Secretaria de Riacho oferece inscrições para curso de violão

A Prefeitura de Riacho das Almas por meio da Secretaria de Educação, Esporte e Cultura está com inscrições abertas para o curso de violão. As aulas já foram iniciadas, mas ainda estão sendo disponibilizadas 14 vagas, sendo 05 para alunos da Vila Trapiá e 09 para o Centro de Cultura, que funciona na cidade.

Podem se inscrever pessoas a partir de 08 anos. No momento da inscrição, é preciso que o interessado leve o RG. “Temos alguns violões disponíveis para as aulas, no entanto é interessante que o aluno tenha seu próprio violão para que possa estudar o que aprendeu nas aulas em casa”, explicou o professor do curso Edmilson Gomes. As inscrições estão sendo realizadas na Secretaria de Escola José Joaquim de Lima e no Centro de Cultura de Riacho das Almas sempre no momento das aulas, que estão sendo realizadas às segundas-feiras na Escola José Joaquim de Lima, na Vila Trapiá das 18h30 às 21h30 e no Centro de Cultura de Riacho das Almas, às terças e quartas-feiras das 18h30 às 21h30.

As inscrições seguem até o preenchimento de todas as vagas, e as aulas são ministradas uma vez por semana em cada turma. As aulas semanais têm duração de uma hora e meia e são gratuitas. A Secretaria de Educação, Esporte e Cultura também fornece gratuitamente aos alunos o material didático para o curso.

Boas doses de educação e consciência nunca são demais

Pedro Augusto

Embora as recomendações sejam constantes, tanto por parte do poder público como da própria imprensa, ainda nos tempos de hoje Caruaru tem sido prejudicada devido à falta de educação e consciência por parte de milhares de moradores. Que o diga o Ipojuca, extenso rio que corta a cidade, “depósito” já há vários anos de lixo, metralhas e demais entulhos, sendo simplesmente ignorado por parte dos infratores. Apesar do trabalho de limpeza desenvolvido pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos, a situação desse rio, que é tido como de grande importância para a história da Capital do Agreste, permanece difícil também devido, dentre outros fatores, a esta prática degradante.

Em circulação por alguns trechos do Ipojuca, durante a manhã da última quarta-feira (30), a reportagem VANGUARDA captou, através da sua câmera fotográfica, o extenso quantitativo de entulhos, que se encontra jogado tanto nas margens como nos próprios volumes de água do rio. Geladeiras, fogões, sofás, guarda-roupas, chinelos, sacos e garrafas plásticas, bem como roupas e colchões velhos, são apenas alguns dos exemplos dos materiais que se encontram hoje armazenados de maneira irregular. Na tradicional passagem molhada do Bairro do Vassoural, por exemplo, moradores das imediações já estão cansados de presenciar o depósito de todo tipo de objeto.

Este é o caso da dona de casa, Anísia Maria. Residente há mais de 20 anos, da 4ª Travessa Antônio Martins, ela foi uma das a criticar a postura da maioria da vizinhança. “Meu filho, a Prefeitura, em relação a esta situação, simplesmente, está enxugando gelo. Ou seja, digamos que ela venha hoje (última quarta) por aqui e faça a limpeza. Poucos dias depois, a situação de sujeira se encontra do mesmo jeito, porque vários moradores não possuem o mínimo de educação e acabam jogando todo tipo de lixo, causando mais problemas para todos. Eu mesma, já não é hoje, tenho gastado mais dinheiro com a compra de medicamentos e inseticidas por causa da presença constante dos bichos, do que com a própria comida. Se não começar a multar esse povo imundo, nunca teremos o Ipojuca limpo.”

