória, Parque Real, Residencial Ipojuca, Residencial Xique Xique, Santos Dumont, João Batista, Pinheirópolis, Adalgisa Nunes 3 e 4, Residencial Wirton Lira, Loteamento São José, José Liberato, Indianópolis (parte alta), Rosanópolis, Vassoural (parte baixa), UPA.
1º, 8, 9, 16, 17, 24 e 25
Rua Bélgica, Rua Suíça, Rua Fortaleza e Rua Paraná.
2, 3, 10, 11, 18, 19, 26 e 27
Rua da Sé.
4, 5, 12, 13, 20, 21, 28 e 29
Av. São José e Rua Professor Ferrúcio.
6, 7, 14, 15, 22, 23, 30 e 31
Travessa da Sé.
3, 4, 5, 6, 7, 17, 18, 19, 20, 21 e 31
Vila Nossa Senhora das Graças 1, Cícero das Carroças, Mestre Vitalino 2 / Parte alta do Alto do Moura.
10, 11, 12, 13, 14, 24, 25, 26, 27 e 28
Parte Baixa do Alto do Moura, Rua do Cemitério, Vila Nossa Senhora das Graças 2.
Fins de Semana
Por trás dos bares: Rua Antônio Vitalino, Rua da Elevatória (Rua Alto São José).
1, 2, 3, 4, 5, 16, 17, 18, 19, 20 e 31
Contendas Lado A (sem terras), Rafael Lado B.
11, 12, 13, 14, 15, 26, 27, 28, 29 e 30
Contendas Lado B, Rafael Lado A.
1, 2, 3, 4, 5, 11,12, 13, 14, 15, 16, 17,18, 19, 20, 26, 27, 28, 29, 30 e 31
Cachoeira Seca, Lajes, Jacaré Grande, Viada Morta, Lagoa Roçada
Malhada de Barreira Queimadas, Olho D’Água Félix, Juá, Riacho Doce.
3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23 e 31
Taquara de São Pedro, Peladas.
10, 11, 12, 13, 14, 24, 25, 26, 27 e 28
Vila Murici, Sítio Murici, Araçá, Lagoa do Paulista, Mata Negra, Sítio Estivas.
8, 9, 22 e 23
Alecrim.

4º Encontro Moeda Mundo no Caruaru Shopping

Uma grande oportunidade para os amantes e colecionadores de moedas é o 4º Encontro Moeda Mundo, que será realizado nos dias 8 e 9 de dezembro, no Caruaru Shopping. São cerca de 30 expositores de vários estados, entre eles Pernambuco, São Paulo, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas.

A exposição acontecerá no mall próximo à agência de viagens e funcionará de acordo com o horário do centro de compras e convivência, isto é, no sábado, das 10h às 22h, e, no domingo, das 11h às 21h. “Na ocasião, as pessoas poderão adquirir cédulas e moedas de vários países”, afirmou o gerente de Marketing do Caruaru, Walace Carvalho.

Marketing digital: o poder dos textos que convencem consumidores

Você não queria comprar, não queria clicar. Mas quando viu já estava lá passando seu cartão e tendo a certeza que precisa mesmo daquela oferta. Se identificou? Mas quem são as pessoas por trás destes textos que nos prendem das cabeças aos pés?

Nos bastidores deste setor que movimenta bilhões de reais estão profissionais qualificados, verdadeiros especialistas em gatilhos mentais que prendem a atenção dos consumidores. Os resultados são impressionantes.

Conheça abaixo, em primeira mão, alguns dos profissionais mais bem pagos do mercado e empresas que estão transformando o mundo do marketing digital voltado a infoprodutos.

Marcelo Braggion, sócio e proprietário da MR Lançamentos – empresa referência em lançar produtos digitais – responsáveis pelo terceiro maior lançamento do Brasil que alcançou mais de R$ 10 milhões em apenas 10 dias! Entre os clientes e parceiros deles está também a Empiricus – empresas que em 2017 faturou quase R$ 300 milhões só de conteúdo em PDF. Até o final deste ano com os lançamentos de cursos o valor deve dobrar.

Com uma experiência de 18 anos no Marketing Digital, o Growth Hacker, José “Vinagre”, é hoje a maior autoridade em Inteligência Comportamental do Brasil. Só este ano ele faturou R$ 138 milhões para os seus clientes. Entre as expertises destaca a habilidade em estruturar chatbots que faz triplicar os resultados das vendas a cada lançamento de infoprodutos.

