Secretaria de Saúde de Caruaru participa da Semana D do Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo vem realizando ações educativas nas ruas, escolas e universidades durante todo o mês e em diversas partes do mundo. Em Caruaru, as ações tiveram início no dia 06 de maio e seguem até o dia 29. De ontem (20) até sexta-feira (24) acontece a conhecida “Semana D”, que tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em Caruaru e em todo o mundo.

Entre as ações da semana, a palestra “Sua escolha no trânsito pode mudar vidas”, com o coordenador do SAMU Agreste, Tiago Acioli; curso de mecânica básica para bikes; blitzs educativas e uma simulação de acidente de trânsito envolvendo carro e moto, onde serão acionados o SAMU, a Destra, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar. A ação está marcada para às 15h, na avenida Rio Branco.

De acordo com dados do SAMU, foram registrados, em 2019, 1921 acidentes envolvendo carros e motos em Caruaru. Este ano, até abril já foram 648 acidentes, no mesmo período do ano passado foram 601.

Leite materno: 1 litro doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia

Anualmente, os bancos de leite humano e postos de coleta em todo o país se mobilizam na semana que inclui o dia 19 de maio para reforçar a importância da doação de leite materno, estimulando as mães que estão em período de amamentação com seus bebês a doar o excedente. As atividades de conscientização se estendem ao longo do ano, mas é nesse período que a Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE) alerta para a necessidade desse ato de solidariedade. Para se ter uma ideia, um litro de leite materno doado pode alimentar até dez recém-nascidos por dia.

Em 2018, as unidades pernambucanas coletaram mais de 11 mil litros de leite humano – entre os coletados nos cerca de 15 unidades pernambucanas, entre bancos de leite e postos de coleta. Em relação ao número de doadoras, o Estado pulou, no primeiro quadrimestre de 2019, de 2.090 em 2018 para 2.312 neste ano, o que equivale a 10% de aumento. Apesar do acréscimo, a ampliação no leite distribuído foi de apenas 1,5% (3.238 litros em 2018 e 3.287 litros em 2019) e de crianças beneficiadas, de 2,3% (3.757 em 2018 e 3.847 em 2019). Por isso, é necessário incentivar as mães a fazer parte, permanentemente, dessa rede de apoio.

Para se tornar doadora, além de ter excesso de leite, a mulher deve ser saudável e não usar medicamentos que impeçam a doação. “A interessada pode procurar o banco de leite mais próximo de sua residência, levando todos os exames clínicos em dia para fazer o cadastro e receber todas as orientações necessárias para o processo correto de doação. É importante lembrar, ainda, que a campanha acontece em maio, mas nossos bancos de leite precisam de doação o ano inteiro, principalmente nos períodos festivos, como Natal, Ano Novo e Carnaval, quando os bancos de leite registram uma queda nas doações”, pontua a coordenadora de Aleitamento Materno da SES, Marília Macêdo.

Uma das principais referências estaduais é o Banco de Leite Humano e Centro de Incentivo ao Aleitamento Materno do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (BLH/CIAMA/IMIP). O serviço foi o primeiro hospital no Brasil a receber o título de “Hospital Amigo da Criança”, outorgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pelo Ministério da Saúde, prêmio para as unidades que cumprem os dez passos para o sucesso do aleitamento materno. O banco de leite do Imip é uma das unidades responsáveis por pesquisas e treinamentos sobre o assunto, além de ser o serviço responsável por compilar todos os dados dos bancos de leite e pontos de coleta em Pernambuco. Anualmente são atendidos, em média, no local, 97 mil recém-nascidos, lactentes e suas mães.

O leite humano doado passa por um processamento especial. A substância é analisada, pasteurizada e submetida a um rigoroso controle de qualidade antes de ser ofertado a uma criança. Geralmente, é destinado a bebês prematuros de baixo peso internados nas UTIs e UCIs neonatal dos hospitais de referência, além de alojamento Canguru. A maioria apresenta patologias diversas, principalmente do trato gastrointestinal. “O leite materno doado auxilia, principalmente, a estabilizar a situação clínica desses bebês, fornecendo as substâncias necessárias para a nutrição de qualidade e para a melhora deles. Por isso, costumamos dizer que esse alimento salva vidas”, reforça a coordenadora.