O autônomo Hélio Carlos, que reside no Bairro Santa Rosa, foi outro popular a questionar a má conduta de alguns moradores. “Para se ter ideia do absurdo praticado por eles, mesmo contando com caçambas instaladas pela Prefeitura, muitos não perdem tempo colocando o lixo nas sacolas e também o depositando de maneira correta. Eles jogam tudo mesmo nas margens do rio, contribuindo ainda mais para com o aumento da imundice e da fedentina. A verdade é que tem muita gente que só faz reclamar de sujeira, mas não tem feito a sua parte para a situação melhorar. Sujos e irresponsáveis!”, disparou.

Riscos

Diante já da tanta exploração sobre o tema por parte da imprensa e do poder público, ressaltar novamente os riscos de se descartar de maneira incorreta detritos no Ipojuca, até que pode soar como um: “chover no molhado”. Mas, tomando como parâmetro a situação quase que irremediável que se encontra o rio, não há como não se fugir do tema. Ficou para o professor de Biologia, Alexandre Nunes, a missão de mais uma vez abordar os efeitos que, geralmente, são causados pelo amontoado de lixo.

“Infelizmente muitas pessoas de Caruaru permanecem sem fazer a sua parte no que diz respeito à preservação do Rio Ipojuca ao jogar todo tipo de lixo nas suas margens. É importante destacar que é imprescindível manter estas últimas limpas, ou seja, com boa vegetação, para garantir a saúde do rio. Além de contribuir para com o aumento da contaminação do Ipojuca, tal prática, tem sido responsável para proliferação de vetores de doenças como baratas, ratos, moscas e formigas. Sem falar nos transtornos especialmente observados durante o período chuvoso, quando há o habitual transbordo de água”, disse.

Também para o especialista está faltando consciência por parte dos infratores. “A Prefeitura tem feito a limpeza constante, tanto é que a situação poderia ainda estar pior se não fosse esse combate, mas, quase que imediato, essas pessoas têm depositado todo tipo de material no rio. Está faltando mais educação ambiental. Campanhas para despertar o interesse para a preservação do Ipojuca necessitam ser intensificadas nas escolas para tentarmos modificar essa realidade”, acrescentou Alexandre.

Limpeza

Somente no ano passado, segundo dados divulgados à imprensa, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos, através de suas equipes, removeu mais de 50 mil toneladas de entulho, lixo e baronesa do Ipojuca. De acordo com o secretário-executivo da pasta, Bruno França, a limpeza no rio por parte da PMC tem ocorrido de forma diária, mas tem esbarrado na má conduta contínua de milhares de moradores.

“Esse trabalho de remoção vem acontecendo de segunda a sexta-feira em todo o rio, mas tão logo finalizamos a ação num determinado trecho, populares voltam a sujá-lo, depositando todo tipo de lixo. No intuito de tentar conscientizar essas pessoas, o projeto Ecoatitude tem realizado medidas de conscientização, bem como notificações têm sido elaboradas. Deixamos o nosso apelo para que a população faça a sua parte e contribua para com uma Caruaru mais limpa!”, pontuou Bruno.

Denúncias sobre o descarte irregular de entulho podem ser realizadas pelo telefone: (81) 3701-1455.

Soberano no Estadual, Patativa agora foca Copa do Brasil

Pedro Augusto

Na etapa inicial do Campeonato Pernambucano serão disputadas, ao todo, nove rodadas. Até agora, ou seja, passados três jogos, o desempenho do Central não só o tem credenciado para avançar à fase mata-mata como também o tem garantido entre os quatro times de melhores campanhas. Vale destacar que, de acordo com o regulamento, os mais bem pontuados terão a vantagem de disputar uma das vagas para semifinal e a final dentro de casa. Em busca de seu primeiro título estadual, ainda mais na temporada de seu centenário, a Patativa derrotou o Vitória por 1 a 0, na noite da última quarta-feira (30), na Arena de Pernambuco, se isolando na liderança da competição.