Rocky Vega, executivo da Agora Inc., – maior empresa de publicações digitais do mundo com mais de dois milhões de clientes e co-autor do Big Black Book, a Bíblia do Negócio de Conversões e Vendas em Marketing Digital –, também está entre os profissionais mais bem recomendados da área. No momento ele está à frente de um projeto no Brasil junto à Acta Holding, coordenando todas as equipes de copywriters do Grupo.

Renato Torelli, é sócio da Empiricus e gestor da equipe de copywriters. Primeiro profissional da empresa contratado exclusivamente para escrever cartas de vendas. Torelli é o nome que está por trás da formação de todos os copywriters da Empiricus.

A partir da próxima semana eles vão compartilhar estes e outros segredos na Imersão Copy Experience, promovido e organizado pela MR Lançamentos, dos sócios Rodrigo Côrrea, Marcelo Braggion e Mauricio Fantazzini. O evento que acontecerá dias 07, 08 e 09 de dezembro será em São Paulo, no Estanplaza Internacional.

“A iniciativa do Braggion em realizar este encontro é fantástica e eu aceitei logo de cara. Há muitos cursos e fórmulas sobre como lançar infoprodutos na internet, mas especificamente uma imersão em copywriting é o primeiro”, destaca o Growth Hacker José Vinagre que já compartilha várias dicas e sacadas para os empreendedores digitais no seu próprio Instagram. “Ideias como estas não podem parar. Em 2019 pretendo expandir meus conhecimentos para os top players do mercado, através de imersões, consultorias e mentorias em grupo”, adianta Vinagre.

Microempreendedores do setor de beleza lideram otimismo

Microempreendedores de diversos setores também se revelam muito otimistas com o Natal, o que demonstra que o forte apelo da data vai muito além das vendas do comércio. De acordo com a sondagem realizada pelo Serasa Empreendedor – braço da Serasa Experian voltado ao microempreendedor, MEIs e MEs que atuam no mercado da beleza (cabeleireiro, esteticista, massagista e manicure) são os que projetam o maior crescimento (10,5%) nas vendas e/ou prestação de serviços durante a época natalina. Em segundo lugar, aparece o segmento de transporte (taxista, motorista particular e dono de frota), que acredita no aumento de 10,3%. Veja abaixo a expectativa dos outros setores:

Segundo o diretor do Serasa Empreendedor, Eduardo Crivelari, os resultados reafirmam o poder de vendas do Natal e também comprovam que os microempreendedores têm se preparado de diferentes formas para atuar nas datas de maior movimento, principalmente agora no fim de ano, com a injeção do décimo terceiro salário na economia. “Após um ano de muito desafios, com alta taxa de desemprego, muito empreendedorismo por necessidade e recorde de inadimplência, este é o momento para o empreendedor alavancar suas vendas e aproveitar para gerar caixa para as épocas de baixa demanda.”

A sondagem, realizada em novembro de 2018 com mais de 500 microempreendedores brasileiros dos mais variados segmentos, também mostrou que 72% das microempresas do segmento de beleza investiram no negócio para atender o aumento da demanda e a principal finalidade foi criar uma nova linha de produtos e/ou serviços específicos para o Natal. O mesmo percentual (72%) de microempreendedores do setor de eletrônicos (importação, manutenção, revenda) também investiu, mas com o olhar além do Natal. Veja abaixo as informações completas:

“A principal finalidade de investimento sinalizada pela maioria dos setores mostra como os MEIs e MEs têm se planejado para obter o máximo de retorno, tanto no pico do período sazonal, quanto no pós-Natal, o que é fundamental para todo empreendedor evoluir seu negócio de modo sustentável”, finaliza Crivelari.

Ainda de acordo com o levantamento, 76% de todos os microempreendedores que participaram da sondagem afirmaram que o investimento foi realizado com o dinheiro do próprio caixa da empresa. Já 24% precisaram pedir empréstimo.

Serasa Empreendedor

Quer conferir outros conteúdos sobre o universo das microempresas? Entre na plataforma gratuita do [http://serasa%20empreendedor/]Serasa [http://serasa%20empreendedor/]Empreendedor e veja! A página (www.serasaempreendedor.com.br) também disponibiliza sem custo diversos serviços específicos para o segmento, como a autoconsulta do score (modelo estatístico voltado aos MEIs e MEs com a probabilidade de a empresa honrar seus compromissos financeiros nos próximos seis meses) e a ferramenta de simulação e contratação de crédito 100% digital.

