Operação prende empresário suspeito de sonegar mais de R$16 milhões

Foi desencadeada, na manhã da quarta-feira (5), a Operação Octanagem, com o objetivo de prender integrantes de uma organização criminosa, voltada para a prática de sonegação fiscal e associação criminosa. A ação ocorreu em Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Durante a operação realizada pela Polícia Civil (PC) foram cumpridos três mandados de prisão contra empresários do ramo de distribuição de combustível e três mandados de busca e apreensão domiciliar. Entre os envolvidos está um empresário de Salvador de 45 anos, preso nesta manhã, em um hotel em Boa Viagem. De acordo com a polícia, ele é acusado de sonegar pelo menos R$ 16 milhões.

Segundo o chefe da Polícia Civil, Joselito do Amaral, a organização atuava também no Estado da Bahia e a sonegação chegou a R$ 300 milhões. “Os desvios aconteceram em quatro meses e as investigações começaram em agosto, quando a Secretaria da Fazenda observou o não recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que deveria ser feito pela distribuidora e acionou a PC”, afirmou.

Ainda segundo o delegado, os detalhes desta operação vão ser divulgados durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (6).

Folhape

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.