ARTIGO: Locadoras digitais e o ‘espectador sob demanda’

A tecnologia não muda apenas as interfaces da comunicação, hoje muito mais rápida, acessível, interativa e instantânea. Muda, também, os hábitos dos usuários, sejam eles por meio de computadores, tablets, smartphones e até de SmartTVs. O imediatismo passou a ser uma característica latente em grande parte da população global, fato que acaba refletindo diretamente no mercado de forma geral, principalmente, no consumo de produtos audiovisuais.

A busca por conteúdos de entretenimento e informações que consigam aliar qualidade, bons preços e a comodidade oferecida pelo VoD – Video On Demand (sigla comprobatória dos novos hábitos dos consumidores, que podem escolher ao que vão assisti e no horário mais conveniente à própria rotina) – geraram uma nova fórmula de negócios. Esta, por sua vez, fez emergir novas produtoras e obriga as mais tradicionais a se adaptarem ao “novo jeito de assistir TV”.

A “nova era tecnológica” nos faz viajar no tempo entre passado e futuro. É como se as videolocadoras tivessem migrado das ruas para abrir concorrência em nuvens e datacenters poderosos. E, além de continuarem oferecendo as mais diversificadas opções de inúmeros estúdios, ainda investem na produção de conteúdo próprio para atrair ao público.

Números também explicam tal fenômeno, cuja característica é uma mistura da relação causal com suas consequências. Em um Brasil onde o acesso à internet abrange 67% da população (dados do IBGE), uma pesquisa Video Viewers, da Google, mostra que 86% dos brasileiros assistem a vídeos na rede mundial de computadores. E outros 56% declaram consumir mais conteúdo via internet do que pela transmissão televisiva convencional. Ainda de acordo com o levantamento, nos últimos quatro anos, o consumo de vídeos pela web aumentou em exponenciais 135%. No mesmo período, o crescimento da TV tradicional foi dez vezes menos: 13%. Isso faz com que emissoras gigantescas, tais como a Rede Globo, invistam em conteúdo fora do ar, exclusivos para On Demand. Fator recente, pois, afinal, quem imaginaria isso cinco anos atrás?

A BKS, maior e mais antigo estúdio de dublagem das Américas, estabelecida em um mercado competitivo desde o final da década de 50, se reinventou e expandiu seus negócios: alinha-se a um planejamento para licenciamento de bens de consumo e busca parcerias para criação de novas formas de produção e distribuição de conteúdo em 50 territórios por todo o mundo. A empresa se estabeleceu quando ainda se trabalhava com rolos de fitas de 8mm. Hoje, é 100% digital e capaz de entender a forma de adequar os parceiros mais antigos à nova realidade e atender aos mais modernos com total know-how mercadológico.

Afinal, falamos sobre um público que deixou de ser linear. O espectador não está mais na audiência televisiva. Não espera mais “tal horário” para acompanhar “tal programação”. Pode começar a ver uma série de manhã, a caminho do trabalho, dentro do ônibus, por meio de tablet ou celular e continuar – de onde parou – à noite, na tela de uma Smart TV.

Os canais de televisão, em seus mais variados nichos, somados àqueles que veiculam programação específica de uma produtora/distribuidora – como MGM, Paramount e Warner, por exemplo –, portanto, devem buscar a modernização de seus negócios caso queiram sobreviver entre as “videolocadoras modernas”. Buscar parcerias, consultorias e profissionais para saírem da zona de conforto proporcionada pela digitalização do sinal das antenas e dos decodificadores em HD das operadoras de TV a cabo. Embora possuam, agora, imagens que chegam às residências com muito mais qualidade, ainda passam longe do objetivo de captar o “novo telespectador”, cada vez mais individualizado pelos próprios hábitos e gostos, migrante do convencional para o conteúdo sob demanda. “Conteúdo de qualidade a qualquer hora e qualquer lugar” é o novo lema.

* Jake Neto é VP Global of Sales and Licensing no Studio BKS

Confira o calendário das comidas gigantes em Caruaru

Produzidas há mais de 25 anos, as comidas típicas já viraram tradição no período de São João. Em Caruaru, são as Comidas Gigantes atraem os turistas que visitam a cidade durante o todo o mês de junho. Este ano, serão preparadas mais de 40 pratos. O cardápio junino já começa a ser servido a partir do próximo dia 22 de maio. Já no dia 1° de junho, iniciando os festejos, será feito os maiores chocolate quente e cozido de milho na manteiga de garrafa, na Praça Geraldo Borba, no bairro de Petrópolis.