Serasa Empreendedor

O Serasa Empreendedor é uma plataforma desenvolvida para contribuir com o crescimento sustentável das microempresas (MEs) e dos microempreendedores individuais (MEIs) de todo o país. Com acesso gratuito, o portal disponibiliza conteúdos e serviços que orientam o empresário a tomar decisões mais responsáveis, com foco na evolução do autoconhecimento, melhora na saúde financeira e consumo consciente do crédito. Ao reunir informações relevantes e personalizadas, o Serasa Empreendedor reflete o compromisso da Serasa Experian de estar próxima do microempreendedor brasileiro e ajudá-lo o a construir um amanhã melhor.
Para mais informações, visite: www.serasaempreendedor.com.br

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio.

Constantemente orientada para soluções inovadoras, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Para mais informações, visite www.serasaexperian.com.br

Experian

A Experian é líder mundial em serviços de informação. Nos grandes momentos da vida – desde comprar um carro, passando por mandar seu filho para a faculdade, até a crescer o negócio se conectando com novos clientes – nós empoderamos consumidores e empresas a gerenciarem seus dados com confiança. Nós ajudamos as pessoas a tomarem o controle de suas vidas e acessarem serviços financeiros, os negócios a tomarem decisões mais inteligentes e prosperarem, os credores a emprestarem de forma mais responsável e as organizações a prevenirem fraude de identidade e crime.

Empregamos cerca de 16.500 pessoas em 37 países e a cada dia estamos investindo em novas tecnologias, profissionais talentosos e inovação para ajudar todos os clientes a maximizarem cada oportunidade. A Experian plc está listada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100.

Saiba mais em www.experianplc.com ou visite o nosso hub de conteúdo global para as últimas notícias sobre a empresa.

Última semana para inscrições no programa de Trainee Editorial do SAS

As inscrições para a primeira edição do programa de Trainee Editorial do SAS Plataforma de Educação entraram na reta final. A empresa busca talentos de todo o Brasil que apostem na construção de carreira sólida no meio editorial voltado para a educação em uma companhia que é referência em soluções educacionais. As inscrições podem ser feitas até 12 de dezembro pelo site www.traineesas.com.br.

Para participar é preciso ser graduado em Pedagogia ou nos cursos de Licenciatura e Comunicação há no máximo quatro anos e possuir experiência na área editorial e/ou educacional. Possuir experiência em sala de aula é um diferencial. “O programa foi criado porque queremos transformar Fortaleza em um polo de referência em produção editorial voltada para o mundo da educação. Nada melhor do que começar isso dentro do SAS, uma plataforma que está presente em mais de 700 escolas do país com um material didático completo e de ótima qualidade”, conta Carla Araújo, trainee responsável pelo projeto.

O programa tem duração de um ano e seis meses e a expectativa é de que sejam contratados quatro trainees para trabalhar em Fortaleza (CE).

O processo seletivo consiste em quatro etapas:

Teste on-line – gramática e interpretação textual;
Dinâmica em grupo e teste prático presenciais*;
Entrevista on-line com líderes do SAS;
Dia SAS – Experiência para conhecer a matriz da empresa, em Fortaleza, e participar de um desafio final**.

Carla explica que o programa busca pessoas de todo o Brasil capazes de aliar um perfil técnico à capacidade de gestão e liderança de equipes. “O trainee será dono de projetos que impactarão diretamente a produção editorial do SAS, cujos materiais didáticos estão em constante evolução”, afirma.

Atualmente, Carla também faz parte de um programa de trainee do SAS. Com a ajuda do time de Gente e Gestão da empresa, criou o programa de Trainee Editorial para atrair jovens talentos que estejam dispostos a liderar o desenvolvimento e o crescimento do departamento editorial da empresa. “Ser responsável por esse projeto é um grande desafio e, ao mesmo tempo, uma oportunidade incrível de aprender ao mesmo tempo em que possibilito essa experiência para outras pessoas”, completa.

*Localidades confirmadas: SP e CE / Localidades a serem confirmadas: RJ, MG e PR

**O SAS custeará passagem e hospedagem para a etapa Dia SAS

/**/

Brasil reciclou quase 300 mil toneladas de latas de alumínio

Dados divulgados nesta quarta-feira (5) pela indústria do alumínio confirmam os bons resultados do setor no campo da sustentabilidade. Quase todas as latas de alumínio para bebidas vendidas em 2017 retornaram para o ciclo produtivo, alcançando um índice de 97,3% de reciclagem. Das 303,9 mil toneladas de latas de alumínio para bebidas colocadas no mercado em 2017, 295,8 mil toneladas foram recolhidas e recicladas. Desde 2004, o índice se mantém acima dos 90%, colocando o país entre os líderes mundiais da reciclagem dessa embalagem.

Os números foram anunciados pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) e pela Associação Brasileira do Alumínio (Abal), durante o lançamento, em Brasília (DF), da Frente Parlamentar visando à criação de estímulos econômicos para a preservação do meio ambiente.