Com 100% de aproveitamento, somando nove pontos, o time caruaruense só entra em campo pelo PE2019, no próximo dia 13 – uma quarta-feira -, quando visita o Flamengo de Arcoverde, a partir das 20h, no Estádio Áureo Bradley. Antes disso, o Central encara o Ceará, nesta quarta-feira (06), a partir das 21h30, no Luiz Lacerda, pela primeira fase da Copa do Brasil. De acordo com informações repassadas pelo presidente do Conselho Deliberativo, Márcio Porto, o duelo entre os alvinegros está confirmado, sim, para o estádio caruaruense e com a presença da torcida.

“O que ocorreu foi que enviamos o laudo com informações complementares da Vigilância Sanitária, às 21h, da última terça-feira (29). Como a CBF fica localizada no Rio de Janeiro, onde ainda se encontra em vigor o horário de verão, por lá, já marcava às 22h, então, a entidade nos deu o prazo para enviarmos este documento até a última sexta-feira (1º), o que acabou acontecendo antes mesmo deste prazo. Sendo assim, o Luiz Lacerda se encontra mais do que liberado para comportar a partida e com o apoio da torcida. Esperamos que a ela compareça em massa, porque faz exatamente 10 anos que a Patativa não disputa a Copa do Brasil. Inclusive, já enfrentou o Ceará no mesmo período, eliminando-o na primeira fase”, destacou Márcio.

De volta à realidade do Pernambucano, em seu último compromisso, mesmo com o êxito sobre o Vitória, o que lhe garantiu a liderança isolada da competição, a Patativa apresentou algumas falhas, principalmente, no segundo tempo, quando por pouco não sofreu o gol de empate. O técnico centralino Estevam Soares reconheceu a má apresentação da equipe, mas valorizou bastante o placar final. “Fizemos, diante do Vitória, o pior jogo desta temporada. Tanto em termos técnicos como táticos, o time não se comportou bem, mas no futebol, não podemos esperar, sempre, partidas brilhantes. Valeu pelos três pontos conquistados e agora é trabalhar bastante para fazermos uma boa apresentação contra o Ceará”.

4ª Rodada

Os dois únicos times a entrar em campo, neste fim de semana, pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano serão o Sport e o América. Eles se enfrentam no domingo (03), a partir das 16h, na Arena de Pernambuco. O Leão está na quarta posição com seis pontos enquanto o Periquito na oitava com um. Na sequência da rodada, o Náutico recebe o Vitória, nesta quarta-feira (06), a partir das 20h, no Estádio dos Aflitos, já o Afogados mede forças com o Salgueiro, no mesmo dia e horário, no Vianão. Um pouco mais tarde, mas ainda na quarta, o Petrolina duela com o Santa Cruz, a partir das 21h15, no Paulo Coelho.

Nordestão

Náutico, Santa Cruz e Salgueiro possuem jogos, neste fim de semana, pela Copa do Nordeste 2019. No sábado (02), o Timbu visita o Carcará, a partir das 16h, no Cornélio de Barros. Após dois jogos, o time de Rosa e Silva encontra-se na terceira posição do grupo B com três pontos enquanto a equipe sertaneja na vice-liderança do grupo A com quatro. Já o Santa Cruz, que se encontra na sexta colocação da chave A com três pontos, recebe o ABC também no sábado e a partir das 16h, no Arruda.

Prefeitura de Caruaru lança convocatória para ‘Caruaru por Paixão 2019’

A Prefeitura de Caruaru lançou, no Diário Oficial desta quinta-feira (31), a convocatória para habilitação e seleção de propostas de atividades artísticas e culturais para compor a programação do evento “Caruaru Por Paixão 2019”. Podem participar da seleção apenas artistas caruaruenses. Os interessados em compor a programação devem se inscrever de 4 a 22 de fevereiro na Fundação de Cultura e Turismo do município, ou, de forma online, através do e-mail caruaruporpaixao2019@gmail.com.