Um calendário oficial foi montado unificando as atividades das entidades União dos Criadores das Comidas Gigantes, Associação dos Idealizadores das Comidas Gigantes e Movimento dos Idealizadores das Comidas Gigantes, que realizam o evento em parceria com a prefeitura.

Confira o calendário completo abaixo

22 de maio

Dia Municipal das Comidas Gigantes

Indianópolis, às 19h.

1º de Junho

Maior Chocolate Quente

São João da Escócia, às 18h.

1º de Junho

Maior Cozido de Milho na Manteiga de Garrafa

Praça Geraldo Borba, Petrópolis, às 20h.

02 de Junho

Tareco e Mariola

Vassoural, às 15h.

03 de Junho

Festa da Batata Doce

Vila do Jacaré, Gonçalves Ferreira, às 19h.

08 de Junho

Maior Quentão

Cidade Alta, às 18h.

09 de Junho

Maior Cuscuz do Mundo

Av. Leão Dourado, entrada da Vila do Aeroporto, às 13h.

11 de Junho

Maior Caldinho

São João da Escócia, às 18.

13 de Junho

Bolo de Milho Gigante

Indianópolis, às 18h.

13 de Junho

Maior Dobradinha

Boa Vista 2, às 20h.

14 de Junho

Arraiá do Pão Doce

Salgado, às 20h.

14 de Junho

O Maior Queijo de Coalho Assado do Mundo

Vila Andorinha, às 18h.

14 de Junho

Maior Pé de Moleque

Rendeiras, próximo ao Parque Ambiental, às 18h.

15 de Junho

Festa da Polenta

Bairro São Francisco, às 20h.

15 de Junho

Maior Bolo de Rolo

Salgado, às 20h.

15 de Junho

Maior Tapioca

Rendeiras, às 18h.

16 de Junho

Maior Assado de Milho

Santa Rosa, às 16h.

16 de Junho

Festa da Macaxeira

Onde? Vila Campos/Distrito Industrial, às 16h.

18 de Junho

Maior Pipoca

Rendeiras, às 18h.

18 de junho

Maior Arrumadinho de Charque

São Francisco, às 18h.

19 de junho

Maior Bolo de Tapioca

Salgado, às 18h.

20 de Junho

Maior Bolo de Saia

Cidade Jardim, às 18h.

22 de Junho

Bolo Barra Branca

Salgado, às 19h.

23 de Junho

Mesa Junina

Onde? Sítio Lajes, às 16h.

23 de Junho

Maior Cuscuz Temperado

São João da Escócia, às 15h.

24 de Junho

Maior Broa de Milho

Divinópolis, às 20h.

24 de Junho

Maior Festa do Beiju

Condomínio Residencial Luiza Bezerra Torres, às 15h.

27 de Junho

Maior Bolo de Macaxeira

Divinópolis, às 18h.

28 de Junho

Festival do Milho

Sítio Murici, às 18h.

28 de Junho

Salgadinho Gigante

Salgado, às 20h.

29 de Junho

Maior Quarenta

Onde? Santa Rosa, às 16h.

29 de Junho

Festa do Munguzá

14 de julho, Centro, às 15h.

29 de Junho

Mata Fome Gigante

São João da Escócia, às 19h.

29 de Junho

Pela Jegue

Salgado, às 15h.

30 de Junho

Maior Cozido de Milho

Indianópolis (parte alta), às 16h.

30 de Junho

Festa da Paçoca

Jardim Panorama, às 15h.

30 de Junho

Maior Bolo de Trigo do Mundo

Rendeiras, às 15h.

1º de julho

Maior Pamonhada do Mundo

Bairro Petrópolis, às 19h.

06 de julho

Maior Caldinho de Feijão Preto

São João da Escócia, às 19h.

06 de julho

Maior Munguzá do Sertão

São João das Escócia, às 19h.

13 de Julho

Maior Canjica

Sítio Peladas, às 18h.

14 de Julho

Xerém com Galinha

Vila do Rafael, às 15h.