Nos bancos de leite, além de ordenhar o material excedente, as mães também são acolhidas e orientadas em casos de dúvidas e dificuldades em relação ao aleitamento. Tanto as que estão internadas no próprio serviço de saúde, quanto as doadoras externas. De janeiro a abril deste ano, foram 102.588 atendimentos às doadoras, entre sessões individuais e em grupo. Esse número equivale a um aumento de 25,9% em relação à quantidade de atendimentos realizados no mesmo período em 2018 (81.471 atendimentos). Em todo ano passado, foram 244.948 atendimentos.

Atualmente, quatro bancos de leite estão sob gestão do Governo de Pernambuco e aceitam doação do público. No Recife, há o Hospital Barão de Lucena (81 3184.6552), que, atualmente, possui 22 litros e está com consumo diário em torno de 500 ml; já o Hospital Agamenon Magalhães (81 3184.1690), também no Recife, está com estoque de 45 litros (consumo diário de 1,5 L). Já no Hospital Jesus Nazareno (81 3719.9338), em Caruaru, o estoque está em 20 litros (consumo diário de 500 ml); e o Hospital Dom Malan (87 3202.7000), em Petrolina, que conta, atualmente, com 3 litros (necessidade de, em média, 1 L/dia). Outras instituições públicas e privadas também recebem doação. Para ver a lista completa, basta acessar o link https://bit.ly/2sfx9MM.

COMO DOAR – As mães interessadas em doarem seu leite excedente devem entrar em contato com o Hospital pelo 3184.1690. Para retirar o leite da mama, a indicação é que a mãe use um lenço para proteger a boca e a cabeça, além de higienizar as mãos antes de iniciar o processo. O produto deve ser armazenado em potes de vidro com tampa de plástico, como os de maionese ou café. O papel que vem na parte interna da tampa precisa ser retirado antes de todo o processo. Para higienizá-los, deve-se lavá-los com água corrente e sabão neutro. Em seguida, colocá-los em uma panela com água e levá-los ao fogo. Após a água começar a ferver, deixar por mais 15 minutos.

AMAMENTAÇÃO CRUZADA – Nos últimos meses, uma prática bastante usada no passado, pelas chamadas “amas-de-leite”, quando uma mulher que possuía excedente optava por amamentar diretamente um bebê cuja está impossibilitada de amamentar, voltou a chamar atenção ao ser veiculada em programas da mídia.

No entanto, esse costume, formalmente chamado de amamentação cruzada, é contraindicado pelo Ministério da Saúde (MS) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), uma vez que traz diversos riscos ao bebê, podendo transmitir, inclusive, doenças infectocontagiosas, como o HIV/Aids. “Nós sabemos que muitas vezes a mãe doadora tem boa intenção em amamentar outra criança que não a sua, mas é preciso entender que essa prática pode ser prejudicial para o bebê. Esse leite excedente deve seguir todo o processo preconizado pelos bancos de leite, o que garante a sua qualidade”, alerta a coordenadora de Aleitamento Materno da SES.

Foto: Miva Filho / SES

PREVUPE da UPE abre inscrições para 11.520 vagas no estado

Estão abertas as inscrições para o curso Pré-vestibular da Universidade de Pernambuco (UPE), o Prevupe, destinado aos estudantes da rede pública de ensino. Ao todo, são oferecidas 11.520 vagas para 38 municípios do Estado. As inscrições devem ser feitas no endereço eletrônico abaixo:
www.upenet.com.br

O curso, gratuito, tem o objetivo de reforçar e ampliar os conhecimentos dos alunos das escolas da rede pública de ensino e egressos que pretendem concorrer às vagas dos programas de graduação, cursos técnicos e tecnológicos, através do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), vestibulares ou de outros processos seletivos.

As inscrições seguem até o dia 27 de maio e a taxa, que custa R$ 35,00, deverá ser paga até o dia 28/05, em horário bancário.

Para todos os candidatos inscritos, será aplicada uma prova eliminatória e classificatória, que constará de 50 questões objetivas de múltipla escolha, abrangendo conteúdos de linguagens, códigos e suas tecnologias, ciências da natureza, matemática e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. O teste será aplicado no dia 09 de junho, no horário das 8h15 às 12h15, em locais estabelecidos no cartão informativo do candidato.