Serão aceitas propostas de Música, Artes Cênicas (para o espetáculo da Paixão de Cristo) Cultura Popular, Povos Tradicionais, Livro, Literatura e Leitura, Audiovisual, Fotografia, Artes visuais, Design, Moda, Dança, Artesanato e Gastronomia. A habilitação das propostas inscritas será feita após análise de documentos, que será realizada por equipes técnicas da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru. Passando para a segunda fase, haverá a análise artística.

A lista dos habilitados da será divulgada no site www.caruaru.pe.gov.br e na sede da Fundação de Cultura e Turismo. Mais informações podem ser encontradas neste link.

Na próxima sexta-feira (8), haverá uma oficina para apresentar aos candidatos algumas orientações sobre como fazer a inscrição. Será na Casa de Cultura José Condé, das 9h às 12h. A capacitação é realizada pela coordenação de Projetos da FCTC junto ao Conselho Municipal de Políticas Culturais.

/**/

Empresas analisam possíveis aumentos nas passagens

Pedro Augusto

Em 2018, mais precisamente na primeira quinzena de fevereiro, passou a vigorar na Capital do Agreste os novos valores das passagens de ônibus. Na oportunidade, as tarifas saltaram de R$ 2,60 para R$ 3,15 (para quem paga em dinheiro), de R$ 2,60 para R$ 2,84 (para quem utiliza o cartão Leva) e de R$ 1,30 para R$ 1,42 (para quem é estudante ou servidor municipal). Passado quase um ano, atualmente, a Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Caruaru (AETPC) encontra-se em processo de elaboração de planilha dos custos absorvidos pelas três companhias que atendem ao Sistema de Transporte Público de Passageiros de Caruaru (STPP), para, em seguida, propor aos órgãos envolvidos novos reajustes das tarifas.

De acordo com o diretor institucional da AETPC, Ricardo Henrique, nesta planilha consta vários aspectos analisados. “Neste momento, as três empresas (Coletivo, Capital do Agreste e Tabosa), que atuam no STPP, se encontram realizando os seus respectivos levantamentos para, posteriormente, a AETPC encaminhar a planilha padrão junto à Destra. Nela, constarão os investimentos que foram empregados pelas companhias no tocante à ampliação da frota, à implantação de novas tecnologias e aos treinamentos realizados. Em paralelo, constarão os custos provenientes às folhas salariais, ao óleo diesel e demais produtos necessários para manutenção do serviço, bem como à gratuidade no transporte de pessoas. Ou seja, esse balanço evidenciará o custo de se transportar, hoje, na cidade”, disse.

Um ponto reforçado pelo diretor para a elevação das despesas das empresas de ônibus diz respeito à gratuidade nas passagens. “Para se ter ideia do impacto nos custos do serviço, hoje, 34% das pessoas que são diariamente transportadas pelo STPP não pagam a passagem. Esse índice é muito alto em comparação com o âmbito nacional e vem alargando bastante as nossas despesas”, acrescentou Ricardo.

Segundo o diretor executivo da Coletivo, Adolfo José, na sua empresa, a gratuidade tem girado atualmente na casa dos 43%. “Na prática, isso representa um trabalho social destacável, conforme temos realizado atendendo às linhas as quais foram estabelecidas para a Coletivo. Não só no que se refere a idosos, mas também temos prestado esse importante serviço a cadeirantes e demais pessoas enquadradas no sistema de gratuidade”, afirmou.

De acordo também com o diretor da AETPC, ainda não se chegou a um denominador comum junto à Destra para os novos preços a serem, provavelmente, praticados em 2019. “Esses valores ainda não foram fechados, haja vista que ainda nos encontramos no processo de elaboração da planilha. A torcida é que, neste ano, a Câmara de Vereadores atenda à nossa solicitação e provoque a desoneração do ISS (Imposto sobre Serviços), que, com certeza, beneficiará bastante a todos os usuários, na medida em que impactará em valores menores em relação às tarifas. Ressaltamos a população caruaruense, que essa discussão tarifária tem ocorrido em praticamente todos os municípios do país sempre ao longo do mês de janeiro. Com ela, poderemos investir cada vez mais na qualidade do serviço”, pontuou Ricardo Henrique.