Diario de Pernambuco

ProUni para o segundo semestre abre inscrições segunda-feira

As instituições de educação superior que desejarem participar da edição do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre deste ano têm até o dia 20 para manifestar interesse, por meio do Sistema Informatizado do ProUni, o SisProUni, na internet. A formalização é obrigatória para aquelas que desejam participar do programa tanto no caso de primeira adesão quanto de renovação.

Após a manifestação de interesse, a adesão ao ProUni deverá ser feita até o dia 27. A adesão é facultativa apenas para as mantenedoras que não têm registro no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin). Também não é obrigatória a renovação das que comprovarem a quitação de tributos e contribuições administrados pela Receita Federal.

O número de bolsas a serem ofertadas em cada curso pelas instituições será informado nos termos de adesão ou aditivos. As informações constam do edital do programa, publicado no final de abril, no Diário Oficial da União.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, as instituições recebem isenção de tributos.

Na primeira edição deste ano foram ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 eram integrais e 127.075 parciais, de 50% do valor das mensalidades.

Show de Israel Filho e Forró Beatles chega ao Monte Bom Jesus

O cantor e compositor Israel Filho apresentará, neste domingo (19), o projeto “De Caruaru a Liverpool” no Monte Bom Jesus. O show será em homenagem ao aniversário de 162 anos da cidade, e é fruto de uma parceira com a Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e Turismo.

A apresentação fará também o relançamento do cd “Caruaru Minha Cidade”, com 21 músicas só sobre a Capital do Forró, e que conta com participação dos integrantes da banda caruaruense Hey John e do Trio Arrocha o Nó. Segundo Israel, também será feito o lançamento do cd “Forró Beatles”.

O show começa a partir das 16h e o acesso é gratuito. A partir das 15h, uma van será disponibilizada para levar a população até a parte de cima do Monte Bom Jesus. O veículo estará próximo à ladeira que dá acesso ao local.

Folhape

SPC Brasil participa da 6ª Semana Nacional de Educação Financeira

Na próxima quarta-feira (22/05), o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) participará de painel com especialistas do mercado para debater indicadores para a política de educação financeira no país durante a 6ª Semana Nacional de Educação Financeira (ENEF 2019), em São Paulo. Na ocasião serão apresentados dados da pesquisa Educação Financeira – Comportamentos do Brasileiro Ligado ao Dinheiro, realizado com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e em parceria com o Banco Central.

Uma das principais conclusões do estudo mostra que apesar de a maioria dos brasileiros acreditar que possui um grau de conhecimento bom ou ótimo para administrar seu dinheiro, 32% não têm o hábito de traçar metas para realizar sonhos de consumo e 40% reconhecem que o aspecto emocional influencia as decisões financeiras.

Dentre os que consideram bom ou ótimo seu nível de conhecimento, quase a metade (46%) aprendeu a gerenciar sua vida financeira sozinho e para 24%, a aprendizagem aconteceu em casa, desde cedo. Outro dado revela que o aprendizado pela internet é mais frequente entre os homens: 27% recorreram ao ambiente digital para consultar canais e sites de conteúdos de orientação financeira. Já no caso das mulheres, apenas 10% afirmam ter aprendido a gerenciar seu dinheiro pela internet.

Além disso, 81% dos entrevistados destacaram que ao fazer compras, avaliam se realmente precisam do produto, enquanto 70% declararam conseguir resistir às promoções, ou seja, só compram o que está planejado. Em contrapartida, um terço dos brasileiros compram produtos por impulso – mesmo que estejam contraindo uma dívida – se alguma coisa desperta seu interesse. E 46% assumem já ter comprado algo apenas motivados pelo prazer da posse.

É também significativo o poder da influência de outras pessoas sobre as próprias compras, seja direta ou indiretamente. De acordo com o levantamento, 31% dos entrevistados revelam já ter comprado algo mais caro por se sentirem constrangidos na frente de amigos em vez de adquirir um produto mais barato.

A íntegra da pesquisa será apresentada na quarta-feira (22) e estará disponível nos sites do SPC Brasil e do Banco Central.

Estudantes do Agreste e Mata Norte recebem aulão preparatório gratuito

Dando continuidade ao processo preparatório de estudantes da rede pública estadual, o projeto Prepara Jovem, executado pelas secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude e de Educação e Esportes, chega ao Agreste e Zona da Mata Norte de Pernambuco. Neste sábado, o município de Limoeiro será sede do terceiro aulão para alunos que estão se preparando para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O encontro, que deve reunir aproximadamente 1.200 jovens, será realizado a partir das 8h30, na EREM Professora Jandira de Andrade Lijma (CERU).