Para Renault Castro, presidente executivo da Abralatas, o elevado índice de reciclagem da lata deixa clara a necessidade de um debate como o que será traçado pela Frente Parlamentar. “Hoje, o reaproveitamento do mesmo material já tributado nem é considerado como atenuante para a carga tributária. O consumidor paga imposto sobre o mesmo produto várias vezes, já que a latinha mantém índice de reciclagem próximo a 100% há mais de 10 anos”, esclarece. Renault acha que o tema ganha impulso com a criação da Frente. “O principal objetivo da utilização de instrumentos tributários deve ser o de fazer com que os preços de mercado dos diversos bens e serviços reflitam seus custos sociais e ambientais, além dos custos materiais, de produção e de comercialização, sem elevação de impostos”.

O presidente executivo da Abal, Milton Rego, lembra que, mesmo diante das adversidades, o setor não deixa de investir. Ele destacou que, apesar da forte retração econômica que o país sofre desde 2015, a reciclagem de alumínio está em plena expansão no Brasil. “As duas maiores empresas do segmento, a Novelis e o Grupo ReciclaBR, nossas associadas, acabam de anunciar planos importantes para o ano que vem. O Grupo ReciclaBR vai inaugurar novos centros de coleta no país e uma planta de fundição em Minas Gerais. Já a Novelis, investirá R$ 650 milhões em sua fábrica em Pindamonhangaba (SP). Movimentos assim é que garantem a liderança mundial do Brasil no índice de reciclagem de latas”, conclui o executivo.

Para Mário Fernandez, Coordenador do Comitê de Reciclagem da ABAL e CEO do Grupo Recicla BR, o índice de reciclagem de latas de alumínio mostra com otimismo como a cadeia da lata do alumínio está inserida na Economia Circular. “E no que depender do Grupo ReciclaBR, iremos contribuir para a manutenção do alto índice de reciclagem, pois temos sólidos investimentos planejados”, completa.

Vantagens ambientais

O índice elevado revela não só a eficiência do processo de reciclagem dessas embalagens no país, mas também evidencia os benefícios dessa prática sustentável. Estudos mostram que o processo consome apenas 5% da energia que seria utilizada na produção da mesma quantidade de alumínio primário. A Análise de Ciclo de Vida da lata aponta também que a reciclagem reduz em 95% a emissão de gases de efeito estufa.

Outra vantagem ambiental da reciclagem, destacaram os representantes da Abralatas e da Abal, é relacionada ao impacto evitado com a extração da bauxita, mineral que dá origem ao alumínio industrial. Cada quilo de latinha reciclada representa uma economia de cinco quilos de bauxita, que deixa de ser extraída para a produção de alumínio primário.

Na área social, a atividade reflete na geração de emprego e renda para os catadores de materiais recicláveis, além de estimular maior consciência da sociedade sobre a importância da reciclagem e da conservação dos recursos naturais. Somente na etapa da coleta da latinha, R$ 1,2 bilhão foram injetados diretamente na economia brasileira em 2017. O montante corresponde a 1,2 milhão de salários mínimos ou a remuneração de 1 salário mínimo por mês para a população de uma cidade com cerca de 100 mil habitantes, como Araxá (MG) ou Assis (SP) ou Paulínia (SP).

Estímulos Econômicos

O anúncio do índice de reciclagem ocorre em um momento importante para o setor. Os números foram divulgados no mesmo dia em que um grupo multipartidário de parlamentares da Câmara dos Deputados anunciou a criação de um foro específico para debater estímulos atrelados a práticas sustentáveis, a chamada Tributação Verde.

A partir de 2019, a Frente Parlamentar pela Criação de Estímulos Econômicos para a Preservação Ambiental, irá debater na Câmara dos Deputados questões importantes para a adaptação do país a um modelo mais justo, que privilegie uma economia circular e garanta recursos para as próximas gerações.

A criação dessa Frente foi motivada por uma iniciativa da Abralatas, que reuniu o apoio de 26 entidades, incluindo a Abal, a um manifesto lançado em julho deste ano, que defende a regulamentação de dispositivos constitucionais sobre defesa e preservação ambiental, mediante estímulos econômicos diferenciados, de acordo com o impacto ambiental das cadeias produtivas dos diversos bens e serviços, incluindo aperfeiçoamentos da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Para a Abralatas e a Abal, o momento atual, em que se discutem reformas estruturais indispensáveis para o Brasil, é oportuno para buscar formas de utilizar a política tributária brasileira com a finalidade de conduzir o país rumo a uma economia de baixo carbono.