Segundo os dados da AETPC, atualmente o Sistema de Transporte Público de Passageiros de Caruaru dispõe de 143 ônibus, dos quais 46 são novos e 23 possuem ar-condicionado. A idade média dos veículos tem sido abaixo dos quatro anos, a frota possui acessibilidade, monitoramento e câmeras de segurança, bem como os usuários contam com serviço de aplicativos. O sistema ainda tem sido responsável pela geração de 800 empregos diretos e pela realização de diversos cursos de capacitação voltados para os seus colaboradores, como direção preventiva, atendimento ao cliente e primeiros socorros.

“Com a vigoração do STPP, o serviço melhorou consideralvemente em todos os aspectos. Na nossa empresa, por exemplo, somente em relação à frota, investimos pouco mais de R$ 6 milhões na aquisição de 20 novos ônibus, que, inclusive, já se encontram rodando nas linhas da cidade. Nosso objetivo é melhorar cada vez mais todo o setor”, finalizou Adolfo.
Sobre o possível reajuste das passagens, a Destra não havia se manifestado até o fechamento desta matéria, haja vista que ainda não recebeu oficialmente a proposta da associação.

Tomando como base o curso habitual do processo de análise do reajuste ou não das passagens, após a entrega da planilha contendo as propostas de tarifas da AETPC junto à Destra, que já se encontra também elaborando a sua, as mesmas serão apresentadas para conhecimento em reunião do Comut (Conselho Municipal de Transportes). A partir daí, haverá a decisão do Poder Executivo em homologá-las ou não.

Docente da UNINASSAU Caruaru participa de revista

O professor da Faculdade UNINASSAU Caruaru, Geraldo Neto, está compondo, desde a última edição lançada da Revista Escrita da História, o corpo de professores pareceristas (professores convidados que emitem pareceres sobre trabalhos que foram aprovados, rejeitados ou arquivados). O periódico reúne diversos tipos de trabalhos acadêmicos, entre eles: ‘’DOSSIÊ: ENSINO DE HISTÓRIA: POSICIONAMENTOS DIDÁTICOS, TEÓRICOS E POLÍTICOS’’, do qual o docente faz parte, que traz uma série de artigos sobre essa temática central.

‘’A revista começou com a Universidade de São Paulo (USP), mas é organizada agora por membros do Brasil inteiro. Eles são predominantemente de universidades federais, um da Unicamp e um da universidade de Lisboa (Portugal) e Complutense de Madri (Espanha)’’, explica o professor.

O docente destaca a alegria que sentiu ao receber o convite para integrar a conceituada revista. ‘’Receber o convite de uma revista acadêmica com o peso e com a importância da revista Escrita da História é uma agradável surpresa. Trata-se de um periódico cujo conselho científico é composto por renomados especialistas das principais universidades brasileiras e algumas estrangeiras’’, ressalta o professor Geraldo Neto.

Neto ainda destaca que ‘’é uma prazerosa surpresa também em razão do assunto: Aprendizagem Histórica e a Base Nacional Comum Curricular, além de ser uma satisfação ver o meu nome e o nome da nossa instituição de ensino figurando nas páginas de um periódico bastante reconhecido dentro e fora do Brasil’’, afirma.

Centro de compres realizará mais uma edição do “Adote um Amigo”

Mais uma edição do projeto “Adote um Amigo” será realizada pelo Caruaru Shopping neste domingo, dia 3 de fevereiro. O evento acontecerá no lounge próximo à agência de viagem, das 11h às 17h, e é uma grande oportunidade para dar um lar a um bichinho.

