Advogado é preso devido ao “Caso da Professorinha”

Na época, carrinhos estiveram comercializando o DVD impróprio do ex-casal

Um advogado de Caruaru foi preso esta semana devido a um caso antigo em que esteve envolvido e que ficou bastante conhecido, na década passada, em todo o Estado. De acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, o bacharel estava prestes a participar de um júri, na segunda-feira (13), no município de Cumaru, também na região Agreste, quando foi preso. Contra ele, segundo a polícia, havia um mandado de prisão em aberto.

O agora advogado é acusado de divulgar imagens íntimas de sua ex-namorada, na época, uma professora do ensino fundamental da cidade. O “Caso da Professorinha” circulou por toda Caruaru, através dos carrinhos de venda de CDs e DVDs piratas. O DVD impróprio, contendo imagens de sexo entre o ex-casal, foi um dos mais procurados consumidores.

Na época do suposto crime, o bacharel, trabalhava como agente penitenciário e ainda não exercia a função de advogado. Por conta disso, a OAB de Caruaru preferiu não se envolver em relação ao caso. Wellington, até o fechamento desta matéria, encontrava-se recolhido na Penitenciária Juiz Plácido de Souza.

Pedro Augusto é jornalista e repórter do Jornal VANGUARDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.