De acordo com o edital, os estudantes devem comparecer ao local designado para a prova com uma hora de antecedência, munido do cartão informativo, documento oficial de identificação com foto e caneta esferográfica azul ou preta. A coordenação informa que não será permitido o uso de aparelhos de comunicação ou de máquina de calcular. O candidato só poderá sair da sala duas horas após o início dos exames, podendo levar o caderno de provas. O resultado do processo seletivo será divulgado no site da UPE, até o dia 14 de junho do corrente ano.

As matrículas serão realizadas no dia 15/06, das 13 às 15h, na unidade em que cursará o Prevupe. Os dias 16, 22, 23 e 29/06 serão reservados para a matrícula dos retardatários, no mesmo local e horário das 8h às 10h. Na hipótese de remanejamento de candidatos, a primeira listagem será divulgada no dia 05/07, a partir das 14h, no site. A segunda lista será divulgada no dia 02/08/2019.

As aulas serão ministradas aos sábados em horário integral (das 8h às 17h) e aos domingos em turno parcial, das 8h às 12h ou das 13h às 17h. Outras informações através do telefone: (81) 3033-7387. Confira o edital na íntegra.

PREVUPE – Projeto de extensão da UPE que também se configura como uma estratégia de iniciação à docência para estudantes das licenciaturas da Universidade, e de outras IES públicas, pois, preferencialmente, são esses licenciados que atuam nas aulas do projeto, o que lhes garante uma mínima experiência profissional, essencial para sua formação como profissional.

Em suas últimas versões, o Prevupe conta com o fundamental apoio do Governo do Estado de Pernambuco, que, através da Secretaria de Educação, firma uma grande parceira, uma vez que além de financiar o projeto, o direciona ao seu público, pois se destina aos estudantes e egressos da rede pública.

Dessa forma, pode-se afirmar que o Prevupe enquanto projeto político/pedagógico se torna uma política pública pernambucana de inclusão, uma vez que, promove ações que potencializam uma educação básica de qualidade, permitindo que alcance todas as camadas sociais nas mais diversas mesos e microrregiões do estado de Pernambuco.

Uma proposta construída com base na experiência e resultados dos anos anteriores, pautada sobretudo, nos instrumentos necessários para o desenvolvimento coletivo das lutas contra a apropriação privada da riqueza e do saber, situando a educação como política social do estado de Pernambuco.

Enem 2019 registra 334 mil inscritos no Pernambuco; boleto pode ser pago até dia 23

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 registrou 334.752 inscritos no Pernambuco. As inscrições terminaram na última sexta-feira, 17, mas os participantes têm até o dia 23 de maio para pagar a taxa, no valor de R$ 85. Um total de 116.034 inscritos do Pernambuco ainda precisa efetuar o pagamento dentro deste prazo para confirmar participação no exame, de acordo com balanço preliminar até o início da tarde de hoje. O pagamento deverá ser realizado por meio de GRU Cobrança e poderá ser feito em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios, obedecendo aos horários e critérios estabelecidos por esses correspondentes bancários.

Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo já tem sua participação garantida no exame. As provas do Enem 2019 serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro. No Brasil, foram 6.384.957 de inscritos para a edição de 2019. O número final de participantes confirmados será divulgado no próximo dia 28.

O Enem é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC). Em 21 edições, o exame recebeu quase 100 milhões de inscrições.

O exame avalia o desempenho do estudante e viabiliza o acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e instituições portuguesas.

O exame também possibilita o financiamento e apoio estudantil, por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os dados do Enem também permitem autoavaliação do estudante o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais. O exame é aplicado em dois domingos e tem quatro provas objetivas, com 180 questões, além de uma redação.

Funase, Justiça e PMC discutem parcerias em prol do sistema socioeducativo

Representantes da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e da Vara Regional da Infância e Juventude de Caruaru estão se articulando com a prefeitura do município para discutir parcerias que beneficiem o sistema socioeducativo. A ideia é estabelecer cooperações no sentido de ampliar iniciativas em áreas como educação, saúde e profissionalização para os socioeducandos, além do atendimento de demandas relacionadas a serviços de zeladoria no entorno das três unidades da Funase existentes na região.