Na ocasião estarão disponíveis 50 animais (cães e gatos), entre adultos e filhotes. Para que o processo de adoção seja firmado, é necessário que o interessado apresente um documento com foto e comprovante de residência. Ao fim, um cadastro será feito e o pet poderá ser levado para casa. “Lembrando que todos os animais já estão vacinados”, afirmou Walace Carvalho, gerente de Marketing do centro de compras e convivência.

O Caruaru Shopping fica localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, no Bairro Indianópolis.

ARTIGO — Cenário Internacional: Brasil e Chile

*Rene Berardi

“Padrões modernos e de alto nível” é a avaliação do novo Acordo de Livre Comércio assinado entre Brasil e o Chile, o qual contempla o que já está estabelecido no contrato entre o Chile e o Mercosul e visa facilitar o comércio entre os dois países. “Este é o resultado de uma convergência natural que existe entre os nossos governos”, disse o presidente brasileiro Michel Temer, na assinatura do acordo em Santiago. O destaque foi a rapidez de obter o acordo, em menos de seis meses. Por outra parte, o presidente chileno Sebastián Piñera comentou que “este é um acordo que vai além do estritamente econômico”, pois busca trazer e integrar nossos países do ponto de vista da cultura, colaboração política, solução e enfrentamento de problemas”.

O Acordo de Livre Comércio aborda questões relacionadas a telecomunicações, comércio eletrônico, serviços, meio ambiente, emprego e gênero, defesa, bem como cooperação econômica. O tratado beneficiará empresas chilenas de pequeno e médio porte que possam participar de licitações públicas no Brasil em igualdade de condições com fornecedores locais. Além disso, será facilitada a operação de provedores de serviços e produtos digitais chilenos no comércio eletrônico bilateral no Brasil. Nas telecomunicações, as tarifas de roaming serão eliminadas após dois anos do tratado.

O acordo incorpora novos capítulos sobre o progresso da tecnologia, cibersegurança, cooperação, incluindo a ligação entre o Oceano Atlântico com o Oceano Pacífico, desde Puerto Murtinho no Mato Grosso do Sul, passando pelo Paraguai e Argentina, até os portos do norte do Chile. O Brasil é o principal parceiro comercial do Chile, com um comércio que supera US$ 11 bilhões e também o principal destino para investimentos chilenos no exterior, com mais de US$ 31 bilhões.

Entre janeiro e agosto de 2018, o intercâmbio comercial cresceu 21%, totalizando US$6.808 milhões. O acordo negociado será um grande apoio para as Pequenas e Médias Empresas, PME, chilenas, pela proximidade cultural e geográfica com o grande mercado do Brasil. No entanto, estas empresas também devem prestar atenção às novas políticas de abertura e maior competitividade econômica que serão promovidas pelo novo governo, o qual pode ser uma barreira para a entrada no mercado brasileiro para as PMEs chilenas.

Outros capítulos do novo acordo considera a “facilitação do comércio”; “comércio eletrônico”; “política de concorrência”; “entrada temporária de pessoas”; “boas práticas de regulamentação”; “cooperação econômica comercial” e “micro, pequenas e médias empresas”. Na área de compras públicas, será possível que os fornecedores de PMEs chilenas participem de licitações no Brasil com a mesma proteção e tratamento que uma empresa brasileira.

Em relação ao e-commerce, poderão se beneficiar muito as PMEs, pois vai permitir regras que estabelecem o livre fluxo de informações e a proibição de exigir localização de servidores, bem como o reconhecimento de assinaturas eletrônicas emitidas pelos dois países, de acordo com suas leis nacionais, o que irá gerar uma redução significativa nos custos operacionais. Na área de produtos orgânicos, foi assinado um memorando de entendimento, conhecido como MOU, Memorando da Compreensão com o Brasil, no qual as semelhanças e analogias entre sistemas de certificação para orgânico em ambos os países, permitindo a livre comercialização dos produtos chilenos e brasileiros, ou seja, os produtos orgânicos que atendem os regulamentos chilenos podem entrar no Brasil, assim como os produtos brasileiros podem entrar no Chile com selo orgânico chileno.