A iniciativa, que visa promover aulões preparatórios gratuitos, vai contar estudantes de Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, Frei Miguelinho, João Alfredo, Limoeiro, Machados, Orobó, Passira, Salgadinho, Santa Maria do Cambucá, Surubim, Vertente do Lério, Vertentes e Lagoa de Itaenga (Mata Norte). Nesta edição, os alunos terão aulas de Redação, com Diogo Didier, Matemática, com Tácio Maciel, e História, ministrada por Gerardo Neto.

O Prepara Jovem terá 16 aulas ao longo deste ano, passando por todas as regiões do Estado. A próxima ação será em Barreiros, na Mata Sul de Pernambuco, no dia 1º de junho, englobando mais 15 municípios. A aula será realizada na Escola de Referência em Ensino Médio Doutor Anthenor Guimarães.

Estado discute integração de medidas socioeducativas durante seminário

Pensando na melhoria da qualidade do Sistema Socioeducativo do Agreste, o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), realizou encontro, na sexta-feira (17/05), em Caruaru, sobre a intersetorialidade das políticas públicas na execução das medidas socioeducativas. Numa forma de integrar em favor do tema, a Secretaria Executiva de Assistência Social e a Gerência Geral do Sistema Socioeducativo da SDSCJ, reuniram, no Auditório do Centro Universitário UNIFAVIP, secretários, coordenadores e técnicos municipais de Secretarias de Educação, Saúde, Qualificação Profissional e Assistência Social dos municípios da Região do Agreste, além de representantes da Funase e Ministério Público.

O Encontro contou com a participação de 31 municípios da região e teve por objetivo trabalhar junto aos municípios do Agreste a importância da Intersetorialidade das Políticas Públicas na execução das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto. “Reunimos diversos profissionais, como por exemplo, representantes dos CREAS, que executam Medidas Socioeducativas em Meio Aberto e também das políticas setoriais de educação, saúde e qualificação profissional, para juntos pensarmos e atuarmos fortemente para avanços no sistema socieducativo”, explicou o secretário executivo da SDSCJ, Joelson Rodrigues. Garanhuns, Brejo Limoeiro, Sanharó e Gravatá foram alguns dos municípios participantes do evento, intitulado “Encontro Regionalizado do Sistema Socioeducativo: a intersetorialidade das políticas públicas na execução das medidas socioeducativas”.

A ideia foi se aproximar e entender o que ocorre nesses municípios, destacando as principais dificuldades na área. Entre os diversos casos abordados e exemplificados durante o Encontro, está o preconceito e a falta de oferta de vagas para a profissionalização dos socioeducandos nas empresas. “Existe uma dificuldade de empresas e órgãos absorverem nossos socioeducandos e esse é um desafio que estamos trabalhando para mudar”, explicou a gerente geral do Sistema Socioeducandos da SDSCJ, Suelly Cysneiros.

UNINASSAU Caruaru realiza atividades durante campanha ‘’Maio Amarelo’’

Os cursos tecnólogos de Marketing, Design de Interiores e Análise e Desenvolvimento de Sistemas e o curso de bacharelado em Educação Física da Faculdade UNINASSAU Caruaru realizam, de 21 a 28 deste mês, uma série de atividades referentes à campanha internacional “Maio Amarelo”. A Instituição e os parceiros Observatório do Trânsito, Destra (Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes), Samu, Corpo de Bombeiros e PRF (Polícia Rodoviária Federal) trabalharão com o tema central das atividades “Sua escolha no trânsito pode mudar vidas”.

No dia 21, haverá ações de divulgação do evento nas dependências da faculdade. Já no dia 22, acontece uma palestra, aberta ao público interno e externo, com os parceiros da ação sobre o tema central da campanha. O evento ocorre a partir das 19h, no auditório da Faculdade. Encerrando a programação, no dia 28, haverá uma panfletagem e conscientização da comunidade externa no Centro de Caruaru, das 14h às 16h.

O principal objetivo das ações é mobilizar os mais diversos segmentos da sociedade para discutir sobre o tema e promover uma conscientização quanto à responsabilidade de cada um: motoristas, motociclistas, pedestres e passageiros. Além disso, a campanha da UNINASSAU e parceiros visa despertar a consciência da comunidade em geral das suas responsabilidades diante no trânsito.