O tema foi discutido, na segunda-feira (20), durante reunião entre a presidente da Funase, Nadja Alencar, o juiz titular da Vara Regional da Infância e Juventude, José Fernando Santos, e a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra. Na ocasião, foram destacadas demandas à luz do Plano Operativo Municipal de Saúde, que contém diretrizes para o atendimento a jovens que cumprem medidas socioeducativas, em consonância com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em Conflito com a Lei, em Regime de Internação, Semiliberdade e Internação Provisória (PNAISARI), do Ministério da Saúde.

Também foram apresentadas necessidades sobre a oferta de cursos do Qualifica Caruaru para os socioeducandos. O programa, realizado pela prefeitura, já atende adolescentes da Casa de Semiliberdade (Casem) Caruaru. O pleito é para que possa ser expandido para jovens de outras unidades socioeducativas no município. Ainda houve sinalização positiva para solicitações da Funase referentes à melhoria da iluminação pública e à realização de serviços de capinação no entorno do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) e do Centro de Internação Provisória (Cenip), que ficam na zona rural.

A reunião também teve a participação da superintendente da Política de Atendimento da Funase, Íris Borges, da superintendente de Planejamento e Orçamento, Zed Galvão, da coordenadora geral do Cenip Caruaru, Maria Clara Amorim, do coordenador geral do Case Caruaru, Márcio Oliveira, da coordenadora técnica da unidade, Ana Paula Ferreira, e do secretário extraordinário da Feira de Caruaru, José Pereira Sousa.

Anunciado por Bolsonaro, dinheiro da Lava Jato para a Educação ainda depende do STF

Sessao do STF no doa seguinte a denuncia do Joesley Batista (JBS) contra o presidente Michem Temer. Facchin com Alexandre Moraes. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O presidente Jair Bolsonaro reiterou por meio do Twitter, ontem (20), que o governo quer repassar ao Ministério da Educação “grande parte ou todo o valor” de uma multa paga pela Petrobras nos Estados Unidos, no âmbito da Lava Jato, no valor de cerca de R$ 2,5 bilhões. A liberação desse recurso, no entanto, depende de uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A possibilidade desse aporte foi lembrada na última quarta-feira (15) pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. Convocado a explicar os bloqueios orçamentários no ensino superior na Câmara dos Deputados, o ministro afirmou mais de uma vez que parte da verba pode ser destinada a universidades em apuros financeiros.

“Uma parte do dinheiro que foi roubado da Petrobras está sendo recuperado. E está entrando de volta. Já está internalizado aqui no Brasil”, disse Weintraub, em clima de beligerância com deputados da oposição. “O dinheiro roubado está voltando, e ele pode já servir de alívio para os reitores virem conversar com a gente”, completou.

O dinheiro a que o ministro se referiu está envolto em polêmicas desde fevereiro, quando foi revelada a criação de uma fundação bilionária idealizada pelo Ministério Público Federal (MPF) do Paraná. Após repatriar 80% do valor de uma multa que que a Petrobras pagou nos Estados Unidos – punição por ter operado ações na Bolsa de Nova York enquanto ocorria o esquema de corrupção descoberto pela Lava Jato –, o MPF fez um acordo com a estatal para abrir uma “fundação de interesse social” a ser gerida por uma entidade de direito privado. O valor que retornou ao Brasil, de cerca de R$ 2,5 bilhões, foi depositado em uma conta judicial da Caixa Econômica Federal.

O acordo foi homologado pela Justiça Federal do Paraná, mas acabou contestado na Justiça pelo PT, pelo PDT, pela Câmara e pela própria procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge. Atendendo a um pedido de Raquel Dodge, Alexandre de Moraes suspendeu, em 15 de março, o acordo entre o MPF-PR e a Petrobras.

Em 9 de abril, a procuradora-geral recomendou ao STF que revertesse os recursos para o Ministério da Educação. Embora Weintraub tenha dito que a verba poderia “dar um alívio aos reitores”, a recomendação de Raquel Dodge é que o dinheiro seja investido na educação básica. A PGR também pede que nem todo o valor seja investido na área, já que parte deve ser reservada para indenizar os acionistas minoritários da Petrobras. A decisão sobre o destino dos recursos cabe a Moraes.