Como podemos observar, o Tratado de Livre Comércio assinado é muito amplo e permite a ampliação do comércio entre Brasil e Chile, assim como vai incrementar o investimento externo entre os dois países. Pode ser considerado como um exemplo de futuros tratados que o Brasil vai desenvolver com intensidade com múltiplos países, dentro da estratégia ‘’guarda-chuva’’ de uma economia de princípios liberais de novo governo. Este processo poderá ser replicado com países fora do âmbito do Mercosul como Estados Unidos e Israel, no qual serão negociadas cláusulas de natureza econômica, segurança, comércio eletrônico, dentre outras.

Não devemos esquecer que o acordo assinado entre o Chile e o Brasil pode ser analisado como o início de outras ações estratégicas visando a implantação de políticas econômicas liberais que foram sucesso no Chile e que poderiam ser readequados para o Brasil. Acredito ser importante começar a ficar ‘’por dentro’’ destas experiências econômicas chilenas, tanto nas políticas macroeconômicas como microeconômicas, como forma de desenhar futuros cenários para o Brasil. Da mesma forma, o conteúdo liberal do novo governo também será expressado na Política Externa, na qual a negociação de amplos acordos comerciais de livre comércio serão sinalizadores de novas formas do posicionamento geopolítico do Brasil no cenário global.

*René Berardi é doutro em Sociologia e professor do ISAE Escola de Negócios

Nível de inglês baixo em brasileiros afeta futuro profissional

O inglês permanece tão importante como sempre foi. De fato, o idioma é o de maior relevância quando o assunto é globalização, tecnologia e qualquer outro tipo de relação internacional. Para as empresas, o inglês é peça fundamental na inovação e compartilhamento de ideias, que fazem total diferença dentro do mercado de trabalho.

À medida que estas relações ficam cada vez mais necessárias para o sucesso de um negócio, o valor da proficiência no inglês cresce juntamente com a competitividade. Atualmente, menos de um quarto dos falantes à nível mundial são nativos, e este número diminui ao passo que cada vez mais pessoas aprendem o inglês como idioma adicional.

O Brasil, que manteve durante anos uma colocação acima dos 40 países com maior domínio do inglês, ocupa atualmente a 53ª posição no ranking mundial, considerado baixo. O índice é medido todos os anos pela EF English Proficiency Index, promovida pela Education First.

Apesar da crise econômica recente, o Brasil se mantém como uma das maiores economias do mundo. Dentro de uma empresa, a relação entre o inglês e um salário melhor é mais próxima do que você imagina. Uma pesquisa realizada pela Catho, site de classificados de empregos, comprovou que um profissional brasileiro com fluência no inglês pode ter o salário até 61% maior do que alguém sem essa habilidade.

De acordo o supervisor e educador da rede de escolas KNN Idiomas, um profissional que fala inglês vai ainda mais longe: tem oportunidades de ascensão em todo o mundo. “Isso porque ele não se limita a questões culturais, linguísticas e geográficas. Grandes nomes do business, bem como personalidades e altos cargos administrativos têm o inglês como idioma secundário justamente pela facilidade em conhecer, se comunicar e fechar negócios com pessoas ao redor do planeta”, ressalta Marcelo.

“Mais que nunca, falar inglês é uma habilidade necessária para ter acesso a mais empregos em mais empresas do que nunca. Onde antigamente as habilidades com o idioma eram um requisito de trabalho para funções específicas em determinados níveis de senioridade, hoje em dia, hierarquias de cadeias de suprimento, suporte técnico, contatos com clientes, documentação e gestão cruzam fronteiras nacionais”, afirma relatório publicado pela EF, que pode ser conferido diretamente no site da empresa.