A diretora da UNINASSAU Caruaru, Aislane Belo, ressalta a importância das ações. “Em meio a tantos acidentes que vemos a cada dia acontecendo no trânsito, inclusive em nossa região, precisamos levar à sociedade um debate sobre o assunto, sobre a importância de um trânsito mais seguro”, destaca.

Ações para segurança no trânsito

Em 2010, a Assembleia Geral das Nações Unidas editou uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) que havia contabilizado, só em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente, 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

Mansão Forró recebe Forró Verde durante São João

Durante a quarta edição da Mansão Forró, serão realizados eventos corporativos de entidades de Caruaru. E para iniciar a temporada das festas, nada melhor do que o “Forró Verde”, promovido pela Sociedade de Medicina, dia oito de junho, a partir das 15h. A festa que já é consagrada no calendário dos forrozeiros contará com shows de Alcymar Monteiro, Amigos Sertanejos e PV Calado.

“A Mansão Forró é parceira de entidades e órgãos de nossa cidade. É uma satisfação poder receber os médicos, famílias e amigos que fazem a Sociedade de Medicina. Com certeza o Forró Verde será um sucesso e vai agradar muito quem estiver na Mansão”, afirmou o diretor da Mansão Forró, Fred Gomes.

Além do Forró Verde, a casa de shows receberá o Arraial da Ordem (OAB Caruaru), no dia 15 de junho, e o Forró do Lojista (CDL Caruaru), no dia 22 de junho. Brasas do Forró, Geraldinho Lins, Nando Cordel, Assisão e Rafa Mesquita estão na grade de programação e prometem atrair um grande público.

Filiado ao Novo afirma ter escrito texto distribuído por Bolsonaro e se diz assustado

Um ex-candidato a vereador pelo Novo-RJ, que em 2018 escolheu o colega de partido João Amoêdo no primeiro turno e preferiu anular seu voto a optar entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no segundo, disse ser o autor do texto compartilhado pelo presidente nesta sexta-feira (17).

Distribuída por Bolsonaro em grupos de WhatsApp, a mensagem sustenta que o mandatário com cinco meses no cargo estaria sofrendo pressão por não ceder a “conchavos” de corporações, o que estaria tornando o Brasil “ingovernável”.

Paulo Portinho, 46, afirmou à Folha de S.Paulo que o texto é seu -e se diz “realmente assustado” com a repercussão dele. “Tô torcendo para que acabe hoje à noite, com o próximo tema.”

“Já disseram que eu escrevi a carta de renúncia do Bolsonaro, que sou da CIA, que sou aluno do Olavo [de Carvalho]”, afirma e ri ao mencionar o escritor que virou guru da ala ideológica do governo Bolsonaro.

Professor de finanças, escritor de livros na área e funcionário na CVM (Comissão de Valores Imobiliários), Portinho conta que foi avisado por um amigo que o líder da nação havia divulgado seus escritos, que classificou como “um texto de rede social de quem vê que as coisas estão andando e tenta entender”. Publicou-o no sábado (11), em seu Facebook, e diz que não tem ideia de como ele foi parar no WhatsApp presidencial.

Ele afirma ter “zero relação com o governo” e ser um liberal, fiador de ideias que casam mais com o ministro da Economia, Paulo Guedes, do que com membros da chamada ala olavista do governo. “Sou só uma pessoa que defende algo um pouquinho mais liberal.”

Portinho diz esperar que sua vida “não mude por conta disso” e preferiu não opinar sobre os rumos do bolsonarismo. “Estão achando que sou analista político. Não sou.”

Não é, mas tem um blog no qual, até 2018, dava seus pitacos sobre temas dessa seara. O último post, de setembro, questiona no título: “Por que as pessoas acham que o nazismo é de esquerda?”.

Spoiler: Portinho refuta que ele seja de direita e diz que “maldade não tem ideologia”.

Sobre seu país natal, ele diz à reportagem: “A única coisa que falo é que minha esperança no Brasil é a de que os três Poderes atinjam seu grau máximo de racionalidade. Não adianta esperar que todo mundo se abrace, seja amigo. Mas o Judiciário tem condição de ajudar, o Legislativo, o Executivo.”

Em sua tentativa de entrar na política, três anos trás, naufragou: teve 602 votos para a Câmara dos Vereadores carioca, 0,02% do total.

Folhapress