Fonte: Congresso em Foco

Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Quadro de indefinição econômica faz confiança do consumidor recuar 4,3% em abril

As indefinições quanto às medidas necessárias para recuperação da economia derrubaram a confiança do consumidor no último mês. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelam que depois de alcançar a marca dos 49,0 pontos em janeiro e fevereiro, o Indicador de Confiança do Consumidor fechou abril com 46,9 pontos — uma queda de 4,3% na comparação com os dados do início do ano. Na comparação anual, entretanto, a confiança se mantém em maior nível ante o mesmo período de 2018, quando o índice era de 42,0.

A escala do indicador varia de zero a 100, sendo que resultados acima de 50 pontos mostram uma percepção mais otimista do consumidor.

Na avaliação do atual cenário econômico, a percepção dos entrevistados continua ruim ou muito ruim: a maioria (61%) enxerga o momento da economia de forma negativa. Apenas 7% acham que a situação é boa ou muito boa — um número baixo, mas que representa uma melhora significativa quanto a abril do ano passado, quando o percentual era de 2%. As principais razões apontadas são desemprego elevado (67%), aumento dos preços (60%), alta na taxa de juros (33%) e menor poder de compra do consumidor (18%).

Com relação à vida financeira, a percepção dos consumidores também é negativa, embora um pouco melhor do que a avaliação da economia. Para 38% dos brasileiros sua situação é considerada ruim e somente 13% disseram ser boa. Para os que têm uma visão pessimista, o motivo mais citado (53%) é o alto custo de vida. O desemprego aparece em segundo lugar (42%), ao passo que 26% culpam a queda da renda familiar.

Para o presidente da CNDL, José César da Costa, a lenta recuperação da economia segue impactando o bolso do consumidor e acaba refletindo o quadro de menor confiança. “Para que a retomada da confiança se consolide, será preciso que o consumidor sinta alguma melhora no momento atual, com o aumento da oferta de vagas de emprego e o avanço da sua renda”, analisa.

Cai de 39% para 26% número de brasileiros otimistas com futuro da economia, embora maioria acredite que finanças pessoais vão melhorar nos próximos seis meses

A sondagem procurou saber o que os brasileiros esperam sobre o futuro da economia e de suas finanças. Segundo o levantamento, 26% dos brasileiros estão otimistas com a economia para os próximos meses — percentual que chegou a 39% em fevereiro passado. Já 43% se mantêm neutros, ou seja, não acham que as condições econômicas do país estarão melhores ou piores daqui seis meses. Enquanto 26% disseram estar pessimistas. Os números mostram clara divisão sobre o futuro da economia.

Entre os que apostam na retomada da economia, 32% atribuem a uma maior estabilidade política e outros 32% ao fato de concordarem com as medidas econômicas anunciadas pelo governo. Para 25%, essa expectativa positiva deve-se à percepção de que as pessoas estão mais otimistas com os rumos da economia e outros 25% não souberam dizer ao certo a razão.

Quando questionados sobre o que esperam para os próximos seis meses em relação às suas finanças, seis em cada dez brasileiros (63%) acham que sua vida financeira vai melhorar, contra apenas 9% que acreditam em uma piora. Há ainda 22% de entrevistados neutros. A maioria (38%) dos otimistas com as próprias finanças acredita em uma melhora das condições econômicas do país, enquanto 28% acham que conseguirão um novo emprego ou aumento de salário, 24% não souberam explicar a razão desse otimismo e 22% dizem que estão administrando melhor o próprio dinheiro.

Custo de vida continua afetando famílias brasileiras; 41% dos entrevistados que trabalham temem perder o emprego

Com 13,4 milhões de desempregados, o país enfrenta um de seus maiores desafios e a falta de oportunidades no mercado de trabalho tem sido uma das grandes preocupações dos brasileiros. Os dados do indicador revelam que 41% dos brasileiros que trabalham temem, em algum grau, serem demitidos, ante 26% que disseram ter um medo baixo e 33% não ter esse risco.

A maior parte dos consumidores, independentemente de estar empregados, acredita que as oportunidades de emprego nos próximos seis meses estarão no mesmo nível de hoje (39%). Já 33% acham que as chances de uma nova colocação serão maiores e 15% acreditam que serão menores.

De acordo com a sondagem, o que mais tem pesado na vida financeira familiar é o custo de vida, ponto citado por pouco mais da metade (51%) dos entrevistados. Desde o início do ano passado, essa tem sido a principal queixa dos brasileiros. Em seguida aparece o desemprego (24%), o endividamento (11%) e a queda dos rendimentos (8%).

Em uma avaliação sobre aumento dos preços, a aceleração da inflação observada nos últimos meses já pode ser sentida. Para 65%, a inflação cresceu nos últimos três meses, enquanto 20% disseram que permaneceu estável. Produtos vendidos em supermercado foram os que mais se notaram aumento de preços, com 89% das menções. Já 84% citaram alta no valor dos combustíveis e outros 85% destacaram o valor da conta de água e luz. Já 83% citaram o preço dos remédios.

Metodologia

Foram entrevistados 800 consumidores, a respeito de quatro questões principais: 1) a avaliação dos consumidores sobre o momento atual da economia; 2) a avaliação sobre a própria vida financeira; 3) a percepção sobre o futuro da economia e 4) a percepção sobre o futuro da própria vida financeira. O Indicador e suas aberturas mostram que há confiança quando estiverem acima do nível neutro de 50 pontos. Quando o indicador vier abaixo de 50, indica falta de confiança.

Destaques do Asala para esta terça-feira (21)

O Asala traz três opções especiais do seu cardápio (sendo duas sobremesas), para esta terça-feira (21): o Risoto Mediderrâneo, o Petit Gateau e o Sorvete de Chocolate Caseiro.

O Risoto Mediterrâneo vem com arroz arbóreo, camarões, abobrinha, beringela e pimentões coloridos. O Petit Gateau vem com um bolinho quente de chocolate e sorvete de creme. Já o Sorvete de Chocolate vem acompanhado de geleia de maracujá. Simplesmente fantásticos.

O Asala funciona na Avenida Marcionilo Francisco, na esquina com a Rodrigues de Abreu. De segunda a quinta-feira, está aberto do meio-dia às 22h30. Já às sextas e sábados, do meio-dia às 2h da manhã.

O almoço é servido durante todo o dia.

Boteco Chic do Asala Lounge com variedade de bebidas e petiscos

O Asala abriu o seu novo espaço, a Sala Recife, o Boteco Chic, em parceria com a Devassa/Vitória Distribuidora. São 11 rótulos de cervejas da Devassa, Eisenbahn, Baden Baden, KirinChiban, entre outras. Para harmonizar com a nova carta de petiscos de boteco, estão deliciosos caldinhos, pastéis, mix de defumados. Destaque para o sanduíche de cupim com parmesão massaricado.

Agora, além das tradicionais delícias do cardápio do Asala, você tem um novo local para curtir com seus amigos os jogos de futebol, tênis, NBA, Surf (WSL), Fórmula 1…

Vale a pena conhecer o novo conceito de boteco e ajudar a formatar o calendário de eventos, para esta grande novidade em Caruaru.

O Asala funciona na Avenida Marcionilo Francisco, na esquina com a Rodrigues de Abreu, no Bairro Maurício de Nassau.

Feira da Família, neste sábado (18), no Caruaru Shopping

O Caruaru Shopping, com o intuito de contribuir com a saúde dos seus clientes, está realizando a Feira da Família. Ela acontece todos os sábados, das 7h às 16h, no Piso E2 do edifício garagem.

A Feira da Família é realizada através de dezenas de expositores, que oferecem produtos livres de agrotóxicos, a exemplo de hortaliças, frutas, raízes e tubérculos (descascados, embalados e congelados a vácuo), bem como grãos, carnes, ovos, bolos, biscoitos e pães.

De acordo com Walace Carvalho, gerente de Marketing do centro de compras, a Feira da Família é a única aberta e livre do Bairro Indianópolis, onde está localizado o Caruaru Shopping. “O centro de compras e convivência também tem a preocupação de promover a saúde dos clientes e, pensando nisto, idealizamos este projeto que traz produtos in natura, tão difíceis de
ser encontrados hoje em dia”, disse.

O Caruaru Shopping está localizado na Avenida Adjar da Silva Casé, 800, Indianópolis.